Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=1413-812320090008&lang=en vol. 14 num. lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<b>Health Family, now more than never!</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Family Health Program in Brazil</b>: <b>an incomplete agenda?</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata de uma análise longitudinal da experiência brasileira com o Programa Saúde da Família (PSF), ao longo dos doze anos da sua implantação e implementação. Toma como ponto de partida o propósito fundamental desta estratégia, que é a reorganização da atenção básica de saúde, contextualizando à luz da experiência que é única e peculiar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Evidencia os avanços e desafios do PSF, apontando nesse sentido as necessidades mais urgentes em termos de incorporação tecnológica, formação da força de trabalho, estabelecimento de novos mecanismos e pactos em torno do financiamento da atenção básica e encaminhamento de novas estratégias e tecnologias nos processos de monitoramento e avaliação. Finaliza apontando elementos para subsidiar um debate sobre as questões em pauta, o qual deve ser permanente e lúcido na perspectiva da construção do SUS e do direito à saúde.<hr/>The present article is a longitudinal analysis of the Brazilian experience with the Family Health Program (PSF) throughout its 12 years of implementation. The article starts with the fundamental purpose of such strategy which is the reorganization of Basic Health Care, contextualizing in the light of this unique and peculiar experience to the Brazilian Unified Health System (SUS). It highlights the progresses and challenges of the PSF, indicating urgent needs regarding technological incorporation, formation of labor force, establishment of new mechanisms as well as agreements on basic care funds and the direction of new strategies and technologies in the process of monitoring and evaluation. To conclude, the article shows the elements to foster a debate about such questions, which must be permanent and lucid in the perspective of building the Brazilian Unified Health System and the right to health. <![CDATA[<b>Decision making process and evaluation in health</b>: <b>expanding the debate on the Family Health Program (PSF)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata de uma análise longitudinal da experiência brasileira com o Programa Saúde da Família (PSF), ao longo dos doze anos da sua implantação e implementação. Toma como ponto de partida o propósito fundamental desta estratégia, que é a reorganização da atenção básica de saúde, contextualizando à luz da experiência que é única e peculiar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Evidencia os avanços e desafios do PSF, apontando nesse sentido as necessidades mais urgentes em termos de incorporação tecnológica, formação da força de trabalho, estabelecimento de novos mecanismos e pactos em torno do financiamento da atenção básica e encaminhamento de novas estratégias e tecnologias nos processos de monitoramento e avaliação. Finaliza apontando elementos para subsidiar um debate sobre as questões em pauta, o qual deve ser permanente e lúcido na perspectiva da construção do SUS e do direito à saúde.<hr/>The present article is a longitudinal analysis of the Brazilian experience with the Family Health Program (PSF) throughout its 12 years of implementation. The article starts with the fundamental purpose of such strategy which is the reorganization of Basic Health Care, contextualizing in the light of this unique and peculiar experience to the Brazilian Unified Health System (SUS). It highlights the progresses and challenges of the PSF, indicating urgent needs regarding technological incorporation, formation of labor force, establishment of new mechanisms as well as agreements on basic care funds and the direction of new strategies and technologies in the process of monitoring and evaluation. To conclude, the article shows the elements to foster a debate about such questions, which must be permanent and lucid in the perspective of building the Brazilian Unified Health System and the right to health. <![CDATA[<b>Comments on the Family Health Strategy and the Brazilian Unified Health System (SUS), promoted by Sousa and Hamann's text</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata de uma análise longitudinal da experiência brasileira com o Programa Saúde da Família (PSF), ao longo dos doze anos da sua implantação e implementação. Toma como ponto de partida o propósito fundamental desta estratégia, que é a reorganização da atenção básica de saúde, contextualizando à luz da experiência que é única e peculiar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Evidencia os avanços e desafios do PSF, apontando nesse sentido as necessidades mais urgentes em termos de incorporação tecnológica, formação da força de trabalho, estabelecimento de novos mecanismos e pactos em torno do financiamento da atenção básica e encaminhamento de novas estratégias e tecnologias nos processos de monitoramento e avaliação. Finaliza apontando elementos para subsidiar um debate sobre as questões em pauta, o qual deve ser permanente e lúcido na perspectiva da construção do SUS e do direito à saúde.<hr/>The present article is a longitudinal analysis of the Brazilian experience with the Family Health Program (PSF) throughout its 12 years of implementation. The article starts with the fundamental purpose of such strategy which is the reorganization of Basic Health Care, contextualizing in the light of this unique and peculiar experience to the Brazilian Unified Health System (SUS). It highlights the progresses and challenges of the PSF, indicating urgent needs regarding technological incorporation, formation of labor force, establishment of new mechanisms as well as agreements on basic care funds and the direction of new strategies and technologies in the process of monitoring and evaluation. To conclude, the article shows the elements to foster a debate about such questions, which must be permanent and lucid in the perspective of building the Brazilian Unified Health System and the right to health. <![CDATA[<b>Primary care at health construction</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata de uma análise longitudinal da experiência brasileira com o Programa Saúde da Família (PSF), ao longo dos doze anos da sua implantação e implementação. Toma como ponto de partida o propósito fundamental desta estratégia, que é a reorganização da atenção básica de saúde, contextualizando à luz da experiência que é única e peculiar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Evidencia os avanços e desafios do PSF, apontando nesse sentido as necessidades mais urgentes em termos de incorporação tecnológica, formação da força de trabalho, estabelecimento de novos mecanismos e pactos em torno do financiamento da atenção básica e encaminhamento de novas estratégias e tecnologias nos processos de monitoramento e avaliação. Finaliza apontando elementos para subsidiar um debate sobre as questões em pauta, o qual deve ser permanente e lúcido na perspectiva da construção do SUS e do direito à saúde.<hr/>The present article is a longitudinal analysis of the Brazilian experience with the Family Health Program (PSF) throughout its 12 years of implementation. The article starts with the fundamental purpose of such strategy which is the reorganization of Basic Health Care, contextualizing in the light of this unique and peculiar experience to the Brazilian Unified Health System (SUS). It highlights the progresses and challenges of the PSF, indicating urgent needs regarding technological incorporation, formation of labor force, establishment of new mechanisms as well as agreements on basic care funds and the direction of new strategies and technologies in the process of monitoring and evaluation. To conclude, the article shows the elements to foster a debate about such questions, which must be permanent and lucid in the perspective of building the Brazilian Unified Health System and the right to health. <![CDATA[<b>The authors reply. Fifteen years of a building agenda</b>: <b>dialogues about the Family Health Program (PSF) in Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo trata de uma análise longitudinal da experiência brasileira com o Programa Saúde da Família (PSF), ao longo dos doze anos da sua implantação e implementação. Toma como ponto de partida o propósito fundamental desta estratégia, que é a reorganização da atenção básica de saúde, contextualizando à luz da experiência que é única e peculiar ao Sistema Único de Saúde (SUS). Evidencia os avanços e desafios do PSF, apontando nesse sentido as necessidades mais urgentes em termos de incorporação tecnológica, formação da força de trabalho, estabelecimento de novos mecanismos e pactos em torno do financiamento da atenção básica e encaminhamento de novas estratégias e tecnologias nos processos de monitoramento e avaliação. Finaliza apontando elementos para subsidiar um debate sobre as questões em pauta, o qual deve ser permanente e lúcido na perspectiva da construção do SUS e do direito à saúde.<hr/>The present article is a longitudinal analysis of the Brazilian experience with the Family Health Program (PSF) throughout its 12 years of implementation. The article starts with the fundamental purpose of such strategy which is the reorganization of Basic Health Care, contextualizing in the light of this unique and peculiar experience to the Brazilian Unified Health System (SUS). It highlights the progresses and challenges of the PSF, indicating urgent needs regarding technological incorporation, formation of labor force, establishment of new mechanisms as well as agreements on basic care funds and the direction of new strategies and technologies in the process of monitoring and evaluation. To conclude, the article shows the elements to foster a debate about such questions, which must be permanent and lucid in the perspective of building the Brazilian Unified Health System and the right to health. <![CDATA[<b>Evaluation of the care to the pregnant woman's health in the context of the Family Health Program</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A avaliação em sistemas e serviços de saúde vem sendo evidenciada em diversos momentos da discussão das políticas de saúde e práticas em serviços. Desta forma, o objetivo deste estudo foi analisar os cuidados primários em saúde prestados às gestantes pelo Programa Saúde da Família (PSF) no município de Teixeiras (MG). De acordo com as proposições de Donabedian (1990), que relaciona as dimensões de estrutura, processo e resultado, utilizou-se um sistema de escores específicos para análise de tais dimensões e seus respectivos atributos, classificando o município nos cenários incipiente, intermediário e avançado se obtivesse entre 0,0 e 33,3%; 33,4 e 66,6%; 66,7 e 100,00%, respectivamente. As dimensões, na síntese, resultaram em um cenário intermediário (52,2%) para o PSF, caracterizado por uma atenção à saúde da gestante fragmentada, mas que possui alguns avanços na organização da atenção para este grupo. Apesar de tais avanços na implantação do PSF, o cenário encontrado revela que o programa ainda apresenta fortes marcas características do modelo hegemônico centrado nos procedimentos e na atenção biomédica.<hr/>The importance of health systems and services evaluation has been evidenced in several discussions on policies for health and practices in services. Thus, this study was carried out to analyze the primary care to the pregnant women by the Family Health Program (PSF) in the municipality of Teixeiras, Minas Gerais State. According to the propositions by Donabedian (1990) who relates the dimensions of structure, process and result, a specific score system was used to analyze these dimensions and their respective attributes, classifying the program into the incipient, intermediate and advanced sceneries, if the following were obtained: from 0.0 to 33.3%, 33.4% to 66.6, 66.7, and 100.00%, respectively. In summary, such dimensions resulted into a intermediate scenery (52.2%) for PSF characterized by an attention to the fragmented pregnant woman's health, although presenting some progresses concerning the organization of attention toward this group. Although progresses in implantation of PSF, the scenario reveals the program still presents strong characteristic marks of the hegemonic model centered on procedures and biomedical attention. <![CDATA[<b>The degree of implementation of the Family Health Program and social indicators</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa verificou a associação de indicadores sociais com o grau de implantação do Programa Saúde da Família (PSF) em municípios catarinenses, no ano de 2004. Os indicadores utilizados foram: porte populacional dos municípios, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, gasto per capita com saúde e grupo político na gestão municipal. Os resultados demonstraram que há uma forte associação entre porte populacional e implantação do PSF, com maior número de municípios com até 50 mil habitantes em situação satisfatória e intermediária de implantação (p=0,0006). Os municípios maiores apresentaram condição insatisfatória de implantação do PSF. Com o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal foi detectada uma relação inversa entre os fatores (p=0,0264), explicada pela implantação do programa ter ocorrido preferencialmente em municípios de pequeno porte e com parcos recursos assistenciais. Não houve associação da implantação do PSF com o gasto per capita com saúde e com o grupo político na gestão municipal, sugerindo que avaliar estes indicadores de maneira isolada não é suficiente para compreender o desenvolvimento das políticas públicas municipais. Por fim, pode-se inferir que as características locais interferem nos resultados alcançados, indicando que mudanças e adaptações ao nível municipal do programa são necessárias a sua melhor implantação.<hr/>This research analyzes the relationship between social indexes and the implementation level of the Family Health Program (PSF) in cities of Santa Catarina State, Brazil. The social indexes applied were: total population, human development index (HDI), per capita expenses with health and political party at local administration. Findings have shown a strong relationship between the population number and the implementation of the PSF in the cities, with a higher number of smaller cities (up to 50,000 inhabitants) presenting a satisfactory or intermediate implementation level (p=0.0006). On the other hand, populous cities have presented a condition which is considered unsatisfactory for the PSF implementation. The HDI helped to detect a reverse correlation among the investigated factors (p=0.0264). This may be explained by the fact that the implementation has been put into practice mainly in small cities with scant aid resources. No correlation has been observed among the PSF implementation, the per capita expenses with health and the political group at local administration, suggesting that the isolated assessment of these indexes is not enough to understand the development of the public policies of the cities. Lastly, one may infer that local characteristics of the cities in which the program is implemented can interfere with the results, suggesting that changes and adaptations at city level are necessary to reach an adequate program implementation. <![CDATA[<b>The insertion of oral health services in the Family Health Program at Minas Gerais State, Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi analisar aspectos administrativos e operacionais das Equipes de Saúde Bucal (ESB) no Programa Saúde da Família (PSF) no Estado de Minas Gerais. Foram encaminhados a 310 municípios dois tipos de questionários, dos quais 53,5% retornaram os questionários até o final do primeiro semestre de 2004. Destes respondentes, 66,9% relataram formas de contratação instáveis, com 82,5% dos cirurgiões dentistas recebendo salário abaixo de nove salários mínimos por oito horas diárias de trabalho; 75,9% dos municípios relataram uma proporção de até 4.000 habitantes por ESB e 74,1% utilizavam mais de uma forma de agendamento dos usuários. Em média, 79,6% das ESB atendiam todas as faixas etárias; 48,9% dos cirurgiões dentistas relataram não ter participado de nenhum curso de capacitação. A integração entre ESB e Equipes de Saúde da Família (ESF) foi verificada em 76,2 %; todavia, apenas 54% realizam reuniões frequentes. Como pontos positivos, observou -se o princípio da universalidade, a jornada de trabalho de oito horas e a ampliação quantitativa, possibilitando maior acesso aos serviços de saúde bucal e, como pontos negativos, a falta de capacitação das ESB, a demanda excessiva, a precarização das relações de trabalho e a falta de envolvimento entre ESB e ESF.<hr/>The objective of this study was to analyze the administrative and operational aspects of Oral Health Teams (OHT) at the Family Health Program (FHP) in Minas Gerais State, Brazil. Two types of questionnaire were sent to 310 cities, and 53.5% were answered until June/2004. From the total of the respondents, 66.9% reported unstable forms of hiring and 82.5% of the dental surgeons receive wage 9 times lower than minimum wage for full-time job (8 hours); 75.9% of the cities presented an average of 4000 inhabitants for OHT. In average, 79.6% of all OHTs attended all ages group; 48.9% of dental surgeons reported not having participated in any of the courses offered. The integration between OH and FHP teams could be seen in 76.2 %, however only 54% organize regular meetings. The positive points observed were that FHP teams follow the principle of universality, the eight-hour shift and the quantitative extension allowing a higher access to oral health services. As negative points, it was observed the lack of qualification of the OHT, the excessive demand, the precarious work relations and the lack of involvement between OH and FH teams. <![CDATA[<b>Characteristics of Family Health Program users sample in Campo Bom (RS), Brazil during the year of 2006</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800010&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo é conhecer as características de uma amostra da população atendida por uma Equipe de Saúde da Família que buscou atendimento em uma unidade de saúde (UBS) do município de Campo Bom (RS) em 2006. Foram selecionados os primeiros 200 pacientes que consultaram a UBS pesquisada no mês de janeiro de 2006 e já consultavam no serviço.Características pessoais e ligadas à busca por atendimento nos últimos doze meses foram verificadas. Dos sujeitos da amostra, 68% eram do sexo feminino. As crianças representaram 30,5% e 59% dos entrevistados apresentavam ensino fundamental incompleto. A doença crônica como motivo para procura pela UBS ocorreu em 42% dos sujeitos e 17% procuraram o serviço para prevenção primária. As doenças crônicas representaram um percentual alto da amostra e provavelmente estão associadas à busca de atendimento clínico na UBS em virtude dos sintomas e complicações decorrentes destas. Este dado demonstra a necessidade de investimentos na prevenção de incapacidades e/ou complicações e prevenção da instalação de doenças crônicas preveníveis. A partir do conhecimento mais detalhado do perfil dos usuários do serviço de saúde estudado, a equipe de saúde pode promover uma atuação mais efetiva.<hr/>This study aims to describe the characteristics of Family Health Program (FHP) users sample in a Basic Health Unit (BHU) in Campo Bom, southern of Brazil. Based on data collected from the handbook of the first 200 patients attended in a specific BHU in January 2006, we analyzed sex, age, average number of medical and nursing consultations in the last twelve months and the reasons for requiring a BHU attendance. In this sample, 68% were female. Children represented 30.5% of the sample and 35.5% of the patients self-declared as married. In addition to that, 59% had not finished basic school. Almost half (42%) of the citizens presented some chronic disease as a complaint to go to a BUH and 17% were looking for preventive health care. In 2005, 17% of the sample had, at least, one nursing consulting and 46.5% of these had from one to four medical consultations. Chronicle diseases and its symptoms or complications represented a significant percentage of the sample and might be associated to the demands for BHU health assistance. Data collected shows the necessity of more investments to prevent complications and/or incapability. Based on a deep understanding of BHU patients' profile, family health teams can improve effectiveness of their health promotion actions focusing on community demands. <![CDATA[<b>New meanings for the psychologist practice in the Family Health Program</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800011&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo tem por objetivo analisar alguns sentidos associados com a atuação do psicólogo inserido no Programa Saúde da Família (PSF). Para tanto, foi realizada pesquisa qualitativa, seguindo o método de análise de conteúdo para o tratamento dos dados. O instrumento de coleta dos dados foi uma entrevista semi-estruturada com sete psicólogas voluntárias, no período de julho a agosto de 2006, que atuam em determinados PSF de Santa Maria, cidade na região central do Rio Grande do Sul. Foram selecionados alguns temas de maior recorrência, a fim de compor duas grandes categorias de análise: (1) modelo de identificação/atuação e formação do psicólogo; (2) novos sentidos para a atuação do psicólogo no PSF. De acordo com as entrevistas, predomina a identificação com o modelo clínico de atuação do psicólogo no PSF, tendo como respaldo o modelo acadêmico de formação, o que acarreta algumas dificuldades e adaptações advindas desses modelos. Propõe-se, então, discutir novos sentidos para a atuação do psicólogo na atenção básica, buscando uma atuação interdisciplinar, visando à maior integralidade da atenção, bem como apontam-se sugestões para uma possível mudança no modelo de assistência vigente e no modo de atuação dos psicólogos.<hr/>This paper aims to analyze some of the definitions associated with the psychologist's practice at the Family Health Program (FHP). To do so, it was developed a qualitative research using the content analysis method to work with the data collected from a semi-structured interview with 07 volunteer psychologists, from July to August of 2006, who work in specifics FHP in Santa Maria, central region of Rio Grande do Sul state, Brazil. Some themes were selected and classified into two major categories: (1) identification/practice and education model of the psychologist; (2) new directions for the psychology practice in the FHP. According to the interviews, there is still the predominance of the clinical model in the psychology practice, with the support of the academic model of education, which results in some difficulties and adaptations. It is proposed, therefore, to discuss new directions for the psychology practice in primary health care as well as to indicate some suggestions for a possible change in the predominant model of health attention and in psychology practice. <![CDATA[<b>Knowledge about tuberculosis by doctors and nurses, who work in the Family Health Strategy in the city of Vitória, Espírito Santo State</b>: <b>a cross-sectional study</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Brasil está no 14º lugar entre os 23 países responsáveis por 80% dos casos da doença no mundo. Buscando compreender a manutenção desses índices, estruturou-se este estudo, com o objetivo de identificar se o conhecimento, sobre a tuberculose, de médicos e enfermeiros que trabalham na Estratégia de Saúde da Família no município de Vitória (ES), seria um fator relevante na mediação dos processos de prevenção, diagnóstico e tratamento da tuberculose. É um estudo de corte transversal, tendo como amostra 50 profissionais. Os dados coletados foram analisados utilizando-se o teste qui-quadrado exato de Fischer com o nível de significância de 0.05. Em relação à transmissão e ao diagnóstico da tuberculose, não houve diferença estatisticamente significativa entre médicos e enfermeiros. Apenas uma variável apresentou diferença estatística: 41% dos médicos e 15% dos enfermeiros (p<0,05) disseram que o paciente deve ser assistido em um local de escolha do médico ou enfermeiro, e ainda 4% do total da amostra responderam que a supervisão não pode ser feita por um membro da família. A pesquisa comprova que médicos e enfermeiros possuem conhecimento para reduzir os índices da tuberculose, embora sejam indispensáveis o contínuo estudo e capacitação desses profissionais.<hr/>Brazil is in 14th among the 23 countries responsible for 80% of the tuberculosis (TB) cases in the world. Aiming to understand the maintenance of these indexes, this study was developed to identify if the knowledge about tuberculosis by doctors and nurses, who work in the Family Health Strategy in the city of Vitória (ES), would be a factor in the mediation of the prevention processes, diagnosis and treatment of the Tuberculosis. This is a cross-sectional study, with a sample size of 50 professionals. The collected data had been analyzed using the Chi-square and Fisher Exact tests with significance level of 0.05. Regarding the transmission and diagnosis of the Tuberculosis, there was no statistically significant difference between doctors and nurses. Only one variable presented a statistical difference: 41% of doctors and 15% of the nurses (p<0,05) mentioned that the patient must be attended in a place of choice of the doctor or nurse, and still, 4% of the total of the sample had answered that the supervision cannot be made by a member of the family. The research proves that doctors and nurses has knowledge to reduce the indexes of Tuberculosis, even so is indispensable the continuous study and qualification of these professionals. <![CDATA[<b>'Family health' multiprofessional teams</b>: <b>a reflection on the physiotherapist's role</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo pretende contribuir para o debate instituído sobre a composição das equipes de Saúde da Família. Deve ser apreendido como uma reflexão sobre a possibilidade de integração do fisioterapeuta nas equipes, na intenção de mostrar os aspectos da profissão que a tornam capaz de potencializar a resolutividade da atenção básica. No estudo, foram analisados os documentos legais que aprovam as normas para habilitação ao exercício da profissão de fisioterapeuta. Nos anos setenta e oitenta, acompanhando a reforma sanitária brasileira, tais documentos oficializaram o processo que levou a fisioterapia, profissão historicamente reconhecida pela atuação clínica, a mudar seu objeto de trabalho, aproximando o fisioterapeuta de práticas preventivas e de promoção da saúde, típicas do primeiro nível do cuidado. Concluiu-se que tal mudança abriu importante espaço de integração ainda pouco trabalhado e propõe-se seu aprofundamento, direcionando a reflexão para as formas de integração e a necessidade que se impõe aos gestores de planejar suas ações de forma articulada com a comunidade, a partir da análise da situação de saúde no nível local, garantindo a intervenção sobre problemas e grupos populacionais prioritários.<hr/>This article is intended to contribute for the debate instituted about the composition of "Family Health" teams. It must be understood as a reflection about the possibility of integrating the physiotherapist to those teams, aiming to present some aspects of the profession that might potentially improve the outcomes of primary health care. On this study, we analyze the legal documents that approve the rules for qualifying professional physiotherapists. In the 1970s and 1980s, following Brazilian sanitary reform, those documents made official the process that led physiotherapy, which was historically recognized for its clinic acting, into a shift on its work object. This change approximated physiotherapists to preventive and health promotion practices, typical of the first level of care. We conclude that such changes opened an important space for integration still little explored. We propose to strengthen these new fields, by focusing the reflection on integration forms and on the necessity to impose to managers to plan their actions in association with the community, taking into account the local health situation and assuring intervention on problems according to priority population groups. <![CDATA[<b>Nurse's daily reception in Family Health Units in Londrina, Paraná State</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Analisa-se a visão dos auxiliares de enfermagem sobre a prática das equipes de saúde da família em Londrina (PR), quanto à adoção do acolhimento como tecnologia na relação com o usuário e comunidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa; os dados foram coletados por meio de grupo focal e analisados utilizando-se a análise de conteúdo através da análise temática. Os resultados mostraram que os mesmos têm sensibilidade, compromisso e responsabilidade para acolher o usuário, e reconhecem a importância do atendimento integral e resolutivo. Relatam conhecer melhor a realidade vivida pelas famílias, a partir da implantação da saúde da família, mas destacam o fato de que nem todos os auxiliares de enfermagem realizam as atividades externas à unidade. Também foram percebidas contradições quanto aos direitos dos usuários de SUS, principalmente no que se refere à universalidade do acesso. Uma das dificuldades citadas foi o aumento da demanda ocorrido após a implantação do Programa Saúde da Família. Tal situação apresenta-se como um dos desafios para mudança do modelo de atenção, sendo necessária a reorganização do processo de trabalho e a incorporação de outros campos de conhecimento, no sentido de que o acolhimento ocorra, integrando as atividades intra e extra unidade.<hr/>This paper analyses the auxiliary nurses' perception on the work of the Family Health team regarding users' receptiveness as a technology in the relationship with patients and community in Londrina, Paraná State, Brazil. It is a qualitative research, which data was collected during a focal group. Thematic analysis of the content was performed for data analysis. Results show that auxiliary nurses have sensibility, are committed, and feel responsible for users' receptiveness, and recognize the importance of an integral and effective attention. They report knowing better the reality of the families' lives since the implementation of the Family Health Program, but highlight the fact that not all of them perform activities outside the unit. Contradictions have also been noted regarding the patients' rights provided by the Unified Health System, mainly about the universality of access. One of the reported difficulties was the increase of demand after the implementation of the Family Health Program. This situation presents itself as a challenge to change the attention model, and it is necessary to reorganize the process of work as well as to incorporate other fields of knowledge in order to promote the practice of receptiveness, and the integration of intra and extra activities at the unit. <![CDATA[<b>Working in multiprofessional teams</b>: <b>the perspectives of family health residents</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800015&lng=en&nrm=iso&tlng=en A residência médica brasileira, cada vez mais, especializa os médicos em suas práticas, desprezando as práticas multiprofissionais que orientam a integralidade em saúde. Na tentativa de romper com essa prática, a residência multiprofissional em saúde da família foi proposta objetivando formar profissionais que visem o cuidado integral à saúde das pessoas. Neste contexto, a Faculdade de Medicina de Marília, em 2003, iniciou esta residência, tendo como núcleo central o trabalho multiprofissional em equipes de saúde da família. Analisou-se, neste estudo, a percepção dos residentes médicos em saúde da família acerca do trabalho multiprofissional desenvolvido no Programa de Saúde da Família. A abordagem qualitativa foi o método desta investigação. Os dados coletados foram interpretados por meio da análise temática de conteúdo, construindo-se três categorias empíricas: Âncoras e balizas da visão interdisciplinar no trabalho em equipe permeiam a perspectiva da residência em saúde da família; Os conflitos e paradoxos do trabalho em equipe e a manutenção da linha de montagem; Dilemas do trabalho em equipe frente a uma estrutura hierarquizada. A análise dos dados aponta para o avanço que o trabalho em equipe multiprofissional traz para a formação médica, pois permite uma visão de perspectivas que, sem a equipe, não seria possível.<hr/>Brazilian medical residency is increasingly specializing physicians in his practices undervaluing the multiprofessional practices that guide the integrality in health. Aiming at changing this practice, the multiprofessional residency in family health was proposed to prepare professionals searching for a comprehensive health care to the general public. In this context, in 2003, Faculdade de Medicina de Marília started this residency program having as the main idea the multiprofessional work in family health teams. The study shows the perception of family health residents at Faculdade de Medicina de Marília regarding the multiprofessional work developed in the Family Health Program. The method used in this research was the qualitative approach. The collected data had been interpreted through a thematic content analysis, building three empirical categories: Anchors and markers of an interdisciplinary view on team work that permeate the Family Health residency perspective; Conflicts and paradoxes of team work and the maintenance of an assembly line; Dilemmas of the team work facing an hierarchical structure. The data analysis points to an advancement that multiprofessional team work brings to the medical formation, once it allows perspectives that would not be possible without a team. <![CDATA[<b>Psychology and basic attention</b>: <b>experiences of trainees in Family Health Strategy</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trata-se de uma pesquisa qualitativa de inspiração teórica humanista acerca das vivências de estagiários do curso de graduação em psicologia da PUC-Campinas na área da Saúde/Clínica, na atenção básica em saúde pública, como participantes de equipes de saúde da família. Participaram seis estagiários do último ano do curso, alocados em dois Centros de Saúde-Escola da região Noroeste de Campinas. A metodologia utilizada foi de cunho etnográfico. O processo para composição dos dados foi produzido em dois momentos: a) registro semanal em diário pessoal de cada estagiário, durante cinco meses; b) entrevistas individuais, semidirigidas, ao final do período letivo. Estes dados foram analisados a partir de uma leitura fenomenológica. Encontraram-se fases evolutivas no processo de formação do estagiário. Inicialmente, a experiência foi vivenciada com surpresa e estranhamento, gerando sentimentos contraditórios de inadequação frente à inexperiência para o trabalho em equipe. No entanto, por terem sido acolhidos e compreendidos pela equipe, ocorreu uma transformação de natureza pessoal e formativa, considerada muito enriquecedora, simbolizada como vivência singular de pertencimento, motivando esforços para prática clínica integradora e criativa.<hr/>This study shows a qualitative research based on a humanist theory in relation to the experiences of trainees from the psychology course of PUC-Campinas, that are participating in family health teams in the areas of Health/Clinic and basic attention in public health. The participants were six trainees in the last year of the course and located in two Health-School Centers in the Northwest region of Campinas. The methodology used was an ethnographic view. The processes of data composition were produced in two different moments: a) by weekly register on the trainee's personal diary during five months; b) semi-directed individual interviews at the end of the term. These data were analyzed according to a phenomenological reading. It was found evolutive stages in the process of the trainee formation. Initially, the experience was lived with surprise and strangeness, resulting in contradictory feelings of innapropriation to their inexperience to work in teams. On the other hand, because they were well received by the group, there was a personal transformation considered to be very enriching, symbolized as a single felling of belonging, motivating efforts to a creative and integrating clinic practice. <![CDATA[<b>Family health</b>: <b>changing practices? A case study in the city of Natal (RN), Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800017&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho, representa um estudo de caso qualitativo, cuja unidade de análise é a equipe de Saúde do Programa Saúde da Família do município de Natal (RN). Tem como objetivos analisar as concepções dos profissionais sobre a prática do trabalho em equipe e reconhecer nessas práticas elementos que contribuam para a efetiva mudança do modelo de saúde hegemônico. Partiu-se da definição e tipologia de equipe de saúde elaborada por Peduzzi (1998), como principal fundamentação teórica. O estudo foi realizado em seis unidades de saúde da família, nos distritos sanitários Norte e Oeste. Esses serviços foram selecionados de acordo com critérios preestabelecidos. Foi utilizada como método para coleta dos dados empíricos a entrevista semi-estruturada com as equipes de saúde da família. Para análise do material empírico, utilizou-se o discurso do sujeito coletivo proposto por Lefèvre e Lefèvre (2003). Os resultados apontam para um predomínio da equipe do tipo integração. O trabalho em equipe surge como elemento essencial para o desenvolvimento da Estratégia de Saúde da Família.<hr/>This article presents a qualitative case study where the unit of analysis was the Family Health Program team of Natal city, Rio Grande do Norte State, Brazil. The objectives were to analyze the conceptualizations of the professionals regarding teamwork as well as to identify in these practices the elements that contribute to an effective change in the hegemonic health model. The study was based on the Peduzzi (1998) typology and definition of health team and was conducted in six family health units in the North and East health districts selected by a pre-established criteria. Data were collected using a semi-structured interview applied in family health teams, which were analyzed using the Collective Subject Discourse proposed by Lefèvre and Lefèvre (2003). The results indicate a predominance of an integrated team type, and also that teamwork is an essential element for the development of the Family Health Strategy. <![CDATA[<b>Health educational praxis of the male nurses of the Family Health Strategy</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo, de caráter qualitativo, teve como objetivo analisar a práxis educativa em saúde dos enfermeiros da Estratégia Saúde da Família de Sobral, Ceará. A coleta de dados foi realizada junto a dezesseis enfermeiros, através da realização de entrevistas semi-estruturadas e do emprego da observação. A hermenêutica-dialética foi adotada como referencial teórico-metodológico norteador. Pudemos inferir que, hegemonicamente, os processos educativos em saúde estão pautados em uma abordagem comportamental, de cunho eminentemente preventivo, cujas estratégias e recursos favorecem a unidirecionalidade e a não-dialogicidade do processo. Apesar disso, identificamos um movimento crítico-reflexivo entre os enfermeiros, no sentido de questionar a forma como estão estruturados e como são desenvolvidos os processos educativos. Ações contra-hegemônicas também foram evidenciadas, como a utilização de métodos educativos pautados nas necessidades e problemas reais da comunidade, cujos objetos de abordagem são construídos de forma horizontal, em parceria com a comunidade. Assim, os achados deste estudo apontam para uma tensão entre dois modelos educativos: o tradicional e o dialógico.<hr/>This study has a qualitative character and aims to analyze the educational praxis of male nurses of the Family Health Strategy in the city of Sobral, Ceará, Brazil. The data was collected using semi-structured interviews applied to 16 male nurses, besides the observation of this group. All data was organized using the collective subject discourse technique. The dialectic hermeneutic was adopted as a theoretical-methodological referential. We conclude that, in a hegemonic way, the educational processes in health are graded in a behaviorist approach, eminently preventive, in which strategies and resources favor the unidirectionality and non-dialogical of the process. In spite of that, we identified a critical-reflexive movement among male nurses, in the sense of questioning the way of how the educational processes are developed. Anti-hegemonic actions were also evidenced, like the use of educational methods graded in the community's needs and real problems, in which the subjects of approach are built in a horizontal way and in partnership with the community. Thus, the findings of this study show a tension between two educational models: the traditional and the dialogical. <![CDATA[<b>Challenges to an interdisciplinary action in basic care</b>: <b>implications related to composition of family health teams</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800019&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Programa Saúde da Família (PSF) surge como uma nova estratégia de atenção à saúde e de reorientação do modelo de assistência. Partindo desses pressupostos, o presente artigo tem como objetivo refletir sobre a relação entre integralidade na atenção básica e a composição das equipes de saúde da família, na perspectiva dos integrantes da equipe mínima do PSF, caracterizando as possibilidades de atuação e contribuições de outros profissionais de saúde no PSF. Participaram da pesquisa profissionais com curso superior, membros de equipes de PSF de um município no sul do Brasil. A qualidade da experiência profissional ou pessoal acerca da atuação desses profissionais contribuiu para o conhecimento sobre suas possibilidades de intervenção. A investigação permitiu também analisar como a estratégia de saúde da família tem atingido os integrantes que constituem as equipes mínimas no contexto local. Além disso, evidenciou de que maneira a integralidade e a interdisciplinaridade têm sido entendidas pelos que compõem tais equipes, e as relações entre a composição das equipes e as (im)possibilidades de concretizá-la.<hr/>The Family Health Program emerges as a new strategy of health care as well as a reorientation of the assistance model. Based on these presuppositions, this article reflects on the relationship between integrality in basic care and the composition of family health teams, in the view of the Family Health Program minimum team members, characterizing the possible fields of action and the contributions of other health professionals in the Family Health Program. Undergraduates and members of a Family Health Program team from a certain city in the south of Brazil participated in this research. The quality of personal or professional expertise of these professionals contributed to a better understanding of their intervention possibilities. The investigation also allowed the analysis of how the family health strategy has been reaching the members who constitute the minimum teams at local context. In addition to that, the research highlighted how the integrality and interdisciplinarity have been understood by the teams members, and the relationships between team arrangement and the (im)possibilities of action. <![CDATA[<b>Evaluation of the impact of the Family Health Program in the epidemiology profile of the rural population of Airões, city of Paula Cândido (MG), 1992-2003</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800020&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Programa Saúde da Família (PSF), como estratégia de reorientação do modelo de atenção à saúde no país, tem promovido a substituição do modelo assistencialista e centrado na cura pela prevenção de doenças e promoção da saúde de indivíduos, famílias e comunidades, colocando a atenção básica como a porta de entrada no sistema de saúde. Este artigo tem como objetivo avaliar o impacto do PSF na comunidade rural de Airões, município de Paula Cândido, Minas Gerais, analisando sua contribuição para a evolução dos indicadores de saúde, a partir da comparação dos dados sanitários antes e depois da implantação do programa, no período de 1992 e 2003. Os dados foram coletados por meio de inquérito domiciliar, aplicados a 127 famílias selecionadas aleatoriamente na comunidade, que representavam 55,2% e 41,6% do total de famílias em 1992 e 2003, respectivamente. Após a implantação do PSF, houve um aumento de 40,4% no diagnóstico de doenças e o número de internações reduziu de 42,7% para 27,2%. A cobertura da assistência pré-natal aumentou de 30,6% para 90% e os partos domiciliares reduziram de 48,9% para 1%. Desta forma, a evolução dos dados sanitários da comunidade reforça a caracterização do PSF como uma estratégia eficiente de implementação do Sistema Único de Saúde.<hr/>The Family Health Program (PSF) as a redirection strategy of the healthcare model of the country has promoted the substitution of assistential and cure model for the disease prevention and health promotion of individuals as well as the families and communities, placing the primary health care as the entrance to the healthcare system. This work aims to evaluate the PSF impacting in the rural community of Airões, in the city of Paula Cândido, Minas Gerais State, analyzing its contribution to the evolution of health indicators, since the comparison of sanitary data before and after implementation of the program, in the period ranging from 1992 to 2003. The information were obtained through a household survey applied to 127 families randomly selected within the community, representing 55.2% and 41.6% of the families in 1992 e 2003 respectively. After the PSF implementation there were a increase of 40,4% in diseases diagnosis and a reduction in the number of internment from 42.7% to 27.2%. Pre-natal assistance coverage was enlarged from 30.6% to 90% and the birth in homes reduced from 48.9% to 1%. Therefore, the evolution of the sanitary data in the community shows the characterization of the PSF as an effective strategy of implementation of the Unified Health System. <![CDATA[<b>Partnership between Psychosocial Care Center and Family Health Program</b>: <b>the challenge of a new knowledge construction</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800021&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo tem como objetivo relatar uma experiência de parceria entre um Centro de Atenção Psicossocial e três equipes do Programa Saúde da Família na região central de São Paulo. Conceitos teóricos de território, sujeito, subjetividade/coletivo, acolhimento, vínculo e co-responsabilização, além dos pressupostos da reforma psiquiátrica e sanitária, embasam e norteiam o trabalho. A parceria visa à promoção de cuidados em saúde mental a partir de ações articuladas com diferentes serviços. Assim, tanto as equipes de Saúde da Família como a equipe de saúde mental são responsáveis pelas demandas de um território. As estratégias utilizadas são reuniões de equipe, nas quais há capacitação, discussão de casos, acolhimento e elaboração de projetos terapêuticos, e visitas domiciliares conjuntas. Ao longo do trabalho, algumas dificuldades foram encontradas: grande demanda por serviços de saúde e falta de diretrizes institucionais para a efetivação da parceria. Em relação às pessoas atendidas, o olhar voltado à família e ao contexto social aponta resultados positivos em relação aqueles cujo olhar é voltado somente à doença. O trabalho conjunto enriquece ainda mais a prática e possibilita uma rede maior de cuidados no território. É necessário, portanto, criar novas propostas e iniciativas inovadoras.<hr/>The objective of the article is to report an experience of partnership between a Psychosocial Care Center and three teams of the Family Health Program in the central region of São Paulo city. theoretical concepts like territory, subject, subjectivity/collective, receptiveness, bond, co-responsibility as well as the psychiatric and sanitary reform principles are the base and guide of this work. The partnership aims the promotion of mental health care based on articulated actions from different services. This way, the PSF's and mental health's workers are responsible for the demands of a territory. The strategies used in this partnership were meetings with both teams with training, case discussion about the families assisted, support to workers' difficulties and elaboration of therapeutical projects, and joint domiciliary visits. Some difficulties had been found during the research: great demand for health services and lack of institutional guidelines to guarantee the effectiveness of the partnership. The look directed to the family and the social context presents positive results compared to the look directed only to the illness. The partnership enriches the practice and a larger network of care in the territory becomes possible. It is necessary to bring up new proposals and innovative enterprises. <![CDATA[<b>Family Health, more than never!</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800022&lng=en&nrm=iso&tlng=en A implantação da atenção primária como uma estratégia de organização dos sistemas de saúde tem relevância inquestionável. Já existem evidências suficientes que os países cujos sistemas de saúde se organizam a partir dos princípios da atenção primária alcançam melhores resultados em saúde com menores custos, maior satisfação dos usuários e maior equidade, mesmo em situações de grande desigualdade social, como é o caso do Brasil. O fortalecimento da atenção primária no Brasil tem sido um processo gradativo, traduzido no aumento de cobertura das equipes de Saúde da Família em todos os estados da federação, sendo que hoje temos 29.678 equipes de saúde da família, 229.572 agentes comunitários e 18.220 equipes de saúde bucal atuando em todo o país. Os resultados positivos nas avaliações da Saúde da Família são múltiplos e não deixam dúvida do sucesso da estratégia. Apesar de todos os avanços, alguns desafios estão postos para o futuro; entre eles, destacam-se o desafio da formação e educação permanente, o desafio de consolidar a atenção primária à saúde (APS) como ordenadora do sistema e o desafio da comunicação com a sociedade. Estamos no caminho certo, vencer os desafios apontados é obrigação da sociedade brasileira na manutenção de sua maior política de inclusão social, que é o Sistema Único de Saúde orientado pela atenção primária/Saúde da Família.<hr/>The implementation of Primary Health Care as a strategy for organizing health care is undoubtedly important. There are already sufficient evidences that countries whose health systems are organized from the principles of Primary Care achieve better results on health with lower costs, higher level of user satisfaction and greater equity even in situations of great social inequity such as in Brazil. Strengthening Primary Care in Brazil has been a gradual process, showed with the expansion of the coverage of Family Health teams in all states of the federation, nowadays we have 29,148 of family health teams, 228,412 community health workers and 17,588 oral health teams working throughout the country. There are multiple studies on Family Health Strategy showing positive results that let no doubt about the success of this strategy. Despite all the advances, challenges were placed ahead, the most important are: the challenge of training and permanent education, the challenge of consolidating the PHC as system's coordinator and the challenge of communicating with society. We are on track, meet the challenges mentioned is an obligation of Brazilian society in the maintenance of greater social inclusion's policy, which is the Unified Health System driven by the primary care/Family Health Strategy. <![CDATA[<b>Assisting users of a health care unit to stop smoking</b>: <b>an experience report</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800023&lng=en&nrm=iso&tlng=en O tabagismo é responsável por 4,9 milhões de óbitos no Brasil e no mundo, a cada ano. Trata-se de um problema de saúde pública cada vez mais grave pelos prejuízos que causa à saúde humana, no que diz respeito às limitações na qualidade de vida, incapacitação para o trabalho, adoecimento e morte. A maioria dos óbitos vem ocorrendo nos países em desenvolvimento. Estratégias para o controle do tabagismo precisam ser intensificadas e qualificadas, em especial junto às populações de baixa renda. Apresenta-se aqui o relato de experiência com grupos do tipo cognitivo-comportamental para o controle do tabagismo, em uma unidade de saúde da periferia da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O número ainda pouco expressivo de pessoas que anualmente deixam de fumar nos demonstra o tamanho do desafio a ser enfrentado, sendo, portanto, necessário que mais profissionais se envolvam com a questão, em especial na rede básica de saúde pública.<hr/>Smoking is responsible for 4.9 millions of deaths every year, nationwide and worldwide. It is becoming a serious public health problem because of the damages caused to human health as regards its limitations to life quality, the incapacity to work, followed by illness and death. Most deaths occur in developing countries. Tobaccoism control strategies need to be intensified and improved, especially in low income areas. Herein is presented a experience report of tobaccoism control with cognitive behavior groups, at a health care unit in the suburbs of Porto Alegre, Rio Grande do Sul State. The inexpressive yearly number of people who quit smoking shows the great challenge to be faced. Therefore it is necessary the involvement of more professionals in such issue, mainly in the public health network. <![CDATA[<b>Reflections around the performance of community health agents in oral health strategies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800024&lng=en&nrm=iso&tlng=en O agente comunitário de saúde (ACS) tradicionalmente esteve mais vinculado ao profissional de enfermagem e ao profissional médico para realização das suas atividades práticas, sendo visto como um elemento de "propriedade" exclusiva desses profissionais da saúde. A saúde bucal historicamente tendeu a trabalhar isoladamente, separando a boca do resto do corpo e o indivíduo do seu meio ambiente. O Programa Saúde da Família (PSF) aponta para importantes mudanças na organização dos serviços e no processo de trabalho. Um dos diferenciais é o trabalho de diversos tipos de profissionais em equipe, inclusive a saúde bucal, que até então estava excluída. Este trabalho objetiva mostrar a experiência do curso de qualificação do ACS, que possibilitou a diversidade de categorias profissionais de nível superior, na docência. O curso contou com três docentes odontólogos; nele, foi possível para o ACS reconhecer outros atores como participantes da equipe de saúde, além de ampliar sua visão em relação ao seu papel na saúde bucal. Os docentes também tiveram suas práticas modificadas, uma vez que passaram a entender melhor a angústia e limitações dos ACS, muitas vezes ignoradas.<hr/>The Community Health Agent (CHA) has traditionally been linked to doctors and nurses, being considered exclusive "property" of these professionals. Historically, oral health tended to operate isolated, disconnecting the mouth from the rest of the body and the individual from his environment. The Family Health Program (FHP) points to important changes in the organization of services as well as in the work process. One of the differences is the teamwork joining different professionals, including oral health which was previously excluded. The objective of the study is to show the experience of the CHA qualifying course, which allowed the entrance of different professional categories into teaching. The course included three odontologists as lecturers, and CHA recognized other individuals as health team members, as well as expand the view of its role within oral health. The professors also had their practices modified, given that they could understand the often ignored suffering and limitations of the CHAs. <![CDATA[<b>Health economic evaluation in a local level government health care system</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800025&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo tem por finalidade contribuir com a reflexão sobre a possibilidade de se operacionalizar avaliações econômicas em saúde nas esferas de atenção local à saúde e a consequente apreensão dos resultados de estudos para efeito de decisão pelos gestores. Para subsidiar essa reflexão, se utilizou como objeto de análise a avaliação realizada sobre o custo do Programa SAMU/192 no município de Belo Horizonte (MG), dados relativos à efetividade do programa e uma revisão nas bases eletrônicas de dados (SciELO e Medline) sobre o uso de estudos para efeito de decisão. A análise apontou que, mesmo para uma simples avaliação de gastos, ainda existem problemas relativos à disponibilidade de dados, como também no que concerne aos dados para subsidiar a avaliação sobre sua efetividade, e em relação à definição de sistemas e o relacionamento entre sistemas de informação. Assim como mostrou que os estudos são pouco utilizados pelos gestores, levando à conclusão de que a condução e a utilização, para efeito de gestão, de estudos deste porte ainda são pouco factíveis nesta esfera de governo.<hr/>This work aims to contribute to the discussion about the possibility of applying health economic evaluations at local level government healthcare system, and consequently use the results of this study into decision making. In order to subside this reflexion, it was analyzed the SAMU/192 Program costs evaluation in the city of Belo Horizonte, as well as data concerning effectiveness of the program and a review on electronic databases (SciELO and Medline) about the application of studies in decision making. The analysis showed that even for a simple evaluation on expenditure, there are still unsolved problems of data availability as well as of data effectiveness on information systems definition and association. It showed that decision makers do not use the result of studies for decision making either. So, we conclude that there is no possibility to apply a health economic evaluation research and have the results used in a local level government health care system. <![CDATA[<b>Technology of relations as device of humanized attendance in basic attention to health in the perspective of access, sheltering and attachment</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para os trabalhadores da saúde e usuários, a tecnologia das relações como dispositivo do atendimento humanizado na atenção básica, destacando-se as categorias acesso, acolhimento e vínculo, podem apresentar significações diversas e ter uma natureza subjetiva no lidar com cada um dos diferentes interesses dos sujeitos envolvidos na construção da saúde. Assim, esta pesquisa tem por objetivo discutir como os usuários e trabalhadores percebem o acesso, acolhimento e vínculo como tecnologia leve na atenção básica do município de Fortaleza (CE). A pesquisa é de natureza descritiva, com enfoque de análise qualitativa, tendo como base teórica a tecnologia leve na atenção à saúde. Os dados foram colhidos no contexto de doze grupos focais com setenta trabalhadores das Unidades Básicas de Saúde da Família e entrevista clínica com trinta usuários. Para análise dos dados, seguiu-se a técnica de análise de conteúdo categorial temática. Os resultados sugerem que as tecnologias das relações nas ações de saúde indicam a necessidade de respeito, relações efetivas no trabalho, resolutividade no atendimento, acesso às informações entre os membros da equipe e entre estes e os usuários.<hr/>To health workers and users the technology of relations as a device of humanized attendance in basic attention, highlighting the categories access, sheltering and attachment can present diverse meanings and have a subjective nature to treat with each one of different interests of subjects involved in construction of health. Thus, the objective of this research is to discuss how users and workers notice the access, sheltering and attachment as soft technology in basic attention in city of Fortaleza, Ceará State. The research has a descriptive nature, focusing on qualitative analysis, having as theoretical basis the soft technology in attention to health. The data were collected in the context of twelve focal groups with 70 workers of Basic Units of Family Health and clinical interview with 30 users. To analyze the data, it was followed the technique of thematic categorical content. The results suggested that technologies of relations in actions of health indicate the need of respect, effective relations in work, resolutivity in attendance, access to information among staff members and among these and users. <![CDATA[<b>Ethical relationship in Primary Health Care</b>: <b>the experience of medical students</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800027&lng=en&nrm=iso&tlng=en A formação ética dos médicos envolve as relações profissionais que fazem parte de seu cotidiano e, neste sentido, a Faculdade de Medicina de Marília (Famema) propicia aos estudantes de medicina vivenciar desde o início do curso, na Unidade Educacional de Prática Profissional (UPP), a reflexão sobre a prática e sobre a ética das ações em saúde na Atenção Básica em Saúde (ABS) junto à comunidade. Analisou-se, nesta pesquisa, a percepção dos acadêmicos de medicina das 1ª e 2ª séries acerca das relações éticas envolvidas nas ações em saúde junto à comunidade. A abordagem qualitativa foi a opção de análise desta investigação que permitiu a construção de três categorias empíricas comuns às duas séries: A formação ética e profissional na realidade da ABS; Confidencialidade da informação no desenvolvimento do sigilo profissional médico; As relações interpessoais na formação ética do estudante de medicina, com maior predominância da segunda categoria entre os da 1ª série. Portanto, as relações éticas são mais significativas aos estudantes quando vivenciadas, desde o início, em práticas como estas.<hr/>The ethical formation of doctors involves professional relationships that are part of their daily routine, and in this context, Faculdade de Medicina de Marília (Famema) provides the medical students to live deeply since the beginning of the course at the Education Unit of Professional Practice, the ethical reflection of the actions in health when developing abilities in the Primary Health Care (PHC) together with the community. This scientific research analyzed the perception of academics of medicine on the first and second years concerning ethical actions in health developed together with the community. The qualitative approach was the option of analysis of this study that allowed the construction of three empirical categories common to the two years: The ethical and professional training in PHC's reality; Confidentiality of information on the development of medical professional secrecy; interpersonal relationships on ethical formation of medicine students, with more predominance of the second category among the first years students. Therefore, the ethical relations are more significant to the students when lived deeply, since the beginning in practices like these. <![CDATA[<b>Management of health services</b>: <b>developed competencies and difficulties found in basic attention</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800028&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo tem como objetivo conhecer o perfil e verificar as competências, atribuições e habilidades gerenciais, no nível de estrutura da atenção básica; identificar as dificuldades e facilidades em relação às suas atribuições e em relação à gestão de pessoas. A pesquisa é um estudo de caso. O instrumento de coleta utilizado foi um questionário semi-estruturado e uma escala de Likert, aplicada às gerências das unidades básicas de saúde de Caxias do Sul (RS), no mês de novembro de 2006. Constatou-se que todas as gerentes possuem habilidades gerenciais, que abrangem a comunicação, a organização de tarefas, o planejamento de ações e a negociação. Entretanto, algumas descreveram como dificuldade para a realização de suas atribuições não ter formação específica em gerenciamento. Os problemas com maior evidência se relacionaram ao excesso de burocracia, à sobrecarga de atividades, à pequena área física, às dificuldades em manipular e trabalhar com equipamentos e à gestão de pessoas. Nota-se que há grande necessidade de informatizar a rede pública e de capacitar os profissionais para trabalhar com programas, a fim de efetivar o novo modelo assistencial e de reconhecer situações de vulnerabilidade social e em saúde.<hr/>The objective of this article is to know the profile and check the competencies, management attributions and abilities in the level of structure of Basic Attention; to identify the difficulties and easiness in relation to their attributions and management of people. The research is a subject of study. A semi-structured and a scale of Likert were used as the guide of research that was applied to the management of the basic units of health of Caxias do Sul, Rio Grande do Sul State, in November of 2006. It was evidenced that all managers have management skills that include communication, organization of tasks, planning of actions and negotiation. However, some described that the difficulty for the accomplishment of their attributions would be not having specific graduation in management. The problems in higher evidence were related to the bureaucracy excess, the overload of activities, the small physical area, the difficulties in manipulating and working with equipment as well as managing people. It has been noticed that there is a great need of computerizing the public system and enable professionals to work in programs, in order to accomplish the new assistance model and to recognize situations of social vulnerability and in health. <![CDATA[<b>The users' view on the delivery of speech therapy in the Brazilian Unified Health System in Salvador (Bahia, Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800029&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem por objetivo analisar a oferta do atendimento fonoaudiológico do SUS no município de Salvador. Realizamos trinta entrevistas com usuários, em oito serviços de saúde e em turnos diferenciados, e constatamos que a oferta do atendimento de fonoaudiologia, neste município, encontra-se direcionada para pacientes da média e alta-complexidade. Há uma distribuição aleatória e desigual dos atendimentos nos distritos sanitários. Constatamos as múltiplas dificuldades dos usuários no acesso a este cuidado, que podem ser explicadas pela especialização da oferta, pela fragmentação da rede e déficit dos procedimentos fonoaudiológicos, estimado em 131.315 por ano. Em direção à aproximação do conceito de desigualdades justas ou suportáveis e para reverter às iniquidades do acesso à fonoaudiologia, sugerimos a urgência do planejamento deste cuidado nos três níveis de atenção.<hr/>This article intends to analyze the supply of speech therapy services by the Brazilian Unified Health System in the city of Salvador. We have made thirty interviews with users at eight healthcare facilities, in differentiated shifts and we verified that the offer of speech therapy, in this city, is directed to medium and high complexity patients. There is a random and unequal distribution of services at sanitary districts. We have also noticed the multiple difficulties faced by users in accessing this treatment, which can be explained by the specialization of the offer, the network fragmentation and the deficit in speech therapy procedures, estimated in 131,315 per year. Therefore, regarding the concept of fair or bearable inequalities, and in order to reverse the inequities in the access to speech therapy, we suggest an urgent planning for this treatment in the three levels of attention. <![CDATA[<b>Advances and challenges of the Unified Health System planning</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800030&lng=en&nrm=iso&tlng=en Desde a criação do Sistema Único de Saúde (SUS), os gestores têm despendido esforços para a discussão do planejamento, enquanto componente fundamental da gestão, e feito tentativas para institucionalizá-lo.Entretanto, mesmo com os avanços, há aspectos que se colocam de forma prioritária e que constituem desafios para a institucionalização do planejamento no SUS. Nesse sentido, este estudo procura descrever a evolução do planejamento no sistema, por meio da análise de documentos legais e materiais técnicos publicados pelo Ministério da Saúde. A partir da concepção de planejamento presente nessas publicações, faz-se a reflexão sobre a abordagem empregada, considerando os instrumentos de gestão estabelecidos e sua vinculação às abordagens teórico-metodológicas mais aceitas atualmente para o planejamento em saúde. Para finalizar, apontam-se aspectos que precisam ser observados para a efetivação do planejamento ascendente no SUS.<hr/>Since the Unified Health System creation, managers have been expending efforts to discuss the planning and, made attempts to institutionalize it, considering that it's a basic management component. However, despite advances obtained, there are aspects that are priorities and that constitute challenges for the institutionalization of the planning at the Unified Health System. In this direction, this study describes the planning evolution in the system, by legal and technician material analysis of published documents by Ministry of Health. From the planning conception in these publications, it leads a reflection on the used approach, considering the established management instruments, and its entailing to the more currently accepted theory and methodology of health planning. Aspects that need to be observed are pointed for the effectiveness to ascendant planning at the Unified Health System. <![CDATA[<b>Education in health as a life quality promoter for elderly people</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800031&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tece considerações sobre a educação em saúde como agente promotor da qualidade de vida a fim de atingir ações e condições conducentes à saúde do idoso no contexto brasileiro. A partir de uma revisão da literatura na área, verificou-se que o trabalho educacional tem como desafio a integração de conhecimentos dispersos das áreas humanas e biológicas aos saberes populares, pressupondo novas interfaces de atuação no modelo de assistência à saúde. A educação em saúde desponta como um elo entre os desejos e expectativas dessa população por uma vida melhor e as projeções e estimativas dos governantes ao oferecer programas de saúde mais eficientes.<hr/>This article presents considerations on the education in health as a life quality promoter in order to reach actions and behavior conditions for the Brazilian elderly community health. From a literature review, it could be noticed that the educational work has as challenge the integration of the huge knowledge in human and biological areas to the common knowledge, improving new policies in the model of the health care system. The education in health reveals to be the link between the desires and expectations of this population for a better life and the projections and policies of the government to offer more efficient health care programs. <![CDATA[<b>Strategic health planning based on determinants</b>: <b>case of the municipality of Campo Bom, Rio Grande do Sul State. A methodological proposal for the decentralized management</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800032&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o objetivo de analisar o modelo de planejamento estratégico em saúde com base em determinantes, utilizado na experiência do município de Campo Bom, realizou-se estudo observacional, qualitativo, de análise documental e avaliação de novas tecnologias de processo na gestão local de saúde. O estudo contém uma análise de coerência metodológica e de aplicabilidade do modelo, a partir da revisão dos planos municipal e locais. Nele, apresenta-se o caso de Campo Bom, no qual foi possível integrar e aplicar, em nível local, um modelo estratégico de planejamento em saúde orientado às novas conceituações da saúde, considerando elementos dos diferentes desenvolvimentos teóricos, sendo viável responder às necessidades e situações locais prevalentes. Identificam-se etapas evolutivas do planejamento em saúde e analisam-se elementos integradores do modelo e limitações na sua aplicação, salientando-se a necessidade de apoiar o aprofundamento do estudo e o desenvolvimento do campo.<hr/>With the purpose to analyze the health strategic planning model based on determinants experienced in the municipality of Campo Bom, Rio Grande do Sul State, it was conducted an observational, qualitative study, of documental analysis as well as an evaluation of new process technologies in local health administration. This study contains an analysis of the methodological coherency and applicability of this model, based on the revision of the elaborated plans. The plans presented at Campo Bom case shows the possibility of integration and applicability at local level, of a health strategic planning model oriented to the new health concepts considering elements of different theoretical developments that enables the response to the most common local needs and situations. It was identified evolutional stages of health planning and analyzed integrative elements of the model and limitations of its application, pointing to the need of support the deepening on the study and the development of the field. <![CDATA[<b>Senses and meanings of health socialized by cultural devices</b>: <b>readings of the warning images on cigarettes packs</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800033&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste artigo, analisamos imagens veiculadas nas embalagens de cigarros, que fazem parte das estratégias do Ministério da Saúde no combate ao tabagismo e disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Câncer. Tais imagens trazem o discurso oficial de especialistas e constroem narrativas, entendidas como verdades, alicerçadas no conhecimento científico. Apoiamo-nos no referencial teórico dos estudos culturais, pois suas reflexões ajudam a compreender que as subjetividades são social e culturalmente construídas por vários discursos e artefatos. Não negamos o que está representado, mas estabelecemos diálogos com outras possibilidades de leituras que podem estar presentes nestes artefatos. Entendemos essas imagens como pedagogias culturais - que se comportam como textos a serem lidos, construindo representações, as quais podem ser assumidas como efeitos de verdade - e que atribuem ao sujeito a necessidade de controlar constantemente suas ações. Ao reforçar a biomedicina, as instituições de saúde reproduzem uma visão unidimensional e desconsideram a complexidade desse problema. Entendemos que as pedagogias culturais fazem parte de um território de lutas, onde sentidos e significados podem ser reelaborados, produzindo identidades híbridas, que constroem suas matrizes identitárias nesse emaranhado de relações de poder.<hr/>This article analyzes the images publicized on cigarettes packs that are part of the strategies from the Ministry of Health to combat the tabagism and available from the Cancer National Institute. These images bring the official speech of specialists and build narratives, understood such as truths, based on scientific knowledge. We have supported our thesis on theoretical referential of Cultural Studies, since its reflections help to understand that the subjectiveness is social and culturally built by different speeches and devices. We do not deny what is represented, but we establish dialogues with other possibilities of readings that can be present at these devices.We understand the propagated images as cultural pedagogies that behave as texts to be read, building up representations that can be assumed as true effect, and attributes to the citizen the necessity of constant control of its action. Reassuring the biomedicine and the health institutions, an onedimensional vision is propagated disregarding the complexity of this problem. We understand that the cultural pedagogies are part of competition territories, where the directions and meanings can be re-prepared producing hybrid identities that build up its own identity origins over this tangle of power relations. <![CDATA[<b>Participation and integration</b>: <b>the self-organization theories point of view</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800034&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo visa apresentar bases teóricas que auxiliem o exercício da participação e da integração numa equipe interdisciplinar de pesquisadores. Para tal, num primeiro momento, delinearemos noções fundamentais do novo campo conceitual proposto, o das teorias da auto-organização dos seres vivos. Exporemos, a seguir, construtos de Henri Atlan, Jean-Pierre Dupuy e Cornelius Castoriadis relevantes para a consecução do objetivo almejado. Finalmente, sugeriremos possibilidades de passagem à prática de alguns dos princípios descritos.<hr/>This article presents theoretical bases to facilitate participation and integration within an interdisciplinary research team. In order to achieve this, we will sketch fundamental notions related to the new conceptual field of self-organization of living beings. Subsequently, we will expose some ideas by Henri Atlan, Jean-Pierre Dupuy and Cornelius Castoriadis that are important to reach our objectives. Finally, we will suggest how to turn these principles into practice. <![CDATA[<b>Anencephaly</b>: <b>the magnitude of the judicial authorization among medical doctors in Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800035&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem por objetivo descrever a magnitude da assistência médica em casos de gravidez de feto com anencefalia, por meio de uma pesquisa empírica com médicos. A anencefalia é uma má-formação incompatível com a sobrevida do feto após o parto. O direito à interrupção da gestação nesse caso é tema de ação no Supremo Tribunal Federal. Realizou-se uma pesquisa tipo survey com 1.814 médicos, filiados à Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), o que corresponde a 12% do total de médicos da entidade. Os resultados indicam que, em um universo de 9.730 mulheres atendidas pelos médicos nos últimos vinte anos, 85% preferiram interromper a gestação nesse caso. Esse dado mostra o quanto a assistência médica a mulheres grávidas de fetos com anencefalia é uma experiência cotidiana nos serviços de saúde, bem como o desafio ético imposto pela ilegalidade do procedimento médico de interrupção da gestação nesses casos.<hr/>This paper describes the magnitude of the medical care for pregnant women with an anencephalic fetus. Anencephaly is an abnormality incompatible with life. The right to abort in this case is under litigation at the Brazilian Supreme Court. This survey was conducted among 1,814 medical doctors, all of them affiliated to the Brazilian Federation of Gynecology and Obstetrics (Febrasgo), corresponding to 12% of the doctors within this federation. The results show that, in a group of 9,730 women cared by the physicians over the last 20 years, 85% preferred to interrupt pregnancy in case of anencephaly. This fact reveals how common the experience of assist women pregnant with an anencephalic fetus is in health care services, as well as the ethical challenge imposed by the restrictive Brazilian legislation on abortion. <![CDATA[<b>Atenção básica e integralidade</b>: <b>contribuições para estudos de práticas avaliativas em saúde</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800036&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem por objetivo descrever a magnitude da assistência médica em casos de gravidez de feto com anencefalia, por meio de uma pesquisa empírica com médicos. A anencefalia é uma má-formação incompatível com a sobrevida do feto após o parto. O direito à interrupção da gestação nesse caso é tema de ação no Supremo Tribunal Federal. Realizou-se uma pesquisa tipo survey com 1.814 médicos, filiados à Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), o que corresponde a 12% do total de médicos da entidade. Os resultados indicam que, em um universo de 9.730 mulheres atendidas pelos médicos nos últimos vinte anos, 85% preferiram interromper a gestação nesse caso. Esse dado mostra o quanto a assistência médica a mulheres grávidas de fetos com anencefalia é uma experiência cotidiana nos serviços de saúde, bem como o desafio ético imposto pela ilegalidade do procedimento médico de interrupção da gestação nesses casos.<hr/>This paper describes the magnitude of the medical care for pregnant women with an anencephalic fetus. Anencephaly is an abnormality incompatible with life. The right to abort in this case is under litigation at the Brazilian Supreme Court. This survey was conducted among 1,814 medical doctors, all of them affiliated to the Brazilian Federation of Gynecology and Obstetrics (Febrasgo), corresponding to 12% of the doctors within this federation. The results show that, in a group of 9,730 women cared by the physicians over the last 20 years, 85% preferred to interrupt pregnancy in case of anencephaly. This fact reveals how common the experience of assist women pregnant with an anencephalic fetus is in health care services, as well as the ethical challenge imposed by the restrictive Brazilian legislation on abortion. <![CDATA[<b>P</b><b>rograma de Saúde da Família no Brasil</b>: <b>análise da desigualdade no acesso à atenção básica</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800037&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo tem por objetivo descrever a magnitude da assistência médica em casos de gravidez de feto com anencefalia, por meio de uma pesquisa empírica com médicos. A anencefalia é uma má-formação incompatível com a sobrevida do feto após o parto. O direito à interrupção da gestação nesse caso é tema de ação no Supremo Tribunal Federal. Realizou-se uma pesquisa tipo survey com 1.814 médicos, filiados à Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), o que corresponde a 12% do total de médicos da entidade. Os resultados indicam que, em um universo de 9.730 mulheres atendidas pelos médicos nos últimos vinte anos, 85% preferiram interromper a gestação nesse caso. Esse dado mostra o quanto a assistência médica a mulheres grávidas de fetos com anencefalia é uma experiência cotidiana nos serviços de saúde, bem como o desafio ético imposto pela ilegalidade do procedimento médico de interrupção da gestação nesses casos.<hr/>This paper describes the magnitude of the medical care for pregnant women with an anencephalic fetus. Anencephaly is an abnormality incompatible with life. The right to abort in this case is under litigation at the Brazilian Supreme Court. This survey was conducted among 1,814 medical doctors, all of them affiliated to the Brazilian Federation of Gynecology and Obstetrics (Febrasgo), corresponding to 12% of the doctors within this federation. The results show that, in a group of 9,730 women cared by the physicians over the last 20 years, 85% preferred to interrupt pregnancy in case of anencephaly. This fact reveals how common the experience of assist women pregnant with an anencephalic fetus is in health care services, as well as the ethical challenge imposed by the restrictive Brazilian legislation on abortion.