Scielo RSS <![CDATA[Revista de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0034-891020010005&lang=en vol. 35 num. 5 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[Assessment of the promotion of breastfeeding in public and private maternities, Brazil]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500001&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) lançaram, em 1992, uma estratégia para implementar os "dez passos para o sucesso da amamentação": a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). No Brasil, até junho de 2001, foram credenciados 183 hospitais como Amigos da Criança. Assim, objetivou-se avaliar e comparar as práticas de proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno em hospitais públicos e privados, tendo como referência os "dez passos". MÉTODOS: Foram pesquisados 45 hospitais do Município de São Paulo, SP. Foram colhidos dados sobre as práticas de alimentação infantil mediante entrevista com chefias de berçário de todos os hospitais públicos do município (26); dos hospitais privados, foi estabelecida uma amostra de 19, correspondentes a 1/3 do total. RESULTADOS: Mais de 1/4 dos hospitais públicos e mais de 1/3 dos privados não cumpriam qualquer passo da IHAC. Em apenas dois hospitais, ambos públicos, observou-se a adoção de pelo menos sete dos "dez passos". De modo geral, rotinas de proteção, promoção e apoio ao aleitamento foram encontradas com mais freqüência nos hospitais públicos do que nos privados. CONCLUSÕES: O estudo mostrou que práticas consideradas prejudiciais ao início e ao estabelecimento da amamentação -- separação desnecessária de mães e recém-nascidos, restrição na duração e freqüência das mamadas, uso de alimentos pré-lácteos e suplementos -- continuavam sendo observadas com alta freqüência nos hospitais públicos e privados do Município de São Paulo. Para alcançar os benefícios da amamentação para a saúde materno-infantil e o importante papel desempenhado pelas maternidades para o início precoce e para o sucesso da prática de amamentar, é necessário que os padrões estabelecidos pela IHAC sejam adotados<hr/>OBJECTIVE: The World Health Organization (WHO) and the United Nations Children's Fund (UNICEF) carried out a study to compare and evaluate the practices of protecting, promoting and supporting breastfeeding in public and private hospitals using the "ten steps" of the Hospital Initiative (BFHI) as a reference parameter. METHODS: Forty-five hospitals of the municipality of São Paulo participated in the study. Data on the practices of infant feeding were collected by interviewing nurseries' supervisors of all public hospitals (26), and from a random sample of private hospitals (19), corresponding to a third of the total, during the years 1996-1997. RESULTS: More than a quarter of the public hospitals and more than one third of the private hospitals did not comply with any of the BFHI steps. Seven of the "ten steps" were observed in only two public hospitals. In general, practices of protection, promotion, and support of breastfeeding were seen at a higher frequency in public hospitals. CONCLUSIONS: The present study shows that practices considered detrimental to the onset and progressing of breastfeeding - unnecessary separation of the mother and her newborn, restrictions regarding the length of time and frequency of breastfeeding, use of pre-lacteal foods and supplements - are still quite frequently observed in public and private hospitals within the city of São Paulo. Given the benefits of breastfeeding for both the mother's and their children's health, and the important role maternities play for an early and successful onset of breastfeeding, it is paramount that the BFHI patterns be adopted by hospitals within the municipality of São Paulo. <![CDATA[Drug use by pregnant women in six Brazilian cities]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500002&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Descrever os medicamentos utilizados por gestantes que fizeram o pré-natal em serviços do SUS (Sistema Único de Saúde) em cidades brasileiras. MÉTODOS: Utilizando-se um questionário estruturado, foram entrevistadas 5.564 gestantes entre a 21ª e a 28ª semanas de gravidez, que se apresentaram para consulta em serviço de pré-natal do SUS em seis grandes cidades brasileiras. As perguntas foram agrupadas em "uso orientado" para dor, cólica, enjôo, tosse e outros e em "medicamento orientado" para vitamina, ferro e flúor. Foi adotada a classificação de risco do FDA (Food and Drug Administration), entre 1991 e 1995. RESULTADOS: Do total de 5.564, 4.614 (83,8%) das gestantes usaram pelo menos um medicamento durante a gestação, somando 9.556 medicamentos. Os medicamentos mais utilizados foram as vitaminas associadas a antianêmicos (33,5%), os medicamentos que atuam sobre o aparelho digestivo (31,3%), os analgésicos/antiinflamatórios (22,2%), os antianêmicos (19,8%) e os antimicrobianos (11,1%). Quanto à classificação de risco para a gestação, 3.243 (34,0%) foram incluídos na categoria A, 1.923 (22,6%) na categoria B, 3.798 (39,7%) na categoria C, 289 (3,0%) na categoria D e 55 (0,6%) na categoria X. CONCLUSÕES: Foram observadas grandes variações quanto ao uso de medicamentos, principalmente antianêmicos e vitaminas associadas a antianêmicos, entre as várias cidades estudadas, mostrando a ausência de um padrão nacional quanto ao uso desses medicamentos na gestação. Para uma proporção de 12,9% dos medicamentos utilizados, não foi localizada qualquer informação na literatura sobre a segurança para o uso durante a gestação. Essa proporção, somada aos 26,9% dos medicamentos classificados no grupo "C", mostra que 40% do uso de medicamentos na gestação são feitos sem bases definidas de segurança. Entretanto, medicamentos claramente contra-indicados durante a gestação corresponderam a apenas 3% dos 9.956 medicamentos utilizados.<hr/>OBJECTIVE: To describe drugs used during pregnancy by women attending prenatal clinics of the national public health system (SUS) in Brazilian cities. METHODS: Using a structured questionnaire, 5,564 pregnant women between the week 21 to 28 who attended prenatal visits of the SUS in six Brazilian cities were interviewed. The interview questions were grouped in "guided use" to cover pain, cramps, nausea, cough, and others, and "guided medicine" to cover vitamins, iron, and fluoride. The Food and Drug Administration gestational risk classification (1991-1995) was applied. RESULTS: Of a total of 5,564 women, 4,614 (83.8%) used at least one drug during pregnancy, with a total of 9,556 drugs used. The drugs most frequently used were vitamins associated with anti-anemics (33.5%), gastrointestinal drugs (31.3%), analgesics and anti-inflammatory drugs (22.2%), anti-anemics (19.8%), and antibiotics (11.1%). Regarding gestational risk, 3,243 drugs used (34%) belonged to category A risk, 1,923 (22.6%) to category B, 3,798 (39.7%) to category C, 289 (3.0%) to category D, and 55 (0.6%) to category X. CONCLUSIONS: A large variation in drug use across the cities was observed, especially for anti-anemics and vitamins associated with anti-anemics, revealing the lack of a national consensus regarding the use of these drugs during pregnancy. There was no literature data about safety during pregnancy for 12.9% of the drugs used. This percentage, plus the 26.9% of category C drugs, shows that 40% of the drugs used during pregnancy do not belong to the approved safety categories. However, only 3% of the 9,956 drugs used were clearly contraindicated during pregnancy. <![CDATA[Fertility and its intra-urban differentials of human development, Brazil, 1997]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500003&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Avaliar possíveis divergências no padrão reprodutivo de mulheres residentes em áreas de diferentes níveis de desenvolvimento humano, pela análise de suas taxas de fecundidade total e taxas específicas de fecundidade por idade. MÉTODOS: Foram estudados os 96 distritos do Município de São Paulo, agrupados em cinco áreas segundo ordem crescente dos valores assumidos pelo Indicador de Desenvolvimento Humano. O estudo compreendeu a população feminina de 15 a 49 anos e os nascimentos vivos ocorridos durante o ano de 1997. As fontes de obtenção dos dados foram as declarações de nascidos vivos e a contagem da população 1996. Foram trabalhadas as seguintes variáveis: IDH, distrito de residência e idade da mulher. RESULTADOS: As mulheres residentes na área de menor desenvolvimento humano apresentaram taxa de fecundidade total de 2,62, sendo que a cúspide (151/1.000 filhos por mulheres) situou-se no grupo etário de 20 a 24 anos. Na área de maior indicador de desenvolvimento humano, observou-se menor número médio de filhos por mulher (1,67), e a cúspide (93/1.000 filhos por mulheres) se situou no grupo etário de 25 a 29 anos. CONCLUSÕES: As mulheres residentes nas áreas de maior desenvolvimento humano apresentaram menor número médio de filhos e tendência a tê-los em idades mais avançadas, o que sugere a coexistência de distintos padrões reprodutivos no Município de São Paulo.<hr/>OBJECTIVE: To assess potential discrepancies in reproductive patterns of women living in areas at different levels of human development by analyzing their total fertility rates and age-specific rates. METHODS: Ninety-six districts of the city of São Paulo (Brazil) were grouped in 5 areas according to their human development index (HDI). Women aged 15 to 49 years were included in the study and data was obtained from live birth certificates during the year of 1997. Data was collected from live birth certificates and population census for the year 1996. The following variables were analyzed: HDI; district of mother's residence and mother's age. RESULTS: The total fertility rate (TFR) for women living in the lowest HDI area was 2.62, and the highest specific fertility rate (SFR of 151/1,000) was found for the age group 20-24 years. For the area of highest HDI, the TFR was 1.67, and the age group of 25-29 showed the highest SFR (93/1,000). CONCLUSIONS: Women living in higher HDI areas showed a lower TFR and they tended to begin their reproductive life later in life, which suggests the coexistence of different reproductive patterns in the city of São Paulo. <![CDATA[Urinary incontinence among climateric Brazilian women: household survey]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500004&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Por inquérito populacional domiciliar, investigar a prevalência de incontinência urinária de esforço e os fatores a ela associados em mulheres climatéricas. MÉTODOS: Realizou-se análise secundária de dados de um inquérito populacional domiciliar sobre o climatério e a menopausa em mulheres do município de Campinas, SP, Brasil. Foram selecionadas, por meio de estudo descritivo e exploratório de corte transversal, por processo de amostragem, 456 mulheres, na faixa etária de 45 a 60 anos de idade. Exploraram-se a queixa de incontinência urinária e os fatores de risco possivelmente relacionados -- idade, estrato socioeconômico, escolaridade, cor, paridade, tabagismo, índice de massa corpórea, cirurgias ginecológicas anteriores, estado menopausal e uso de terapia de reposição hormonal. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares, com questionários estruturados e pré-testados, adaptados pelos autores e fornecidos pela Fundação Internacional de Saúde, pela Sociedade Internacional de Menopausa e pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa. A análise dos dados foi realizada por razão de prevalência (IC 95%). RESULTADOS: Das mulheres entrevistadas, 35% referiram perda urinária aos esforços. Nenhum dos fatores sociodemográficos estudados se mostrou associado ao risco de incontinência urinária. Também a paridade não alterou significativamente esse risco. Outros fatores como cirurgias ginecológicas anteriores, índice de massa corpórea e tabagismo não se mostraram associados à prevalência de incontinência urinária. O estado menopausal e o uso de terapia de reposição hormonal não modificaram o risco de incontinência urinária de esforço. CONCLUSÃO: Apesar de a prevalência de incontinência urinária em mulheres climatéricas ter sido alta, não se mostrou associada aos fatores socioeconômicos e reprodutivos abordados.<hr/>OBJECTIVE: To investigate the prevalence of stress urinary incontinence and its associated factors in perimenopause women using a population-based household survey. METHODS: A descriptive, exploratory cross-sectional population-based study with secondary analysis of a population-based household survey on perimenopause and menopause was conducted among women living in the city of Campinas, Brazil. Through a sampling process, 456 women between 45 and 60 years old were selected. Complaints of urinary incontinence and related risk factors, such as age, socioeconomic status, education level, race, parity, smoking habits, body mass index, previous gynecological surgeries, menopausal status, and hormonal replacement therapy were explored. Data were collected through home interviews using an adapted version of the structured pre-tested questionnaire elaborated by the International Health Foundation, International Menopause Society and the American Menopause Society. Statistical analysis were performed using prevalence rates (CI 95%). RESULTS: Thirty-five percent of the interviewees referred stress urinary incontinence. None of the sociodemographic factors studied was associated to the risk of urinary incontinence. In addition, parity did not significantly change the risk of urinary incontinence. Other factors, such as previous gynecological surgeries, body mass index, and smoking habits, were not associated with the prevalence of stress urinary incontinence. Also, menopausal status and hormonal replacement therapy did not change the risk of stress urinary incontinence. CONCLUSION: Though there was a high prevalence of stress urinary incontinence among perimenopause women, there was not found any associations with sociodemographic and reproductive factors. <![CDATA[<b>Hospital visitors as controls in case-control studies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500005&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJECTIVE: Selecting controls is one of the most difficult tasks in the design of case-control studies. Hospital controls may be inadequate and random controls drawn from the base population may be unavailable. The aim was to assess the use of hospital visitors as controls in a case-control study on the association of organochlorinated compounds and other risk factors for breast cancer conducted in the main hospital of the "Instituto Nacional de Câncer" -- INCA (National Cancer Institute) in Rio de Janeiro (Brazil). METHODS: The study included 177 incident cases and 377 controls recruited among female visitors. Three different models of control group composition were compared: Model 1, with all selected visitors; Model 2, excluding women visiting relatives with breast cancer; and Model 3, excluding all women visiting relatives with any type of cancer. Odds ratios (OR) and 95% confidence intervals were calculated to test the associations. RESULTS: Age-adjusted OR for breast cancer associated with risk factors other than family history of cancer, except smoking and breast size, were similar in the three models. Regarding family history of all cancers, except for breast cancer, there was a decreased risk in Models 1 and 2, while in Model 3 there was an increased risk, but not statistically significant. Family history of breast cancer was a risk factor in Models 2 and 3, but no association was found in Model 1. In multivariate analysis a significant risk of breast cancer was found when there was a family history of breast cancer in Models 2 and 3 but not in Model 1. CONCLUSIONS: These results indicate that while investigating risk factors unrelated to family history of cancer, the use of hospital visitors as controls may be a valid and feasible alternative.<hr/>OBJETIVO: A seleção de controles é uma das maiores dificuldades nos estudos caso-controle. Controles hospitalares podem ser inadequados, e controles selecionados aleatoriamente na população-base podem ser inacessíveis. Objetivou-se analisar o uso de controles visitantes hospitalares em um estudo caso-controle conduzido no principal hospital do Instituto Nacional de Câncer, no Rio de Janeiro, RJ, que investigou a associação entre compostos organoclorados e outros fatores de risco para câncer de mama feminino. MÉTODOS: O estudo incluiu 177 casos incidentes e 377 controles recrutados entre visitantes mulheres. Três modelos de composição do grupo-controle foram comparados (modelo 1, com todas as visitantes selecionadas; modelo 2, excluindo mulheres que visitavam parentes com câncer de mama; e modelo 3, excluindo todas as mulheres que visitavam parentes com qualquer tipo de câncer). Para testar as associações, foram calculados "odds ratios" e intervalos de confiança de 95%. RESULTADOS: "Odds ratios" de câncer de mama ajustados por idade, associados a fatores de risco que não fossem a história familiar de câncer, com exceção de fumo e tamanho da mama, foram semelhantes nos três modelos. A história familiar de todos os cânceres, exceto mama, mostrou risco diminuído nos modelos 1 e 2, enquanto que no modelo 3, esteve associada ao aumento de risco, porém sem significado estatístico. A história familiar de câncer de mama foi um fator de risco para a doença nos modelos 2 e 3, mas não foi observada associação no modelo 1. Na análise multivariada, risco significante de câncer de mama foi encontrado para história familiar de câncer de mama nos modelos 2 e 3, mas não no modelo 1. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que, para investigar os fatores de risco não relacionados à história familiar de câncer, o uso de controles visitantes pode ser uma alternativa válida e viável. <![CDATA[Health care at home setting: social interaction and daily life]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500006&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Explorar los ámbitos y agentes que operan en la conformación del saber femenino con relación al cuidado de la salud. MÉTODOS: Es una investigación cualitativa llevada a cabo en cuatro regiones de México. Se seleccionaron y analizaron 40 entrevistas realizadas con mujeres de mediana edad (entre 35 y 65 años de edad). RESULTADOS: Los hallazgos del estudio señalan el papel que juegan las diferentes interacciones sociales de las mujeres en el desarrollo de sus prácticas de cuidado a la salud. Dentro de esas interacciones se encuentran: los servicios de salud a través de la consulta, la influencia de los medios de comunicación (en especial la televisión); el uso de la farmacopea; el contacto con los médicos tradicionales; la transmisión de conocimientos de sus abuelas (os), madre, mujeres de la comunidad y finalmente, por su propia observación y quehacer cotidiano de cuidado a la salud de la familia. Los cuidados a la salud realizadas en el hogar están mezclados entre prácticas tradicionales curativas y las que el modelo médico hegemónico ha diseminado entre la población. CONCLUSIÓN: Las diferentes interacciones sociales en las que las mujeres se encuentran inmersas determinan la forma como construyen el qué y el cómo del cuidado a la salud de su familia y el de la suya propia.<hr/>OBJECTIVE: To explore the boundaries and agents which make up women's knowledge about health care. METHODS: A qualitative study was carried out in 4 regions in Mexico. Forty middle-aged women (between 35 and 65 years old) were interviewed and their responses analyzed. RESULTS: The findings of this study point out to the relationship of women and their different social interactions with their health care practice. Among these interactions are: the contact with health services (which shapes the way women take care of their own health and their family); mass media (particularly television); use of medicines; traditional healers; knowledge acquired from their grandparents, mothers, and peers; and women's own experience while taking care of their family. Health care at home setting is a mixture of traditional healing practices and the conventional medical practices disseminated among the population. CONCLUSION: The different social interactions in which women are involved make up the way Mexican women take care of their own health and their family. <![CDATA[Social criteria for selecting patients in emergency services]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500007&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Analisar escolhas realizadas por graduandos de primeiro e de último ano em administração hospitalar, para a seleção de pacientes em serviços de emergência médica. MÉTODOS: Foi estudada uma amostra acidental de 64 alunos do primeiro ano e 25 do quarto ano, presentes na sala de aula no primeiro dia letivo, em 1999, do curso de administração hospitalar de instituição de ensino de São Paulo, SP, Brasil. Para coleta de dados, foi realizado questionário com nove situações hipotéticas, que envolviam critérios passíveis de ocorrer na seleção de pacientes dentro de um serviço de emergências médicas: idade, sexo, condição econômica, estilo de vida e responsabilidade social. RESULTADOS: Foram encontradas diferenças significativas nas opções feitas pelos dois grupos de alunos pesquisados, em relação aos critérios de condição econômica e estilo de vida. CONCLUSÃO: Os resultados apontam para uma aceitação, por parte dos estudantes pesquisados, de critérios sociais como variáveis para tomada de decisão, em situação de recursos limitados.<hr/>OBJECTIVE: To identify the social first-year and senior undergraduate students of a healthcare management course used for selecting patients who need emergency medical care. METHODS: A random sample of 64 first-year and 25 senior year students of a healthcare management course in São Paulo, Brazil, were studied. To collect data, a survey instrument was developed with nine hypothetical simulated case scenarios, including the social criteria involved in the patient selection process, such as age, sex, economical status, life-style, and social duty. RESULTS: There were significant differences in the two groups concerning criteria such as the patient's life-style and economic status. CONCLUSIONS: The results suggest that the respondents accept the inclusion of social criteria in the decision-making process in a situation of scarce resources. <![CDATA[Emergence of <i>Aedes albopictus </i>in artificial containers]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500008&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Estimar o potencial de emergência média diária de adultos fêmeas de Aedes albopictus, espécie que, embora não tenha sido incriminada, até o momento, como vetora de dengue no Brasil, é muito próxima de Aedes aegypti. MÉTODOS: As observações foram realizadas quinzenalmente e de maneira ininterrupta na localidade de Pedrinhas, Estado de São Paulo, no período de 1996 a 2000. Para estimar a produtividade dos criadouros, mediu-se o índice de emergência (E). Foram utilizados dois reservatórios grandes e permanentes com mais de 10 litros de água, para que o líquido faltante fosse reposto a cada coleta. Os demais reservatórios (seis) foram representados por cubas com capacidade de 1 litro, sendo que, a cada cuba, foi adicionado 1 litro de água destilada. Posteriormente, a cada coleta, o volume de água foi reposto independentemente da pluviosidade. As associações foram estudadas pelo índice de correlação de Pearson. RESULTADOS: A emergência (E) do reservatório mantido descoberto foi de 66,5, maior do que a emergência da caixa d'água coberta, que foi de 12,2. Ambos os criadouros tiveram o caráter de "permanente" assegurado pela reposição do líquido, caso o volume diminuísse ao longo do tempo de observação. Não houve associação importante com as condições de pluviosidade e de temperatura. Os recipientes menores foram representados por cubas, em número de seis. Algumas delas mostraram associação com as condições meteorológicas e os índices de emergência (E), indicando os meses de menor pluviosidade como menos produtivos. Esses meses, de junho a novembro, seriam o lapso de tempo mais propício para realizar a operação de remoção mecânica de recipientes. CONCLUSÃO: As diferenças encontradas na produtividade dos dois reservatórios permanentes poderão, ao menos parcialmente, ser explicadas pela presença de matéria orgânica que serviria para a alimentação larval. Quanto aos recipientes transitórios, supõe-se que a época de menor pluviosidade seria a mais propícia para executar a limpeza dos quintais domésticos. Com isso, seria mais eficaz a diminuição da proliferação de mosquitos na estação seguinte. A presença de matéria orgânica na água dos criadouros poderá, se vegetal ou animal, trazer subsídios à separação das populações de Aedes aegypti e de Ae. albopictus.<hr/>OBJECTIVE: To estimate the potential of daily average emergence of Aedes albopictus adult females. Since this species is very close to Aedes aegypti , although it has not been implicated in the spread of dengue in Brazil. METHODS: Observations were carried out fortnightly and incessantly in Pedrinhas, in the state of São Paulo, Brazil, between 1996 and 2000. Breeding productivity was measured using the emergence index (E). Two large reservoirs of more than 10 liters of water were used, and their permanent character was assured by replacing water every time its level was low. The other reservoirs were six pots, initially filled out with a liter of distilled water. The water content was constantly replaced after every collection, regardless of rainfall. The associations with climatic factors were calculated using the correlation index of Pearson. RESULTS: The emergence (E) in the uncovered reservoir was 66.5, much higher than the one found at the covered water tank, which was 12.2. The permanent character of both breeding settings was assured by water replacement when there was a decrease in the water levels. There was no significant association between rainfall and temperature variations. It was observed in some of the six pots an association between rainfall and the emergence index, with a lesser productivity in the months with lower rainfalls. That period, June to November, would be the most propitious time to perform the mechanical removal of the containers. CONCLUSION: The differences in productivity of the two permanent reservoirs could be explained, at least in part, to the existence of organic matter that allows larval growth. Regarding the temporary containers, it seems that the best time for cleaning up would be during the dry months. Having organic matter in the water of breeding settings could enable the isolation of these two mosquito populations, Aedes aegypti and Aedes albopictus. <![CDATA[Immature mosquitoes (<i>Diptera: Culicidae</i>) in a public city park]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500009&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Identificar e comparar a fauna de imaturos de culicídeos e seus predadores de distintos criadouros em área de parque aberto à visitação pública. MÉTODOS: O estudo foi realizado no Parque Ecológico do Tietê, localizado na periferia do Município de São Paulo, SP. Foram selecionados quatro criadouros de culicídeos, sendo um semipermanente, dois permanentes e um córrego poluído. Durante um ano, foram feitas visitas mensais, coletas sistemáticas e padronizadas de culicídeos e predadores. Foram feitas observações sobre freqüência dos mosquitos, estimativa do índice de abundância e verificação do potencial de predação da fauna associada. RESULTADOS: Foi coletado um total de 9.065 culicídeos nos quatro criadouros pesquisados. Obtiveram-se 22 espécies ou grupos, sendo todas com baixa freqüência, com exceção de Culex quinquefasciatus, que se destacou como espécie única e altamente freqüente no criadouro poluído. Essa espécie foi a mais abundante, sendo seguida por outras do gênero Culex. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem situação de desequilíbrio no criadouro do córrego em decorrência do elevado grau de poluição, onde a ausência de predação induz à proliferação intensa de uma única espécie, enquanto nos demais criadouros, há evidências de que o controle biológico natural esteja sendo exercido pela fauna associada.<hr/>OBJECTIVE: To identify and compare the immature Culicidae population and their predators in different breeding places in a public city park. METHODS: The study was carried out in an ecological park situated in the outskirts of the city of São Paulo, Brazil. Four Culicidae breeding places were selected: one semi-permanent, two permanents and one polluted brook. Throughout a year, at monthly intervals, systematic and standardized collections of Culicidae and their predators were undertaken to assess mosquito frequency, and estimate the index of abundance and predatory potential of the associated fauna. RESULTS: A total of 9,065 Culicidae were collected at the four breeding places studied. Twenty-two species or groups were obtained, generally at low frequencies, except for Culex quinquefasciatus, the only species at the polluted breeding place seen highly frequent. This was the most abundant species in this study, followed by others of the Culex genus. CONCLUSIONS: It was found an imbalance in the polluted breeding place as a result of a high concentration of pollutants and absence of predators, which leads to an intense proliferation of only one species. At the other breeding places, there is evidence that the associated fauna promotes a natural biological balance. <![CDATA[Simplifying the sampling method for evaluating the larval density of <i>Aedes aegypti</i> in Brazil]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500010&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Propor alterações simplificadoras em plano de amostragem para estimar a densidade larvária de Aedes aegypti, partindo da avaliação de sua eficiência e simplicidade. MÉTODOS: Avaliou-se o plano de amostragem utilizado pela Superintendência de Controle de Endemias do Estado de São Paulo, para estimar a densidade larvária de Aedes aegypti pelo índice de Breteau, utilizando amostragem por conglomerados (quadras) em uma única etapa. Foram avaliadas 111 amostras obtidas em seis municípios da região de São José do Rio Preto, e pesquisadas, em média, 35 quadras e 14 edificações por quadra, num total de 510 edificações por amostra. RESULTADOS: As estimativas do índice de Breteau superiores a 3 apresentaram coeficientes de variação menores que 30% em 71% das amostras. O efeito do delineamento foi de 1,19 e de 1,79 para índices menores e maiores que 5, respectivamente. As estimativas foram obtidas em menos de três dias, envolvendo, em média, 5,5 homens na coleta de dados por dia. CONCLUSÕES: O plano de amostragem apresentou características de método simplificado: rapidez, economia e fácil operacionalização. Tais resultados se devem principalmente à utilização de conglomerados em uma única etapa, dispensando elaboração de listagem de endereços, sorteio e localização de edificações na segunda etapa. O efeito do delineamento indicou perda de precisão em níveis aceitáveis com a utilização de uma só etapa. A determinação do tamanho da amostra e a estimação dos erros amostrais das estimativas mereceram alterações simplificadoras.<hr/>OBJECTIVE: To suggest changes in the sampling procedures for estimating the larval density of Aedes aegypti in the state of São Paulo, Brazil, by assessing the efficacy and level of complexity of the current procedures. METHODS: The "Superintendência de Controle de Endemias do Estado de São Paulo" -- SUCEN's (Superintendence for Endemic Control of the State of São Paulo) sampling procedures for estimating the density of Aedes aegypti larvae was assessed. The Breteau index with one-stage cluster sampling was applied. An average of 35 blocks, 14 buildings per block, of a total of 510 buildings per sample, were assessed. One hundred and eleven samples were obtained in 6 municipalities of São José do Rio Preto. RESULTS: The Breteau index estimates higher than 3 had coefficients of variation smaller than 30% in 71% of the samples. The design effect was 1.19 and 1.79 for indexes lower and higher than 5, respectively. The estimates were obtained in less than 3 days, requiring a daily average of 5.5 men per sampling. CONCLUSION: This sampling design revealed to be a simplified one: fast, economic and easily managed. The operational easiness was due to the use of the one-stage cluster sampling, when there was not need to prepare lists of addresses and then sort and locate the buildings. Though the design effect shows a slight loss of the estimates' accuracy with the use of one-stage cluster sampling, this was proven to be under acceptable range. Simplifying changes in the process of determining the sample size and assessing sampling errors are proposed. <![CDATA[Empirical bayesian model applied to the spatial analysis of leprosy occurrence]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500011&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Analisar a distribuição espacial da hanseníase, identificar áreas de possível sub-registro de casos ou de provável alta transmissão (risco) e verificar a associação dessa distribuição à existência de casos de formas multibacilares. MÉTODOS: O estudo foi realizado em Recife, PE, de acordo com 94 bairros analisados. A fonte de coleta de dados foi o Sistema de Informações sobre Agravos de Notificação do Ministério da Saúde. Foi adotada uma abordagem ecológica com utilização do método bayesiano empírico para suavização local de taxas, a partir de informações de bairros vizinhos por adjacência. RESULTADOS: A ocorrência média anual foi de 17,3% de casos novos em menores de 15 anos (28,3% de formas multibacilares), indicando um processo de intensa transmissão da doença. A análise da distribuição espacial de hanseníase apontou três áreas onde se concentram bairros com taxas de detecção elevadas e que possuem baixa condição de vida. CONCLUSÕES: O emprego do modelo bayesiano, baseado em informações de unidades espaciais vizinhas, permitiu estimar novamente indicadores epidemiológicos. Foi possível identificar áreas prioritárias para o programa de controle de hanseníase no município, tanto pelo elevado número de ocorrências correlacionado à presença de formas multibacilares de doença em menores de 15 anos quanto pela existência de subnotificação.<hr/>OBJECTIVE: To analyze the spatial distribution of leprosy, identify areas of potential case underreporting or high transmission risk, and to assess the ecological association of leprosy distribution with multibacillary cases. METHODS: This study was carried out in 94 neighborhoods of Recife, Brazil. Data was obtained from the Ministry of Health's Disease Reporting System. An ecological approach with the empirical Bayesian method was applied for local rate flattening, using data from a neighborhood matrix. RESULTS: The mean annual occurrence was 17.3% of new cases in individuals under the age of 15 (28.3% corresponded to multibacillary forms), revealing an intense disease transmission. The spatial distribution of leprosy indicated three areas where there was a concentration of high detection rates and low-income neighborhoods. CONCLUSIONS: The Bayesian method allowed to reassess epidemiological indicators based on data from neighboring spatial units. This enabled to identify areas that should be prioritized in municipal control programs, either because of underreporting of cases or the higher number of occurrences related to multibacillary forms in individuals under 15. <![CDATA[Outbreak of hemolytic reactions associated with chlorine and chloramine residuals in hemodialysis water]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500012&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Relatar o processo de investigação da contaminação da água e a conseqüente avaliação do surto ocorrido no serviço de hemodiálise. MÉTODOS: Em setembro de 2000, 16 pacientes sob terapia de hemodiálise de um hospital em Minas Gerais apresentaram reações hemolíticas compatíveis a sintomas de intoxicação por cloro e cloramina em água. Foi feita a medição das concentrações de cloro e cloramina em amostras coletadas em diversos pontos do sistema de tratamento e distribuição de água do serviço inspecionado. A identificação dos casos ocorridos durante o período de estudo foi feita pela revisão das anotações de prontuários dos pacientes. Foi feita a revisão dos procedimentos da equipe técnica, médica e de enfermagem por meio de entrevistas. RESULTADOS: A taxa de sintomas foi significativamente alta (p<0,028) durante o período epidêmico em relação ao período pré-epidêmico. Os pacientes afetados fizeram hemodiálise com água tratada por osmose reversa e usaram capilares dialisadores reprocessados manualmente. A água e os capilares apresentaram, durante o período epidêmico, concentrações residuais acima dos padrões desejáveis impostos pela Portaria 82 do Ministério da Saúde/GM, que exige o máximo de 0,5 mg/l para cloro e 0,1 mg/l para cloramina. Risco relativo de 2,58 (1,06 a 6,28) caracteriza elevadas concentrações de cloro livre e cloramina quanto à apresentação dos sintomas nos expostos. CONCLUSÃO: A vigilância dos procedimentos é necessária para que a água utilizada no processo de hemodiálise atenda aos padrões mínimos recomendados.<hr/>OBJECTIVE: To investigate the process of water contamination and to assess the subsequent outbreak in the hemodialysis center. METHODS: In September 2000, sixteen patients undergoing chronic hemodialysis at a dialysis center in Minas Gerais, Brazil, experienced hemolytic reactions compatible with toxic symptoms due to chlorine and chloramine water contamination. Chlorine and chloramine concentrations in samples obtained from various sites of the dialysis center's water treatment and distribution system were measured. Case-patients were identified by reviewing medical records and nursing notes for all dialysis sessions carried out during the study period. Interviews with technicians, nursing and medical staff members were conducted. RESULTS: Reaction rate was significantly higher (p<0.028) during the outbreak period (September 25 to 27, 2000) than the pre-outbreak period (September 18 to 20, 2000). All patients with toxic symptoms had been under dialysis with water treated by reverse osmosis equipment and had used dialysers manually reprocessed. Chlorine and chloramine residuals concentrations found in the dialysis water as well as in the dialysers were at levels higher than regulations, <FONT FACE=Symbol>&pound;</FONT>0.5 mg/L for chlorine and <FONT FACE=Symbol>&pound;</FONT> 0.1 mg/L for chloramine. Individuals exposed to high chlorine and chloramine concentrations presented a relative risk of 2.58 (1.0-6.28) of having hemolytic reactions. CONCLUSION: There is a need to observe surveillance procedures to secure that the maximum allowable concentrations of regulated substances in the water used in the hemodialysis process are not exceeded. <![CDATA[Reasons for cataract surgery cancelation]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de verificar as causas de suspensão de cirurgia de catarata e sugerir medidas para melhorar a eficiência do serviço prestado à população, foi realizado um estudo transversal no serviço de oftalmologia de um hospital universitário do Estado de São Paulo. A amostra foi composta por 200 indivíduos. A média de idade foi de 68± 11,4 anos. As causas de suspensão de cirurgia foram: condição clínica desfavorável (23,1%); horário cirúrgico insuficiente (35,9%); e não comparecimento do paciente (41%). Os fatores causadores foram, majoritariamente, as razões sociais e o funcionamento do hospital.<hr/>To study the reasons for canceling cataract surgeries, and to suggest actions to improve the efficiency of patient care. A cross-sectional study was carried out in a university hospital's ophthalmology clinic of the state of São Paulo, Brazil. Two hundred subjects were randomly selected. The mean age was 68± 11.4 years old. The reasons for canceling surgery were: unpropitious clinical condition (23.1%); tight schedule (35.9%); and patient non-attendance (41%). Most of the reasons related to social issues and the hospital's administrative aspects. <![CDATA[Brazillian national strategy for the Reorganization of Care for Arterial Hipertension and Diabetes Mellitus: the experience of diabettes mass screning]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102001000500014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de verificar as causas de suspensão de cirurgia de catarata e sugerir medidas para melhorar a eficiência do serviço prestado à população, foi realizado um estudo transversal no serviço de oftalmologia de um hospital universitário do Estado de São Paulo. A amostra foi composta por 200 indivíduos. A média de idade foi de 68± 11,4 anos. As causas de suspensão de cirurgia foram: condição clínica desfavorável (23,1%); horário cirúrgico insuficiente (35,9%); e não comparecimento do paciente (41%). Os fatores causadores foram, majoritariamente, as razões sociais e o funcionamento do hospital.<hr/>To study the reasons for canceling cataract surgeries, and to suggest actions to improve the efficiency of patient care. A cross-sectional study was carried out in a university hospital's ophthalmology clinic of the state of São Paulo, Brazil. Two hundred subjects were randomly selected. The mean age was 68± 11.4 years old. The reasons for canceling surgery were: unpropitious clinical condition (23.1%); tight schedule (35.9%); and patient non-attendance (41%). Most of the reasons related to social issues and the hospital's administrative aspects.