Scielo RSS <![CDATA[Cadernos de Saúde Pública]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=0102-311X20080011&lang=en vol. 24 num. 11 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<b>Evaluation of graduate studies in Brazil and its impact on national scientific journals</b>: <b>an alert!</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Health surveillance</B>: <B>proposal for a tool to evaluate technological arrangements in local health systems</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en In order to identify the various meanings ascribed to health surveillance, the authors conducted a systematic review of articles published from January 1990 to August 2005 in the following databases: LILACS, SciELO, CAPES, MEDLINE, and Web of Science. A total of 144 abstracts were read and 18 full texts of Brazilian articles were selected for in-depth analysis, leading to the design of a typology for technological arrangements related to the various meanings: (i) traditional epidemiological surveillance, with communicable diseases as the main object; (ii) public health surveillance, as the municipal component of the national health surveillance system; and (iii) health surveillance, a technological mode of organizing health practices in a given territory. The proposed typology can contribute to research on surveillance practices in local health systems. It can also serve as a template for data collection and analysis. The meanings ascribed to the three types are discussed in light of public health's historical development as a field.<hr/>Com o objetivo de identificar os significados dos diversos termos empregados acerca da vigilância em saúde, realizou-se uma revisão sistemática da bibliografia especializada sobre o tema, no período compreendido entre janeiro de 1990 a agosto de 2005, nas bases de dados do LILACS, SciELO, banco de teses da CAPES, MEDLINE e Web of Science. A análise de 144 resumos e de 18 textos exemplares selecionados na literatura nacional permitiu a elaboração de uma matriz com a caracterização de três tipos ideais de arranjos tecnológicos possíveis em sistemas municipais de saúde: (i) vigilância epidemiológica tradicional, com as doenças transmissíveis como objeto; (ii) vigilância em saúde pública, componente municipal do sistema nacional de vigilância em saúde; e (iii) vigilância da saúde, um modo tecnológico de organização das práticas de saúde em um dado território. A matriz proposta poderá contribuir para a realização de investigações sobre a implantação de práticas de vigilância em sistemas locais de saúde, norteando a coleta e análise dos dados. São discutidos os significados dos três tipos encontrados frente à constituição histórica do campo da saúde coletiva e da vigilância em particular. <![CDATA[<B>Fertility of indigenous women in Minas Gerais State, Brazil</B>: <B>an analysis using the 2000 census</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en As populações indígenas aldeadas no Brasil apresentam alta taxa de fecundidade total (TFT), sendo que em alguns casos é observado o crescimento destas taxas ao longo do tempo. Já os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam um declínio da TFT da população autodeclarada indígena, independente da situação de domicílio (urbano, rural e rural específico). Este trabalho utiliza dados do Censo Demográfico 2000 para descrever e comparar a estrutura e o nível da fecundidade de período e coorte das mulheres autodeclaradas indígenas residentes em Minas Gerais, Brasil. Foram calculadas as taxas específicas de fecundidade (TEF), a TFT de período para o ano 2000 e a TFT de coorte para mulheres com cinqüenta anos e mais de idade. Os resultados mostram que as mulheres autodeclaradas indígenas residentes em Minas Gerais experimentaram um passado de alta fecundidade, independente da situação de domicílio. Concluiu-se que o uso do Censo Demográfico 2000 é uma importante fonte de dados para os estudos sobre populações indígenas no Brasil, tanto pelo seu alto grau de cobertura quanto pela riqueza das informações coletadas.<hr/>Indigenous populations living in villages in Brazil have presented high total fertility rates (TFR) that have increased over time in some cases. Meanwhile, data from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) or National Census Bureau show a decline in the TFR for the total self-declared indigenous population (combining urban, rural, and specific rural residence). The current study uses data from the 2000 Population Census to describe and compare the structure and level of period fertility for the cohort of self-declared indigenous women living in the State of Minas Gerais. We calculated age-specific fertility rates (ASFR), the period TFR for 2000, and the cohort TFR for women 50 years and older. According to the findings, self-declared indigenous women living in Minas Gerais experienced high fertility in the past, regardless of their place of residence. In conclusion, the 2000 Population Census is an important data source for studies on indigenous populations in Brazil, based on the high coverage and wealth of information. <![CDATA[<B>Alcohol, tobacco, and other drug use by teenage students in a city in Southern Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve como objetivo estudar o comportamento dos estudantes do ensino público municipal de Gravataí, Rio Grande do Sul, Brasil, em relação ao consumo de álcool, tabaco e outras drogas, investigando fatores associados. Foi utilizado delineamento transversal com amostra aleatória representativa de 1.170 escolares da 7ª série e estratificada por região do município. As associações entre desfechos e fatores em estudo foram testadas com regressão de Cox bivariada, modificada para estudos transversais. Foram encontrados, respectivamente, 60,7%, 16,9% e 2,4% de uso na vida de bebida alcoólica, tabaco e outras drogas. Nos últimos trinta dias, o álcool também apresentou a maior prevalência (33%), seguido pelo tabaco (4,4%) e outras drogas (0,6%). O estudo revelou a importância da família e dos amigos na experimentação das substâncias pelos jovens. A prevalência do uso de tabaco e álcool nos últimos trinta dias esteve associada à presença de sentimentos de tristeza, solidão, dificuldade para dormir e ideação suicida. O consumo de outras drogas esteve associado ao sentimento de solidão e ideação suicida.<hr/>This study analyzes alcohol, tobacco, and other drug use by seventh-graders in municipal schools in the city of Gravataí, Rio Grande do Sul State, Brazil, and associated factors. A cross-sectional school survey was conducted in a representative random sample of 1,170 seventh-graders from municipal schools. The bivariate Cox regression model, modified for cross-sectional studies, was used to evaluate associations between specific factors and outcomes. Prevalence rates for lifetime consumption of alcohol, tobacco, and other drugs were 60.7%, 16.9%, and 2.4%, respectively. Consumption rates in the previous 30 days were: alcohol, 33%; tobacco, 4.4%; and other drugs, 0.6%. The study showed an association with substance use by family and friends. Prevalence of tobacco and alcohol use during the previous 30 days was associated with feelings of sadness, loneliness, insomnia, and suicidal ideation. Use of other drugs was associated with loneliness and suicidal ideation. <![CDATA[<B>Cross-cultural equivalence of three scales used to estimate cardiorespiratory fitness in the elderly</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi realizar a equivalência transcultural de escalas empregadas para a avaliação do nível de atividade física e que são utilizadas como estimativas da aptidão cardiorrespiratória, para posterior utilização em indivíduos idosos. Três escalas foram determinadas após revisão sistemática: Veterans Physical Activity Questionnaire (VSAQ), Rating of Perceived Capacity (RPC) e Physical Activity Rating (PA-R). Para a análise da equivalência, utilizou-se o modelo proposto por Herdman et al. Como parte do processo, a confiabilidade teste-reteste foi avaliada em uma amostra composta por 12 idosos com idade de 74,5 ± 3,5 anos, pelo cálculo dos coeficientes de concordância de Lin (CCL) e de correlação intraclasse (CCI). Detectou-se uma boa reprodutibilidade das escalas com exceção do RPC. Apesar de a quantidade de indivíduos não permitir conclusões mais aprofundadas, os resultados podem indicar necessidade de mudanças na estrutura de algumas escalas originais. Por fim, acredita-se que os resultados obtidos no presente estudo sugerem a adequação das versões das escalas para a língua portuguesa, havendo, todavia, a necessidade de um estudo de validade de critério das escalas.<hr/>This study aimed at establishing the cross-cultural equivalence of scales used to evaluate physical activity level and measure cardiorespiratory fitness, for further application in elderly subjects. Three scales were identified after systematic review: Veterans Physical Activity Questionnaire (VSAQ), Rating of Perceived Capacity (RPC), and Physical Activity Rating (PA-R). The model proposed by Herdman et al. was applied to analyze equivalence. Test-retest reliability was calculated in a sample of 12 elderly subjects (74.5 ± 3.5 years) using Lin's concordance coefficient and intraclass correlation coefficient. Good reproducibility was detected in all scales except RPC. Due to the small sample size, hardly any conclusions can de drawn, but the results point to the need for changes in the original scale's structures. The findings also suggest the adequacy of the scale's Portuguese-language version, although further validity studies appear to be necessary. <![CDATA[<B>Coverage of Pap smear tests in the city of São Leopoldo, Rio Grande do Sul State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo transversal teve por objetivos verificar a cobertura de realização do exame preventivo de câncer do colo do útero e os fatores associados na população de mulheres de 20 a 60 anos residentes na zona urbana de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, durante o ano de 2003. A amostra foi por conglomerados. Foram analisados dois desfechos, a realização de exame preventivo do câncer do colo do útero nos últimos três anos e exame preventivo de Papanicolaou nunca realizado. Entre as 867 mulheres entrevistadas, 741 (85,5%; IC95%: 83,1-87,8) tinham realizado o exame citopatológico do colo uterino nos últimos três anos, 60 (6,9%; IC95%: 5,2-8,6) estavam com o procedimento atrasado e 66 (7,6%; IC95%: 5,8-9,4) nunca o haviam realizado. Na regressão de Poisson foi observada significância para as variáveis: classe econômica, idade, cor da pele, estado civil. Observou-se que apesar da cobertura elevada, os fatores de risco para o câncer de colo uterino não motivaram a realização do exame.<hr/>This cross-sectional study aimed to verify the coverage of Pap smear tests and associated factors in a cluster sample of women 20 to 60 years of age in the city of São Leopoldo, Rio Grande Sul State, Brazil, in 2003. Two outcomes were analyzed: Pap smear in the previous three years and Pap smear never performed. Among 867 women, 741 (85.5%; 95%CI: 83.1-87.8) had a Pap smear in the previous three years, 60 (6.9%; 95%CI: 5.2-8.6) were late with the test, and 66 (7.6%; 95%CI: 5.8-9.4) had never done a Pap smear. Poisson regression showed significant association with: income, age, skin color, and marital status. Although coverage was high, risk factors for uterine cervical cancer were not associated with performing the test. <![CDATA[<B>Repercussions of premature rupture of fetal membranes on neonatal morbidity and mortality</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo foi analisar os fatores associados ao óbito e sobrevida com seqüela em neonatos egressos de gestações que cursaram com amniorrexe prematura. Estudo observacional do tipo coorte histórica analisou prontuários de pacientes que evoluíram com quadro de amniorrexe prematura < 34 semanas de gestação. As variáveis foram cotejadas com os desfechos óbito neonatal e sobrevida com seqüela. Em ambos os grupos os dados foram submetidos à análise bivariada, sendo os valores que exibem significância estatística submetidos à regressão logística. No modelo multivariado final em relação ao óbito fetal tiveram significância estatística: corioamnionite; índice de Apgar < 5 no 5º minuto; peso ao nascimento < 1.000g; e reanimação cardiopulmonar. Quanto à presença de seqüela entre os sobreviventes destacam se: a colonização cervical; persistência do canal arterial; índice de Apgar < 5 no 5º minuto; e peso ao nascimento < 1.000g. Processos infecciosos, extremo baixo peso ao nascer e asfixia periparto são as principais variáveis ligadas aos desfechos estudados entre neonatos egressos de gestações que cursaram com amniorrexe prematura.<hr/>The objective of this study was to analyze factors associated with death and survival with sequelae in neonates after premature rupture of fetal membranes (PROM). An observational historical cohort study analyzed charts of patients with PROM at < 34 weeks gestation. The variables were compared with neonatal death and survival with sequelae as the outcomes. In both groups, the data were submitted to bivariate analysis, and the variables showing significance were submitted to logistic regression. The final multivariate model for fetal death showed statistical significance for the following: chorioamnionitis; 5-minute Apgar score < 5; birth weight < 1,000g; and cardiopulmonary resuscitation. Survival with sequela was associated with: cervical colonization; patent ductus arteriosus; 5-minute Apgar score < 5; and birth weight < 1,000g. Infections, very low birth weight, and peripartum asphyxia were the principal variables associated with the target outcomes among newborns from gestations involving PROM. <![CDATA[<B>Public health financing by the Paraná State Government, Brazil, 1991-2006</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O trabalho tratou do financiamento da saúde pública pelo Governo do Estado do Paraná, Brasil. Foram examinados os gastos da Secretaria de Estado da Saúde como proxy das despesas com saúde do Governo do Estado do Paraná no período de 1991 a 2006. Foram utilizados três critérios: (1) porcentagem dos gastos em relação à receita líquida vinculável conforme Emenda Constitucional nº. 29; (2) porcentagem dos gastos em relação ao orçamento executado e (3) despesas per capita com saúde com recursos próprios. O resultado mostrou que no período ocorreram tendências distintas de gastos com saúde sendo a mais recente a da ampliação dos gastos com recursos do Tesouro do Estado.<hr/>This study discusses public health financing by the State Government of Paraná, Brazil. Expenditures by the State Health Department were analyzed as a proxy for health expenditures by the State Government of Paraná from 1991 to 2006. Three criteria were used: (1) expenditures as a percentage of net revenue, in accordance with Constitutional Amendment no. 29; (2) expenditures as a percentage of total budget outlay; and (3) per capita health expenditures with the State's own resources. The findings showed distinct trends in expenditures during the period studied, the most recent being an expansion in spending of funds from the State treasury. <![CDATA[<B>The impact of AIDS on the organizational development of nongovernmental organizations</B>: <B>a case study on Casa de Assistência Filadélfia</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en A AIDS foi um evento marcante tanto por sua capacidade devastadora como pela forma como estimulou a solidariedade e a mobilização da sociedade na defesa dos direitos de pessoas vivendo e convivendo com HIV/AIDS. De iniciativas para dar dignidade na morte, as ONG/AIDS passaram por mudanças estruturais para responder às demandas da epidemia. Este estudo descreve a trajetória da ONG/AIDS Casa de Assistência Filadélfia com relação à evolução da epidemia de AIDS ressaltando o desenvolvimento organizacional. Utilizou-se uma metodologia qualitativa com estudo de caso, sendo os dados colhidos por meio de análise documental e entrevistas semi-estruturadas com informantes-chave referidos pela organização. A análise dos dados baseou-se nas proposições teóricas de desenvolvimento organizacional e mostra como a organização saiu da fase pioneira marcada pela improvisação, se expandiu, indo para uma fase de regulamentação até chegar à fase de flexibilização e inovação com a diversificação dos projetos. O estudo aponta para a importância do desenvolvimento organizacional como elemento essencial na formação de organizações saudáveis e ágeis na resposta às suas demandas.<hr/>AIDS has been a unique event due not only to its devastating effects, but also to the ways in which it has stimulated solidarity and mobilization of society in the defense of the rights of persons living with HIV/AIDS and their families, friends, and contacts. Beginning as initiatives to ensure dignity in death, AIDS NGOs have undergone structural changes to respond to the demands raised by the epidemic. The current study describes the history of the Brazilian AIDS NGO "Casa de Assistência Filadélfia" in relation to the evolution of the AIDS epidemic, highlighting the issue of organizational development. A qualitative case study methodology was used, and the data were collected from document analysis and semi-structured interviews with key informants identified by the organization. Data analysis was based on the theoretical premises of organizational development and shows how the organization made the transition from the pioneering phase marked by improvisation and expanded to a phase of regulation until reaching flexibility and innovation by diversifying its projects. The study highlights the importance of organizational development as an essential element in building healthy, agile organizations in the response to their demands. <![CDATA[<B>Violence against women: analysis of cases treated at three services in the city of Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo apresenta aspectos epidemiológicos e clínicos da violência contra a mulher, utilizando três fontes de dados: prontuários médicos do Hospital de Clínicas de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, (HCU); fichas de atendimento da ONG SOS Ação Mulher Família (ONG SOS Mulher); laudos de perícia de lesões corporais e de necropsias do Posto Médico Legal (PML). No HCU e no PML, os atendimentos foram decorrentes principalmente por agressão física, não havendo alusão à violência psicológica nos prontuários médicos e nos laudos, revelando que em serviços de atenção primária à saúde esta violência é evidenciada somente em pesquisas pós-entrevistas com as vítimas. Na ONG SOS Mulher foram observadas principalmente as violências psicológica e física. Nas três fontes pesquisadas houve baixa ocorrência da violência sexual, corroborando dados da literatura que retrata a invisibilidade desta questão, principalmente da violência sexual conjugal sofrida pelas mulheres que buscam ajuda nesses serviços. Os dados da presente pesquisa permitem concluir que os tipos de violência contra a mulher nesses três diferentes serviços públicos de saúde e social, em Uberlândia, diferenciam-se conforme as características específicas dos serviços oferecidos nessas instituições.<hr/>This study analyzes epidemiological and clinical aspects of violence against women, using three data sources: medical records at the University Hospital in Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil; treatment forms from the nongovernmental organization SOS Action for Women and Families; forensic reports on bodily injuries and autopsies from the Medical Examiner's Office. At the University Hospital and Medical Examiner's Office, the records related mainly to physical aggression, with no reference to psychological abuse in the medical charts or forensic reports, revealing that in primary health care services, such violence is only identified through post-aggression interviews with victims. Records at the nongovernmental organization referred mainly to psychological and physical abuse. The three sources showed little reference to sexual violence, corroborating data from the literature on this issue's invisibility, especially conjugal sexual violence suffered by women that seek treatment at these services. According to the current study's findings, the types of violence against women recorded at these three public health and social services differ according to the specific characteristics of the services they provide. <![CDATA[<B>Low birth weight in Brazil according to live birth data from the Ministry of Health, 2005</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Embora seja notório que a cobertura do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC) esteja crescendo e que a qualidade da informação venha melhorando, desde a sua implantação, sabe-se que a enumeração de nascidos vivos ainda não é completa no Brasil. Neste trabalho, objetiva-se analisar as desigualdades da proporção do baixo peso ao nascer no Brasil, em 2005, segundo alguns aspectos como o geográfico, o tamanho da população do município e a escolaridade da mãe. Analisou-se, igualmente, a influência da atenção pré-natal. Considerando a totalidade dos nascidos vivos, evidenciou-se o paradoxo do baixo peso ao nascer, ou seja, foram encontrados percentuais mais elevados nas áreas de maior desenvolvimento sócio-econômico. Os resultados paradoxais são explicados, principalmente, pela menor sobrevida e registro inadequado dos prematuros nos municípios mais pobres. Levando-se em conta os nascidos vivos a termo de gestação não-múltipla, foram encontradas desigualdades por grau de escolaridade da mãe. Sugere-se que o atendimento pré-natal abrangente e com qualidade poderia ter um impacto maior na redução dos resultados adversos da gestação, contribuindo para a diminuição das desigualdades sócio-econômicas da saúde perinatal no Brasil.<hr/>Although the Brazilian Information System on Live Births (SINASC) has expanded its coverage and improved its data quality since the system was implemented, the live birth count in Brazil is still not complete. The current study analyzes inequalities in low birth weight in Brazil in 2005, based on geographic factors, municipality of residence, maternal schooling, and prenatal care. An analysis of all live births showed a low birth weight paradox, namely high percentages in areas with the highest socioeconomic development. The main explanation for these paradoxical findings involves shorter neonatal survival and inadequate recording of premature births in poorer municipalities. Considering at-term live births from non-multiple gestations, inequalities were found in maternal schooling. Comprehensive, quality prenatal care could have a greater impact by reducing negative outcomes of gestation and decreasing the socioeconomic inequalities of perinatal health in Brazil. <![CDATA[<B>Prevalence of cardiovascular risk factors in adolescents</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do trabalho foi determinar a prevalência de fatores de risco cardiovasculares biológicos e comportamentais em adolescentes e verificar sua associação com idade e sexo. Participaram do estudo 644 escolares da rede pública de ensino de Londrina, Paraná, Brasil. A seleção da amostra foi realizada em dois estágios. Fatores de risco comportamentais (inatividade física, consumo inadequado de frutas e verduras, e tabagismo) e biológicos (excesso de peso corporal e pressão arterial elevada) foram investigados. Quase 90% dos adolescentes apresentaram pelo menos um fator de risco. O consumo inadequado de frutas (56,7%) e verduras (43,9%) e, a inatividade física (39,2%) foram os fatores de risco mais prevalentes. A prevalência de pressão arterial alta e excesso de peso foram de 18,6 e 12,7%, respectivamente. Os fatores de risco cardiovascular foram mais prevalentes entre os rapazes (RP = 1,20; IC95%: 1,01-1,42). Concluiu-se que os fatores de risco cardiovascular representam um problema de saúde com alta prevalência entre os escolares de Londrina.<hr/>The aim of this study was to determine the prevalence of cardiovascular risk factors in adolescents and to verify its association with age and gender. 644 high school students from public schools in the city of Londrina, Paraná State, Brazil, participated in the study. A two-step sampling process was used. Behavioral risk factors (physical inactivity, inadequate consumption of fruits and vegetables, and smoking) and biological risk factors (overweight and high blood pressure) were investigated. Nearly 90% of adolescents showed at least one risk factor. Inadequate consumption of fruits (56.7%) and vegetables (43.9%) and physical inactivity (39.2%) were the most prevalent risk factors. Prevalence rates for high blood pressure and overweight were 18.6 and 12.7%, respectively. Cardiovascular risk factors were more frequent among boys (PR = 1.20; 95%CI = 1.01-1.42). In conclusion, cardiovascular risk factors are a prevalent health issue among students in the city of Londrina. <![CDATA[<B>Cryptococcal meningitis in Rio de Janeiro State, Brazil, 1994-2004</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en The objective of this article was to evaluate the epidemiology of cryptococcal meningitis in Rio de Janeiro State, Brazil, from 1994 to 2004. Six hundred and ninety-six cases of cryptococcal meningitis were reported, with a mean incidence of 0.45 per 100,000 inhabitants. Patients were predominantly male; mean age was 35.9 years; AIDS was practically the only underlying disease, reported in 61.2% of cases; case-fatality was 51.8%. No decline in incidence was observed during the study period. AIDS is the main predisposing condition for cryptococcal meningitis, and thus the profile of most patients mirrors that of HIV infection. Missing information prevented the evaluation of other underlying diseases.<hr/>Este artigo objetivou determinar o perfil epidemiológico da meningite criptocócica no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, no período de 1994 a 2004. Um total de 696 casos novos foi registrado, representando uma taxa de incidência média anual de 0,45 casos por 100 mil habitantes. Houve predominância do sexo masculino, a média de idade foi de 35,9 anos, a AIDS foi praticamente a única enfermidade preexistente registrada, estando presente em 61,2% do total de pacientes, e a letalidade foi de 51,8%. No período estudado, a taxa de incidência manteve-se estável. A AIDS ainda é a principal condição predisponente e, assim, o perfil da maioria dos pacientes acompanha o daqueles infectados pelo HIV. A avaliação de outras doenças preexistentes ficou prejudicada pela falta de informação. <![CDATA[<B>Investigation of risk factors for infant mortality by linking health databases</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para identificar fatores de risco para óbitos de menores de um ano em Salvador, mediante compartilhamento de banco de dados, foi realizado um estudo caso-controle, cujos indivíduos foram selecionados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM; 2000 e 2001) e do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC; 2000). Para tal, aplicou-se a técnica de linkage ou compartilhamento de bancos de dados e utilizou-se o programa Access 2000, versão 9.0. As variáveis independentes foram levantadas do SINASC. A associação entre possíveis fatores de risco e óbito de menores de um ano foi avaliada por regressão logística. Prematuridade, ocupação materna como empregada doméstica, dona de casa ou estudante, parto em unidade do setor público, número inadequado de consultas de pré-natal e baixo peso ao nascer foram preditores de óbitos das crianças. A ausência de registro de dados e preenchimento incorreto de campos foram dificuldades enfrentadas no processo de compartilhamento. Apenas 40,9% dele foram realizados eletronicamente. Apesar dessas limitações, o uso complementar permitiu maior aproveitamento desses sistemas e possibilitou a formulação de críticas que podem estimular o seu aperfeiçoamento.<hr/>In order to identify risk factors for infant mortality (< 1 year of age) in Salvador, Bahia State, Brazil, by means of data bank linkage, a case-control study was performed, selecting individuals from the Mortality Information System (SIM; 2000 and 2001) and the Information System on Live Births (SINASC; 2000). The database linkage or data-sharing technique was used, with the Access 2000 software, version 9.0. Independent variables were collected from the SINASC database. The association between potential risk factors and infant death was evaluated by logistic regression. Prematurity, maternal occupation as a domestic servant, housewife, or student, delivery in public health services, insufficient number of prenatal visits, and low birth weight were predictors of infant death. Linkage revealed missing and incomplete data. Only 40.9% of data were recorded electronically. Despite these limitations, data linkage allowed better use of the two systems and the identification of critical points to further improve their quality. <![CDATA[<B>Vulnerability and non-adherence to antiretroviral therapy among HIV patients, Minas Gerais State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100015&lng=en&nrm=iso&tlng=en The aim of the present study was to describe vulnerability profiles and to verify their association with non-adherence to antiretroviral therapy (ART) among 295 HIV-patients receiving their first prescription in two public-referral centers in Minas Gerais States, Brazil. The cumulative incidence of non-adherence was 36.9%. Three pure vulnerability profiles (lower, medium and higher) were identified based on the Grade of Membership method (GoM). Pure type patients of the "higher vulnerability" profile had, when compared to the overall sample, an increased probability of being younger, not understanding the need of ART, having a personal reason to be HIV-tested, not disclosing their HIV status, having more than one (non-regular) sexual partner, reporting use of alcohol, tobacco and illicit drugs, and having sex among men. Non-adherence to ART was statistically associated (p < 0.001) with this profile. Also, the heterogeneity of the sample was found to be high, since over 40% were mixed type. The implications are that health staff should be trained to develop strategies for incorporating risk-reduction interventions, bearing in mind the three dimensions of vulnerability and the diversity of those patients initiating antiretroviral therapy.<hr/>Este estudo teve como objetivos descrever os perfis de vulnerabilidade e verificar suas associações com a não-adesão à terapia anti-retroviral (TARV) entre os 295 pacientes com HIV que recebiam suas primeiras prescrições em dois serviços públicos de referência de Minas Gerais, Brasil. A incidência cumulativa de não-adesão foi 36,9%. Foram identificados três perfis puros de vulnerabilidade (baixa, média e alta) baseados no método Grade of Membership (GoM). Os tipos puros de pacientes do perfil de "alta vulnerabilidade" tinham, comparados aos outros, probabilidade maior de serem jovens, de não perceberem a necessidade da TARV, de terem uma razão pessoal para realização do teste HIV, de não terem revelado seu status HIV, de terem mais de um (não fixo) parceiro sexual, de relatarem uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas e sexo entre homens. Não-adesão à TARV foi associada significativamente a esse perfil (p < 0,001). A heterogeneidade da amostra foi alta, pois mais de 40% dos pacientes eram tipos mistos. Conclui-se que os profissionais de saúde devem ser treinados para desenvolverem estratégias e intervenções de redução de risco, considerando as três dimensões da vulnerabilidade e a diversidade desses pacientes iniciando a TARV. <![CDATA[<B>Effects of different home visit strategies on prenatal care in Southern Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo do tipo intervenção comunitária controlada unicega não randomizada teve por objetivo avaliar o impacto das visitas realizadas pelos agentes comunitários de saúde e líderes voluntários da Pastoral da Criança sobre o pré-natal de gestantes pobres em Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Aplicaram-se questionários padronizados antes e depois do parto buscando conhecer suas características demográficas, reprodutivas, assistência recebida durante o pré-natal e nível sócio-econômico e condição de moradia. Estas gestantes foram divididas em três grupos, sendo dois grupos-intervenção e um controle. Dentre as 339 gestantes estudadas, 115 pertenciam ao grupo cuja intervenção foi realizada pelos agentes comunitários de saúde, 116 pelos líderes voluntários da pastoral e 108 pertenciam ao grupo controle. Gestantes visitadas pelos agentes comunitários iniciaram o pré-natal mais precocemente, realizaram maior número de consultas, exames clínicos e testes laboratoriais, foram mais comumente orientadas sobre amamentação e suplementadas com sulfato ferroso. A participação de familiares nas consultas de pré-natal foi maior entre gestantes visitadas pelos líderes voluntários. Visitas domiciliares podem melhorar a qualidade do pré-natal entre gestantes pobres e aumentar a participação de familiares, sobretudo do marido, na gestação.<hr/>This non-randomized community intervention study evaluated the impact of prenatal home visits by community health agents and volunteer leaders from the Children's Mission on prenatal care among poor pregnant women in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, Brazil. Previously trained interviewers applied pre-coded questionnaires to the women at home, investigating demographic and reproductive characteristics, socioeconomic status, housing conditions, and prenatal care. Of the 339 pregnant women interviewed, 115 were assigned to the intervention group visited by community health agents, 116 to the group visited by volunteer leaders, and 108 to the control group. Pregnant women visited by community health agents began prenatal visits earlier than other groups, had more prenatal visits, lab tests, and clinical exams, and received more counseling on breastfeeding and iron supplementation. Participation by family members during medical consultations for pregnant women visited by volunteer leaders was higher than for community health agents. Pregnant women visited by community health agents received better prenatal care than the other groups. Home visits can improve the quality of prenatal care for poor women and increase participation by family members (mainly husbands) during the pregnancy. <![CDATA[<B>Factors associated with lack of mammograms and clinical breast examination by women</B>: <B>a population-based study in Campinas, São Paulo State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo é analisar a prevalência da não realização do exame clínico das mamas e da mamografia segundo variáveis sócio-econômicas, demográficas e de comportamentos relacionados à saúde, em mulheres com 40 anos ou mais, residentes na cidade de Campinas, São Paulo, Brasil. O estudo foi do tipo transversal, de base populacional em uma amostra de 290 mulheres. Os fatores associados à não realização da mamografia, encontrados na análise multivariada, foram: ter 70 anos ou mais, ser de raça/cor negra e pertencer ao segmento de menor renda familiar per capita; e para a não realização do exame clínico das mamas foram: não ter companheiro e pertencer ao segmento de menor renda familiar per capita. O SUS foi responsável pela realização de 28,8% das mamografias e 38,2% dos exames clínicos das mamas. Verificou-se que a não realização dos exames preventivos para o câncer de mama está associada à existência de desigualdade racial e social, apontando para a necessidade de implementação de estratégias para a ampliação da cobertura das práticas preventivas para o câncer de mama, especialmente para os segmentos sociais mais vulneráveis.<hr/>This study analyzes the prevalence of mammograms and clinical breast examination according to socioeconomic, demographic, and health-related behavioral variables in women 40 years or older in Campinas, São Paulo State, Brazil. This was a cross-sectional population-based study (N = 290). Based on multivariate analysis, factors associated with not having a mammogram in the previous two years were: age (> 70 years), race/ethnicity (black or mixed-race), and low per capita family income. Lack of clinical breast examination in the previous year was associated with: marital status (single/widow/without partner) and low income. The Unified National Health System (SUS) performed 28.8% of reported mammograms and 38.2% of clinical breast examinations. According to the findings, lack of breast cancer screening is associated with social and racial inequity, and reduction in breast cancer mortality requires early detection of the disease, which in turn demands that health care facilities implement strategies to expand coverage of preventive practices, especially for more vulnerable social groups. <![CDATA[<B>Pregnancy and eating behavior in pregnant women from a low-income neighborhood in Rio de Janeiro, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi compreender os sentidos de aceitação atribuídos à gravidez e a influência deles no comportamento alimentar de gestantes que freqüentavam uma unidade de saúde, localizada em uma comunidade urbana de baixa renda, no Município do Rio de Janeiro, Brasil. Adotou-se a abordagem qualitativa, tomando-se a categoria analítica das representações sociais como aporte metodológico do estudo. A construção dos dados ocorreu por meio de entrevista semi-estruturada com gestantes adolescentes e adultas, em distintos períodos de gestação, primíparas ou multíparas. A interpretação das falas foi orientada pela perspectiva da hermenêutica de profundidade, utilizando como recurso técnico a análise temática. Duas categorias representacionais nuclearam o conjunto dos depoimentos, o "assumir ou não gravidez", que implicou distintos comportamentos alimentares. No primeiro caso, as mulheres podiam estar se alimentando de maneira adequada ou cometendo exageros alimentares. Já a "gravidez não assumida", segunda categoria, estava ligada à negação do ato de comer, temporariamente ou não, ao longo da gestação.<hr/>The aim of this study was to understand the meanings of acceptance attributed to pregnancy and their influence on the eating behavior of pregnant women attending a health unit located in a low-income neighborhood in the city of Rio de Janeiro, Brazil. The methodology involved a qualitative approach with social representations as the analytical category. Data were collected through semi-structured interviews with adolescent and adult pregnant women (primiparous or multiparous) in different stages of pregnancy. Discourse analysis drew on in-depth hermeneutics, using thematic analysis as the main technical resource. Two representational categories emerged from the set of discourses, namely accepting versus not accepting the pregnancy, which involved different eating behaviors. In the former, women tended to either eat adequately or overeat. For the latter, not accepting the pregnancy was associated with denial of eating, temporarily or throughout the pregnancy. <![CDATA[<B>Work profile and traffic accidents among motorcycle couriers in two medium-sized cities in the State of Paraná, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar o perfil de motociclistas que fazem entregas (conhecidos como motoboys) de Londrina e Maringá, Estado do Paraná, Brasil, suas condições de trabalho, situações de risco e ocorrência de acidentes de trânsito, foi realizado um estudo transversal por meio de um questionário auto-aplicável, com coleta de dados em 2005/2006. Foram pesquisados 377 motoboys em Londrina e 500 em Maringá, com idade média, respectivamente, de 28 e 29 anos. Houve maior proporção, em Londrina, de trabalhadores com ganho por produtividade, que trabalhavam durante dia e noite ou à noite e com jornada diária superior a dez horas (p < 0,05). Apesar da maior exposição dos motociclistas de Londrina a más condições de trabalho e a situações de risco no trânsito, não houve diferença significativa entre as taxas de acidentes relatados nos 12 meses anteriores à pesquisa em Londrina e Maringá (2,89 e 2,80 por 100 pessoas-mês, respectivamente). Este estudo evidenciou precárias condições de trabalho, alta exposição de motoboys a situações de risco no trânsito e elevadas taxas de acidentes envolvendo esses profissionais.<hr/>This cross-sectional study focused on motorcycle couriers (work profile, work conditions, and traffic accidents) in Londrina and Maringá, Paraná State, Brazil. Data were collected from self-completed questionnaires in 2005-2006. In Londrina and Maringá, respectively, 377 and 500 motorcycle couriers completed the questionnaire, with mean ages of 28 and 29 years. Londrina showed a higher proportion of couriers that earned per delivery, worked both day and night or on night shifts only, and who worked more than 10 hours a day (p < 0.05). Despite greater exposure to hazardous work and traffic conditions in Londrina, there was no significant difference in the accident rates during the 12 months prior to the survey in Londrina and Maringá (2.89 and 2.80 per 100 person-months, respectively). The study detected precarious work conditions, high exposure to hazardous traffic conditions, and high accident rates among motorcycle couriers. <![CDATA[<B>Digital cervicography criteria</B>: <B>improving sensitivity in uterine cervical cancer diagnosis</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100020&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste trabalho foi validar critérios de positividade para cervicografia digital. Estudo realizado com 300 mulheres submetidas a protocolo clínico composto por exame citológico, uma avaliação por meio de cervicografia digital sem ampliação de imagem (Avaliação 1), e outra avaliação também usando cervicografia digital mas com ampliação adicional de imagem e os critérios de positividade propostos neste estudo (Avaliação 2). A idade média das mulheres foi de 27,6 anos. Os critérios de positividade para cervicografia digital foram identificados em 111 casos (100%) dos testes positivos para lesões precursoras do câncer do colo uterino e em 8 casos (2,6%) considerados falso-positivos. As avaliações 1 e 2 classificaram os exames como positivos (163; 54,3%) e suspeitos (146; 48,6%), respectivamente. Os resultados revelam que a cervicografia digital foi mais sensível (99,1%) e a citologia mais específica (100%). O desempenho alcançado pela cervicografia digital, quando aplicado os critérios de positividade, alcançou sensibilidade 4,5 vezes superior ao desempenho da citologia oncológica, além do baixo custo, sugerindo ser uma técnica factível.<hr/>This study aimed to validate the scoring criteria for digital cervicography. The study enrolled 300 women submitted to a clinical protocol using cytological examination alone, digital cervicography without image magnification (Evaluation 1), and digital cervicography plus additional image magnification and considering the positive criteria (Evaluation 2). Women's mean age was 27.6 years. Positive criteria for digital cervicography were identified in 111 positive cases with pre-cancerous cervical lesions (100%) and in 8 cases classified as false positives (2.6%). Evaluations 1 and 2 classified the tests as positive (163; 54.3%) and suspected (146; 48.6%), respectively. According to the findings, digital cervicography was more sensitive (99.1%) and cytology more specific (100%). Digital cervicography sensitivity increased by 4.5 times when the positive criteria were applied as compared to cytology alone, besides involving low cost, thus suggesting that it is a viable technique. <![CDATA[<B>Changes in workers' rehabilitation procedures under the Brazilian social security system</B>: <B>modernization or underminingof social protection?</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100021&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo descreve as mudanças ocorridas nas práticas de reabilitação profissional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na década de 1990, contextualizadas com as medidas neoliberais de ajuste econômico, investigada através de documentos operacionais do INSS de 1992 a 1997. O plano de "modernização" da reabilitação profissional do INSS trouxe os seguintes resultados: (1) desmantelamento das equipes multiprofissionais; (2) indução dos seus profissionais a aposentadoria proporcional e aos Planos de Demissão Voluntária; (3) sub-utilização dos profissionais remanescentes; (4) eliminação dos programas terapêuticos de reabilitação profissional e (5) desmonte dos centros e núcleos de reabilitação profissional do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). As mudanças na Previdência Social do Brasil traduzem o enfraquecimento do projeto nacional de Seguridade Social, a hegemonia do projeto de Seguro Social e a redução da reforma previdenciária a uma questão de natureza gerencial e fiscal. As práticas atuais de "reabilitação" estão distanciadas da finalidade institucional de proteção social dos trabalhadores e objetivam a regulação econômica do sistema pela contenção de despesas com benefícios. Os segurados acidentados e adoecidos do trabalho estão desassistidos de reabilitação profissional, o que aumenta a sua desvantagem social por ocasião do retorno ao trabalho.<hr/>This article describes the changes in workers' rehabilitation practices under the Brazilian National Social Security Institute (INSS) in the 1990s, in the context of neoliberal economic adjustment measures, based on an analysis of INSS documents from 1992 to 1997. The INSS plan for "modernization" of workers' rehabilitation led to: (1) dismantling of multidisciplinary teams; (2) induction of workers to accept proportional retirement pensions and voluntary layoffs; (3) under-utilization of the remaining INSS professional staff; (4) elimination of treatment programs for workers' rehabilitation; and (5) dismantling of INSS rehabilitation centers and clinics. The changes in the Brazilian social security system undermined the county's social security project and hegemony and reduced social security reform to a mere management and fiscal issue. Current "rehabilitation" falls far short of the institution's original purpose of social protection for workers, while aiming at economic regulation of the system to contain costs of workers' benefits. Workers that suffer work-related accidents are denied occupational rehabilitation, which aggravates their social disadvantage when they return to work. <![CDATA[<B>Participation, knowledge production, and evaluative research</B>: <B>participation by different actors in a mental health study</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100022&lng=en&nrm=iso&tlng=en No presente texto apresentamos considerações sobre pesquisa avaliativa qualitativa e participativa com base em investigação desta natureza realizada junto a uma rede municipal de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS). A coordenação do complexo processo, bem como as potencialidades e limites do estabelecimento de parcerias para a realização de trabalhos de investigação avaliativa qualitativa em saúde mental, com a inclusão de diferentes atores sociais, são aqui discutidas. Concluímos que a pesquisa avaliativa qualitativa aliada à perspectiva de inclusão de distintos pontos de vista dos vários segmentos envolvidos é a que melhor se adequa à compreensão dos muitos desdobramentos oriundos da implementação de serviços ligados ao movimento de reforma psiquiátrica brasileira, dado as especificidades inerentes ao campo da saúde mental.<hr/>This article reflects on the interrelations between participation, knowledge production, and public policy evaluation in light of issues from our own experience with evaluative research on a municipal network of Psychosocial Care Centers (CAPS) in Brazil. The article discusses the coordination of the complex process and the potentials and limits of partnerships for conducting qualitative evaluative studies in mental health with participation by different social actors. The authors conclude that qualitative evaluative research aligned with the perspective of including different points of view representing various segments is the best approach for understanding the numerous spin-offs from the implementation of services linked to the Brazilian psychiatric reform movement, given the inherent specificities of the mental health field. <![CDATA[<B>Factors that affect time between birth and first breastfeeding</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esse estudo investigou fatores associados ao tempo entre o nascimento e a primeira mamada. Amostra representativa de puérperas (10% do número previsto de partos realizados em 47 maternidades da cidade do Rio de Janeiro, Brasil) foi entrevistada (n = 10.072). Perguntou-se com quanto tempo de nascimento o bebê mamou pela primeira vez. Utilizou-se modelo de riscos proporcionais de sobrevida, com efeitos aleatórios para maternidades, em três níveis hierarquizados (um modelo para cada tipo de parto) com intervalo de 95% de confiança. O tempo mediano para a primeira mamada diferiu entre puérperas com parto vaginal (quatro horas) e cesariano (dez horas). Foram fatores com significância estatística: idade materna; paridade; intercorrências com recém-nato; atendimento ao recém-nato considerado "não ótimo" pela mãe; internação em berçário; e peso ao nascer. O modelo prediz 33% da variação do tempo até a primeira mamada ao nível individual. O tempo até a primeira mamada é postergado por fatores biológicos, pelo excesso de partos cesarianos e por práticas inadequadas de atenção ao parto e nascimento.<hr/>The current study investigated factors associated with time between birth and first breastfeeding. A representative sample of mothers (10% of deliveries in 47 maternity hospitals in Rio de Janeiro, Brazil) was interviewed (n = 10,077). A random effects proportional risks survival model (at the maternity ward level) was employed, in a three-tier hierarchical approach. Models were fitted separately for normal and cesarean delivery. Time to initiation of breastfeeding in the first 24 hours of life differed between mothers with vaginal delivery (median 4 hours) versus cesarean section (10 hours). Common risk and protective factors were identified: maternal age; neonatal complications; neonatal care considered sub-optimal by the mother; admission of the newborn to the nursery; parity; birth weight. The model predicted 33% of variance in first breastfeeding. In conclusion, time from delivery to first breastfeeding was increased by biological factors, high cesarean rates, and inadequate childbirth and neonatal care practices. <![CDATA[<B>Forum. Centennial of the birth of Josué de Castro</B>: <B>lessons from the past, reflections for the future. Introduction</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100024&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo apresenta as principais contribuições de Josué de Castro, no ano comemorativo de seu centenário (1908/ 2008), como pensador, pesquisador e homem público dedicado à luta contra a fome no Brasil e no mundo. Ressalta a visão holística do problema, suas raízes históricas e suas perspectivas de solução, tendo como referencial o desenvolvimento humano em bases econômicas, sociais e ecológicas sustentáveis e num processo de natureza co-participativa. Suas lições do passado podem e devem ser incluídas na agenda mais atual das grandes questões da humanidade.<hr/>This article presents the main contributions by Josué de Castro (1908-1973), coinciding with the centennial of the birth of this outstanding thinker, researcher, and public figure dedicated to the struggle against hunger in Brazil and the world. His holistic view of the problem is highlighted, along with its historical roots and respective solutions. The reference is human development with a sustainable economic, social, and ecological basis and participatory process. Lessons from the past can and should be included on the current agenda of major issues faced by humankind. <![CDATA[<B><I>The Geography of Hunger</i></B>: <B>clinical interpretation of landscapes or critical epidemiology?</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Procede-se a uma releitura da Geografia da Fome, de Josué de Castro, na perspectiva da convergência de três saberes: geografia, clínica e epidemiologia. Embora haja uma fixidez nos procedimentos metodológicos, observam-se múltiplas configurações de objetos e um arcabouço teórico transdisciplinar para explicar o fenômeno da fome.<hr/>This article provides a new interpretation of Geografia da Fome [The Geography of Hunger], by Josué de Castro, focusing on the convergence of three fields of knowledge: geography, clinical science, and epidemiology. Although there is a certain commonality in the methodological procedures, the book offers multiple configurations of objects and a cross-disciplinary theoretical framework for explaining the phenomenon of hunger. <![CDATA[<B>Integrating society and nature in the struggle against hunger in the 21<SUP>st</SUP> century</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100026&lng=en&nrm=iso&tlng=en A compreensão do mundo contemporâneo exige um olhar naturalista do qual a obra de Josué de Castro é uma das mais importantes expressões: pensar de maneira articulada a vida social e a reprodução do ambiente natural em que se apóia - incluindo aí a natureza do próprio homem, seu corpo - é a pedra de toque do método geográfico praticado em Geografia da Fome. Esse método é importante não apenas para estudar aquelas regiões onde a fome se abate severamente sobre a vida da população, mas oferece uma importante chave de leitura dos problemas alimentares que se anunciam para o século XXI, quando a população mundial deverá ter um aumento de quase 50%. Os desafios produtivos dos próximos anos - que este artigo procura expor de maneira sumária - não poderão ser enfrentados com base nas técnicas que caracterizaram a Revolução Verde. Eles exigem uma compreensão refinada dos vínculos entre sistemas sociais e sistemas ecológicos, para a qual a obra de Josué de Castro é uma inspiração fundamental.<hr/>Understanding the contemporary world requires a naturalist view, wherein the work of Josué de Castro is one of the most important expressions: taking a comprehensive approach to social life and reproduction of the natural environment that supports it - including the nature of humans themselves, their bodies - is the cornerstone of the geographic method practiced in Geografia da Fome [The Geography of Hunger]. This method is important for studying regions where hunger severely afflicts the populations, and also offers an important key for interpreting the food problems that are forecast for the 21st century, when the world population is expected to increase by nearly 50%. The food production challenges in the coming years - and which this article discusses briefly - cannot be solved with the techniques that characterized the so-called Green Revolution. Rather, they require a more refined understanding of the links between the social and ecological systems, an interface in which the work of Josué de Castro provides fundamental inspiration. <![CDATA[<B>Josué de Castro and <I>The Geography of Hunger</I> in Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100027&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é realizar uma releitura do clássico Geografia da Fome, publicado pela primeira vez em 1946. Realiza-se uma síntese dos mapas das cinco áreas alimentares e das principais carências nutricionais existentes no Brasil, de acordo com o delineamento realizado por Josué de Castro. Nos dias atuais, ao perfil epidemiológico nutricional desenhado por Josué de Castro, caracterizado pelas carências nutricionais (desnutrição, hipovitaminoses, bócio endêmico, anemia ferropriva etc.), sobrepuseram-se as doenças crônicas não-transmissíveis (obesidade, diabetes, dislipidemias etc.). Entretanto, a questão da complexa e paradoxal problemática da fome permanece como uma temática recorrente no Brasil. Diante de alguns dilemas da atualidade, tais como aqueles que dizem respeito à sustentabilidade ecológica do planeta e à garantia do direito humano à alimentação, torna-se imperante reacender a luta defendida por Josué de Castro pela adoção de um modelo de desenvolvimento econômico sustentável e uma sociedade sem miséria e sem fome.<hr/>The aim of this article is to reinterpret the classic work Geografia da Fome [The Geography of Hunger], first published in 1946. The article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in Brazil, based on Josué de Castro's original conception. Currently, the nutritional epidemiological profile identified by Josué de Castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). However, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in Brazil. Given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by Josué de Castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger. <![CDATA[<B>Forum. Centennial of the birth of Josué de Castro</B>: <B>lessons from the past, reflections for the future. Postscript</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100028&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é realizar uma releitura do clássico Geografia da Fome, publicado pela primeira vez em 1946. Realiza-se uma síntese dos mapas das cinco áreas alimentares e das principais carências nutricionais existentes no Brasil, de acordo com o delineamento realizado por Josué de Castro. Nos dias atuais, ao perfil epidemiológico nutricional desenhado por Josué de Castro, caracterizado pelas carências nutricionais (desnutrição, hipovitaminoses, bócio endêmico, anemia ferropriva etc.), sobrepuseram-se as doenças crônicas não-transmissíveis (obesidade, diabetes, dislipidemias etc.). Entretanto, a questão da complexa e paradoxal problemática da fome permanece como uma temática recorrente no Brasil. Diante de alguns dilemas da atualidade, tais como aqueles que dizem respeito à sustentabilidade ecológica do planeta e à garantia do direito humano à alimentação, torna-se imperante reacender a luta defendida por Josué de Castro pela adoção de um modelo de desenvolvimento econômico sustentável e uma sociedade sem miséria e sem fome.<hr/>The aim of this article is to reinterpret the classic work Geografia da Fome [The Geography of Hunger], first published in 1946. The article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in Brazil, based on Josué de Castro's original conception. Currently, the nutritional epidemiological profile identified by Josué de Castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). However, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in Brazil. Given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by Josué de Castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100029&lng=en&nrm=iso&tlng=en http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100030&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Salud e interculturalidad en América Latina</B>: <B>antropología de la salud y crítica intercultural</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100031&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é realizar uma releitura do clássico Geografia da Fome, publicado pela primeira vez em 1946. Realiza-se uma síntese dos mapas das cinco áreas alimentares e das principais carências nutricionais existentes no Brasil, de acordo com o delineamento realizado por Josué de Castro. Nos dias atuais, ao perfil epidemiológico nutricional desenhado por Josué de Castro, caracterizado pelas carências nutricionais (desnutrição, hipovitaminoses, bócio endêmico, anemia ferropriva etc.), sobrepuseram-se as doenças crônicas não-transmissíveis (obesidade, diabetes, dislipidemias etc.). Entretanto, a questão da complexa e paradoxal problemática da fome permanece como uma temática recorrente no Brasil. Diante de alguns dilemas da atualidade, tais como aqueles que dizem respeito à sustentabilidade ecológica do planeta e à garantia do direito humano à alimentação, torna-se imperante reacender a luta defendida por Josué de Castro pela adoção de um modelo de desenvolvimento econômico sustentável e uma sociedade sem miséria e sem fome.<hr/>The aim of this article is to reinterpret the classic work Geografia da Fome [The Geography of Hunger], first published in 1946. The article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in Brazil, based on Josué de Castro's original conception. Currently, the nutritional epidemiological profile identified by Josué de Castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). However, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in Brazil. Given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by Josué de Castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger. <![CDATA[<B>Saúde bucal das famílias</B>: <B>trabalhando com evidências</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é realizar uma releitura do clássico Geografia da Fome, publicado pela primeira vez em 1946. Realiza-se uma síntese dos mapas das cinco áreas alimentares e das principais carências nutricionais existentes no Brasil, de acordo com o delineamento realizado por Josué de Castro. Nos dias atuais, ao perfil epidemiológico nutricional desenhado por Josué de Castro, caracterizado pelas carências nutricionais (desnutrição, hipovitaminoses, bócio endêmico, anemia ferropriva etc.), sobrepuseram-se as doenças crônicas não-transmissíveis (obesidade, diabetes, dislipidemias etc.). Entretanto, a questão da complexa e paradoxal problemática da fome permanece como uma temática recorrente no Brasil. Diante de alguns dilemas da atualidade, tais como aqueles que dizem respeito à sustentabilidade ecológica do planeta e à garantia do direito humano à alimentação, torna-se imperante reacender a luta defendida por Josué de Castro pela adoção de um modelo de desenvolvimento econômico sustentável e uma sociedade sem miséria e sem fome.<hr/>The aim of this article is to reinterpret the classic work Geografia da Fome [The Geography of Hunger], first published in 1946. The article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in Brazil, based on Josué de Castro's original conception. Currently, the nutritional epidemiological profile identified by Josué de Castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). However, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in Brazil. Given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by Josué de Castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger. <![CDATA[<B>Público e privado na política de assistência à saúde no Brasil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008001100033&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é realizar uma releitura do clássico Geografia da Fome, publicado pela primeira vez em 1946. Realiza-se uma síntese dos mapas das cinco áreas alimentares e das principais carências nutricionais existentes no Brasil, de acordo com o delineamento realizado por Josué de Castro. Nos dias atuais, ao perfil epidemiológico nutricional desenhado por Josué de Castro, caracterizado pelas carências nutricionais (desnutrição, hipovitaminoses, bócio endêmico, anemia ferropriva etc.), sobrepuseram-se as doenças crônicas não-transmissíveis (obesidade, diabetes, dislipidemias etc.). Entretanto, a questão da complexa e paradoxal problemática da fome permanece como uma temática recorrente no Brasil. Diante de alguns dilemas da atualidade, tais como aqueles que dizem respeito à sustentabilidade ecológica do planeta e à garantia do direito humano à alimentação, torna-se imperante reacender a luta defendida por Josué de Castro pela adoção de um modelo de desenvolvimento econômico sustentável e uma sociedade sem miséria e sem fome.<hr/>The aim of this article is to reinterpret the classic work Geografia da Fome [The Geography of Hunger], first published in 1946. The article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in Brazil, based on Josué de Castro's original conception. Currently, the nutritional epidemiological profile identified by Josué de Castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). However, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in Brazil. Given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by Josué de Castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger.