Scielo RSS <![CDATA[Cadernos de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0102-311X19870001&lang=en vol. 3 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<b>Profissional em saúde, amador em educação</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Epidemias</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en A questão das epidemias, presente desde o início da história do Homem, é tratada nesse artigo, com especial destaque para as alterações sofridas pelo conceito durante o desenrolar da história e para as diversas práticas de controle desenvolvidas em resposta a elas. Através de diversas citações extraídas de pensadores e cientistas de diferentes épocas buscou-se retratar essas alterações históricas.<hr/>Epidemics, a subject that has been present since the beginnings of Man's history, is treated in this article with special emphasis on the changes that the concept underwent during the course of History and on the several pratices of control that were developed in response to it. Scientists ans thisnkers of different periods are quoted, in search of a picture of these historical changes. <![CDATA[<b>Significado do estudo de caso em epidemiologia</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Discute-se a utilização do estudo de caso em epidemiologia, analisando as vantagens e as dificuldades que o método oferece.<hr/>The advantages and difficulties for the use of the case study method on epidemiology are discussed by the author. <![CDATA[<b>O sarampo entre sociedades indígenas brasileiras e algumas considerações sobre a prática da saúde pública entre estas populações</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente trabalho reve os principais aspectos ligados à epidemiologia do sarampo entre sociedades indígenas brasileiras. São discutidos os fatores de ordem genética, nutricional e sócio-cultural implicados na dinâmica de transmissão da doença, enfatizando-se o papel da provisão de serviços básicos de saúde na prevenção da elevada prevalência e mortalidade observada durante epidemias. O autor aborda também aspectos referentes à prática da saúde pública entre estas populações, salientando a relevância da constituição de grupos multidisciplinares para atuação tanto a nível de planejamento como prestação de serviços básicos assim como um maior envolvimento das escolas de saúde pública no atendimento destes grupos.<hr/>The present paper reviews the main aspects related to ¡he epidemiology of measles among Brazilian Indian societies. The role of the genetic, nutritional, and socio-cultural factors in the transmission of the disease are discussed, emphasizing the importance of the provision of basic health services in the prevention of the high prevalence and mortality usually observerd among these populations. The author calls attention to the need of organizing multidisciplinary teams both in the planning and delivering of health services, as well as of a larger involvement of the public health schools in the health care of those groups. <![CDATA[<b>Strategies and methods of schistosomiasis control</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Após considerar algumas situações epidemiológicas e as possibilidades de controle,diferentes programas e métodos foram passados em revista e discutidos. O saneamento do meio, o controle de moluscos, o tratamento da população humana e a educação sanitária foram analisados como partes de projetos integrados, em áreas infectadas por Schistosoma mansoni ou haematobium. De acordo com os objetivos a serem adotados pelas autoridades do País, são descritas quatro alternativas estratégicas, relacionadas com as condições ecológicas, que utilizam em essência: 1) controle malacológico, seguido de tratamento das pessoas parasitadas, e repetido sempre que necessário; 2) controle malacológico e tratamento de massa, se a prevalência for muito elevada, seguido de busca periódica e tratamento dos casos; 3) tratamentos periódicos, nas épocas de baixa ou nula transmissão; 4) erradicação dos vetores (onde for possível) seguida de tratamento dos casos e vigilância epidemiológica dos focos. Dá-se grande ênfase à decisão e ao empenho governamental no controle, à participação da comunidade e à avaliação periódica dos projetos.<hr/>After considering some specific epidemiological situations and the possibilities of control different programmes and methods were reviewed and discussed. Sanitation, mollusc control treatment of human cases and education were analysed as parts of an integrated project, and according to the objectives that must be adopted by national authorities four principal alternatives were described: a) mollusc control followed by treatment of parasitized people: b) mollusc control and mass treatment, when prevalence is very high, followed by periodic search and treatment of cases: c) periodic treatments, during low or no transmission periods: d) and vector erradication (where it is feasible) followed by human treatment and epidemiological vigilance. Emphasis was put on governamental decision, good planning, community participation and continuous evaluation. <![CDATA[<b>First observations on Aedes albopictus in the State of Espirito Santo, Brasil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Observações realizadas no Estado do Espírito Santo mostraram que o Aedes albopictus, ao ser introduzido no Brasil, não modificou, significativamente, o seu comportamento. Os criadouros são os mesmos utilizados na Ásia e situados, de preferência, em áreas abertas. Os mosquitos adultos se abrigam em vegetação baixa e freqüentam pouco o domicílio.<hr/>Observations performed at the State of Espirito Santo showed that Aedes albopictus did not change its behaviour to a significant extent after being introduced in Brazil. The breeding places are the same as those described in Asia and can be found more frequently in open areas. The adult mosquitoes rest in short vegetation and only sporadically penetrate into the human habitations. <![CDATA[<b>O que é Saúde Pública?</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor elabora uma reflexão sobre os entendimentos mais prevalentes entre os atores da área da saúde, a respeito da expressão "saúde pública". E procura mostrar que: - enquanto cidadãos trabalhadores de saúde, "enchergamos" ou "entendemos" a questão ou as questões de saúde pública de forma diferente; - em função dessas percepções diferentes, temos interesses, assumimos posturas e apontamos soluções diferentes; - os tipos de soluções, interesses, posturas e soluções guardam entre si uma lógica própria que lhes dá coerência interna, e ao mesmo tempo definem um nível de abrangência para o trato da questão, assim como determinam a possibilidade de graus de resolutividade para os problemas a ela relacionados.<hr/>The author elaborates a reflexion about the most prevalent understanding between the health area authors about the expression "PUBLIC HEALTH." He tries to show that. a) While worker citizens of health "see", "cath sigh of" or public health questions in a different way. b) Because of those different perceptions we assume different interests, different positions and we point different solutions. c) The solution tipes, interests and positions keep between themselves a proper logic that gives them intern coherence, and d) At he same time, define an abrangence level to solve it, as to determinate the possiblilities of resolution levels to the problems related to it. <![CDATA[<b>Fundamentos biológicos da saúde pública e as práticas alternativas</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor elabora uma reflexão sobre os entendimentos mais prevalentes entre os atores da área da saúde, a respeito da expressão "saúde pública". E procura mostrar que: - enquanto cidadãos trabalhadores de saúde, "enchergamos" ou "entendemos" a questão ou as questões de saúde pública de forma diferente; - em função dessas percepções diferentes, temos interesses, assumimos posturas e apontamos soluções diferentes; - os tipos de soluções, interesses, posturas e soluções guardam entre si uma lógica própria que lhes dá coerência interna, e ao mesmo tempo definem um nível de abrangência para o trato da questão, assim como determinam a possibilidade de graus de resolutividade para os problemas a ela relacionados.<hr/>The author elaborates a reflexion about the most prevalent understanding between the health area authors about the expression "PUBLIC HEALTH." He tries to show that. a) While worker citizens of health "see", "cath sigh of" or public health questions in a different way. b) Because of those different perceptions we assume different interests, different positions and we point different solutions. c) The solution tipes, interests and positions keep between themselves a proper logic that gives them intern coherence, and d) At he same time, define an abrangence level to solve it, as to determinate the possiblilities of resolution levels to the problems related to it. <![CDATA[<b>A epidemia final</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor elabora uma reflexão sobre os entendimentos mais prevalentes entre os atores da área da saúde, a respeito da expressão "saúde pública". E procura mostrar que: - enquanto cidadãos trabalhadores de saúde, "enchergamos" ou "entendemos" a questão ou as questões de saúde pública de forma diferente; - em função dessas percepções diferentes, temos interesses, assumimos posturas e apontamos soluções diferentes; - os tipos de soluções, interesses, posturas e soluções guardam entre si uma lógica própria que lhes dá coerência interna, e ao mesmo tempo definem um nível de abrangência para o trato da questão, assim como determinam a possibilidade de graus de resolutividade para os problemas a ela relacionados.<hr/>The author elaborates a reflexion about the most prevalent understanding between the health area authors about the expression "PUBLIC HEALTH." He tries to show that. a) While worker citizens of health "see", "cath sigh of" or public health questions in a different way. b) Because of those different perceptions we assume different interests, different positions and we point different solutions. c) The solution tipes, interests and positions keep between themselves a proper logic that gives them intern coherence, and d) At he same time, define an abrangence level to solve it, as to determinate the possiblilities of resolution levels to the problems related to it. <![CDATA[<b>Relatório final do VII seminário de avaliação dos cursos de saúde pública</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor elabora uma reflexão sobre os entendimentos mais prevalentes entre os atores da área da saúde, a respeito da expressão "saúde pública". E procura mostrar que: - enquanto cidadãos trabalhadores de saúde, "enchergamos" ou "entendemos" a questão ou as questões de saúde pública de forma diferente; - em função dessas percepções diferentes, temos interesses, assumimos posturas e apontamos soluções diferentes; - os tipos de soluções, interesses, posturas e soluções guardam entre si uma lógica própria que lhes dá coerência interna, e ao mesmo tempo definem um nível de abrangência para o trato da questão, assim como determinam a possibilidade de graus de resolutividade para os problemas a ela relacionados.<hr/>The author elaborates a reflexion about the most prevalent understanding between the health area authors about the expression "PUBLIC HEALTH." He tries to show that. a) While worker citizens of health "see", "cath sigh of" or public health questions in a different way. b) Because of those different perceptions we assume different interests, different positions and we point different solutions. c) The solution tipes, interests and positions keep between themselves a proper logic that gives them intern coherence, and d) At he same time, define an abrangence level to solve it, as to determinate the possiblilities of resolution levels to the problems related to it. <![CDATA[<b>Ciência e resistência - Haity Moussatché</b>: <b>um otimista inveterado</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor elabora uma reflexão sobre os entendimentos mais prevalentes entre os atores da área da saúde, a respeito da expressão "saúde pública". E procura mostrar que: - enquanto cidadãos trabalhadores de saúde, "enchergamos" ou "entendemos" a questão ou as questões de saúde pública de forma diferente; - em função dessas percepções diferentes, temos interesses, assumimos posturas e apontamos soluções diferentes; - os tipos de soluções, interesses, posturas e soluções guardam entre si uma lógica própria que lhes dá coerência interna, e ao mesmo tempo definem um nível de abrangência para o trato da questão, assim como determinam a possibilidade de graus de resolutividade para os problemas a ela relacionados.<hr/>The author elaborates a reflexion about the most prevalent understanding between the health area authors about the expression "PUBLIC HEALTH." He tries to show that. a) While worker citizens of health "see", "cath sigh of" or public health questions in a different way. b) Because of those different perceptions we assume different interests, different positions and we point different solutions. c) The solution tipes, interests and positions keep between themselves a proper logic that gives them intern coherence, and d) At he same time, define an abrangence level to solve it, as to determinate the possiblilities of resolution levels to the problems related to it. <![CDATA[<b>O Programa de saúde ocupacional da UFRJ</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob o patrocínio da Fundação W.K. Kellogg, vem desenvolvendo um programa de saúde ocupacional na XX Região Administrativa do Município do Rio de Janeiro. Para que este programa pudesse atender às necessidades dos trabalhadores da região, decidiu-se utilizar uma estratégia comunitária, isto é, as principais diretrizes da programação foram definidas por representantes da comunidade da região. As atividades deste programa incluem o levantamento do perfil da população trabalhadora, a criação de um sistema contínuo de registro de dados de morbidade e mortalidade, a criação de um centro de diagnóstico e controle de doenças ocupacionais e o desenvolvimento de atividades de educação para saúde e extensão. <![CDATA[<b>Centro Franco-Brasileiro de Documentação Técnica e Científica</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob o patrocínio da Fundação W.K. Kellogg, vem desenvolvendo um programa de saúde ocupacional na XX Região Administrativa do Município do Rio de Janeiro. Para que este programa pudesse atender às necessidades dos trabalhadores da região, decidiu-se utilizar uma estratégia comunitária, isto é, as principais diretrizes da programação foram definidas por representantes da comunidade da região. As atividades deste programa incluem o levantamento do perfil da população trabalhadora, a criação de um sistema contínuo de registro de dados de morbidade e mortalidade, a criação de um centro de diagnóstico e controle de doenças ocupacionais e o desenvolvimento de atividades de educação para saúde e extensão. <![CDATA[<b>13,6 de mortalidad infantil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1987000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob o patrocínio da Fundação W.K. Kellogg, vem desenvolvendo um programa de saúde ocupacional na XX Região Administrativa do Município do Rio de Janeiro. Para que este programa pudesse atender às necessidades dos trabalhadores da região, decidiu-se utilizar uma estratégia comunitária, isto é, as principais diretrizes da programação foram definidas por representantes da comunidade da região. As atividades deste programa incluem o levantamento do perfil da população trabalhadora, a criação de um sistema contínuo de registro de dados de morbidade e mortalidade, a criação de um centro de diagnóstico e controle de doenças ocupacionais e o desenvolvimento de atividades de educação para saúde e extensão.