Scielo RSS <![CDATA[Revista de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0034-891019680001&lang=en vol. 2 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<B>Regressão linear com duplo truncamento na distribuição da variável dependente</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Do problema do ajuste de uma regressão linear, quando a distribuição da variável dependente tem duplo truncamento, utilizando a função de máxima verossimilhança e um processo iterativo.<hr/>A solution to the problem of fitting a linear regression with double truncation in the distribution of the dependent variable is obtained, using the maximum likelihood function and an iterative process. <![CDATA[<B>Plano de amostragem utilizado no estudo de reprodução humana no distrito de São Paulo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresentação do processo de amostragem empregado para a seleção da amostra na qual se baseou o estudo da &laquo;Reprodução humana no Distrito de São Paulo&raquo;, realizado pelo Departamento de Estatística Aplicada da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da USP. O processo procurou resolver a situação criada com as limitações de verba, de tempo e carência de um sistema de referência que permitisse, no prazo estipulado e com a verba disponível, a seleção de uma amostra seguindo os procedimentos usuais de amostragem probabilística. Consistiu em aplicar amostragem em duas etapas, na qual a unidade primária foi domicílio e a unidade secundária foi mulher. Na primeira etapa empregou-se amostragem estratificada em que os estratos eram subdistritos. Para a seleção de unidades primárias sortearam-se pontos (&laquo;pontos de partida&raquo;) nos mapas dos subdistritos por um processo que se assemelha àquele chamado &laquo;grade quadrada&raquo;, mas que difere deste quanto a vários aspectos. A cada &laquo;ponto de partida&raquo; selecionado corresponderam, por regras prefixadas, três domicílios com pelo menos uma mulher da população em estado residindo em cada um deles. Na segunda etapa, nos domicílios onde residia mais de uma mulher da população em estudo, procedeu-se a uma subamostragem na qual cada uma delas teve igual probabilidade de seleção. São também apresentados diferentes casos de ausência de resposta e as respectivas instruções às entrevistadoras.<hr/>This work presents the sampling procedure used to select the sample got for a "Human Reproduction Study in the District of São Paulo" (Brazil), done by the Department of Applied Statistics of "Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo". The procedure tried to solve the situation which resulted from the limitation in cost, time and lack of a frame that could be used in order to get a probability sample in the fixed term of time and with the fixed cost. It consisted in a two stage sampling with dwelling-units as primary units and women as secondary units. At the first stage, it was used stratified sampling in which sub-districts were taken as strata. In order to select primary units, there was a selection of points ("starting points") on the maps of subdistricts by a procedure that was similar to that one called "square grid" but differed from this in several aspects. There were fixed rules to establish a correspondence between each selected "starting point" and a set of three dwelling units where at least one woman of the target population lived. In the selected dwelling units where more than one woman of target population lived, there was a sub-sampling in order to select one of them. In this selection each woman living in the dwelling unit had equal probability of selection. Several "no-answer" cases and correspondent instructions to be followed by the interviewers are presented too. <![CDATA[<B>Sub-registro de nascimento no distrito de São Paulo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Foram coletados os dados sobre os nascimentos ocorridos em 1965, o fato de terem ou não sido registrados e qual o motivo, em caso negativo, por ocasião da investigação sobre &laquo;Reprodução Humana no Distrito de São Paulo&raquo;, realizada em uma amostra da população de mulheres não solteiras, no grupo de 15 a 49 anos. Quando se considerou o prazo de inscrição de um nascimento até 15 dias, que é o prazo dado ao pai da criança, o sub-registro foi de 4,5% e quando se considerou o prazo de 45 dias dilatado para quando a mãe inscreve o nascimento, o sub-registro foi de 3,2%. O fator mais mencionado para o não-registro foi o relacionado com a responsabilidade do marido e em cerca de 80% dos casos, o parto havia sido hospitalar.<hr/>Data have been collected on the births occurred in 1965, on whether they have been registered and on the reason in case they have not, at the time of the investigation on: Human Reproduction in the District of São Paulo carried out with basis on a sample of the non-single, 15 to 49 years old female population. When the time considered for registration of a birth was up to 15 days, which is the case when the father is the one who registers the child, the under-registration was 4.5%, but with the extended time of 45 days, when the mother is supposed to register the birth, the under-registration was 3.2%. The main factor for not registering the births was connected with the responsibility of the husband and in about 80% of all cases, the delivery took place in a hospital. <![CDATA[<B>Anticorpos neutralizantes contra rubéola num grupo de gestantes de São Paulo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Determinou-se os níveis de anticorpos neutralizantes contra rubéola em 778 soros de igual número de pacientes que freqüentam o ambulatório da Casa Maternal Leonor Mendes de Barros. Destas 778 mulheres, 600 (77,12%) apresentavam níveis de anticorpos iguais ou superiores a 4 (diluição 1:4). Em relação à idade, o grupo examinado, com uma idade média de 25,6 anos, permite verificar que no grupo etário de 15 a 19 anos a freqüência de pacientes com anticorpos na diluição 1:4 ou maior é de 79,43%; no grupo de 20 a 24 anos, 75,69%; no de 25 a 29, 77,38%; de 30 a 34, 82,50%; de 35 a 39, 75,68% e de 40 a 44, 50.00%. A comparação dos resultados obtidos em cada grupo etário da amostra examinada, mostra que os percentuais de positividade das idades compreendidas entre 15 e 39 anos são muito próximas, sendo que o grupo de 40 a 44 anos apresenta um percentual notadamente menor de pacientes com anticorpos. Esta discordância demonstrou-se estatisticamente significativa ao nível de 0,01. No que se refere à cor, das 350 gestantes de cor branca, 79,14% apresentaram anticorpos nos níveis mencionados anteriormente; das 90 pacientes de cor preta, 75,56%; das 317 mulheres grávidas de cor parda, 75,71% e das 21 gestantes de cor amarela, 71,43% possuiam níveis de anticorpos. Para inquéritos sôro-epidemiológicos de larga escala, a prova de neutralização apresenta inconvenientes de ordem prática pelo que se faz necessário estudar mais amplamente a correlação dos resultados desta técnica com aqueles fornecidos por outros, entre as quais se destaca, sem dúvida, a reação de inibição da hemaglutinação.<hr/>Levels of neutralizing antibodies against rubella were determined on 778 pregnant women attending the Outpatient Department of the "Casa Maternal Leonor Mendes de Barros". Of the 778 women, 600 had titers of 4 and over (dilution 1:4). The total group presented an average age of 25.6 years. For the 15 to 19 years group, 79.43% of the patients had titers of 4 and over; in the remaining groups the corresponding percentages were: 20 to 24 years, 75.69%; 25 to 29 years, 77.38%; 30 to 34 years, 82,50%; 35 to 39 years, 74.58% and 40 to 44 years, 50.00%. Comparison of these results shows that percentages of positivity at ages between 15 and 39 years are very similar but those of group 40 to 44 years are markedly lower. The difference is statistically significant at the level of 0.01. Regarding the color, 79.14% of the 350 white females, 75.56% of the 90 negro females, 75.71% of the 317 halfbreeds and 71.43% of the 21 yellow females (Japanese) showed antibodies at the above mentioned level. For epidemiologic surveys, on large scale, the neutralization test presents certain practical disadvantages, which renders ample study of correlation of the results of this test with those of other tests (among which haemagglutination inhibition test stands out) necessary. <![CDATA[<B>Anticorpos fixadores de complemento para o vírus respiratório sincicial e adenovírus e inibidores da hemaglutinação para os vírus parainfluenza 1, 2 e 3 numa população infantil brasileira</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresentaram-se os resultados obtidos na pesquisa de anticorpos fixadores de complemento para o vírus respiratório sincicial e adenovírus, assim como de anticorpos inibidores da hemaglutinação para os vírus parainfluenza dos tipos 1, 2 e 3, num grupo de 972 crianças de idade compreendida entre 3 meses e 14 anos. A técnica de colheita de sangue foi a de embebição em papel de filtro. Do total de crianças examinadas, considerando o conjunto de todas as idades, 34,6% apresentavam anticorpos para o vírus respiratório sincicial; as porcentagens com anticorpos para adenovírus, parainfluenza 1, parainfluenza 2 e parainfluenza 3, foram respectivamente 47,7%, 46,8%, 54,1% e 66,6%. Foram estudadas as distribuições dos anticorpos em função da idade, do sexo e da localização do domicílio. Em relação aos dois últimos atributos obtiveram-se os seguintes resultados: dos indivíduos do sexo masculino, 32,3% apresentavam anticorpos contra o vírus respiratório sincicial, 49,2% contra adenovírus, 60,1%, 65,1% e 78,3%, respectivamente, contra os vírus parainfluenza 1, 2 e 3; nas crianças do sexo feminino as porcentagens de positividade encontradas foram, respectivamente, 37,4%, 45,9%, 31,1%, 41,2% e 52,9%; em relação à localização do domicílio, 44,8% do total de crianças da zona rural mostraram possuir anticorpos contra o vírus respiratório sincicial, 70,1% contra adenovírus, 43,8% contra vírus parainfluenza 1 e 46,8% e 65,4% contra os vírus parainfluenza dos tipos 2 e 3; as porcentagens de positividade na zona urbana foram, respectivamente, 30,5%, 38,7%, 47,9%, 57,1% e 67,1%.<hr/>The author presents the results of a survey for respiratory syncytial virus and adenovirus complement fixing antibodies and parainfluenza viruses 1, 2, 3 haemagglutination inhibition antibodies in a group of 972 chidren between 3 months and 14 years of age. The filter paper method of collecting whole blood was used. Altogether, the percentage of children with complement fixing antibodies against respiratory syncytial virus and adenovirus were respectively 34.6% and 47.7%; 46.8%, 54.1% and 66.6% possessed haemagglutination inhibition antibodies against parainfluenza vírus types 1, 2 and 3. A study on the distribution of the antibodies according to different age groups was also conducted. The present study was undertaken, in order, to examine the distribution of antibodies according to sex and home localization. The following results were obtained: 32.3% of the boys possessed antibodies against respiratory syncytial virus, 49.2% against adenovirus and 60.1%, 65.5% and 78.3% against parainfluenza viruses 1, 2,3 respectively; percentages in girls were 37.4%, 45.9%, 31.1'%, 41.2% and 52.9% respectively. In the rural area 44.8% of the children possessed antibodies against respiratory syncytial vírus, 70.1% against adenovirus, 43.8% against parainfluenza vírus type 1 and 46.8% and 65.4% against parainfluenza viruses 2, 3; in the urban area the percentages observed were, respectively, 30.5%, 38.7%, 47.9%, 57.1% and 67.1%. <![CDATA[<B>Estado atual do problema da poliomielite no município de São Paulo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Estudo do problema da poliomielite no município de São Paulo, desde 1933 até 1967, dando ênfase ao período de 1962 a 1967, quando é analisada a relação entre a variação da incidência da doença em tela e as campanhas de vacinação em massa com a vacina de vírus vivos atenuados, então relizadas. Com base nos dados apresentados, conclue-se que no ano de 1967, em que o coeficiente de morbidade por 100.000 habitantes por poliomielite foi de 0,6, foi possível se conseguir o controle dessa doença em nossa Capital.<hr/>The problem of poliomyelitis in the county of São Paulo, Brazil, was studied from 1933 to 1967. It emphasizes the period of 1962 to 1967, when the author analizes the relation between the variation in the incidence of the disease and the mass vaccination campaigns with the live virus vaccine attenuated accomplished at that time. Based on the data presented he concludes that in 1967, when the morbidity rate by poliomyelitis was 0.6 for 100,000 inhabitantes, it was possible to get the control of that disease in the county of São Paulo. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101968000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en