Scielo RSS <![CDATA[Cadernos de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0102-311X20000004&lang=en vol. 16 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>The extent of imposture</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>A propósito de imposturas e arrogâncias intelectuais</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>As condições do diálogo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>Debate on the paper by Ana Maria C. Aleksandrowicz</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<B>The author replies</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper comments on Sokal and Bricmont's stance towards interdisciplinarity approaches between the human and natural sciences, as stated in their controversial book Impostures Intellectuelles (Fashionable Nonsense) (1999). It happens that interdisciplinarity is a subject of major importance to "new paradigms" in Public Health. First, the paper identifies different types of interaction between these "two cultures", such as transdisciplinary trends and the "Science Wars", and emphasizes their unproductive aspects. Second, it proposes a revaluation of pragmatism as a suitable way of including philosophical considerations in interdisciplinary Public Health research, exemplified by a correlation between the ideas of Henri Atlan (1991) and notions of risk theory (or model).<hr/>A partir da crítica ao livro Imposturas Intelectuais (1999), de A. Sokal & J. Bricmont, enfoca-se o tema da interdisciplinaridade entre Ciências Humanas e Ciências Naturais, no que esta abordagem é imprescindível aos assim chamados "novos paradigmas" de Saúde Pública, sob dois aspectos: (a) distinguir as diversas possibilidades de interação entre as "Duas Culturas", dentre as quais ressaltam-se as ditas Transdisciplinaridades (incluindo-se aí as Teorias da Complexidade) e a usual demarcação acadêmica de fronteiras associada às Guerras das Ciências, assinalando-se os aspectos restritivos à melhor operacionalização do pensamento em cada uma destas vertentes; (b) revalorizar a dimensão pragmática de determinado enfoque filosófico quanto a questões de Fundamentos na pesquisa teórica em Saúde Pública, aqui exemplificado em termos de uma revisão aos conceitos de "possível" e "potencial" (Atlan, 1991) no modelo de risco. <![CDATA[<b>The epidemiology and control of leishmaniasis in Andean countries</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper reviews the current knowledge of leishmaniasis epidemiology in Venezuela, Colombia, Ecuador, Peru, and Bolivia. In all 5 countries leishmaniasis is endemic in both the Andean highlands and the Amazon basin. The sandfly vectors belong to subgenera Helcocyrtomyia, Nyssomiya, Lutzomyia, and Psychodopygus, and the Verrucarum group. Most human infections are caused by Leishmania in the Viannia subgenus. Human Leishmania infections cause cutaneous lesions, with a minority of L. (Viannia) infections leading to mucocutaneous leishmaniasis. Visceral leishmaniasis and diffuse cutaneous leishmaniasis are both rare. In each country a significant proportion of Leishmania transmission is in or around houses, often close to coffee or cacao plantations. Reservoir hosts for domestic transmission cycles are uncertain. The paper first addresses the burden of disease caused by leishmaniasis, focusing on both incidence rates and on the variability in symptoms. Such information should provide a rational basis for prioritizing control resources, and for selecting therapy regimes. Secondly, we describe the variation in transmission ecology, outlining those variables which might affect the prevention strategies. Finally, we look at the current control strategies and review the recent studies on control.<hr/>Este trabalho revisa o conhecimento atual sobre a epidemiologia da leishmaniose na Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, países nos quais a doença é endêmica, tanto nos Andes quanto na Amazônia. Os vetores flebótomos pertencem a vários subgêneros e ao grupo Verrucarum. A maioria dos casos de infecção humana é causada pelos parasitas Leishmania do subgênero Viannia. As infecções humanas por Leishmania provocam lesões cutâneas, com uma minoria de infecções por L. (Viannia) levando à leishmaniose mucocutânea. Tanto a leishmaniose visceral quanto a leishmaniose cutânea difusa são raras. Em cada país, parte significativa da transmissão de Leishmania ocorre no intra ou peridomicílio, muitas vezes próximo à lavoura de café ou cacau. Não se sabe ao certo quais são os hospedeiros reservatórios para os ciclos de transmissão doméstica. Discute-se a carga da doença provocada pela leishmaniose na região, chamando atenção para os coeficientes de incidência e para a variabilidade dos sintomas. Tal informação fornecerá uma base racional, visando priorizar os recursos voltados para o controle da doença e selecionar esquemas terapêuticos. Os autores também descrevem a variação na ecologia da transmissão, delineando as variáveis que poderiam afetar a definição de estratégias preventivas. <![CDATA[<b>Bioethics and health care technology assessment</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en The simultaneous existence of a biotechnoscientific paradigm (which emphasizes technological incorporation) and a culture of limits (which selects technologies) challenges current health systems, raising ethical and political discussions as to the choices to be made. Health care technology assessment is mainly concerned with the consequences of health care and health care policies. Thus, there is significant overlap between this activity and bioethics, even though they are different fields of knowledge. Although the importance of ethical and social issues arising in technology assessment has been recognized, most publications emphasize only methodological and scientific aspects. There are different interests involved in technological incorporation, and many value conflicts arise. Ethical implications include those related to clinical trials, medical care assessment, incorporation of technology, resource allocation, equity, and the effectiveness gap. Incorporating the ethical dimension into technology assessment will foster a better understanding of health care practice and progress in its improvement.<hr/>A vigência simultânea do paradigma biotecnocientífico (que incentiva a incorporação tecnológica) e da cultura dos limites (que seleciona as tecnologias) constitui um grande desafio aos sistemas sanitários atuais, suscitando debates éticos e políticos sobre as escolhas a serem feitas. A avaliação tecnológica em saúde diz respeito à análise das conseqüências dos cuidados em saúde e das políticas de saúde, e apresenta pontos de interseção com a bioética, apesar de serem campos distintos. A importância das implicações éticas e sociais da avaliação tecnológica é cada vez mais reconhecida, mas a maioria das publicações tem enfatizado apenas os aspectos metodológicos e científicos. Existem vários tipos de interesses envolvidos na incorporação tecnológica, fontes de conflitos de valores. As implicações éticas incluem aquelas relativas aos ensaios clínicos para aferir sua eficácia; à avaliação da boa ou má prática médica; à forma de incorporar as novas tecnologias e à sua efetividade; ao acesso e à alocação de recursos disponíveis. A incorporação da dimensão ética na avaliação tecnológica possibilitará melhor compreensão da prática de saúde e um avanço em direção ao seu aprimoramento. <![CDATA[<b>Recent health services reform in Quebec Province, Canada</b>: <b>on the frontier of preserving a public system</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper analyzes recent changes in the Canadian health system through a case study of Quebec. As the last Province to adopt federal principles of universal coverage, comprehensiveness, and public management, its reform, conducted in 1971, met these objectives by means of key innovations. In the 1980s and early 90s, a process of health services evaluation in this Province and in Canada as a whole launched a period of extensive changes. The relevant measures are described herein: decentralization and regional management, "clinical shift", selective reduction in the supply of services, and new mechanisms for resource allocation and social control. There is a tendency towards an environment of public competition, but the approach that was adopted for regulation does not correspond to the main models from central countries. Within a scenario of budget constraints, technocratically-defined measures allowed for the settlement of benefits, preserving the system's main guidelines. This evidence is one of the main contributions of comparative analysis to health system reform in peripheral countries. The study identifies the relationships between these measures and a worldwide trend towards cost control and macroeconomic adjustment policies, discussing the relevant implications for health services.<hr/>O trabalho analisa mudanças recentes no sistema de saúde canadense por meio do estudo de caso do Quebec. Última província a adotar princípios federais de universalização, integralidade e gestão pública, sua reforma realizada em 1971 ultrapassou esses objetivos com características inovadoras. Na década de 80 e início dos anos 90, ocorrem avaliações nessa província e no conjunto canadense, iniciando-se um período de transformações. As principais medidas em curso são descritas: descentralização e gestão regional, virada ambulatorial, redução seletiva da oferta, novos mecanismos de alocação de recursos e de controle social. Observa-se uma tendência para um ambiente de competição pública, mas o modo de regulação adotado não corresponde aos principais modelos discutidos para países centrais. Em um cenário de restrições orçamentárias, medidas tecnocraticamente definidas permitiram acomodar interesses, preservando princípios norteadores do sistema. Essa constatação é uma contribuição importante da análise comparada para reformas de países periféricos. Relações dessas medidas com a tendência de controle de custos e políticas de ajustes são apontadas, discutindo-se implicações nos serviços. <![CDATA[<b>Developing the hospital's mission to facilitate organizational change</b>: <b>limits and possibilities</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en The author begins by discussing the field of General Administration Theory vis-à-vis the defining role of "organizational goals" within an overall change process in organizations. While admitting the validity of some challenges raised by certain authors who deny the possibility of establishing a "single" direction for the organization by explicitly outlining its formal or official goals, the author presents and discusses his experience in defining the mission in the health sector as a way to implement organizational goals. This definition is meant as a strategy to improve communications among health team members and to a culture of responsibility when dealing with health service users.<hr/>O autor, inicialmente, apresenta algumas considerações encontradas no campo da Teoria Geral da Administração, sobre o papel da definição de "objetivos organizacionais" em um processo de mudança das organizações em geral. Mesmo reconhecendo a validade de parte do questionamento feito por certos autores que, no limite, negam a possibilidade de se imprimir "uma" direcionalidade para a organização com base na explicitação dos seus objetivos formais ou oficiais, o autor apresenta e discute sua experiência, no setor saúde, de definição da missão (uma forma de "tradução" de objetivos organizacionais) como estratégia de melhorar a comunicação dentro da equipe e da criação de uma cultura de responsabilidade frente ao usuário. <![CDATA[<b>Intermunicipal Health Consortiums and the Brazilian Public Health System</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Municipalities (or counties) in the interior of Brazil have encountered difficulties in implementing the public health system as regulated by the 1988 National Constitution. The lack of human and financial resources, accessible technology, and adequate physical infrastructure, plus the remote location of public health facilities, constitute the most common obstacles that have led municipal managers to seek administrative alternatives. Intermunicipal Health Consortiums have been formed within that framework and present an innovative approach to the administration of the Brazilian public health system. This study describes the current status of the Health Consortiums and their distribution and organization in different regions of the country. This administrative strategy has been used mainly in small municipalities, especially in States from the Southeast and South. The strategy involves different interests and forms of implementation.<hr/>Os municípios do interior do Brasil têm enfrentado dificuldades na implementação do Sistema Único de Saúde, regulamentado na Constituição de 1988. A falta de recursos humanos e financeiros, a dificuldade de acesso a uso de tecnologias e a inexistência de estruturas físicas adequadas, além da distância que dificulta o atendimento à saúde, são os entraves mais comuns, que levam os dirigentes municipais a procurar alternativas de gestão. Os Consórcios Intermunicipais de Saúde surgem nesta perspectiva, apresentando-se como uma prática de gestão inovadora no sistema de saúde no Brasil. Este estudo descreve a situação atual dos consórcios de saúde, sua distribuição e organização nas diferentes regiões do país. Esta modalidade de gestão é utilizada principalmente em municípios pequenos e tem uma grande concentração nos estados do Sudeste e Sul do Brasil. Seu desenvolvimento é mediado por diferentes interesses e formas de implantação. <![CDATA[<b>Key aspects of sexual behavior and safer sex practice among men from the city of São Paulo</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Heterosexual relations currently constitute the predominant route of HIV transmission to women in Brazil. Few studies have approached male sexual behavior taking women into account. This study included 597 men ages 21 to 50 in São Paulo city and explored several aspects pertaining to safer sex, such as sexual partners, knowledge of sexually transmitted diseases (STDs)/AIDS, risk perception, and protective practices aimed at AIDS prevention. The results showed that, similar to other countries, the proportion of men who have sex with men is low (5%), that younger men adopt more protective behavior than older men regarding multiple partners and condom use, that knowledge of AIDS is widespread (but that there is still a lack of knowledge concerning STDs in general), and that although risk perception increases protective behavior, presumption of the partner's behavior influences this perception, placing men and women in a vulnerable situation.<hr/>A via heterossexual é atualmente o modo dominante de transmissão do HIV em mulheres no Brasil. Poucos estudos têm abordado o comportamento sexual masculino heterossexual. Um estudo realizado com 597 homens de 21 a 50 anos na cidade de São Paulo explorou vários aspectos relativos ao sexo mais seguro, tais como parceiras sexuais, conhecimento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST)/AIDS, percepção de risco e práticas auto protetoras, visando assim contribuir para a prevenção da AIDS. Os resultados mostram que, à semelhança de outros países, a proporção de homens que se engajam em práticas sexuais com outros homens é pequena (5%), que maior proporção de jovens têm um comportamento de auto proteção, seja em relação à múltiplas parcerias simultâneas ou ao uso do preservativo, que o conhecimento sobre a AIDS é muito difundido, mas sobre as DST é bem menor; que embora a percepção de risco aumente o comportamento de auto proteção, a presunção do comportamento da parceira influencia esta percepção de risco colocando em situação vulnerável homens e mulheres. <![CDATA[<b>Interaction of work demands in the genesis of mental suffering</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Current working conditions and new forms of work organization are affecting workers' health in numerous ways which can only be explained by more complex theories and methodologies than those used traditionally. The authors analyze some important elements of the work process and the interaction among work demands as determinants of mental and psychosomatic disorders and fatigue (MPDF) among workers in a Mexican industrial plant. The workers studied (n = 830) were male, with a mean age of 32. MPDF represent one-third of the disease burden among these workers. An association was observed with the number of years worked, type of activity, and job area. Job-related demands and work organization, including excessive work, strict supervision, dangerous work, unnatural positions, and intense and hard physical labor were also closely related to these conditions. The most relevant problem is the combination of many different demands. Interaction among the combinations was found to be additive or synergistic. In the latter condition the risk of morbid effects increases beyond merely an additive effect.<hr/>Las actuales condiciones de trabajo y las nuevas formas de organización laboral tienen diversos efectos en la salud de los trabajadores, lo que obliga a explicarlos con teorías y metodologías más complejas que las tradicionales. Se analizan algunos elementos del proceso de trabajo y la interacción de exigencias laborales como determinantes de trastornos mentales, psicosomáticos y fatiga (TMPF) en trabajadores de una industria mexicana. Los obreros estudiados (n = 830) fueron del sexo masculino, con promedio de edad de 32 años. Los TMPF representan una tercera parte del total de la patología de estos trabajadores. Se encontró asociación con el tipo de actividad y el área de trabajo. Las exigencias derivadas del trabajo y de la organización laboral tales como demasiado trabajo, supervisión estricta, trabajo peligroso, posiciones forzadas y esfuerzo físico intenso muestran también una estrecha relación con estos padecimientos y, en menor medida, la rotación de turnos y el doble turno. El problema encontrado como más relevante fue la combinación de múltiples exigencias. Estas combinaciones se manifestaron en forma de interacción sinérgica o aditiva; la primera potencia el riesgo de que suceda un efecto mórbido, mientras que la segunda lo suma. <![CDATA[<b>Analysis of planning as a mediating device for institutional changes, based on a case study</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400020&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study analyzes the role of planning technologies in a changing institutional environment in which they are involved as a space for mediation. This is a qualitative study, in which planning technologies were compared with theoretical landmarks in public health. A case study was conducted at the Cândido Ferreira Health Service in Campinas, São Paulo State, Brazil. By way of conclusions, the author proposes a methodological approach to stimulate the use of planning technologies as a device for institutional change. The focus is on the importance of planning in establishing a dialogue with other theoretical corpora, such as institutional analysis, psychoanalysis, and public health.<hr/>Este trabalho analisa o papel de tecnologias de planejamento num contexto de mudança institucional, situando-as no espaço de mediação. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo, na qual se analisaram tecnologias de planejamento em relação a um referencial teórico da saúde coletiva, valendo-se de um estudo de caso sobre o Serviço de Saúde Cândido Ferreira (Campinas, São Paulo). Esboça-se uma proposta de abordagem metodológica, visando subsidiar tecnologias de planejamento como dispositivo viabilizador de mudanças institucionais. Enfatiza-se a importância de a área do planejamento dialogar com outros corpos teóricos: análise institucional, psicanálise, saúde pública etc. <![CDATA[<b>Differences between neonatal mortality and stillbirth rates in Brazil</b>: <b>a study based on the Unified Health System (SIH/SUS) Hospital Information System</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400021&lng=en&nrm=iso&tlng=en The main objective of this article is to estimate stillbirth and neonatal mortality rates in Brazilian States based upon the country's Hospital Information System. Analysis of 1995 data reveals contrasting rates between the various regions of the country. In order to elucidate the States' different rates, we focused on the association between indicators of coverage, utilization, and access to the Unified Health System (SUS). The results for the neonatal period mostly showed higher early neonatal mortality rates when compared to late neonatal mortality rates, higher neonatal mortality rates in the States comprising the South and Southeast regions, less variable rates between those States, and extremely low rates in some States of the North, Central-West, and Northeast regions. The limited supply of SUS services and low access to same are relevant constraints on health care for the population in the North and Northeast. Aspects related to quality of childbirth and neonatal care are also reflected in the rates studied. The findings suggest that spatial and temporal monitoring of these rates could provide analytical support for organizing the Maternal and Child Health Program.<hr/>Este trabalho tem como objetivo estimar as taxas de natimortalidade e mortalidade neonatal a partir do SIH/SUS nas Unidades da Federação para o ano de 1995. Observaram-se os contrastes regionais entre as taxas estudadas. As diferenças entre os Estados foram apreciadas quanto à associação com indicadores de cobertura, de utilização e de acesso aos serviços do SUS. Os resultados correspondentes às taxas do período neonatal revelam: predominância de valores mais elevados para o componente neonatal precoce; maior homogeneidade e maiores valores dos coeficientes de mortalidade neonatal para as Unidades Federadas que integram as regiões Sul e Sudeste; valores extremamente baixos para alguns Estados das regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Observou-se que a baixa oferta e o acesso limitado aos serviços do SUS são restrições relevantes para a população residente nas regiões Norte e Nordeste. Aspectos relacionados à qualidade da assistência ao parto e ao recém-nascido, igualmente, estão refletidos nas taxas em estudo. Os achados sugerem que o monitoramento espaço-temporal das taxas hospitalares pode fornecer subsídios importantes para a organização do programa materno-infantil. <![CDATA[<b>Maternal age, social changes, and pregnancy outcome in Ribeirão Preto, southeast Brazil, in 1978-79 and 1994</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400022&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study focused on changes in demographic, social, and health-care patterns and pregnancy outcome related to maternal age from 1978-79 to 1994 in Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil. Information on pregnancy outcome was obtained from two cohorts of singleton live births, 6,681 births in 1978/79 and 2,839 births in 1994. A standardized questionnaire was submitted to mothers after delivery, and demographic information was collected from official records. There was a significant increase in teenage pregnancies (from 5.1% to 7.4%) and a decrease in infant mortality (36/1,000 to 17/1,000). There were significant decreases in the proportion of mothers with low schooling (24.5% to 14.4%), smoking (28.9% to 21.%), and multiparity (14.7% to 9.0%). Prenatal coverage improved (from 23.4% to 9.0% of patients with fewer than 4 prenatal visits), while cesareans increased (from 30.6% to 50.8%), as did preterm delivery (7.2% to 13.6%) and low birthweight (7.2% to 10.6%). Despite significant improvements in some maternal characteristics, the proportion of teenage pregnancies, preterm deliveries, low birthweight, and cesareans increased, raising concerns about the health costs and consequences for mothers and infants.<hr/>Foram estudadas as mudanças nos padrões demográficos, sociais e de atenção à saúde e prognóstico da gestação relacionados com a idade materna, entre 1978-79 e 1994, em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. As informações sobre a gestação foram obtidas de duas coortes de recém-nascidos vivos de parto único hospitalar, 6.681 nascimentos em 1978/79 e 2.839 em 1994. Um questionário padronizado foi aplicado às mães após o parto e informações demográficas foram coletadas de fontes oficiais. Houve aumento significante da gravidez na adolescência (5,1% para 7,4%) e decréscimo na mortalidade infantil (36/1.000 para 17/1.000). Ocorreu diminuição na proporção de mães com baixo nível educacional (24,5% para 14,4%), fumantes (28,9% para 21,0%) e multíparos (14,7% para 9,0%). Houve melhora na cobertura do pré-natal (23,4% para 9,0%, com menos de 4 consultas) e aumento de parto cesáreo (30,6% para 50,8%), de parto pré-termo (7,2% para 13,6%) e de baixo peso ao nascer (7,2% para 10,6%). Apesar das melhorias, elevou-se a proporção de mães adolescentes, partos pré-termo, baixo peso ao nascer e cesarianas, trazendo preocupação quanto ao custo para a saúde e às conseqüências para mães e crianças. <![CDATA[<b>Hospitalization for bronchiolitis: a risk factor for recurrent wheezing</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400023&lng=en&nrm=iso&tlng=en This longitudinal study evaluated the role of hospitalization for acute bronchiolitis as a risk factor for recurrent wheezing. Participants were children from a 1993 cohort in a southern Brazilian city. Hierarchical multivariate analysis showed that previous hospitalization for bronchiolitis was the most important risk factor for recurrent wheezing, with an odds ratio of 4.9. This strong association is consistent with a casual relationship hypothesis.<hr/>Foi realizado um estudo longitudinal para avaliar o papel da hospitalização por bronquiolite aguda como fator de risco para sibilância recorrente. Os participantes foram crianças de uma cidade no sul do Brasil, pertencentes à coorte de 1993. A análise multivariada hierarquizada mostrou que a hospitalização prévia por bronquiolite foi o fator de risco mais importante para sibilância recorrente, com uma razão de produtos cruzados de 4,9. Esta forte associação é consistente com a hipótese de relação causal. <![CDATA[<b>Trends and spatial distribution of mortality from external causes in Salvador, Bahia State, Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Since 1980, external causes (ICD-9 E800-E999) have been ranked as the second leading causal group for mortality in Brazil, thus becoming a major public health problem. This study aimed to describe spatial distribution trends for violent deaths in the urban setting of Salvador, a city in Northeast Brazil, for the years 1988, 1991, and 1994. An ecological study was conducted, and mortality data were obtained from death certificates and the archives of the Institute for Forensic Medicine. There was an increase of 34.6% in the number of deaths from external causes between 1988 and 1994. The highest mortality rates were among men from 20 to 29 years of age (from 192.0 to 262.0/100,000) and those 65 years and over (from 188.7 to 258.1/100,000). Homicides were the leading cause of violent deaths in about 75.0% of neighborhoods. The authors discuss the need for comprehensive public policies and an interdisciplinary approach to elucidate the causes and deal with the problem of violence.<hr/>A partir de 1980, as mortes violentas vêm se destacando como segunda principal causa de óbito no Brasil, tornando-se um importante problema de saúde pública. Este trabalho tem como objetivo descrever a evolução e a distribuição espacial das mortes violentas no espaço urbano de Salvador, uma cidade do Nordeste do Brasil, nos anos de 1988, 1991 e 1994. Trata-se de um estudo ecológico, cujos dados de mortalidade foram obtidos das Declarações de Óbito e dos arquivos do Instituto Médico Legal. Observou-se um aumento de 34,6% no número de mortes violentas entre os anos de 1988 e 1994. As maiores taxas de mortalidade ocorreram no sexo masculino nas faixas etárias de 20-29 (192,0 a 262,0/100.000) anos e de 65 anos ou mais (188,7 a 258,1/100.000). Os homicídios destacaram-se como primeira causa de morte em cerca de 75% dos distritos sanitários. Os autores discutem a necessidade de políticas públicas integradas e um conhecimento interdisciplinar para explicar as causas e enfrentar o problema da violência. <![CDATA[<b>Capture-recapture methodology</b>: <b>an option for surveillance of non-communicable diseases in the elderly</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Capture-recapture methodology is used in Ecology to estimate the total size of wild animal populations. This method can be used in Epidemiology to estimate the incidence and prevalence of communicable and non-communicable diseases in a relatively inexpensive and quick way. Surveillance systems based on the use of this methodology are a potential alternative for monitoring non-communicable diseases in Brazil. This paper presents a brief review of fundamental capture-recapture methodology and its applications to Epidemiology. We also present a theoretical model for implementation of a diabetes mellitus surveillance system in the elderly using publicly available morbidity and mortality data sources and the capture-recapture methodology.<hr/>A metodologia de captura-recaptura é utilizada na área da ecologia para a estimativa do tamanho de populações de animais selvagens. Esta técnica pode ser empregada no âmbito da epidemiologia para a obtenção de estimativas de doenças transmissíveis e não transmissíveis em uma forma relativamente barata e rápida. Sistemas de vigilância baseados na utilização desta metodologia representam uma alternativa potencial para o monitoramento de doenças não transmissíveis em nosso meio. Este artigo apresenta uma revisão sucinta dos fundamentos da metodologia de captura-recaptura e de suas aplicações no âmbito da epidemiologia. Adicionalmente, é apresentado um modelo teórico para a implantação de um sistema de vigilância do diabetes mellitus na população idosa baseado na utilização de fontes de morbidade e mortalidade usualmente disponíveis em nosso meio e na aplicação da metodologia de captura-recaptura. <![CDATA[<b>Curve of normal estimated fetal weight values by ultrasound according to gestation age</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400026&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJECTIVE: to evaluate the evolution of estimated fetal weight in normal pregnancies in Campinas, Brazil, between 20 to 42 weeks. DESIGN AND METHODS: A descriptive study was performed, including 2,874 normal pregnant women studied through routine obstetric ultrasound with fetal biometry, using the Hadlock (1991) formula for fetal weight estimation. Data were evaluated by fitting a curve with the 10th, 50th, and 90th percentiles of fetal weight for gestational age, subsequently submitted to a smoothing procedure by quadratic polynomial adjustment. RESULTS: the 50th percentile was 368g at 20th week, 1,512g at 30th, and 3,417g at 42nd week. There was a mean weight increase of 200g per week from the 27th to 38th week, when the gain decreased. CONCLUSIONS: The availability of a Brazilian curve of normal estimated fetal weight will allow for prenatal ultrasound diagnosis of deviations.<hr/>Este trabalho teve por objetivo avaliar a evolução do peso fetal estimado em gestações normais de 20 a 42 semanas. Quanto ao desenho e métodos empregados na pesquisa, realizou-se estudo descritivo de um universo constituído por 2.874 gestantes normais da cidade de Campinas, efetuando-se exame ultra-sonográfico obstétrico de rotina com medida da biometria fetal e utilizando-se, para o cálculo do peso fetal, a fórmula de Hadlock et al. (1991). Calcularam-se os valores dos percentis 10, 50 e 90 do peso fetal, por idade gestacional, com construção de curva posteriormente alisada mediante ajuste polinomial de 2º grau. Como resultado, obteve-se que o valor do percentil 50 foi de 368 gramas na 20ª semana, 1.512 gramas na 30ª semana, atingindo 3.417 gramas na 42ª semana. Constatou-se ter havido ganho médio de 200 gramas de peso por semana, de 27 a 38 semanas, a partir de quando o incremento diminuiu. Concluiu-se que a disponibilidade de curva brasileira do peso fetal estimado normal permitirá o diagnóstico pré-natal de seus desvios pela ultra-sonografia. <![CDATA[<b>Level of physical activity in adolescents from Niterói, Rio de Janeiro, Brazil </b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400027&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study focused on levels of physical activity (PA) in adolescents from Niterói, Rio de Janeiro. Adolescents (n = 325) from the public school system filled out the physical activity questionnaire (PAQ-C) developed by Crocker et al. (1997). Anthropometric data (body mass, stature, and body mass index) and television (TV) viewing time were also assessed. Mean PAQ-C scores were 2.3±0.6 and 2.0±0.6 for males and females, respectively (p < 0.01). Mean TV times were 4.4 h/day and 4.9 h/day for males and females, respectively. The most popular PA was soccer for boys and soccer and walking for girls. Adolescents in the sample tended to be more active on weekends as compared to weekdays. PAQ-C scores classified 85% of boys and 94% of girls as inactive individuals. These results pose a concern as to the high prevalence of inactivity in this age group, which increases the probability of inactive adults. However, other studies are needed to investigate PA throughout adolescence and the determinants of PA in Brazilian adolescents.<hr/>O presente estudo teve como objetivo investigar o nível de atividade física (AF) de adolescentes de Niterói, Rio de Janeiro. Alunos (n = 325) da rede pública de ensino tiveram seus AF avaliados pelo questionário de Crocker et al. (1997), PAQ-C. Dados antropométricos (massa corporal, estatura e índice de massa corporal) e horas que assistem à televisão (TV) também foram coletados. As médias dos escores do PAQ-C foram 2,3 e 2,0 para meninos e meninas, respectivamente (p < 0,01). A média de TV foi de 4,4 e 4,9 horas/dia para os sexos masculino e feminino. As atividades físicas mais praticadas foram o futebol entre os meninos e a caminhada entre as meninas. Os adolescentes apresentaram maior nível de atividade nos finais de semana em comparação aos dias de semana. Os valores do PAQ-C classificaram 85% dos meninos e 94% das meninas como sedentários. Os resultados encontrados alertam para a alta prevalência de sedentarismo neste grupo, aumentando a probabilidade de adultos sedentários. No entanto, outros estudos devem ser desenvolvidos para determinação de AF durante toda a adolescência e dos fatores determinantes da atividade física regular. <![CDATA[<strong>The role of dentistry in the interdisciplinary team</strong>: <strong>contributing to comprehensive health care for the elderly </strong>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400028&lng=en&nrm=iso&tlng=en This literature review focuses on dentistry's role in comprehensive health care for the elderly. The authors discuss the need for an interdisciplinary approach. They begin by analyzing the current situation in geriatric dentistry and related problems in Brazil, relating primarily to the lack of specific studies and human resources with training in geriatrics and gerontology. The authors emphasize interactions between dentistry and other health professions for health promotion, specific prevention, and rehabilitation of elderly patients, with special attention to the importance of communication and information exchange.<hr/>Este trabalho bibliográfico teve por objetivo discutir a atuação da odontologia na atenção integral à saúde do idoso, considerando-se a necessidade da abordagem interdisciplinar. É apresentada a atual situação da odontologia geriátrica e os problemas que ocorrem no Brasil pela falta de estudos específicos e de recursos humanos capacitados em geriatria e gerontologia dentro da odontologia. São destacadas as interações entre as diversas profissões de saúde e a odontologia, para a promoção de saúde, prevenção específica e reabilitação de pacientes idosos, com ênfase na importância da comunicação e troca de informações. <![CDATA[<b>Breastfeeding in two Brazilian State capitals</b>: <b>a comparative analysis</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400029&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper describes rapid assessment of infant feeding practices based on surveys conducted on National Immunization Day in the cities of Florianópolis and João Pessoa, Brazil. Two different infant feeding patterns emerge clearly in the data analysis. Most infants begin breastfeeding, but exclusive breastfeeding (EBF) from 0-4 months (46.3% in Florianópolis and 23.9% in João Pessoa) and timely complementary feeding rates (32.2% in Florianópolis and 24.8% in João Pessoa) are below recommended standards. EBF and breastfeeding duration medians were 53 and 238 days, respectively, in Florianópolis and 16.5 and 195 days, respectively, in João Pessoa. The results pointed to increasing breastfeeding rates and duration medians in Florianópolis as compared to João Pessoa. Use of these data could improve planning and monitoring of breastfeeding activities and infant nutrition policies.<hr/>Este artigo descreve a análise dos resultados de diagnóstico rápido das práticas de alimentação infantil valendo-se de inquéritos realizados em amostras de crianças menores de um ano em Dias Nacionais de Vacinação, nas cidades de Florianópolis e João Pessoa. A análise de dados sugere existência de processos diferenciados dessas práticas nas cidades estudadas. A maioria das crianças inicia a amamentação, mas a prevalência do aleitamento materno exclusivo (AME) em menores de quatro meses de idade (46,3% em Florianópolis e 23,9% em João Pessoa) e de alimentação complementar oportuna (32,2% em Florianópolis e 24,8% em João Pessoa) encontram-se aquém das metas preconizadas. As medianas de duração de AME e de amamentação foram de 53 e 238 dias, respectivamente, em Florianópolis e, 16,5 e 195 dias, respectivamente, em João Pessoa. A situação é melhor em Florianópolis quando comparado com João Pessoa. Espera-se que esses resultados sirvam de base para monitorar a evolução dos indicadores e planejar ou redirecionar as atividades pró-amamentação e as políticas nutricionais. <![CDATA[<b>The Brazilian Drug Information System - SISMED</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400030&lng=en&nrm=iso&tlng=en This paper describes the professional profile of pharmacists as specialists in drug information. Drug Information (DI) and Drug Information Centers (DIC) are defined. The fundamental activity of a DIC should be that of providing passive information or answering questions. The advantage of a DIC network is discussed, and strategies to implement the Brazilian Drug Information System (SISMED) are presented: investment in professional specialization and regular meetings of DIC coordinators to exchange experiences. The different DICs work within a cooperative protocol. Four training courses have been held, resulting in the rapid development of Brazil's national DIC network. Two national meetings of DIC professionals have helped strengthen the Brazilian Drug Information System.<hr/>Foram descritas as atividades do farmacêutico especialista em informação sobre medicamentos (IM) e caracterizados os Centros de Informação sobre Medicamentos (CIMs), deixando claro o que não são e o que são - mitos e fatos. Foram apresentadas as definições de IM e de CIMs e apresentadas as atividades usuais dos Centros, destacando a informação passiva como atividade fundamental. Foi apresentado o Sistema Brasileiro de Informação sobre Medicamentos (SISMED), uma rede de CIMs integrados através de um Protocolo de Cooperação que estabelece os requisitos mínimos para o funcionamento dos CIMs e os mecanismos de cooperação entre os Centros participantes. As estratégias para a formação do SISMED foram a capacitação de recursos humanos e encontros dos responsáveis pelos CIMs. O treinamento de recursos humanos através de quatro cursos, deu suporte à implantação rápida de CIMs pelo Brasil, preenchendo importante lacuna, e consolidando definitivamente esta atividade no país, dentro dos preceitos adotados mundialmente. Os encontros periódicos dos que trabalham nos CIMs fortaleceram os Centros, e consequentemente, o SISMED. <![CDATA[<b>Malaria in Sucre State, Venezuela</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400031&lng=en&nrm=iso&tlng=en The author reviews the malaria research program in Sucre State, Venezuela, taking an ecosystem approach. The goal was to determine which methods could have been introduced at the onset that would have made the study more ecological and interdisciplinary. Neither an ecosystem approach nor integrated disease control were in place at the time of the study. This study began to introduce an ecosystem approach when two contrasting ecosystems in Sucre State were selected for study and vector control methods were implemented based on research results. The need to have a health policy in place with an eco-health approach is crucial to the success of research and control. The review suggests that sustainability is low when not all the stakeholders are involved in the design and implementation of the research and control strategy development. The lack of community involvement makes sustainability doubtful. The author concludes that there were two interdependent challenges for malaria control: development of an ecosystem approach for malaria research and control, and the implementation of an integrated disease control strategy, with malaria as one of the important health issues.<hr/>O autor faz uma revisão do programa de pesquisa sobre malária no Estado de Sucre, Venezuela, à luz de uma abordagem ecossistêmica. O objetivo era determinar quais métodos poderiam ter sido introduzidos no início do estudo para torná-lo mais ecológico e interdisciplinar. A fase inicial do estudo não incluía uma abordagem ecossistêmica ou controle integrado da doença, que só foram incorporados quando dois ecossistemas contrastantes no Estado de Sucre foram selecionados para pesquisa, junto com um método de controle de vetores com base nos resultados. Uma política de saúde bem-definida com uma abordagem ecossistêmica é crucial para o sucesso de uma estratégia de pesquisa e controle. Esta revisão sugere que a sustentabilidade é baixa se todos os atores não estiverem envolvidos no desenho e implementação das estratégias de pesquisa e controle. A falta de participação comunitária coloca em cheque a sustentabilidade das intervenções. Conclui-se que havia dois desafios interdependentes para o controle da malária no Estado de Sucre: o desenvolvimento de uma abordagem ecossistêmica para pesquisa e controle da malária e a implementação de uma estratégia integrada de controle de doenças, em que a malária seria uma das principais questões sanitárias. <![CDATA[<B>On the Brazilian National Medical Course Examination</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400032&lng=en&nrm=iso&tlng=en In Brazil, implementation of the so-called "Provão", or National Medical Course Examination, has raised numerous levels of discussion. This article aims to identify patterns in some of the more controversial issues: whether the Exam is really an instrument for evaluation of medical courses themselves, or that of future physicians; adequacy of assumptions underlying the questions as formulated; and lack of precision in the questions.<hr/>A implementação, no Brasil, do Exame Nacional de Cursos, conhecido como Provão, vem suscitando debates de distinta natureza. Este artigo tem como objetivo contribuir para esse debate, apontando, com base nas provas aplicadas, sua ambivalência entre se constituir num instrumento de avaliação dos cursos médicos e/ou dos futuros profissionais médicos, até destacar questões sobre imprecisões e pressupostos presentes na formulação das perguntas. <![CDATA[<b>Race and inequality among women</b>: <b>an example in southern Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400033&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study uses epidemiological data to investigate socioeconomic proportions of distinctions raised by "racism" in Brazilian society. A population-based cross-sectional study was conducted with a sample of 2,779 women ages 14 through 49, living in a southern Brazilian city. Black and mixed-race women had less schooling, lower family income, and worse housing conditions than white women. They also used contraceptive methods less frequently, had more children, and had higher spontaneous abortion and stillbirth rates than white women. Virtually all of the results show a linear relationship between such categories, i.e., the "darker" the woman's skin color, the worse her socioeconomic and reproductive conditions. We also observed that black women were either separated, divorced, or widowed, another apparent factor for black women's impoverishment, related mainly to their limited employment opportunities. The results of the current study indicate that racial relations among women are an issue that should foster a discussion concerning citizenship in Brazil.<hr/>Através de dados epidemiológicos este estudo pretende evidenciar as proporções sócio-econômicas das distinções criadas pelo "racismo contemporizador" da sociedade brasileira. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 2.779 mulheres, de 15 a 49 anos vivendo em uma cidade no sul do Brasil. As mulheres negras e pardas apresentaram menor escolaridade, renda familiar, piores condições de moradia do que as mulheres brancas. Ao mesmo tempo, usavam menos métodos contraceptivos, tinham mais filhos e apresentavam maior perda fetal do que as mulheres brancas. Chama a atenção que praticamente todos esses resultados apresentaram tendência linear entre as categorias, isto é, à medida que havia um "escurecimento" da pele, piores ficavam as condições sócio-econômicas das mulheres. Também foi observado que as mulheres negras eram mais separadas, divorciadas ou viúvas, evidenciando mais um aspecto de pauperização das mulheres negras, principalmente pelo limitado acesso dessas ao mercado de trabalho. Os resultados deste estudo demostram que as relações raciais entre as mulheres são uma problemática que deve permear a discussão sobre cidadania no Brasil. <![CDATA[<b>The health-illness process and health care from the perspective of child care providers</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400034&lng=en&nrm=iso&tlng=en This article presents a case study of a public daycare center for low-income children in the city of São Paulo. Anthropological analysis focused on the organization and use of space, daily care, and rules of hygiene, reflecting values used by adults to organize social reality.<hr/>Este artigo apresenta um estudo de caso realizado em creche pública que é administrada por uma entidade filantrópica e atende a população de baixa renda da periferia da cidade de São Paulo. O uso e a organização do espaço, a rotina de cuidados e as regras de higiene adotadas, quando analisadas à luz da antropologia, revelam os valores pelos quais os adultos ordenam o seu mundo social. <![CDATA[<b>Reflections on health promotion in the Brazilian context</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400035&lng=en&nrm=iso&tlng=en This article presents a case study of a public daycare center for low-income children in the city of São Paulo. Anthropological analysis focused on the organization and use of space, daily care, and rules of hygiene, reflecting values used by adults to organize social reality.<hr/>Este artigo apresenta um estudo de caso realizado em creche pública que é administrada por uma entidade filantrópica e atende a população de baixa renda da periferia da cidade de São Paulo. O uso e a organização do espaço, a rotina de cuidados e as regras de higiene adotadas, quando analisadas à luz da antropologia, revelam os valores pelos quais os adultos ordenam o seu mundo social. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400036&lng=en&nrm=iso&tlng=en http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2000000400037&lng=en&nrm=iso&tlng=en