ISSN 1726-4634 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

 

Objetivo e política

A Revista recebe contribuições inéditas como artigos originais, artigos de revisão, comunicações breves, relatos de casos, galerias de fotos ou cartas ao editor, as quais são avaliadas por especialistas nacionais e estrangeiros que tenham publicado pesquisas similares previamente (avaliação por pares), eles opinam em forma anônima sobre a qualidade e validade dos resultados, o numero de revisores depende do tipo de artigo, unicamente são publicados aqueles artigos com comentários favoráveis e que tenham resolvido todas as observações enviadas. O tempo de revisão na maioria dos casos varia entre 2 a 6 meses a depender da celeridade dos revisores e autores.

Ética na publicação

Se for detectado alguma falta contra a ética na publicação durante o processo de revisão ou depois da publicação (se houver); a Revista adotará as medidas que estabelece o Committe on Publication Ethics (www.publicationethics.org.uk), que pode incluir a rejeição ou a retirada do artigo, a proibição da publicação de artigos futuros de todos os autores na RPMESP, a notificação a outras revistas de SciELO Peru, assim como, a comunicação as autoridades respectivas (instituição de origem, instituição que financiou o estudo, conselhos federais ou regionais, comitês de ética).

 

Preparo do manuscrito

Normas Gerais

Todo artigo submetido à RPMESP deve ser escrito em espanhol, versar sobre temas de interesse em saúde pública e não ter sido previamente publicado, ou enviado simultaneamente a outras revistas científicas, as quais podem pertencer a uma das seguintes categorias:

  • Editorial;
  • Artigos Originais;
  • Comunicações Breves;
  • Artigos de Revisão;
  • Secção Especial;
  • Simpósio;
  • Personalidades Destacadas da Saúde Pública no Peru;
  • Relato de Casos;
  • Galeria Fotográfica;
  • Cartas ao Editor.

    Documentação Obrigatória
    Esta informação é obrigatória para qualquer artigo apresentado à RPMESP, a omissão dos mesmos resultara na rejeição automática.

    Carta de Apresentação. Deve ser assinada pelo autor responsável pela comunicação, indicando a categoria do manuscrito submetido. O formato deste documento pode ser baixado em www.ins.gob.pe/rpmesp/documentos.asp

    Autorização de publicação
    . Deve ser assinada por todos os autores, consignando qual foi sua contribuição na elaboração do artigo segundo a codificação própria da RPMESP. O formato pode ser baixado em www.ins.gob.pe/rpmesp/documentos.asp

    Primeira página (Folha de rosto). Deve incluir o título em Espanhol e Inglês, título resumido de até 60 caracteres, nome e sobrenome de cada autor como eles desejam que apareça no artigo, a filiação institucional, cidade e país, profissão e grau acadêmico, além do e-mail de todos os autores. A fonte de financiamento e a declaração de conflito de interesse. Além disso, se deve indicar quem é o autor responsável pela comunicação, indicando seu endereço, telefone e e-mail. Se o estudo tem sido apresentado como resumo num congresso ou faz parte de uma tese deve especificar isto com a cita correspondente.

    Textos interiores. Devem abordar os seguintes aspectos:

  • Escritos a espaço duplo, fonte arial tamanho 12, página em tamanho A-4 com margens de 3 cm.;
  • Deve incluir o título do artigo, porém não deve conter os dados dos autores;
  • Cada secção começa em uma nova página, com numeração consecutiva;
  • Os textos devem ser digitados no programa Word para Windows XP ou Vista, as figuras e tabelas podem ser insertas ao final do texto com suas respectivas legendas;
  • As tabelas devem ter apenas traços horizontais para separar o cabeçalho do corpo da tabela, não se utilizam traços verticais em nenhum caso;
  • As figuras (gráficos estatísticos) devem ser enviadas em MS-Excel ou formato TIFF ou JPG, as imagens e mapas devem ser salvados em formato TIFF ou JPG a uma resolução maior de 600 dpi ou 300 pixels, estas figuras podem ser inseridas nas últimas páginas do texto do artigo, porém devem ser enviadas em arquivos separados no programa original;
  • Considera-se figuras aos desenhos, mapas, fotografias ou gráficos, devem ser numerados consecutivamente com algarismos arábigos; as legendas das microfotografias devem informar a escala de aumento original e a técnica de coloração utilizada. Os mapas também devem ter uma escala. O número de tabelas e figuras vai depender da categoria do artigo enviado. O Comitê Editor da revista se reserva o direito de limitar o número das mesmas.
  • As referências devem incluir apenas as que foram mencionadas no texto, numeradas consecutivamente na medida em que aparecem no texto e devem ser elaboradas seguindo as normas do Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas, na sua versão atualizada de Outubro de 2008. Os autores deveram ser ressaltados em "negrito"; havendo mais de seis autores, citar os seis primeiros, seguidos da expressão "et. al." separado por uma vírgula. O título da referência deverá ter um hiperlink direcionado ao site onde se pode acessar a referência, sempre que houver a versão eletrônica. Alguns exemplos a ter em consideração na redação desta secção, podem ser encontrados em www.ins.gob.pe/rpmesp:

    Artigos em revistas:
    Palomino M, Villaseca P, Cárdenas F, Ancca J, Pinto M. Eficacia y residualidad de dos insecticidas piretroides contra Triatoma infestans en tres tipos de vivienda. Evaluación de campo en Arequipa, Perú. Rev Peru Med Exp Salud Publica. 2008; 25(1): 9-16.
    Troyes L, Fuentes L, Troyes M, Canelo L, García M, Anaya E, et al. Etiología del síndrome febril agudo en la provincia de Jaén, Perú 2004-2005. Rev Peru Med Exp Salud Publica. 2006; 23(1): 5-11.

    Livro:

    Acha P, Szyfres B. Zoonosis y enfermedades transmisibles comunes al hombre y los animales. 3ª ed. Washington DC: Organización Panamericana de la Salud; 2003.

    Capítulo de livro:
    Farmer J. Enterobacteriaceae: introduction and identification. En: Murray PR, Baron EJ, Pfaller MA, Tenover FC, Yolken RH, editors. Manual of clinical microbiology. 7th ed. Washington DC: American Society for Microbiology; 1999. p. 442 -58.

    Tese:
    Pesce H. La epidemiología de la lepra en el Perú. [Tesis Doctoral]. Lima: Facultad de Medicina, Universidad Nacional Mayor de San Marcos; 1961.

    Site:
    Brasil, Ministério da Saúde. Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde [página de Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2009. [Citado: Maio 2009] Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/se/area.cfm?id_area=572

    Normas específicas por tipo de artigo:

    Editoriais
    É a solicitude do Comitê Editor da RPMESP.

    Artigos Originais
    São produtos de pesquisa, os quais devem ser redigidos em 3500 palavras no máximo (excluindo o resumo, referências, tabelas e figuras), segundo o seguinte esquema:
  • Resumo: Em Espanhol e Inglês. Não deve exceder 250 palavras. O resumo é estruturado, deve ser subdividido de maneira concisa em: Objetivos, Material e métodos, Resultados e Conclusões.
  • Introdução: Breve exposição (menor ao 25% da extensão do artigo) da situação atual do problema, antecedentes, justificativa e objetivo do estudo.
  • Material e métodos: Descreve a metodologia utilizada de forma que permita a reprodução do estudo e avaliação da qualidade da informação pelos leitores e revisores. Descreve o tipo e delineamento do estudo, as características da população e forma de seleção da amostra quando seja necessária. Em alguns casos, é conveniente descrever a área de estudo. No caso de utilizar plantas medicinais, descrever os procedimentos de colheita e identificação. Especificar a forma de medição e definição das variáveis de interesse. Detalhar os procedimentos realizados, caso tenham sido descritos previamente, fazer a referência correspondente. Mencionar os procedimentos estatísticos utilizados. Detalhar as considerações éticas envolvidas na realização da pesquisa, tais como aprovação pelo Comitê de Ética Institucional, uso de consentimento informado, entre outros.
  • Resultados: A apresentação dos resultados deve ser clara, sem opiniões ou interpretações, salvo nas de alcance estatístico. Pode ser complementado com até oito tabelas ou figuras, não devem repetir as informações apresentadas no texto.
  • Discussão: Interpretam-se os resultados, em comparação com os achados de outros autores, apresentando sugestões, pressupostos ou conclusões às que chegue o autor. Deve incluir as limitações e os vieses do estudo.
  • Agradecimentos: Quando necessário, deve ser mencionado em forma especifica o nome e qual foi o apoio que teve na pesquisa a pessoa a quem se realiza o agradecimento.
  • Conflito de interesse: Se houver algum conflito de interesse, deve ser mencionado.
  • Referências bibliográficas: No máximo 30 referências.

    Comunicações Breves


    Estes artigos são resultado de pesquisas, também podem ser incluídos relatórios de investigação de surtos ou relatos preliminares de pesquisas que pela sua importância precisam uma publicação rápida, estes deveram ser redigidos em 2000 palavras no máximo (não inclui o resumo, referências, tabelas e figuras). Um resumo não estruturado em Espanhol e Inglês com não mais de 150 palavras e até três a cinco palavras-chave devem ser fornecidos. Contem uma introdução, seguida da seção denominada "O Estudo" referido a material e método, seguido dos resultados, pode-se incluir até quatro tabelas ou figuras, discussão e não mais de 15 referências bibliográficas.

    Artigos de Revisão

    Pode ser a pedido do Comitê Editorial ou por iniciativa dos autores, que devem ser especialistas na sua área, devem incluir uma análise aprofundada, objetiva e sistemática da informação atual sobre um determinado tema de interesse em saúde pública. A estrutura do artigo fica a critério do autor, deve ter no máximo 5000 palavras (não inclui o resumo, referências, tabelas e figuras), com não mais de dez tabelas ou figuras. Deve incluir um resumo não estruturado em Espanhol e Inglês, com 150 palavras no máximo, com três a cinco palavras-chave. Pode ter até 150 referencias bibliográficas.

    Simpósio

    São escritos a solicitude do Comitê Editorial para um tópico específico que será desenvolvido em um fascículo específico da revista, pode incluir opiniões ou ensaios sobre um tema escolhido. A estrutura do artigo fica a critério do autor, deve ser redigido com um máximo de 4000 palavras (excluindo o resumo, referências, tabelas y figuras). Deve conter um resumo não estruturado em Espanhol e Inglês, com um limite de 150 palavras, com três a cinco palavras-chave. Pode ter até 100 referências bibliográficas.

    Personalidades Destacadas da Saúde Pública no Peru


    Nesta secção são publicadas homenagens às pessoas que contribuíram com a saúde pública no Peru, inclui uma resenha biográfica destacando as principais ações na vida acadêmica, profissional e científica do personagem, salientando sua contribuição na área, e uma fotografia. Não precisa um resumo, pode ou não ter referências bibliográficas, não deve ter mais de 1800 palavras.

    Secção Especial

    Incluem artigos que não se ajustam a outras secções da revista, os quais incluem ensaios, opiniões, sistematizações e experiências que são relevantes para a saúde pública. A estrutura do artigo fica a critério do autor, deve ser redigido com um máximo de 3000 palavras (excluindo o resumo, referências, tabelas e figuras), com um máximo de oito tabelas ou figuras. Deve ser incluído um resumo não estruturado em Espanhol e Inglês com um limite de 150 palavras, com três a cinco palavras-chave. Pode ter até 50 referências bibliográficas.

    Relato de Casos
    Os casos apresentados devem ser de doenças ou situações de interesse em saúde pública, estes deveram ser redigidos com um máximo de 2000 palavras (excluindo o resumo, referências, tabelas e figuras). Deve ser incluído um resumo não estruturado em Espanhol e Inglês com um limite de 150 palavras, com três a cinco palavras-chave. Apresenta uma introdução, uma secção denominada "relato de caso" e uma discussão que destaca a lição ou a contribuição do artigo. No máximo são permitidas quatro tabelas ou figuras e 15 referências bibliográficas.

    Galeria Fotográfica
    Podem-se enviar fotos de interesse sobre um tema de saúde em particular, acompanhado de um breve comentário sobre o tema e uma explicação da origem das ilustrações apresentadas (máximo de 800 palavras). Além disso, as fotos devem ter uma legenda explicativa. O Comitê Editorial se reserva o direito de limitar o número de ilustrações.

    Cartas ao Editor
    Esta secção é aberta para todos os leitores da RPMESP, podem enviar suas perguntas, comentários ou críticas a respeito de artigos publicados nos últimos fascículos da revista, tendo em conta a possibilidade que os autores referidos possam responder. Pode-se aceitar comunicação de pesquisas preliminares ou de intervenções em surtos que não tenham sido publicados ou submetidos para publicação em outra revista; comentários sobre problemas de saúde pública, ética e educação médica. Não deve exceder de 1000 palavras (sem referências, tabelas ou figuras), com um máximo de seis referências bibliográficas (inclui a referencia do artigo que a originou, se for o caso) e uma tabela ou figura.
  •  

    Envio dos manuscritos

    A submissão de artigos pode ser realizada em forma impressa enviando um original e uma copia de toda a documentação, bem como os arquivos eletrônicos em um CD, ao Instituto Nacional de Saúde com endereço em Cápac Yupanqui 1400, Lima 11, Perú, dirigidas ao Diretor da Revista Peruana de Medicina Experimental y Salud Pública ou pelo e-mail a rpmesp@gmail.com, os formatos eletrônicos estão disponíveis em http://www.ins.gob.pe/rpmesp/documentos.asp

     

    [Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


    © 2004-2008 Instituto Nacional de Salud

     

     

    Cápac Yupanqui 1400-Lima, Perú
    Apartado Postal 471
    Teléfono : ( 51-1) 4719920 Anexo 162
    Fax: ( 51-1) 4717443


    revmedex@ins.gob.pe