Scielo RSS <![CDATA[Cadernos de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0102-311X19980001&lang=en vol. 14 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Durkheim's <i>Suicide</i></b>: <b>reassessment of a classic from 19th-century sociological literature</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[Debate on the paper by Everardo Duarte Nunes]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[The author replies]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of "meanings" in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.<hr/>Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental. <![CDATA[<STRONG>The complexity of relations between drugs, alcohol, and violence</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en This article discuss the complex relations between drugs and violence. Drawing on empirical studies and current forms of discourse, it analyzes conceptual and methodological problems related to the establishment of causal nexuses, risks, and associations. By demonstrating the theoretical and practical difficulties in such associations, it also points to the need for a debate in the field of public health and social policies. The article expresses concern that programs and prevention not be contaminated by fallacies, contributing nothing to an understanding of (or action related to) the social issue of drugs.<hr/>Este artigo discute as complexas relações existentes entre drogas e violência. Valendo-se de alguns estudos com base empírica e dos discursos correntes, analisa os problemas conceituais e metodológicos relacionados ao estabelecimento de nexos causais, riscos e associações. Ao demonstrar as dificuldades teóricas e práticas destas delimitações, aponta também para um debate necessário no campo da saúde pública e das políticas sociais. Preocupa-se com que as intervenções e a prevenção não se contaminem por falácias, que em nada ajudam a compreensão e a ação relativas à problemática social das drogas. <![CDATA[<STRONG>Medical auditing</strong>: <STRONG>procedures assessment in the women's integral health care program in the Vila Municipal Health Clinic, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study is based on a medical audit of the Vila Municipal Health Clinic, Pelotas, Rio Grande do Sul. We collected data from family medical records in 1992, 1993, and 1994. The data concerned the Women's Integral Health Care Program. We collected information on age, visits for medical and non-medical reasons, blood pressure, breast examination, coverage of Pap smear testing, and contraceptive methods. On average, women visited the clinic 3.5 to 4 times a year; 53% of the women were between 20 and 39 years of age; 42.5% of the women had had a Pap smear in the previous three years; 19% of the women had had their breasts examined. Blood pressure measurement was the most common procedure recorded in this clinic. We believe quality of medical records is a factor in patient care. We expect a critique of the low-quality medical records found in this audit can serve as the basis for a discussion among the health care team, with a view towards improving medical care, thereby benefiting patients.<hr/>Este estudo, mediante auditoria médica, avalia a qualidade da atenção médica no Posto de Saúde da Vila Municipal, Pelotas, Rio Grande do Sul. Por meio do levantamento de dados registrados nos prontuários de família em 1992, 1993 e 1994, foram coletadas informações referentes às atividades do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM), como, por exemplo, a idade da paciente, número de consultas médicas e não médicas, aferição de pressão arterial, se as mamas haviam sido examinadas, cobertura do exame citopatológico e uso de método contraceptivo. Verificou-se que, em média, as mulheres consultam-se neste serviço 3,5 a quatro vezes por ano. Destas, 53% encontram-se na faixa etária entre vinte e 39 anos de idade. Quanto à cobertura de exame citopatológico, encontrou-se registro de 42,5% procedimentos realizados nos últimos três anos. Entre as mulheres que tiveram suas mamas examinadas, 19,4% foram registradas. A aferição da tensão arterial foi o procedimento estudado que atingiu a cobertura mais elevada nesta auditoria. Acredita-se que o cuidado ao paciente também depende da qualidade do registro; portanto, a baixa qualidade dos registros médicos encontrados servirá para fomentar discussões com a equipe, a fim de contribuir para um melhor atendimento médico, beneficiando os pacientes. <![CDATA[<STRONG>The effects of Leprosy on men and women</strong>: <STRONG>a gender study</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en On the basis of social representations, we detected gender differences in family and individual living experiences for people with Hansen's disease (HD, or leprosy) in a sample of 202 HD patients (132 men and 70 women) enrolled in a public treatment and control program in Ribeirão Preto, São Paulo State. Information was gathered in two stages. First, the HD patients responded to a structured questionnaire, and second, the authors heard reports from 10 men and 10 women on their daily living situations. Data indicated that the disease receives different representations by men as compared to women in the different social groups. HD was found to be a source of gender imbalance, further aggravating existing sociocultural inequalities and creating new sources of biopsychosocial and economic harm, in addition to the stigmata weighing on individual patients. Results should help reorient treatment and control programs aimed at the social rehabilitation of HD patients, besides serving as a paradigm for future research.<hr/>Por meio das representações sociais, detectamos diferentes experiências de viver a hanseníase no contexto familiar e individual de uma população constituída por 202 hansenianos (132 homens e 70 mulheres), inscritos no programa de controle e tratamento dos serviços de saúde de Ribeirão Preto. Duas etapas para coletas de informações foram realizadas. Na primeira, os hansenianos responderam a um questionário com perguntas estruturadas; na segunda, foram ouvidos relatos de situações vividas no cotidiano de dez homens e mulheres. Os dados revelaram que a doença mobilizou representações diferentes entre os homens e mulheres nos diferentes grupos sociais. A hanseníase representou um desequilíbrio entre os gêneros, acentuando as desigualdades já existentes no campo sócio-cultural e criando novos problemas responsáveis pelos prejuízos bio-psico-sociais e econômicos, além dos estigmas que pesam sobre os indivíduos. Tais resultados devem reorientar os programas de controle e tratamento, visando à recuperação social dos hansenianos, e também servir de paradigma a novas investigações. <![CDATA[<STRONG>Quality-of-care assessment in a university hospital pediatric clinic</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study focuses on the Pediatric Clinic of the UNICAMP University Hospital, teaching and care facility belonging to the Brazilian National Health System, providing secondary and tertiary health care for children aged 0 to 18 years. A total of 221 questionnaires were applied with users of the general pediatric out-patient services and one of the specialties, allowing for comparison of various medical care indicators. Users were found to be quite knowledgeable about their health conditions and satisfied with the care received, despite a weak link in the physician-patient relationship. 43.4% reported problems related to the services, while only 17.6% made suggestions to improve them. Waiting time was found to be quite long. Users of specialized services differed from general care patients with regard to several indicators.<hr/>Estudou-se o ambulatório de Pediatria do Hospital das Clínicas da Unicamp, um serviço didático-assistencial que, inserido no Sistema Único de Saúde, presta assistência secundária e terciária para crianças de 0 a 18 anos. Foram aplicados 221 questionários entre clientes do ambulatório geral de pediatria e de uma de suas especialidades, permitindo comparar diversos indicadores de qualidade da assistência médica prestada. Evidenciou-se um bom nível de conhecimento dos responsáveis pelos usuários sobre seus problemas de saúde. Encontrou-se alto grau de satisfação dos mesmos, embora houvesse baixíssima vinculação entre médico e paciente. Com relação ao atendimento, 43,4% relataram problemas, mas apenas 17,6% propuseram sugestões para melhorá-lo. O tempo de espera nas consultas foi bastante longo. A clientela da especialidade se diferenciou da do ambulatório geral com relação a diversos indicadores. <![CDATA[<STRONG>Analysis of Services Targeting Family Violence Against Women in Greater Metropolitan Buenos Aires, Argentina</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100015&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study presents a diagnosis and evaluation of the availability of services related to family violence against women in Greater Metropolitan Buenos Aires, Argentina. The paper focuses on institutional development, theoretical foci, intervention modalities, and production of information and research. Existing networks and interprofessional relationships are also described. Results point to several noteworthy theoretical perspectives. Some programs include gender as an issue, while others do not. The relationship (more informal than formal) between governmental and nongovernmental organizations is also a relevant issue. The paper concludes by proposing these institutional experiences as a model for the design of new public health policies.<hr/>Se presentan, en este trabajo, un diagnóstico y evaluación de la disponibilidad de servicios existentes en la región metropolitana de Buenos Aires para la atención en Violencia Familiar Contra la Mujer. De ellos se describen las redes existentes y las articulaciones intersectoriales. Asimismo se evaluan su desarrollo institucional, los enfoques teóricos, las modalidades de intervención y la producción de información e investigaciones. Entre los resultados, se destaca la presencia de distintas perspectivas teóricas ­ particularmente entre quienes incluyen o no la temática de género ­, a las que corresponden distintas modalidades de intervención; y las conexiones ­ más informales que formales ­ entre distintos sectores y áreas oficiales y las organizaciones no gubernamentales. Finalmente se proponen las experiencias institucionales desarrolladas en esta tema como un modelo de nuevas modalidades en el diseño de políticas públicas y de salud. <![CDATA[<B>Adequacy of drug advertisements distributed to prescribers in Southern Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Drug advertisements for prescription drugs gathered from private clinics and hospitals in southern Brazil were analyzed. None of the 127 advertisement inserts that were analyzed complied with all the criteria specified by Brazilian legislation. The official Brazilian generic drug name was present in 95% of the advertisements, but always in finer and/or fainter print. With regard to the "WHO ethical criteria for medicinal drug promotion" the study showed that only 59% of the advertisement inserts declared the product composition and only 43% provided information on precautions, and in most of these cases (73%), the precautions were in fine print and difficult to read. Most of the advertisements declared the product dosage in more properly-sized print. The main advertising claims were efficacy, safety, faster action, and high tolerability. In conclusion, the analysis demonstrated that most advertisements fail to comply with either the Brazilian legislation on medicinal products and/or the WHO ethical criteria for medicinal drug promotion. To improve this situation it thus seems necessary to develop more effective instruments to monitor quality of information provided to prescribers by the drug advertisers.<hr/>A análise da qualidade da publicidade dirigida à categoria médica foi feita com base na coleta de materiais publicitários distribuídos em consultórios médicos e hospitais no Sul do Brasil. Foram coletadas 127 peças publicitárias, nas quais se observou o cumprimento ou não das leis que regulamentam a propaganda de medicamentos no Brasil e os argumentos mais prevalentes de cada propaganda. A Denominação Comum Brasileira aparece em 121 propagandas (95%), sempre em segundo plano, com tamanho de letras menor. Nenhuma das peças publicitárias analisadas cumpre na íntegra as exigências da legislação. Considerando os Critérios Éticos para Promoção de Medicamentos da OMS, apenas 59% apresentam a composição do produto, e 43% apresentam precauções; em 73%, o tamanho das letras e o espaçamento entre frases é pequeno, dificultando sua leitura. Apenas 73% das propagandas apresentam a posologia. Os argumentos mais utilizados nesta amostra são: eficácia, segurança, comodidade posológica, rapidez de ação, alta tolerabilidade. A inobservância da legislação em vigor, a ausência de precauções e excesso de argumentos, levam à conclusão de que há a necessidade de instrumentos efetivos de controle visando a uma melhor qualidade nas informações distribuídas aos prescritores. <![CDATA[<B>Elements for changing a prevailing psychiatric care model</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100017&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study presents the results of research done at the Pedro II Psychiatric Center in 1995, as part of a partnership between the Center and the Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Research includes the development of a profile for inpatients based on clinical and socioeconomic data from patient files, emergency ward assessment of the group's interactive abilities based on WHO parameters, and a critical analysis of the psychiatric care model employed in the Psychiatric Center. With the psychiatric reform pursued by major sectors of Brazilian society, we intend not only to respond to the economic/administrative irrationality created by "hospital-centrism", but especially to meet the needs of patients, health professionals, and society in general in moving away from a psychiatric care model dominated by the reference patterns of psychiatry and to de-institutionalize mental health. The results of this study criticize the biomedical model and open the door to a care model engaged in "psychosocial rehabilitation". The critical analysis based upon the data from the investigation done at the Psychiatric Center should be applicable to other psychiatric hospitals in Brazil's public and private sectors.<hr/>Este trabalho apresenta os resultados da investigação realizada no Centro Psiquiátrico Pedro II (CPPII), durante o ano de 1995, como parte do convênio Uerj/CPPII. A investigação engloba uma construção do perfil da clientela hospitalizada, segundo os dados clínicos e sócio-econômicos que constam nos prontuários; uma avaliação das capacidades interativas da clientela no Pronto-Socorro Psiquiátrico, de acordo com critérios recomendados pela OMS; e, finalmente, uma análise crítica do modelo de assistência em uso no CPPII. Com a reforma psiquiátrica que vem sendo objeto de luta de significativos setores da nossa sociedade, pretende-se não apenas responder à irracionalidade econômico-administrativa gerada pelo 'hospitalocentrismo', mas, sobretudo, atender às necessidades da clientela, dos profissionais de saúde e da sociedade em geral. Tais necessidades equivalem substancialmente a desinstitucionalizar a saúde mental do modelo de assistência dominado por quadros de referência da psiquiatria. Os resultados da investigação aqui descritos e explicados criticam os indicadores construídos segundo o modelo de cura e abrem perspectivas para um modelo de assistência comprometido com a reabilitação psicossocial da clientela. A análise crítica efetuada com base nos dados da investigação feita no CPPII é muito provavelmente extensiva aos outros hospitais psiquiátricos da nossa rede pública e privada. <![CDATA[<STRONG>Sociodemographic and behavioral factors related to schistosomiasis in a rural village of the sugar cane belt in Pernambuco State, Brazil</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Failure of intensive chemotherapy to control schistosomiasis in a highly endemic area of Northeast Brazil led to the hypothesis that sociodemographic and/or behavioral variables could be involved in the persistent transmission. A univariate analysis of such variables in relation to infection by Schistosoma mansoni showed that water contact patterns for recreation and personal hygiene are important risk factors in the area. However, sociodemographic variables were not related to infection, probably because the local population lives under evenly precarious socioeconomic and sanitary conditions. We thus recommend that chemotherapy be combined with other measures like snail control, health education, and improved sanitation and water supply.<hr/>O fracasso de um esquema intensivo de tratamento quimioterápico para controle da esquistossomose numa área de alta endemicidade no Nordeste levou à hipótese de que aspectos sócio-demográficos e/ou comportamentais estariam implicados na persistência da transmissão. Uma análise univariada dessas variáveis em relação à infecção por Schistosoma mansoni revelou que os padrões de contato com a água para lazer e higiene pessoal são importantes fatores de risco na área. Já as variáveis sócio-demográficas não estiveram relacionadas com a infecção, provavelmente porque a população local vive sob condições sócio-econômicas e sanitárias uniformemente precárias Nessa área, recomenda-se que a quimioterapia seja combinada com outras medidas, como o controle dos moluscos vetores e a educação em saúde, acompanhadas de melhorias no saneamento e abastecimento de água. <![CDATA[<STRONG>Evaluation of a program for asthmatic children treated in primary care outpatient units in Embu, São Paulo, 1988-1993</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en The main objective of this study was to evaluate the effectiveness of the Program Targeting Children with "Chest Wheezing" carried in the city of Embu, São Paulo. The study analyzed a total of 434 children aged zero to 14 years, admitted to the program from May 1988 to July 1993. Over 90% had never been treated for this medical problem in outpatient clinics. Only 6.2% had to be referred to other health care services during follow-up in this program. The program successfully performed clinical diagnosis of asthma in children over 2 years of age. The moderate and severe cases followed up for over a year showed the best clinical evolution, with the positive factor being better compliance with medication. The number of exacerbations decreased among the severe patients after a year of regular follow-up, although patients used bronchodilators during the 12 months of our analysis. Of the children enrolled, 53.2% gave up treatment principally in the first sit months, most of them from the moderate group. We concluded that children with steadier compliance with the program benefited in spite of both the simplicity and the lack of some currently existing medications.<hr/>Com o objetivo de avaliar o desempenho do Programa de Atenção a Crianças Portadoras de "Chiado no Peito", no Município de Embu, São Paulo, foram estudadas 434 crianças e adolescentes de zero a 14 anos, admitidas no programa de maio/88 a julho/93. Mais de 90% desses pacientes nunca haviam sido acompanhados por esse motivo em serviço médico. Apenas 6,2% foram encaminhados a outros serviços de referência durante o acompanhamento no programa. Segundo critérios clínicos, os pacientes foram classificados em: bebê chiador (21,8%), asmáticos leves (41,7%), asmáticos moderados (28,3%), asmáticos graves (7,6%) e outros (0,4%). Ao se analisar o comportamento dos asmáticos moderados e graves acompanhados por mais de um ano, observou-se melhora clínica nesses dois grupos, e o que influenciou positivamente esse fato foi a maior aderência ao uso da medicação. O número de exacerbações decresceu entre os asmáticos graves, após um ano de acompanhamento regular, embora durante os 12 meses analisados tenha havido um consumo praticamente constante de medicação broncodilatadora. O abandono ocorreu em 53,2% das crianças matriculadas, principalmente nos primeiros seis meses de acompanhamento, sendo significantemente mais freqüente entre os asmáticos moderados. Concluímos que as crianças com maior aderência ao programa se beneficiaram do mesmo, apesar das dificuldades e da falta de alguns recursos medicamentosos atualmente existentes. <![CDATA[<STRONG>Schistosomiasis epidemiological patterns in a community of small farmers in Pernambuco State, Brazil</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100020&lng=en&nrm=iso&tlng=en This article is part of a larger study in which epidemiological and anthropological methods were used to help understand the production and maintenance of schistosomiasis in a small endemic area in Pernambuco State. A cross-sectional study identified several local risk factors for schistosomiasis, quantifying socioeconomic, sanitary, and behavioral variables and then relating them to the prevalence and intensity of schistosomiasis infection. Using univariate analysis, three variables (age group, schooling, and human/water contact) showed significant association with S. mansoni infection. Causal factors and confounding variables were identified through multivariate analysis. Quantitative epidemiological analysis is critically discussed regarding a qualitative ethnographic study in relation to environmental risk situations (contamination and transmission) as well as risk practices (economic and behavioral).<hr/>Este artigo é parte de um estudo mais amplo que empregou abordagens epidemiológica e antropológica para procurar entender a produção e manutenção da esquistossomose em pequena comunidade de área endêmica de Pernambuco. No presente trabalho, realizamos um estudo de corte transversal para avaliação dos fatores de risco para esquistossomose, associando variáveis sócio-econômicas, sanitárias e comportamentais (quantificáveis), com a prevalência e intensidade da infecção. Uma análise estatística univariada selecionou três variáveis (faixa etária, escolaridade e número de contatos), que mostraram associação significativa com a positividade para S. mansoni. Os resultados da análise multivariada realizada a seguir permitiram a identificação dos fatores causais e das variáveis de confundimento, entre aquelas anteriormente selecionadas. O diagnóstico epidemiológico quantitativo é discutido criticamente, com embasamento no estudo qualitativo etnográfico, quanto às condições ambientais de risco (contaminação, transmissão) e práticas de risco (atividades econômicas e comportamentais). <![CDATA[<STRONG>An educational intervention to improve the quality of coproparasitological diagnosis in laboratories of Havana City, Cuba</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100021&lng=en&nrm=iso&tlng=en The aim of this study was to evaluate the effectiveness of an educational program carried out in 1993. The intervention took place after the first external quality assessment in coproparasitology, conducted in 77 laboratories of Havana City. Centers receiving training were compared with the those that did not, and better results were obtained in the municipalities of 10 de Octubre, Plaza, and Cerro, as well as in all laboratories that sent people to training. Better diagnosis was found for the helminths Trichuris trichiura, Taenia sp., and Fasciola hepatica as well for the protozoans Blastocystis hominis and Endolimax nana in the laboratories that received training. The laboratories that received training had significantly higher scores than those which did not. The results point to the effectiveness of the educational intervention. We recommend external quality assessment in coproparasitology as well as on-going, mandatory technical education, held at regular intervals. Such measures should assure steady improvement in diagnosis of intestinal parasites by the health services network.<hr/>El objetivo de este trabajo fue evaluar la efectividad de una intervención educativa con participación voluntaria realizada en 1993, a partir de los resultados obtenidos en un primer control de la calidad del diagnóstico coproparasitológico, en 77 laboratorios de la red de salud de Ciudad Habana. Se comparan los resultados obtenidos por los centros que adiestraron con los que no participaron en la actividad; se obtuvieron resultados superiores en los municipios 10 de Octubre, Plaza y Cerro y en la totalidad de los laboratorios que enviaron personal para el adiestramiento. Se encontró un mejor diagnóstico de los helmintos Trichuris trichiura, Taenia sp. y Fasciola hepatica, y de los protozoos Blastocystis hominis y Endolimax nana, en los laboratorios que recibieron el curso. Además se observó que la mayoría de los laboratorios que adiestraron un técnico subieron significativamente sus notas, mientras que los que no lo efectuaron las bajaron, lo que demuestra la efectividad de la intervención. Proponemos que estas actividades de Control de la Calidad y Educación Continuada se mantengan de forma periódica y con un carácter obligatorio, para garantizar una mejoría creciente del diagnóstico coproparasitológico en la red de salud. <![CDATA[<STRONG>Gender and sexuality</strong>: <STRONG>fragments of male identity in the Aids era</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100022&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper focuses on specific aspects of male sexuality and how this sexual identity is built in the Aids era, based on conversations with low-income youth, ages 14-21 years, living in Greater Metropolitan Rio de Janeiro. We examine how Aids is perceived and investigate sexuality in this epidemic context. The goal is to provide concrete data to support a prevention campaign and contribute to preventive policies in Brazilian society. The proposal is based on the sexual identity of this gender/age group, comparing their reports on sexual practice. We used a partially open-ended interview protocol. We focus on the way young males choose their sexual identity under the premise that this is how men can become the channel for Aids transmission. Our research was thus based on gender and sexual identity as categories. Our results indicate that for a young man, "being a man" means having an active sexual life, thus creating a stereotype placing them at risk for HIV transmission.<hr/>Este trabalho busca entender alguns aspectos da sexualidade masculina, bem como as formas como se organiza a construção da identidade sexual no contexto da epidemia de Aids, a partir da fala de jovens de baixa renda entre 14 e 21 anos, moradores da área metropolitana do Rio de Janeiro. Nossa proposta consiste em articular alguns aspectos do gênero masculino, subsidiados pela identidade sexual revelada pelos sujeitos, estabelecendo um confronto com os relatos sobre a prática sexual, procedimento que se tornou possível a partir de entrevista qualitativa com uso de um roteiro semi-estruturado. Julgamos de fundamental importância a análise das maneiras como se dá a escolha do objeto sexual em relação à construção da identidade, tendo como referência aquele que foi considerado o pivô no que diz respeito à transmissão da Aids: o homem. Neste sentido, nossa investigação se pautou nas categorias gênero e identidade sexual. Como resultado, observamos que, na concepção destes jovens, ser homem é desempenhar a prática sexual, cumprindo, assim, os papéis destinados ao gênero masculino, reproduzindo um estereótipo que os coloca em situação de risco. <![CDATA[<STRONG>Nutritional status and socioeconomic factors associated with failure in school</strong>: <STRONG>a prospective study of first grade students in Belo Horizonte, Brazil</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study aimed to establish a correlation between anthropometric and socioeconomic variables and repetition in school for first grade pupils, as well to determine the predictive value of such variables vis-à-vis repetition. A study with a prospective and concurrent approach was developed in four elementary schools in Belo Horizonte, Minas Gerais State, with 699 children (95% percent of those eligible). After adjustment for confounders, children whose mothers had less than eight years of schooling, of mothers with unskilled jobs, from single-parent households (mother, father, or guardian), whose per capita family income was less than or equal to half the minimum wage, and who had a height/age/sex index under the 10.1 percentile were at greater risk of repeating the first grade. The data are potentially useful for selecting children to be monitored and to prevent repetition in the schools investigated.<hr/>O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de verificar a existência de associação entre repetência escolar, medidas antropométricas e variáveis sócio-econômicas em crianças da primeira série do primeiro grau, determinando qual a capacidade destas variáveis na predição da repetência. Foi desenvolvido um estudo prospectivo concorrente, acompanhando 699 crianças (95% das elegíveis) em quatro escolas de Belo Horizonte. Após ajustamento por variáveis de confusão, verificou-se que as crianças cujas mães possuíam menos de oito anos de escolaridade, aquelas cujas mães exerciam ocupações não qualificadas, aquelas que residiam somente com a mãe ou somente com o pai ou outro responsável, aquelas que pertenciam a famílias cuja renda per capita era igual ou inferior a meio salário mínimo (SM), os meninos e as crianças em geral e aqueles que apresentaram índice altura/idade/sexo abaixo do percentil 10,1, estavam sob maior risco de repetência. Essas informações podem ser úteis para selecionar crianças para monitoramento e prevenção da repetência nas escolas investigadas. <![CDATA[<STRONG>Mortality trends for acute rheumatic fever and chronic rheumatic heart disease in Venezuela, 1955-1994</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100024&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study reports on deaths due to acute rheumatic fever (ARF) and chronic rheumatic heart disease (CRHD) in Venezuela from 1955 to 1994. Census publications and other official sources provide the population data. Yearly age- and sex-specific mortality rates per 100,000 inhabitants were calculated and adjusted by the direct method to the WHO's standard population. The RF-adjusted mortality rate (AMR) declined: total from 7.68 to 1.08 (-85.9%); male from 7.53 to 0.84 (-88.8%); and female from 7.83 to 1.33 (-83.0%). In all cases female RF-AMRs were higher than male. There was a reduction of 88.5% in the ratio of RF deaths to cardiovascular deaths (ICD-6 330-334,400-447; ICD-7 330-334,400-447; ICD-8 390-438; ICD-9 390-438). ARF-AMR declined (-93.5%) as did CRHD-AMR (-85.1%). Proportional death by ARF and CRHD in patients 45 years old and younger increased. Venezuela experienced a continuous decline in RF-AMR from 1955 to the 1980s, followed by a period of stabilization lasting until 1994. The reduction could be the consequence of improvement in socioeconomic status and of RF prevention with penicillin, a standard practice in the health care system. The 1980s and 1990s RF-AMR stabilization could be associated with economic setbacks in Venezuela and changes in the agent's virulence patterns.<hr/>Este estudio incluye defunciones por fiebre reumática aguda (FRA) y cardiopatía reumática crónica (CRC) registradas en Venezuela de 1955 a 1994, según edad y sexo. Se calcularon tasas de mortalidad por 100.000 habitantes, ajustadas según método directo a la población mundial estándar de la OMS. Se produjo un descenso en la tasa ajustada de mortalidad (TAM) por FR para ambos sexos de 7,68 a 1,08 (Variación Porcentual [VP] -85,9%); sexo masculino de 7,53 a 0,84 (VP -88,8%) y sexo femenino de 7,83 a 1,33 (VP -83,0%). Las TAM fueron mayores en el sexo femenino. La proporción de muertes por FR sobre las producidas por enfermedades circulatorias (CIE-6 330-334,400-447; CIE-7 330-334,400-447; CIE-8 390-438; CIE-9 390-438) descendió en 88,5%. Se observó, para ambos sexos, un descenso en las TAM por FRA (VP -93,5%) y CRC (VP -85,1%). El porcentaje de defunciones por FRA y CRC ocurridas en menores de 45 años mostró una tendencia ascendente. La reducción en las TAM por FR puede ser atribuible a mejoras socioeconómicas, así como a prevención con penicilina. La estabilización en las TAM a partir de 1980 podría explicarse por el deterioro socioeconómico experimentado en Venezuela y por la aparición de cepas más virulentas del EBHA. <![CDATA[<STRONG>School meal programs as a means to meet nutritional requirements for students in the Integrated Public School Centers (CIEPS)</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100025&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study evaluates food intake of 244 children between ages 7-13 years using records of ingested foods on three non-consecutive days. The study analyzes energy and nutrient adequacy based on standards for the Brazilian population. Diet was generally found to be energy-deficient: meals consumed at the CIEPs met less than 70% of the requirement. On the other hand, protein was well above recommended levels. Worthy of note was the adequacy of meals in the CIEPs as to vitamin A, thiamin, riboflavin, and niacin, as well as the surprising adequacy of ascorbic acid, resulting from the frequent presence of citrus fruits in school meals. Except for older students, all schoolchildren studied had greater than 90% minimum iron intake. As for calcium, again except for older ones, consumption was 100% or more of minimum required levels. Results showed the need to correct flaws in the nutritional content of school meals, which are central to dietary intake for CIEP students.<hr/>Avalia-se o consumo alimentar de 244 crianças amostradas utilizando-se o registro dos alimentos por elas ingeridos, durante três dias não consecutivos da semana. Analisa-se a adequação de energia e nutrientes de acordo com o padrão definido para a população brasileira. Observa-se que a dieta dos escolares revela-se, em média, deficiente em energia: as refeições consumidas no âmbito dos CIEPs não alcançam 70% de adequação. Verifica-se que, inversamente, o conteúdo protéico das dietas apresenta-se muito acima do preconizado. Ressalta-se a satisfatória adequação das refeições consumidas no âmbito dos CIEPs quanto às vitaminas A, tiamina, riboflavina e niacina. Merece destaque a surpreendente adequação das dietas dos escolares em relação ao ácido ascórbico. Contribui para esse resultado a presença freqüente de frutas cítricas nas refeições da escola. Com relação ao ferro, constata-se que, com exceção dos escolares mais velhos, todos os demais exibem dietas que ultrapassam 90% de adequação. Quanto ao cálcio, nota-se que as dietas da maioria (exceto a dos alunos de maior idade) alcançam 100% de adequação. Resultados do estudo mostram necessidade de corrigir falhas do conteúdo nutricional das refeições distribuídas na escola, pois as mesmas constituem parte fundamental do consumo alimentar dos alunos dos CIEPs. <![CDATA[<STRONG>Tuberculosis among the Amerindian population of the upper Rio Negro region (Amazonas State, Brazil)</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100026&lng=en&nrm=iso&tlng=en The presence of tuberculosis in the upper Rio Negro region (Brazil) dates to the early 20th century. A retrospective survey of medical records in two clinics (one from 1977 and the other from 1990) showed 699 cases, with an extremely high annual incidence rate of over two per thousand, predominantly pulmonary cases, and distribution of the disease among all age groups. Data on compliance with outpatient treatment are not reliable. In the present context of deteriorating environmental and socioeconomic conditions among Indians, tuberculosis incidence may increase. Control of this disease could be enhanced by improving living conditions and health services for indigenous peoples.<hr/>A presença da tuberculose no alto rio Negro (Brasil) é reportada desde o início deste século. Um inquérito retrospectivo desde 1977 e 1990 dos registros dos casos de tuberculose de duas estruturas sanitárias mostrou 699 casos, refletindo taxa de incidência anual muito elevada, superior a dois por mil habitantes, predominância das formas pulmonares, bem como distribuição da doença em todas as classes de idade. Os dados sobre a observância do tratamento ambulatório não são confiáveis. No contexto atual de degradação ambiental e de deterioração das condições sócio-econômicas dos índios, pode-se temer uma agravação da situação da tuberculose nesta região. O controle desta doença pode ser melhorado mediante intervenções sobre as condições de vida dos índios, e também sobre as atividades das estruturas de saúde. <![CDATA[<B>Triatominae species (Hemiptera: Reduviidae) in Maranhão State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100027&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper provides a checklist of 15 known species of the Triatominae subfamily in Maranhão State. On the coastal São Luís Island there are a total of 10 species associated with sylvatic areas (Eratyrus mucronatus, Psammolestes tertius, Panstrongylus diasi) and periurban and urban areas (Panstrongylus geniculatus, Panstrongylus lignarius, Rhodnius nasutus, Rhodnius neglectus, Rhodnius pictipes, Rhodnius robustus and Triatoma rubrofasciata). The last was found only on São Luís Island, while the others have also been found inland. The following were not found in the coastal area: Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis, Triatoma maculata, Triatoma pseudomaculata and Rhodnius brethesi. These were found mainly on the "Chapadas" and "Chapadões" areas in the eastern and southern parts of the State.<hr/>Cerca de 15 espécies de Triatominae são de conhecida ocorrência no Estado do Maranhão. Na Ilha de São Luís, zona do litoral, dez espécies já foram encontradas associadas às áreas silvestres: Eratyrus mucronatus, Psammolestes tertius, Panstrongylus diasi, e às habitações das áreas urbanas e periurbanas: Panstrongylus geniculatus, Panstrongylus lignarius, Rhodnius nasutus, Rhodnius neglectus, Rhodnius pictipes, Rhodnius robustus e Triatoma rubrofasciata. Esta última tem sido encontrada exclusivamente na Ilha de São Luís, ao passo que as demais também ocorrem no interior do Estado. Na zona litorânea, não foram encontradas: Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis, Triatoma maculata, Triatoma pseudomaculata e Rhodnius brethesi, as quais são encontradas nas áreas mais secas das zonas que formam as chapadas e os chapadões do Sudeste e Sul do Estado. <![CDATA[<STRONG>Analysis of non-prescription drug radio advertising in Rio Grande do Sul State, Brazil</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100028&lng=en&nrm=iso&tlng=en Drug advertisements for non-prescription (over-the-counter) drugs on the main radio stations in the State of Rio Grande do Sul, Brazil, were analyzed as to the information provided about generic names, pharmaceutical company, composition, and dosage. From August 1995 to January 1996, 250 advertisements for 28 products were recorded. More than 80% of these advertisements provided no information on these topics and thus failed to comply with Brazilian legislation. On the contrary, a large number of advertisements (39%) emphasize absence of risks, with claims such as "no contraindications", inducing consumers to use such drugs indiscriminately. The study showed that drugs were advertised like any other merchandise, with no concern over fundamental information such as product identification, precautions, and possible side effects.<hr/>As propagandas de medicamentos veiculadas nas principais rádios do Rio Grande do Sul, Brasil, foram analisadas no período de agosto de 1995 a janeiro de 1996. Durante o período de observação foram documentadas 250 peças publicitárias referentes a 28 produtos. A maioria destas propagandas (>80%) não apresenta declarações quanto ao nome genérico, à composição, à posologia e ao laboratório fabricante do produto, infringindo, dessa forma, a legislação vigente no país. Além disso, um número significativo das peças publicitárias (39%) enfatizam a ausência de quaisquer riscos, mediante declarações como "Não tem contra-indicações", caracterizando a indução ao uso indiscriminado. A análise mostra que os medicamentos são promovidos como produtos quaisquer, omitindo-se informações fundamentais a respeito de cuidados, reações adversas e contra-indicações. <![CDATA[<STRONG>Can models be built on the basis of the relationship between social contexts and health?</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100029&lng=en&nrm=iso&tlng=en As more is known about the complexity of the relationships between social, economic, and environmental contexts and the health of the population, it appears clear that the concepts of illness and health, while not independent, are not synonymous. A major challenge now facing the field of public health is to organize a true dialogue between the life sciences working mainly on illness seen as a disturbance in one of the functions of a living organism and human sciences dealing with a population's health. Society's challenge is to grant each individual access to high-quality health care services when needed, while developing public policies to promote the health of the population as a whole.<hr/>À medida que se conhece melhor a complexidade das relações entre os contextos sócio-econômico, ambiental e a saúde da população, parece claro que os conceitos de saúde-doença, embora não sendo independentes, não são sinônimos. O maior desafio para o campo da saúde pública nesse momento é sua capacidade para estabelecer um verdadeiro diálogo entre as ciências da vida, trabalhando principalmente sobre a doença, vista como um distúrbio em uma das funções do organismo vivo, e as ciências humanas, trabalhando sobre a saúde das populações. O desafio para a sociedade é permitir a cada indivíduo o acesso a serviços de saúde de alta qualidade e ao mesmo tempo desenvolver políticas públicas para promover a saúde da população. <![CDATA[<STRONG>Alternative foods</strong>: <STRONG>a critical analysis of a proposal for nutritional intervention</strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100030&lng=en&nrm=iso&tlng=en The nationwide use of a "Multimixture," a formula based on alternative foods such as rice and/or wheat bran, sesame and squash seeds, cassava, beet and carrot leaves, several indigenous leafy vegetables, and ground egg shells has been proposed by the National Institute of Food and Nutrition (INAN) as an official solution to fight hunger among poor Brazilians. The fragile nutritional state of the target population may make technical or ethical questions appear purely academic, yet nutritional, toxicological, and practical feasibility considerations appear to warrant a revision of the INAN proposal. While the Multimixture approach may prove valid as a temporary solution in cases of extreme poverty, it is not universally applicable for the intended use, failing to take into account the age and nutritional status of the subjects or duration of the intervention.<hr/>O Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição (Inan) está propondo o uso, em nível nacional, de fórmula de alimentação alternativa, denominada "Multimistura", à base de farelos de arroz, e/ou trigo, sementes de gergelim e abóbora, folhas de mandioca, beterraba, cenoura, verduras nativas e pó de casca de ovo, como solução para combater a fome da população carente. Embora o crítico estado nutricional da população-alvo possa fazer qualquer questionamento técnico ou ético parecer por demais filosófico, uma série de considerações nutricionais, toxicológicas e até de viabilidade prática sugerem que a posição adotada pelo Inan deveria ser revista. A solução da multimistura, talvez válida para situações transitórias de extrema pobreza, carece de universalidade para ser utilizada, independentemente de faixa etária, estado nutricional e período de duração da intervenção. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100031&lng=en&nrm=iso&tlng=en http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en