Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=1413-812320070001&lang=en vol. 12 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<B>The impacts of pesticides on health and the environment</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Neoliberalism, pesticide consumption and food sovereignty crisis in Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>The agrarian issue and public health</B>: <B>remarks on a critique of neo-liberalism</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>Pesticides, collective health and non-sustainability</B>: <B>a critical vision of political ecology</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>Pesticides and non-transmissible diseases</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>Socioenvironmental risks in the context of conservative modernization of agriculture</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>The author replies</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A adoção do modelo político neoliberal pelos países da América Latina entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990 configurou, entre tantos outros impactos, uma mudança significativa no processo de produção agrícola, com claro incentivo à agroindústria de exportação, sobretudo aquela baseada em monoculturas latifundiárias (soja, milho, algodão etc.). Tal mudança, cujo mote principal era o aumento da produtividade agrícola, foi suportada, em grande parte, pelo implemento de novas tecnologias de produção, em especial uma série de agentes químicos utilizados tanto para o controle e o combate a pragas quanto para o estímulo do crescimento de plantas e frutos. O impacto do uso extensivo e indiscriminado destes agentes para as atuais e futuras gerações de trabalhadores é incalculável, assim como é difícil dimensionar os danos ambientais e sociais associados. No presente artigo, é discutido o papel do uso de agrotóxicos na produção agrícola, contextualizando o panorama da produção agrícola nacional e regional e as decorrências - econômicas, sociais, ambientais e sanitárias - das políticas neoliberais voltadas para o campo.<hr/>The adoption of neo-liberal economic models in Latin American countries between the late 1980's and early 1990's has led to, among other impacts, a significant change in the rural production model, with a clear incentive to exportation-oriented agribusiness, especially that based on extensive monoculture (soy-bean, corn, cotton etc.). This change, primarily focused on rural production increment, was supported by the implementation of new production technologies, especially the use of chemical agents for crop protection and pest control. The impacts of the indiscriminate and extensive use of these chemical agents for actual and future generations of rural workers are indeterminate. Furthermore, it is hard to estimate the dimension of correlated environmental damages. In the present article, the role of pesticides use in rural production is discussed, contextualizing the local and regional rural production panorama and the impacts - economic, social, environmental and sanitary - of neo-liberal rural production policies. <![CDATA[<B>Pesticides poisoning in Brazil</B>: <B>the official notification system and challenges to conducting epidemiological studies</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Brasil é um dos líderes mundiais em consumo de agrotóxicos e os trabalhadores expostos são numerosos e diversificados. As intoxicações agudas são a face mais visível do impacto destes produtos na saúde. A avaliação dos vários sistemas oficiais de informação que notificam os casos de intoxicações concluiu que nenhum deles responde adequadamente ao papel de sistema de vigilância. Na prática, só se registram os casos agudos e mais graves. Uma importante lacuna é a informação de exposição a agrotóxicos: a avaliação da única fonte oficial (os Receituários Agronômicos) revelou muitas limitações. A revisão das publicações brasileiras aponta um crescimento quantitativo e qualitativo dos estudos nesta área, com vários tipos de abordagens. O impacto da intensa carga química e o enorme contingente de trabalhadores expostos são duas importantes razões para o desenvolvimento da pesquisa epidemiológica sobre intoxicações por agrotóxicos, que no Brasil ainda tem um vasto campo para se desenvolver.<hr/>Brazil is one of the world leaders in pesticide consumption and exposed workers are numerous and diversified. Acute poisonings are just the most visible aspect of pesticide impact on human health. An assessment of many official information systems that notify pesticide poisoning concluded that none of them performed appropriately the role of a surveillance system. Only acute and severe cases are notified. One of the main gaps concerns exposure information: the only official source (the Agronomic Prescriptions) has many limitations and is not available for research. A review of published articles in Brazil shows a quantitative and qualitative increase of studies in this area with many different approaches. The impact of such a high chemical burden and the huge numbers of workers exposed are two important reasons for the development of an epidemiological research on pesticide poisoning, an issue that has still a vast field to cover in Brazil. <![CDATA[<B>Risk perception</B>: <B><I>thinking and acting modes</I> in pesticide management</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi identificar os elementos do contexto que influenciam as percepções e ações relacionadas ao uso de agrotóxicos na produção de flores ornamentais. O estudo foi conduzido em Barbacena, Minas Gerais. O método se caracteriza por uma abordagem antropológica de diagnóstico rápido inspirada no modelo de Signos, Significados e Ações e é baseado na análise de entrevistas semi-estruturadas com vinte trabalhadores de quatro diferentes floriculturas. A análise dos dados de campo indicam que estes trabalhadores enfrentam duas realidades: a necessidade do agrotóxico e o sofrimento gerado pelo seu manejo. Além disso, ficou claro que não há uma relação direta entre o conhecimento dos riscos e perigos associados ao agrotóxico. Esta distância é preenchida por crenças que constituem o eixo organizador das ações. As crenças reinterpretam a informação e o risco, influenciam o comportamento e viabilizam a movimentação destes trabalhadores entre estas realidades paradoxais e sua convivência com o agrotóxico. Contudo, a resignificação do risco pode implicar numa valorização positiva de comportamentos potencialmente danosos.<hr/>The object of this study was to identify context elements that have an influence on pesticide use, related perceptions, and actions in flower production. The study was carried out in Barbacena, Minas Gerais state. The method used was based on an anthropological fast diagnosis approach inspired on the Signs, Meanings and Actions model and on the analysis of semi-structured interviews with 20 workers from four different flower-growing fields. The field data analysis indicates that these workers face two realities: the need for pesticides and suffering generated by pesticide management. Furthermore, there is clearly no direct relation between risk awareness and the effective hazards associated with pesticides. This gap is filled by beliefs which are at the basis of their actions. These beliefs reinterpret information and risk, influence behavior, and make it possible for these workers to move between these two paradoxical realities and pesticide. Attributing new meanings to pesticide management risks, however, may imply in positively valuing potentially harmful behaviors. <![CDATA[<B>Human health effects and p,p'-DDE and p,p'-DDT exposure</B>: <B>the case of Mexico</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Basado en la revisión sistemática de 32 artículos publicados en PubMed-Medline hasta enero del 2006 y utilizando como palabras clave DDT exposure, human, milk y Mexico; este estudio analiza la situación acerca de la exposición en México a difenildicloroetano (DDT) y su principal metabolito p,p,'-DDE, así como, su posible repercusión sobre la salud humana. Aún cuando, el uso del DDT se suspendió en 1999, los estudios evaluados reportan niveles importantes de p,p'-DDE, en muestras biológicas de suero, tejido adiposo y leche materna de poblaciones no ocupacionalmente expuestas. Así mismo, existen evidencias sobre daños a la salud, especialmente relacionados con el área reproductiva masculina, la lactancia materna y más recientemente daños a nivel celular, así como, alteración en el desarrollo psicomotor de niños expuestos in utero. Aún cuando existen muchas lagunas, acerca de otros efectos adversos a la salud relacionados con la exposición a DDT o sus metabolitos, la experiencia lograda hasta ahora, debe ser tomada en cuenta en México y el resto de Latinoamérica, para que considerando el principio precautorio se legisle sobre el DDT y otros contaminantes orgánicos persistente que tienen actividad y características similares al DDT o sus metabolitos.<hr/>Based on the systematic revision of 32 articles published in PubMed-Medline until January of 2006 and using like key words DDT exposure, human, milk and Mexico; this study analyzes the situation about the exposure of difenildicloroetano (DDT) and its main metabolite p,p,'-DDE in Mexico, as well as, their possible repercussion on the human health. Even though, the use of the DDT in Mexico was banned in 1999, the evaluated studies report significant levels of p, p'-DDE, in biological samples of serum, adipose tissue and maternal milk of populations not occupationally exposed. Also, there are evidences on damages to the health, specially related to the reproductive area, and more recently damages at cellular level, as well as, alteration in the psychomotor development of children exposed in uterus. Even though many gaps exist concerning the other adverse effects on health, relating to DDT exposure and its metabolites, experience accumulated at this point, must be taken into account in Mexico and the rest from Latin America, so that following this precautionary principle they should legislate against DDT and other persistent organic contaminants with characteristics similar to those of DDT and its metabolites. <![CDATA[<B>Use of bioindicators for assessing and monitoring pesticides contamination in streams and rivers</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem como objetivo apresentar uma análise dos principais bioindicadores utilizados para avaliação do impacto ambiental em recursos hídricos, já que a simples mensuração dos níveis de substâncias químicas presentes no ambiente não é suficiente para revelar os reais efeitos adversos da contaminação, tornando-se necessário a avaliação dos efeitos biológicos da contaminação em diversos níveis hierárquicos. Os bioindicadores foram tratados neste artigo através de dois estudos de casos que abrangem diferentes níveis; no caso 1, foram utilizados três níveis de organização: individual, celular e molecular, para detecção precoce dos efeitos reais da exposição de peixes aos poluentes ambientais em três bacias hidrográficas. A inibição da atividade da AchE em peixes possibilitou a avaliação dos efeitos dos agrotóxicos organofosforados e carbamatos, evidenciando o efeito dos cultivos agrícolas; no caso 2, apresentamos uma avaliação no nível da comunidade de macroinvertebrados, empregando o Índice Biótico Estendido. Discutimos, as vantagens e limitações na produção de dados confiáveis que possibilitem a implementação de medidas adequadas para o diagnóstico em diferentes escalas, visando a proteção e/ou recuperação dos ecossistemas.<hr/>The objective of this article is to present an analysis of the main bioindicators that are currently used to assess the environmental impact of pollution in water resources. The simple quantification of chemicals in the environment is not enough to reveal the real effects of contamination on ecosystems, making necessary the assessment of the biological effects that pollution causes at different hierarchical levels. The bioindicators used in this article on two case studies comprehend different hierarchical levels: in case study 1, three organization levels were utilized: individual, cellular and molecular, to detect the early effects of exposition to environmental pollutants in three hydrographic basins. By observing the inhibition of AChE activity in fish it was possible to assess the effects of organophosphorate and carbamate pesticides, showing the effects of agricultural activities. In case study 2, we present an assessment at the macroinvertebrate community level using the Extended Biotic Index. We discuss the advantages and limitations in the production of reliable data that could be used in the implementation of adequate actions to protect and/or recover ecosystems. <![CDATA[<B>National Poisoning Information System - SINITOX and human intoxication by pesticides in Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho apresenta o perfil das intoxicações por agrotóxicos, estes separados por agrotóxicos de uso agrícola, agrotóxicos de uso doméstico, produtos veterinários e raticidas, a partir da análise da base de dados do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX), para o período de 1999 a 2003. Os resultados encontrados apontam perfis diferentes para as intoxicações causadas por estes quatro produtos. Enquanto intoxicações por agrotóxicos de uso agrícola e por produtos veterinários são mais freqüentes em adultos e em indivíduos do sexo masculino, intoxicações por agrotóxicos de uso doméstico e por raticidas são mais freqüentes em crianças e em indivíduos do sexo feminino. As letalidades também são muito diferentes, variando de 0,44% para os agrotóxicos de uso doméstico a 2,80% para os agrotóxicos de uso agrícola. Conclui-se que a análise conjunta das intoxicações por agrotóxicos, sem fazer distinção ao tipo de agrotóxico envolvido, é um erro, pois distorce os resultados encontrados, chegando a ocultar reais riscos. Faz-se necessário, assim, o cuidado de disponibilizar, de modo diferenciado, informações acerca de tais intoxicações.<hr/>This study analyzes the profiles of pesticide intoxication, here distinguished by agricultural pesticides, household pesticides, veterinary products, and rodenticides, according to data obtained from the National Poisoning Information System (SINITOX) database, from 1999 to 2003. The findings indicate different profiles for poisonings caused by these four products. While poisoning by agricultural pesticides and veterinary products is more frequent among adults and males, poisoning by household pesticides and rodenticides is more frequent among children and females. The lethality for each kind also varies greatly, from 0.44% for household pesticides to 2.80% for agricultural pesticides. The integrated analyses of poisonings by pesticides, without distinguishing the type of pesticide may be an error, distorting the findings, even hiding risk factors. It is therefore necessary to disseminate information on each kind of poisoning. <![CDATA[<B>New model of accumulation and agro-business</B>: <B>the ecological and epidemiological implications of the Ecuadorian cut flower production</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en El artículo refere-se a una investigación de los procesos que ha generado la producción florícola en el ecosistema de la Cuenca del Rio Granobles (zonas de Cayambe y de Tabacundo) y su impacto en el ecosistema y la salud humana. Para abarcar ese complejo objeto de estudio y sus múltiples dimensiones se ha requerido un enfoque interdisciplinario y además una construcción intercultural, desde los siguientes componentes: a) dinámica de los plaguicidas; b) proceso de distribución y comercialización de los plaguicidas en la cuenca; c) proceso de transformación económica y socio-antropológica generado por la floricultura; d) proceso epidemiológico de impacto en la salud humana; e) y el diseño de sistemas e instrumentos de información integrales, interculturales y participativos. La investigación consolidó una importante base de datos, geocodificada, de caracterización y conocimientos sobre impactos de la producción de flores en los(as) trabajadores(as), comunidades, sistemas hídricos y suelos, ofreciendo evidencias del severo impacto de actual sistema floricultor y exigindo reflexionar acerca de la sostenabilidad de los sistemas productivos y la garantia del futuro de los ecosistemas.<hr/>The article refers to the results of an integrative research project that aim to analyze ecosystem and human health's impacts of cut flower production in Cuencas del Rio Grande region (Cayambe and Tabacundo zones). In order to assess the complex object of study and its multiple dimensions, an interdisciplinary approach has been constructed, based on the following components: a) pesticides dynamics analysis; b) pesticides distribution and commercialization processes in the region; c) economic and anthropological transformation determinate by the flower production; d) epidemiological process of human health impacts; e) and the design of participatory, multicultural and integrative information. The research consolidated an important geo-codified data base on the impacts of cut flower production to workers, communities, aquatic systems and soils, offering evidences of the actual flower production system severe impacts and leading to a reflection about the sustainability of the productive systems and the future of the ecosystems. <![CDATA[<B>Major rural accident</B>: <B>the pesticide "rain" case in Lucas do Rio Verde city - MT</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo aborda o acidente ambiental causado por derivas de pulverizações aéreas de agrotóxico que atingiram o espaço urbano de Lucas do Rio Verde-MT, em março de 2006. Caracterizou-se como "acidente rural ampliado" de caráter ocupacional e ambiental, cuja gravidade e extensão ultrapassaram a unidade produtiva rural, causando impactos sanitários, sociais e ambientais. Este estudo de caso objetivou conhecer o cenário sociotécnico do acidente e o processo de vigilância em saúde-ambiente, numa dinâmica de pesquisa-ação. As informações foram colhidas através de entrevistas, documentos e registro de observações do cotidiano. Referenciou-se ainda na análise interdisciplinar e participativa de acidentes, com envolvimento de instituições locais de Saúde, Agricultura e Ambiente, lideranças sindicais e políticas, chacareiros e fazendeiros, Promotoria de Justiça, jornalistas e a Universidade. O estudo mostra que as ações de vigilância do "uso e abuso" de agrotóxicos ampliaram-se para "movimento pelo desenvolvimento sustentável da região", apoiado na vigilância participativa, articulada com a luta pela democracia e justiça social, na busca de uma agricultura e/ou ambiente sustentável.<hr/>The article reports the environmental accident caused by aerial pesticide spraying that reached the urban space of Lucas do Rio Verde-MT, in March 2006. It was characterized as a "major rural accident" of environmental and occupational aspects whose seriousness and extension crossed the agriculturally productive unit boundaries causing sanitary, social and environmental impact. This case study had as its objective the understanding of the social-technical scene of the accident and the monitoring process in health-environment in a research-action dynamic. The information was collected through interviews, documents and daily observation reports. It also referred to accidents, multidisciplinary and participatory analyses with the participation of local institutions of health, agriculture and environment, political and union leaderships, ranchers and farmers, the public prosecutor's office, journalists and the University. The study shows that the pesticide "use and abuse" monitoring actions have been extended to [a] "movement for the sustainable development of the region" supported by the participative monitoring and the fight for democracy and social justice in the search of a sustainable agriculture and/or environment. <![CDATA[<B>Multiple exposure to pesticides and impacts on health</B>: <B>a cross-section study of 102 rural workers, Nova Friburgo, Rio de Janeiro State, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Um estudo transversal foi realizado em uma comunidade agrícola localizada em Nova Friburgo, RJ, para conhecer os aspectos epidemiológicos, clínicos e laboratoriais da exposição múltipla a agrotóxicos em uma amostra representativa de 102 pequenos agricultores, de ambos os sexos. Os trabalhadores foram submetidos a um extenso protocolo que incluía aplicação de questionário ocupacional, coleta de amostras biológicas para exame toxicológico e avaliação clínica - geral e neurológica. Os resultados dos exames toxicológicos revelaram episódios leves a moderados de intoxicação aguda aos organofosforados descritos pelos agricultores ou observados durante o exame clínico. Foram também diagnosticados 13 (12,8 %) quadros de neuropatia tardia e 29 (28,5%) quadros de síndrome neurocomportamental e distúrbios neuropsiquiátricos associados ao uso crônico de agrotóxicos. Os resultados apontam para a ocorrência de episódios recorrentes de sobre-exposição múltipla, a elevadas concentrações de diversos produtos químicos, com grave prejuízo para as funções vitais desses trabalhadores, especialmente por se encontrarem em uma faixa etária jovem (média = 35 &plusmn; 11anos) e período produtivo da vida. Estes dados demonstram a importância do monitoramento da múltipla exposição a agrotóxicos, uma cadeia de eventos de grande repercussão na saúde pública e para o meio ambiente.<hr/>A cross section study was carried out in a farming community from Nova Friburgo, Rio de Janeiro state, Brazil, to examine epidemiological, clinical and laboratory aspects of multiple exposure to pesticides in a representative sample of 102 small farmers. Both males and females were submitted to an extensive protocol which included an occupation questionnaire, biological sample collection for toxicology analysis and clinical - general and neurological - evaluation. The toxicology test results showed light to moderate episodes of acute intoxication by organophosphorates either described by the farmers or observed during clinical examination. Thirteen cases of delayed neuropathies (12,8%) as well as 29 cases of neural behavioral syndromes and psychiatric disorders associated to the continued use of pesticides were diagnosed. These results indicate recurrent multiple overexposures to high concentrations of different chemicals, with serious damage to vital functions, especially considering their young age (average 35 &plusmn; 11 years old) and the productive period in their lifetime. These results show how important it is to monitor multiple exposure to pesticides - a chain of events that may have major impacts on public health and the environment. <![CDATA[<B>Agricultural activity and environmental externality</B>: <B>an analysis of the use of pesticides in the Brazilian savannah</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esse artigo tem como objetivo discutir as externalidades negativas associadas ao uso intensivo de agrotóxicos nos municípios do cerrado brasileiro, área em franca expansão da atividade agrícola. Tais externalidades estão relacionadas principalmente aos danos ambientais e à saúde humana (de trabalhadores, famílias rurais e consumidores,) cujos custos acabam sendo socializados. O presente estudo analisa como externalidade a contaminação do solo e da água por esses produtos a partir de dados obtidos por meio da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (IBGE), que em 2003 aplicou um questionário suplementar com questões ambientais. Mapas foram construídos procurando associar áreas contaminadas e o grau de atividade agrícola dos municípios, captado na Pesquisa Agrícola Municipal (IBGE, 2003). Por meio de uma regressão logística, foi possível encontrar fatores de risco da contaminação no solo e na água por agrotóxicos e fertilizantes, tais como área de lavoura temporária, poluição no ar por queimadas e proliferação de pragas. Conclui-se que o artigo pode contribuir para a formulação de políticas no sentido de auxiliar o desenho dos instrumentos de regulação e o diagnóstico das áreas prioritárias em que essas ações preventivas deveriam ser implementadas.<hr/>This paper discusses the negative externalities associated with the intensive use of pesticides in the Brazilian savannah. These externalities are mainly related to impacts on the environment and on human health (rural workers and families, consumers), the costs of which end up being socialized. The externality considered in the present paper is of soil and water contamination by pesticides. The data source is the questionnaire of the Basic Municipal Information Research applied in 2003. Maps are used in order to associate contaminated areas with agricultural activity. Some risk factors associated with soil and water contamination by pesticides such as seasonal crop area, air pollution by burning and weed proliferation, were obtained through a logistic regression. The study concludes that the results can be helpful to formulate policies and aid in the design of regulating instruments and the definition of priority areas where preventive actions should be implemented. <![CDATA[<B>Pesticides</B>: <B>economic efficiency and social and environmental injustice</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo analisou a relação inversa entre eficiência econômica e justiça socioambiental na utilização de agrotóxicos. A utilização de agrotóxicos tenderia a maximizar a eficiência econômica através de ganhos de produtividade; no entanto, poderia agravar a injustiça socioambiental. Inferiu-se essa relação inversa, uma vez que a eficiência econômica pela utilização de agrotóxicos estaria associada a alguma injustiça socioambiental. Este estudo analisou, ainda, o impacto de instrumentos regulatórios no controle da utilização e do manejo de agrotóxicos. Uma legislação que reduza compulsoriamente a utilização de agrotóxicos poderia agravar diversos problemas socioeconômicos, especialmente em pequenas comunidades rurais. Concluiu-se que eventuais restrições na utilização de agrotóxicos em sistemas produtivos que dependam dessas matérias-primas para sustentar sua economia poderia ser bastante prejudicial. Quanto à necessidade de intervenção estatal para regular a utilização de agrotóxicos, este estudo concluiu que a questão não deveria ser sobre a necessidade ou não de legislação, mas sim como deve ser a forma dessa intervenção.<hr/>This study analyzed the inverse relationship between economic efficiency and social and environmental justice in the use of pesticides. The use of pesticides tends to improve economic efficiency by increasing agricultural productivity, however, it can also increase social and environmental injustice. This inverse relationship was inferred since the economic efficiency gained with the use of pesticides is [usually] associated with some kind of social and environmental injustice. This study also analyzed the impact of regulatory measures to control the use and handling of pesticides. Strict pesticide regulations could jeopardize agricultural competitiveness, especially in some small rural communities; therefore, the cost-benefit results of pesticides regulations could be negative and detrimental comparing to potential pesticide effects on human health and the environment. This study also concluded that some regulatory control is needed; however, it should be well designed and managed. <![CDATA[<B>A review of nitrates in drinking water</B>: <B>maternal exposure and adverse reproductive and developmental outcomes</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en In this review, we present an update on maternal exposure to nitrates in drinking water in relation to possible adverse reproductive and developmental effects, and discuss nitrates in drinking water in the United States. The current standard for nitrates in drinking water is based on retrospective studies and approximates a level that protects infants from methemoglobinemia, but no safety factor is built into the standard. The current standard applies only to public water systems. Animal studies have found adverse reproductive effects resulting from higher doses of nitrate or nitrite. The epidemiologic evidence of a direct exposure-response relationship between drinking water nitrate level and adverse reproductive effect is still not clear. However, some reports have suggested an association between exposure to nitrates in drinking water and spontaneous abortions, intrauterine growth restriction, and various birth defects. Uncertainties in epidemiologic studies include the lack of individual exposure assessment that would rule out confounding of the exposure with some other cause. We conclude that the current literature does not provide sufficient evidence of a causal relationship between exposure to nitrates in drinking water and adverse reproductive effects.<hr/>Nesta revisão, apresentamos um estudo sobre exposição materna aos nitratos na água potável e possíveis reações adversas ao desenvolvimento reprodutivo, no caso dos Estados Unidos. O padrão de uso de nitratos na água potável é baseado em estudos retrospectivos e leva em conta níveis que protegem os bebês contra a metemoglobinemia. Mas nenhum fator de segurança foi construído a partir desse padrão, sendo que os níveis atuais foram construídos e exigidos apenas para os sistemas públicos de distribuição de água. Estudos com animais encontraram efeitos reprodutivos adversos e advindos das altas doses de nitrato ou nitrito na água. A evidência epidemiológica sobre a relação de exposição-resposta direta entre o nível de nitratos na água potável e efeitos adversos não está clara. No entanto, algumas notificações sugerem associação entre exposição a nitratos na água potável e abortos espontâneos, restrições ao crescimento intrauterino e vários defeitos de nascença. As incertezas nos estudos epidemiológicos incluem a falta de avaliação da exposição individual que excluiria confundir a exposição com outros fatores. Concluimos que a literatura atual não provê suficiente evidência de uma relação causal entre exposição a nitratos na água potável e efeitos reprodutivos adversos. <![CDATA[<B>Environmental management in the public sector</B>: <B>a question of social and economic relevancy</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este texto apresenta uma discussão a respeito da necessidade de implantar um sistema de gestão ambiental nos órgãos da administração pública. Efetua-se breve descrição de práticas gerenciais de empresas de setores variados que assumem o compromisso de estabelecer a melhor relação possível entre atividade empresarial, meio ambiente e necessidades humanas presentes e futuras. Expõem-se alguns argumentos de caráter econômico, referentes aos benefícios obtidos por iniciativas privadas que adotaram critérios de ecoeficiência que, em si, seriam suficientes para justificar a implantação de uma política efetiva de gestão ambiental nas instituições públicas. Destaca-se a relevância da criação da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que pretende instaurar uma nova cultura institucional, visando à mobilização dos servidores para a otimização dos recursos, para o combate ao desperdício e para a busca de uma melhor qualidade do ambiente de trabalho. Evidencia-se que para o êxito e efetivação da agenda será decisivo o grau de engajamento do próprio servidor e de seus dirigentes.<hr/>Discussing the need to implement an environmental management system in civil service entities, this paper offers a brief description of some management practices used by companies in various sectors that are endeavoring to establish the best possible relationships between business activities, environmental issues and human needs, today and in the future. Some economic arguments are presented, including the benefits obtained by private sector companies adopting eco-efficiency criteria that are in themselves sufficient to justify the implementation of an effective environmental management policy in government institutions. The relevance is also stressed of drawing up the Civil Service Environment Agenda (A3P), striving to introduce a new cultural approach that will mobilize civil servants in order to optimize resources, combating waste and encouraging better work environments. For this Agenda to be effective, civil servants and managers must obviously be fully engaged. <![CDATA[<B>Inactive dumps in Santa Catarina´s carboniferous area</B>: <B>analysis of risks to the public health and the environment</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100020&lng=en&nrm=iso&tlng=en A existência de lixões inativos aumenta consideravelmente o assim denominado "passivo ambiental"; tanto que a destinação final dos resíduos sólidos urbanos ocupa lugar primordial na pauta das questões ambientais das sociedades¹. No estado de Santa Catarina, pode-se afirmar que, atualmente, é formalmente desconhecido o estado real em que se encontram os "depósitos de destinação final" ou, mais simplesmente, os lixões inativos. Isto é talvez mais evidente na região carbonífera do estado, já tão sacrificada pelos impactos ambientais da mineração do carvão. Este trabalho buscou realizar um levantamento dos lixões inativos na região carbonífera de Santa Catarina, analisando os riscos que estes representam à saúde pública e ao meio ambiente. Os resultados obtidos mostram que, dos onze municípios pertencentes à região carbonífera, nove possuem lixões inativos. Nesses nove municípios, há onze lixões inativos que, segundo a presente avaliação, apresentam grande risco à saúde da população e ao meio ambiente quando considerados os parâmetros analisados.<hr/>The existence of inactive dumps considerably increases the so-called "environmental liability"; so much so that the final destination of urban solid residues takes a prominent place on the list of environmental issues of societies¹. In the state of Santa Catarina, it can be said that, currently, the real conditions of the "final destination deposits", or simply the inactive dumps, is officially unknown. This is maybe most evident in the carboniferous area of the state that already suffers from the environmental impact of coal mining. This study attempts to make a survey of the inactive dumps in the carboniferous area of Santa Catarina, analysing the risks they represent to public health and to the environment. The results gathered show that, of the eleven municipal districts in the carboniferous area, nine have inactive dumps. In these nine districts, there are eleven inactive dumps that, according to the this evaluation, represent a large risk to public health and the environment when the parameters analysed are taken into acount. <![CDATA[<B>Environmental and biological determinants of neuropsychomotor development in a sample of children in Canoas/RS</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo verificou a prevalência de suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e possíveis associações a fatores ambientais e biológicos, bem como à competência materna, em uma amostra de crianças de até 6 anos residentes no município de Canoas/RS. Às mães foi aplicado um questionário sobre fatores socioeconômicos e reprodutivos, condições da criança ao nascer, patologia da criança, estrutura familiar, atenção à criança e componentes da competência materna. Avaliou-se a suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor via teste de Denver II. Visitaram-se quarenta clusters pelo processo de amostragem probabilística por cluster na cidade de Canoas/RS. O delineamento do estudo foi analítico transversal. Segundo os resultados, há prevalência de suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor de 27% (n=53) das 197 crianças avaliadas. A análise multivariada mostrou os seguintes fatores associados à suspeita de atraso no desenvolvimento: baixa renda familiar (or=9,3), gestação materna com intervalo interpartal inferior a 18 meses (or=3,9) e mães sem o apoio dos pais da criança (or= 7,0). Os resultados afirmam a importância de programas de geração de renda, educação em saúde e planejamento familiar para a prevenção de atraso no desenvolvimento infantil.<hr/>The object of this study is to determine the prevalence of potential delays in neuropsychomotor development and their possible association with, on one hand, environmental and biological factors, and maternal competence on the other, in a sample of children up to six years old living in Canoas, in Rio Grande do Sul state. A questionnaire was submitted to mothers including questions on social, economic and reproduction factors; child&acute;s conditions at birth; child&acute;s pathologies; family structure; child care and elements on maternal competence. The potential for neuropsychomotor development delay was assessed by the Denver II Test. Forty clusters were visited in Canoas, a city in Rio Grande do Sul state, in accordance with the cluster probabilistic sampling process. From 197 children assessed by this analytical cross-section study, there was a 27% (n=53) prevalence of potential delay in neuropsychomotor development. The multivariate analysis showed that factors associated with potential development delays were: low income (or = 9,3); mothers with less than 18-month intervals between pregnancies (or=3,9) ; and lack of support from child&acute;s father (or=7,0). These results support the importance of implementing income generating programs, health education, and family planning in order to prevent child development delays. <![CDATA[<B>Healthy housing and healthy environments as a strategy for health promotion</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, discute-se a Habitação Saudável enquanto campo potencial de conhecimento e de práticas a serem aplicadas na estratégia de Promoção da Saúde, como instrumento de abordagem ampliada de discussão dos problemas relativos à saúde e à qualidade de vida. Apresenta-se o desenvolvimento e a consolidação da Promoção da Saúde, centrando a discussão em dois campos de ação: políticas públicas saudáveis e criação de ambientes favoráveis à saúde. Como caminho de reflexão e aproximação dos campos da Promoção da Saúde e da Habitação Saudável, são utilizados os conceitos de habitabilidade e de ambiência.<hr/>In this article, Healthy Housing is discussed as a potential field of knowledge and practices to be applied in the Health Promotion strategy and as an instrument in a larger discussion of problems in health and living standards. The development and consolidation of Health Promotion is presented focusing the discussion on two fields of action: healthy public policies and the establishment of healthy environments. The concepts of habitability and ambience are presented as a path conducive to reflection and the development of closer ties between Health Promotion and Healthy Housing. <![CDATA[<B>Health and environmental indicator systems in health institutions</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, é realizada uma revisão teórica sobre aspectos conceituais e metodológicos da construção de um sistema de indicadores, visando a gestão integrada em saúde e ambiente nas instituições de pesquisa, ensino e prestação de serviços em saúde, que articule também a Biossegurança. Partiu-se do estudo de modelos internacionais de indicadores, destacando-se o modelo da Organização Mundial de Saúde, mais apropriado para este trabalho, a partir do qual foi feito o processo de coleta, organização e síntese de informações. Visa-se criar um instrumental de monitoramento e avaliação destas ações, a fim de apoiar a tomada de decisões.<hr/>This article presents a discussion on conceptual and methodological aspects involved in the establishment of a system of indicators for Health and Environment, with the purpose of integrating the management of research, education and health services institutes while also taking Biosafety into account. The initial task was the study of international indicator models, paying special attention to the World Health Organization model, more apropriate to this article, which was used in the process of collection, organization and synthesis of data. This work aims to create methodological instruments for the monitoring and evaluation of these procedures and support the decision making process. <![CDATA[<B>How pharmacists can contribute to health promotion</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os medicamentos são considerados a principal ferramenta terapêutica para recuperação ou manutenção das condições de saúde da população. No entanto, o simbolismo de que eles são revestidos e, conseqüentemente, o uso dos mesmos pela sociedade, tem contribuído para o surgimento de muitos eventos adversos, com elevado impacto sobre a saúde e custos dos sistemas. Assim, a promoção do uso racional dos medicamentos é uma ferramenta importante de atuação junto à sociedade, para senão eliminar, minimizar o problema. Neste sentido, o farmacêutico pode contribuir sobremaneira, já que este é assunto pertinente a seu campo de atuação. Sua participação em equipes multidisplinares acrescenta valor aos serviços e contribui para a promoção da saúde. Este artigo trata destas questões e discute as possibilidades desta contribuição.<hr/>Medicines are considered the main therapeutical tool for the treatment or maintenance of public health conditions. However, the symbolism in wich they are cloaked and thus their use by society, has contributed to the emergence of many adverse events with high impact on health and health systems costs. Thus, rational drug use promotion is an important tool to eliminate or minimize the problem. This is where the pharmacists can play an important role because this is a pertinent subject in their field of performance. Their participation in multidisciplinary teams adds value to health services and contributes to health promotion. This article addresses these issues and how pharmacists can contribute to health promotion. <![CDATA[<B>Bioethical analysis of drugs advertisement and publicity</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Sob a perspectiva da "ética da proteção" e da "bioética de intervenção", a pesquisa analisa a influência das peças publicitárias de medicamentos veiculadas à classe médica na prescrição de medicamentos. Estuda, ainda, a qualidade das informações nas propagandas de medicamentos de venda sob prescrição, antes e depois da Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa - RDC 102/2000, que regulamenta a propaganda de medicamentos no país, bem como discute o papel regulador do Estado na área. Primeiramente, foram entrevistados 50 médicos de Brasília, a fim de examinar como percebem os efeitos da propaganda sobre sua atividade profissional. Em seguida, foram avaliadas 10 peças publicitárias, 5 veiculadas antes e 5 depois da RDC 102/2000. Os resultados permitiram concluir que: a) 98% dos médicos recebem visitas regulares de representantes comerciais; b) 86% recebem brindes; c) 68% crêem na influência direta da propaganda sobre a prescrição; d) 14% disseram prescrever medicamentos em função do recebimento de prêmios; e) 68% acreditam existir inverdades nas informações das peças publicitárias; f) antes da RDC, as informações (contra-indicações, indicações, precauções, cuidados e advertência) nas propagandas representava 28% dos casos; após a RDC, foram encontradas informações em 79% dos casos.<hr/>This study investigates how advertising campaigns for drugs influence drug prescription practices among physicians from a point of view of "protection ethics" and of "intervention bioethics". It also analyzes information quality in advertisements for prescription drugs before and after the ANVISA (National Agency for Sanitary Protection) RDC 102/200 Resolution wich regulates drugs advertising as well as discusses the regulating role of the state in this area. A first approach was to interview 50 physicians in Brasília/DF (25 general physicians and 25 surgeons) in order to examine how they perceive the effects of advertisement on their professional activities. A second approach was to study 10 publicity pieces, five from before and five from after the RDC Resolution. The results showed that: a) 98% of phsicians are visited by sales representatives on a regular basis; b) 86% of physicians receive gifts during these visits; c) 68% beleive that advertising strongly influences prescription practices; d) 14% related prescription practices to the receival of rewards; e) 68% beleive that information contained in advertisements is unreliable; f) before the RDC Resolution, 28% of advertisements had adequate information content (counter-indications, indications precautions, warnings, and adverse reactions); after the RDC Resolution, that number grew to 79%. <![CDATA[<B>Survey of cnidarian accident records in some beaches of the coast of Pernambuco (Brazil)</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os cnidários estão entre os organismos mais peçonhentos que se conhecem. Caracterizam-se por possuir células urticantes denominadas cnidócitos, e diversas espécies, como as chamadas caravelas e águas-vivas, podem ocasionar danos ao homem. Apesar da pouca atenção dada a este tipo de acidente no litoral brasileiro, os estudos existentes mostram que sua ocorrência é significativa. O presente estudo teve como principais objetivos levantar os acidentes causados por cnidários nos banhistas de algumas praias do litoral de Pernambuco e investigar o conhecimento referente a este tema por parte de profissionais de áreas relevantes. Assim, visitou-se arquivos de hospitais, postos praieiros e grupamento salva-vidas para o levantamento de registros, e foram entrevistados 17 profissionais. Foram levantados registros de 35 acidentes para um período de dois anos na Praia de Boa Viagem (Recife), além de registros informais de uma média de quatro a cinco casos por semana na Praia de Piedade e dois a três casos por semana na Praia de Pontas de Pedras. Em relação ao conhecimento dos profissionais entrevistados, a maioria das respostas está, de forma geral, de acordo com a literatura existente, apesar de ainda haver certo nível de informações inadequadas ou insuficientes em relação ao tema estudado.<hr/>Cnidarians are among the most venomous organisms known to man. They are characterized by stinging cells called cnidocytes, and several species, such as the Portuguese-man-of-war and the jellyfish, can cause harm to human beings. Despite not attracting () much attention on the Brazilian coast, the studies that have been carried out to date show that the occurrence of this kind of accident is significant. The aim of this study was to survey cnidarian related accidents with beach goers on some beaches of the state of Pernambuco, as well as to investigate the knowledge of relevant professions on this theme. () Archives of hospitals and life guard posts were visited for the survey, and 17 professionals were interviewed. During the visits, records were obtained for a total of 35 accidents at Boa Viagem Beach (Recife) over a two-year period, as well as informal records of an average of four to five cases a week at Piedade Beach and an average of two to three cases a week for Pontas de Pedras Beach. As to the knowledge of the professionals interviewed, most answers agree, in general, with the literature available, despite a certain level of inadequate or insufficient information on the theme. <![CDATA[<B>The qualitative process of research mediating the transformation of reality</B>: <B>a contribution to team work in health education</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta a experiência da aplicação de um método qualitativo de pesquisa que, além da compreensão das práticas de educação em saúde desenvolvidas por uma equipe de saúde de um ambulatório-escola, proporcionou um processo educativo com base na reflexão crítica dos resultados do estudo, com os próprios sujeitos da pesquisa. Essa experiência foi desenvolvida com dezenove profissionais de saúde do Serviço de Assistência Integrada à Saúde de Tubarão, Santa Catarina. O processo de pesquisa ocorreu em quatro momentos. Momento 1: caracterizado como momento inicial de interação com os sujeitos do estudo - escuta e diálogo - para a primeira fase de levantamento dos dados. Momento 2: momento particular reflexivo-criativo do pesquisador, representando a primeira fase do processo de análise-reflexão-síntese dos dados. Momento 3: momento coletivo de interação e diálogo reflexivo com a equipe de saúde para discussão da realidade encontrada e descoberta de temas emergentes. Momento 4: momento particular do pesquisador para análise-reflexão-síntese da totalidade dos dados. Dessa prática educativa com a equipe de saúde emergiu o tema "A necessidade e a vontade de transcender para o contexto do cliente e as (im)possibilidades de romper com os atuais padrões das práticas em saúde", cuja síntese final gerou estratégias de mudanças naquele Serviço.<hr/>This paper presents the experience of applying a qualitative survey method that offers an understanding of the educational healthcare practices developed by a healthcare group working at a teaching out-patient clinic. This method also led the survey subjects through an educational process based on critical thinking about the findings of the survey. This experiment was conducted with nineteen healthcare practitioners at the Tubarão Integrated HealthCare Unit in Santa Catarina State. The survey was carried out in four phases. Phase 1: initial interaction with the participants in the study (listening and dialog) for the first data collection phase. Phase 2: private time for the researcher to think creatively as a first step in the process of analyzing, considering, and summarizing the data. Phase 3: collective interaction and reflective dialog with the healthcare group, discussing the situations encountered and exploring emerging topics. Phase 4: private time for the researcher to analyze, consider and summarize all data. This educational practice with the healthcare group resulted in the appearance of the topic: "The need and the will to transcend to the client's context and the (im)possibilities of breaking away from current patterns of healthcare practices", prompting suggestions for strategic changes in the Unit. <![CDATA[<B>The being that ages</B>: <B>technique, science and knowledge</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100028&lng=en&nrm=iso&tlng=en Abordamos a Gerontologia, que se pretende ciência do envelhecimento. A partir de Bachelard e Canguilhem, discutimos as perspectivas da Gerontologia como ciência naquilo que se refere à Fisiologia do Envelhecimento, da Genética do Envelhecimento ou da Biogerontologia e como um conjunto de técnicas de cura, de alívio da dor, de ação sobre a vida do ser que envelhece através da Geriatria, da Psicogeriatria, da Enfermagem Geriátrica, do Serviço Social, por exemplo. A partir do pensamento de Foucault, consideramos que a Gerontologia inclui os saberes sobre este ser único que pensa sobre si mesmo e sobre suas próprias representações por meio da Antropologia, da Psicanálise, entre outras. Quanto a ter por objeto o envelhecimento, entendemos que se trata de um projeto absolutamente ambicioso, que praticamente coincide com as Ciências Humanas e da Vida quando tematizam a juventude e o envelhecer. Hoje, parece-nos, a Gerontologia corresponde a um conjunto de ciências, técnicas e saberes voltados, principalmente, para esse ainda nebuloso domínio que é a velhice.<hr/>We address Gerontology in its perception as the science of aging. Based on Bachelard and Canguilhem, we discuss the perspectives of Gerontology as science in terms of Aging Philosophy, Aging Genetics or Bio-Gerontology, and as a set of techniques for cure such as pain relief, action on life of the being that ages through Geriatrics, Psycho-geriatrics, Geriatric Nursing and Social Service. Based on Foucault, we consider that Gerontology comprises all knowledge on that unique being who thinks about himself and about his own representations, through Anthropology, Psychoanalysis, and so on. As to the fact that aging is the object , we see this as an ambitious project, which almost coincides with Human Sciences and Life when these deal with youth and old age. Gerontology is today a set of sciences, techniques and knowledge, mainly concerned with the still indefinite domain of old age. <![CDATA[<B>Race and epidemiology</B>: <B>strategies to build on biological differences</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100029&lng=en&nrm=iso&tlng=en Nas controvérsias atuais sobre raça e diferença racial nos agravos à saúde, a epidemiologia é vista como detentora de autoridade para confirmar ou refutar a verdade científica dessas diferenças. Ao apontar as discussões sobre as limitações da epidemiologia dos fatores de risco, vertente hegemônica nas abordagens epidemiológicas, buscou-se destacar nesse artigo o caráter ideológico dos pressupostos causais e as estratégias epistemológicas que reiteram e reificam as diferenças raciais na saúde com base no determinismo biológico e no reducionismo estatístico. O objetivo deste trabalho é destacar as possibilidades de contestação de algumas interpretações dos achados epidemiológicos sobre diferenças raciais na saúde, enfatizando os aspectos políticos e ideológicos da ciência e provendo os investigadores de argumentos que ajudem a superar o racialismo que permeia algumas hipóteses causais acerca da diversidade humana e doença.<hr/>In the current controversies about race and racial differences in health, epidemiology is seen as the authority that confirms or refutes the scientific truth of these differences. Pointing out the current discussions about the limitations of risk factor epidemiology, hegemonic branch of the epidemiological approaches, it is the aim of this article to highlight the ideological character of the causal assumptions and epistemological strategies that restate and reify the racial differences in health based on biological determinism and statistical reductionism. The objective of this work is to highlight the possibilities of contestation of some interpretations about epidemiological findings on racial differences in health, emphasizing the political and ideological aspects of science and providing the investigators with arguments that can help to overcome the racialism that permeates certain causal hypothesis about human diversity and disease. <![CDATA[<B>The silent itinerary of people with HIV told through oral history</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100030&lng=en&nrm=iso&tlng=en O surgimento da AIDS como fenômeno social e histórico carregou consigo os espectros construídos no imaginário social, recrudescendo o conceito de peste, mobilizando sentimentos e preconceitos, tornando-se ela mesma um grande estigma. Fatores que afetam de maneira fundamental o bem-estar de pessoas vivendo com o HIV. E para compreender a dimensão do problema das pessoas que vivem com o HIV que não procuraram os serviços do SUS para o acompanhamento de sua saúde, propusemo-nos a realizar este estudo tendo como objetivo apreender os motivos que dificultam essa procura. O referencial metodológico adotado foi história oral temática. Os colaboradores do estudo foram cinco pessoas portadoras do HIV. Utilizando a análise de conteúdo, observamos que os colaboradores não procuram as Unidades de Saúde próximas às suas casas pelo medo de serem identificados, principalmente quando sabem que nesses serviços irão encontrar pessoas de seu convívio social para quem não foi revelado seu diagnóstico de HIV. Devido a esse medo, antecipam que vão sofrer de discriminação e estigmatização - em função da representação social da doença - e, assim, para se proteger, escolhem o segredo que os impede de confiar em alguém ou procurar cuidados para a sua saúde, aumentando seu sofrimento pessoal e sua vulnerabilidade para adoecer de AIDS.<hr/>The emergence of AIDS as a social and historical phenomenon has brought along with it specters held in social imagination, aggravating the concept of plague, generating strong feelings and prejudice, becoming a stigma. Such factors ultimately affect HIV bearers' well being. Thus, this study aims to understand the dimension of the problem of HIV bearers who have not seeked treatment in the National Health System and the reasons which make this search so difficult. The adopted methodological approach was thematic oral accounts. Five HIV bearers collaborated in this study. By using content analysis, we observed that the study participants do not go to Health Units near their homes fearing to be identified, especially since they know they will certainly meet people from their neighborhood at the health units who do not know about their HIV diagnosis. Because of this fear, they anticipate they will suffer discrimination and stigmatization - due to the disease's social significance - and so, to protect themselves, they choose a secrecy that keeps them from trusting anyone and from seeking health care, thus increasing their personal suffering and vulnerability to develop AIDS. <![CDATA[<B>The relation between space and collective oral health</B>: <B>for a georeferenced epidemiology</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100031&lng=en&nrm=iso&tlng=en A importância do meio-ambiente sobre a saúde das pessoas é uma preocupação antiga do ser humano. Dos textos hipocráticos aos dias de hoje, o conceito de espaço permitiu e permite diferentes representações e formas de apreensão. Superando a concepção natural do espaço apenas como um ambiente inerte e passivo, a visão de um espaço geográfico socialmente construído, tanto como um receptor dos processos sociais quanto como o próprio ativador destes processos, torna-se cada vez mais relevante na compreensão dos fenômenos envolvidos no processo saúde-doença. Neste sentido, a epidemiologia se apresenta como um referencial privilegiado na articulação entre os elementos lugar-tempo-pessoas. Este ensaio reflexivo busca explorar as relações estabelecidas entre o espaço (social e geográfico) e a Saúde Bucal Coletiva, destacando o papel do território na reprodução das iniqüidades em saúde e a necessidade do desenvolvimento de pesquisas que abordem o espaço como elemento constitutivo do processo saúde-doença bucal. Aproximando-se do que poderia ser chamado de uma epidemiologia georreferenciada, a expressão espacial dos eventos de saúde-doença bucal e dos atores envolvidos neste processo fortalece a importância do território (e suas várias significações) para a Saúde Bucal Coletiva.<hr/>The influence of the environment on health is an ancient human concern. From the Hippocratic texts to today, the concept of space permitted and still permits different representations and forms of perception. Overcoming the natural conception of space as only an inert and passive environment, the idea of a socially constructed geographic space, both as a receiver of social processes as much as being its own activator in these processes, becomes ever more relevant in the comprehension of phenomena involved in the health-disease process. In this sense, epidemiology is presented as a privileged reference point in the articulation of place-time-people elements. This reflexive investigation seeks to explore the relations established between space (social and geographical) and Collective Oral Health, emphasizing the role of territory in the reproduction of iniquities in health and the necessity of developing studies that approach space as a constitutive element in the oral health-disease process. In what could be termed a georeferenced epidemiology, the spatial expression of events of oral health-disease and of the actors involved in this process strengthens the importance of territory (and its various significations) to Collective Oral Health. http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232007000100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en