Scielo RSS <![CDATA[Revista de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0034-891019840001&lang=en vol. 18 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<B>An anthropometric-nutrition study of pre-school children in low income group areas of the State of S. Paulo, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de avaliar o estado nutricional na idade pré-escolar em áreas de baixa renda do Estado de São Paulo, 1.359 crianças de dois a seis anos de idade foram submetidas a exame antropométrico que incluiu peso e altura e medidas das áreas "muscular" e "adiposa" da seção transversal do braço esquerdo. A análise das medidas observadas foi feita por comparação a medidas que foram simultaneamente tomadas em população de pré-escolares de alto nível sócio-econômico do município de São Paulo. Foram comparadas médias segundo faixa etária e, a seguir, por meio de análises de regressão em função da idade, foram comparadas as velocidades de expansão das várias medidas. As análises efetuadas indicam que, ao chegar ao final da idade pré-escolar, as crianças das áreas de baixa renda apresentam pronunciado retardo no seu crescimento (aproximadamente 5 cm de altura e 5 kg de peso). A seção transversal do braço daquelas crianças estaria, no mesmo momento, diminuída tanto em tecido muscular quanto em tecido adiposo (em torno de 2 cm² e 4 cm², respectivamente). As mesmas análises indicam cronologias diferentes para os vários déficits constatados ao final da idade pré-escolar. Os déficits de altura e de "área muscular" do braço ocorreriam predominantemente antes dos dois anos de idade enquanto os déficits de peso e de "área adiposa" do braço aconteceriam predominantemente já na idade pré-escolar. Como implicações dos achados obtidos, surgem indicações de que, antes dos dois anos, a interação agente-hospedeiro, responsável pelo aparecimento da desnutrição, determine prejuízos sobretudo à síntese de proteínas. No período pré-escolar, aquela interação determinaria prejuízos sobretudo à síntese das reservas calóricas. Modificações a nível do agente e/ou a nível do hospedeiro poderiam ser responsáveis pelas diferenças observadas nos dois períodos. Para a compreensão das mesmas, fatores como a adequação calórica e protéica das dietas, a incidência e severidade das doenças infecciosas e os mecanismos adaptativos do organismo deveriam ser investigados. De qualquer forma, a diversidade do comprometimento do estado nutricional nos dois períodos deveria ser levada em conta na formulação dos programas de nutrição dirigidos às várias idades.<hr/>In order to evaluate nutritional status at pre-school age in low income areas of the State of S. Paulo, 1,359 children ranging from two to six years underwent an anthropometric examination which included weight and height and measurements of the muscular and fatty areas of the transversal section of the left arm. The analysis of the measurements was made by comparison with measurements taken simultaneously among a population of pre-school children of high socio-economic standing in the county of S. Paulo. Averages according to age were compared and then, by regression analysis according to age, the rates of "growth" of the various measurements were also compared. The analyses indicate that towards the end of pre-school age the children belonging to low income areas present considerable retardation in their growth (approximately 5 cm in height and 5 kg in weight). The transversal section of the arm of these children, at the same period, was reduced both in rigard to muscular and fatty tissue (about 2 cm² and 4 cm², respectively). The same analyses indicate different chronological timings as to the appearance of the deficits encountered during the final stages of pre-school age. Thus, the height as well as the arm muscular area deficits occur predominantly before two years of age whilst the weight and the arm fatty tissue area deficits occur mainly at pre-school age. The data obtained suggest that before two years of age the interaction agent-host responsible for the appearance of malnutrition causes damage, above all, to protein synthesis. Throughout pre-school age that interaction damages, principally, the caloric reserve synthesis. Alterations regarding the agent and/or at the level of the host could be responsible for the differences observed in both periods. So as better to understand them, factors such as caloric and proteic adequacy of the diets, the incidence and severity of infectious diseases and the adaptative mechanisms of the body should be investigated. In any case, the diversity of deficiencies in the nutritional status in both periods should be taken into consideration during the formulation of nutrition programmus directed to children of different ages. <![CDATA[<b>Relative immunity to poliomyelitis in children up to ten years of age, after the "4th National Antipoliomyelitis Vaccination Day" with trivalent oral Sabin vaccine, in Greater S. Paulo (Brazil), 1982</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Efetuou-se um levantamento soro-epidemiológico, abrangendo 898 crianças, para a verificação da imunidade aos poliovírus 1, 2 e 3 por meio da determinação dos títulos de anticorpos neutralizantes. De 522 crianças, ou seja, de 58,1% da população estudada, foi possível a obtenção de informações referentes à situação vacinal a partir de anotações existentes nas próprias Cadernetas de Vacinação. Neste último sub-grupo foi estudado o estado imunitário em relação ao número de doses de vacina oral tipo Sabin recebidas. Os resultados mostraram alta proporção de imunes para os três tipos de poliovírus entre as crianças estudadas, porém também revelaram a existência de lacuna imunitária nos menores de um ano, especialmente no primeiro semestre de vida. Não foram observadas diferenças importantes na proporção de imunes segundo o sorotipo considerado. Salientou-se a necessidade de um alerta constante e permanente em relação à ocorrência de possíveis surtos epidêmicos em segmentos mais vulneráveis da população, particularmente entre crianças menores de 1 ano.<hr/>An epidemiological analysis was carried out on 898 children, in order to study the immune response to polioviruses 1, 2 and 3 by means of the measurement of neutralising antibodies. Information was obtained from 522 (58.1%) of the children with regard to their vaccinal position by examination of the observations recorded on the individual vaccination certificates. In this subgroup the immune status in relation to number of Sabin type oral vaccine doses was analysed. The analysis demonstrated a high proportion of protected children for three types of polivirus, but also an immune response failure among the children of less than one year old, mainly during the first semester after birth. There were no relevant differences in relation to the proportion of protected individuals according to the considered serotype. The need for persistent and continuous vigilance in view of the possible occurence of epidemic outbreaks in high risk segments of the population, principally among children under one year of age was emphasized. <![CDATA[Ecological aspects of South American trypanosomiasis: XX - Development and annual cycles of <i>Panstrongylus megistus</i> colonies in artificial ecotopes in the peri and extradomiciliary environment]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Em colônias de Panstrongylus megistus, espontaneamente desenvolvidas em galinheiros experimentais, pôde-se observar as condições de desenvolvimento, variação e permanência de seus componentes. Foram obtidos também dados sobre os ciclos anuais e a sobrevivência, O aspecto cíclico caracterizou-se pela maior produção de formas adultas no último trimestre do ano, ocasião que coincide com o encontro dessa espécie no ambiente domiciliar. Face a tais achados, considera-se que o período de produção de adultos representa a fase "infestante" para o ambiente domiciliar "suscetível", este representado pelas áreas tratadas, ou seja, as previamente submetidas ao expurgo. Nesse período, ocorre o risco da reinfestação e subseqüente domiciliação desse triatomíneo, a partir do ambiente extradomiciliar. Tais informações permitem sua utilização nas atividades de vigilância epidemiológica.<hr/>Spontaneous colonies of Panstrongylus megistus developed in experimental fowlhouses were observed for the conditions of their development, variation and permanence of their components. Data were also obtained on their annual cycles and survival. The annual cyclical rhythm showed an increase of adult production in the last quarter of the year, with a similar pattern of females findings in the dwellings. This cyclic colony dynamic makes possible the identification of the "infestant" period for the "susceptible" domiciliary environment composed of the previously cleaned dwellings. The reinfestation risk from extradomiciliary P. megistus in this Southern region of Brazil occurs at this time. These information allows their utilization for surveillance activities to prevent house reinfestation. <![CDATA[<b>Variation in the levels of the C<sub>3</sub> component of the complement in <i>Holochilus brasiliensis nanus</i> infected with <i>Schistosoma mansoni</i></b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en As variações dos níveis do componente C3 do complemento foram verificadas em soros de exemplares do roedor silvestre Holochilus brasiliensis nanus infectados experimentalmente com Schistosoma mansoni, aplicando-se a técnica de imunoeletroforese bidimensional quantitativa. Foram utilizados soros de animais normais, da mesma espécie e idade, como controle da experiência. A quantificação foi feita durante oito semanas, contadas a partir da data da infecção. C perfil sérico mostrou que o nível inicial do C3 foi duas vezes menor que o observado no grupo controle. Este nível permaneceu até a 6ª semana de observação. A partir desta semana até a oitava foram registrados níveis aproximadamente 3 a 4 vezes menores que os observados no grupo controle.<hr/>The quantitative immunoelectrophoretic method was used to determine the consumption of the C3 component of the complement system in the sera of rodents (Holochilus brasiliensis nanus) infected with Schistosoma mansoni, during about eight weeks of observation. Normal animals were used as experimental controls. The results indicated that initial consumption of the C3 component in the infected animals was twice that of the controls. This level was maintained until the 6th week of observation. After the 6th week, the consumption of C3 was³ to 4 times greater than that of the controls. <![CDATA[<B><I>Brucella canis</i></B>: <B>serological and bacteriological surveys in the feline population</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en De 134 soros de felinos domésticos examinados pela prova de soroaglutinação lenta em tubos, 4 (3%) foram positivos para Brucella canis, todos com título igual a 100. Não se obteve êxito na tentativa de isolamento de Brucella canis através de hemocultura desses animais.<hr/>Of the 134 feline sera tested by tube agglutination test, 4 (3%) were positive for Brucella canis antibodies, all with titer 100. It was not possible to isolate Brucella canis by blood culture in the case of these animals. <![CDATA[<b>Speculation on the diphtheria infection in the Simples Stochastic Epidemic Model</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com base em um programa em linguagem Fortran, utilizando a técnica de simulação em computador e através das pressuposições do Modelo Estocástico Simples de Epidemia, é estabelecida uma conjectura a respeito de valores para a taxa de infecção para a difteria, a partir de ocorrência de casos em um domicílio de cinco pessoas.<hr/>An epidemic outbreak according to a simple stochastic epidemic model, it was simulate, by means of a Fortran Programme, to formulate conjectures on infection rate values in the case of diphtheria in a household of five. <![CDATA[<b>Recently proposed changes in anthropometric evaluation of nutritional status of infants</b>: <b>a critical assessment</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Modificações na avaliação do estado nutricional infantil, por intermédio da antropometria, vem sendo recentemence propostas em publicações nacionais e internacionais de grande prestígio e veiculação. Tais modificações envolvem a substituição do padrão antropométrico "Harvard" e a substituição dos critérios da "Classificação de Gomez" baseados no peso e idade da criança. À luz da teoria que ampara o diagnóstico antropométrico de estado nutricional, são criticamente analisadas tanto as objeções levantadas contra o método diagnóstico tradicional quanto às novas proposições formuladas. Da análise, depreende-se que: a) a adoção de novos padrões ("Santo André Classe IV" e "NCHS") se justifica plenamente, ainda que pouca repercussão prática possa esperar-se da modificação; b) a adoção de percentis do padrão para expressar níveis críticos é aperfeiçoamento importante quando um amplo espectro de idades é examinado ou quando mais de um indicador antropométrico é cogitado; c) o rebaixamento extremo de níveis antropométricos críticos e a implícita preocupação unilateral com a especificidade do diagnóstico não encontram justificativa em nosso meio onde a desnutrição não é evento raro; d) em determinadas idades, a observação continua do indicador peso/idade pode resultar mais vantajosa do que a introdução de novos indicadores como altura/idade e peso/altura. Da análise realizada, depreende-se também que a propriedade de critérios antropométricos na avaliação nutricional não pode ser devidamente apreciada sem que sejam explicitados o propósito da avaliação e o possível nível de endemicidade da desnutrição na população a ser examinada.<hr/>Some changes in the evaluation of nutritional status through anthropometry have recently been proposed in prestigious national and international publications. These changes consist of the substitution of "Harvard" anthropometric standards and of the weight/age criteria of the "Gomez Classification". The objections to the traditional methodology and the new proposals are critically analysed in the light of the theory which favours the anthropometric evaluation of nutritional status. From the analysis it is evident that: a) the adoption of new anthropometric standards ("Santo André Classe IV" e "NCHS") is fully justified, although little effect is to be expected from it; b) the adoption of standard percentiles to express cut-off points is an important step forward when a wide age-range is under examination or more than one anthropometric indicator is involved; c) the extreme lowering of cut-off points, and the underlying unilateral concern with diagnostic specificity are not justifiable in our context where malnutrition is not a rare event; d) at some ages, the continuous observation of weight/age may result in greater advantages than the introduction of new indicators such as height/age or weight/height, Also it is evident that the appropriateness of anthropometric criteria in the evaluation of nutrional status can not be properly appraised without the explicitation of the purposes of the evaluation and of the endemic level of malnutrition in the population under examination. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101984000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en