Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=1413-812320100004&lang=en vol. 15 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<b>Graduate program in Collective Health in the context of developing science and technology in Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Post-graduation in Public Health from 1997 to 2007</b>: <b>challenges, advances and tendencies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo abre um debate sobre o desempenho da pós-graduação em Saúde Coletiva nos últimos doze anos. Ele tem por base vasta pesquisa avaliativa realizada por um grupo de pesquisadores da área, através de um projeto financiado pelo CNPQ, durante os anos 2008-2009. Tal proposta dá sequência a outro estudo do mesmo teor ocorrido entre 1994-1997 e o toma para comparação. A investigação de 2008-2009 analisou a construção do campo, a demanda, os egressos, o perfil do corpo docente, a produção científica e a internacionalização da área sob a perspectiva dos atores, da cultura e das várias formas de expressão acadêmica e das tendências. Houve trabalho de campo e utilização de fontes secundárias, sobretudo, dos Cadernos CAPES. O estudo mostrou um campo em crescente estruturação e pujante do ponto de vista da demanda, do número de mestres e doutores titulados, da adequação dos conteúdos e do quadro docente e da produção científica. Dentre os problemas persistem: concentração dos programas na região sudeste, desigualdade na qualidade, problemas de absorção dos titulados e errático investimento em cooperação internacional. Constatou-se que a pós-graduação em Saúde Coletiva está cada vez mais orientada para o aprimoramento do SUS.<hr/>This article debates the performance of the Collective Health Post-Graduation in the last 12 years. It is based on a wide evaluative research performed by a group of researches of the area, through a project financed by CNPq, during the years of 2008-2009. This proposal is a sequence of another study with the same importance that occurred among the years of 1994-1997 taking it in comparison. The investigation realized in 2008-2009 analyzed the field construction, the demand, and the alumnus, the teaching staff profile, the scientific production and the internationalization of the area. There was field work and the utilization of secondary sources, mainly from Cadernos CAPES. The study showed a field that is in growing organization and powerful on the point of view of the demand, the number of masters and PhDs being titled, the content adequacy and the teaching staff as well as the scientific production. Among the persistent problems are: the high concentration of programs in the southeast region, the difference in quality among them, the difficult to absorption of the number of titled and the erratic investment in international cooperation. The Collective Health Post-Graduation is increasingly more oriented to the improvement of SUS. <![CDATA[<b>Post graduation programs in Public Health in Brazil</b>: <b>the vital role of evaluation</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo abre um debate sobre o desempenho da pós-graduação em Saúde Coletiva nos últimos doze anos. Ele tem por base vasta pesquisa avaliativa realizada por um grupo de pesquisadores da área, através de um projeto financiado pelo CNPQ, durante os anos 2008-2009. Tal proposta dá sequência a outro estudo do mesmo teor ocorrido entre 1994-1997 e o toma para comparação. A investigação de 2008-2009 analisou a construção do campo, a demanda, os egressos, o perfil do corpo docente, a produção científica e a internacionalização da área sob a perspectiva dos atores, da cultura e das várias formas de expressão acadêmica e das tendências. Houve trabalho de campo e utilização de fontes secundárias, sobretudo, dos Cadernos CAPES. O estudo mostrou um campo em crescente estruturação e pujante do ponto de vista da demanda, do número de mestres e doutores titulados, da adequação dos conteúdos e do quadro docente e da produção científica. Dentre os problemas persistem: concentração dos programas na região sudeste, desigualdade na qualidade, problemas de absorção dos titulados e errático investimento em cooperação internacional. Constatou-se que a pós-graduação em Saúde Coletiva está cada vez mais orientada para o aprimoramento do SUS.<hr/>This article debates the performance of the Collective Health Post-Graduation in the last 12 years. It is based on a wide evaluative research performed by a group of researches of the area, through a project financed by CNPq, during the years of 2008-2009. This proposal is a sequence of another study with the same importance that occurred among the years of 1994-1997 taking it in comparison. The investigation realized in 2008-2009 analyzed the field construction, the demand, and the alumnus, the teaching staff profile, the scientific production and the internationalization of the area. There was field work and the utilization of secondary sources, mainly from Cadernos CAPES. The study showed a field that is in growing organization and powerful on the point of view of the demand, the number of masters and PhDs being titled, the content adequacy and the teaching staff as well as the scientific production. Among the persistent problems are: the high concentration of programs in the southeast region, the difference in quality among them, the difficult to absorption of the number of titled and the erratic investment in international cooperation. The Collective Health Post-Graduation is increasingly more oriented to the improvement of SUS. <![CDATA[<b>Janus bifrons and the post graduation</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo abre um debate sobre o desempenho da pós-graduação em Saúde Coletiva nos últimos doze anos. Ele tem por base vasta pesquisa avaliativa realizada por um grupo de pesquisadores da área, através de um projeto financiado pelo CNPQ, durante os anos 2008-2009. Tal proposta dá sequência a outro estudo do mesmo teor ocorrido entre 1994-1997 e o toma para comparação. A investigação de 2008-2009 analisou a construção do campo, a demanda, os egressos, o perfil do corpo docente, a produção científica e a internacionalização da área sob a perspectiva dos atores, da cultura e das várias formas de expressão acadêmica e das tendências. Houve trabalho de campo e utilização de fontes secundárias, sobretudo, dos Cadernos CAPES. O estudo mostrou um campo em crescente estruturação e pujante do ponto de vista da demanda, do número de mestres e doutores titulados, da adequação dos conteúdos e do quadro docente e da produção científica. Dentre os problemas persistem: concentração dos programas na região sudeste, desigualdade na qualidade, problemas de absorção dos titulados e errático investimento em cooperação internacional. Constatou-se que a pós-graduação em Saúde Coletiva está cada vez mais orientada para o aprimoramento do SUS.<hr/>This article debates the performance of the Collective Health Post-Graduation in the last 12 years. It is based on a wide evaluative research performed by a group of researches of the area, through a project financed by CNPq, during the years of 2008-2009. This proposal is a sequence of another study with the same importance that occurred among the years of 1994-1997 taking it in comparison. The investigation realized in 2008-2009 analyzed the field construction, the demand, and the alumnus, the teaching staff profile, the scientific production and the internationalization of the area. There was field work and the utilization of secondary sources, mainly from Cadernos CAPES. The study showed a field that is in growing organization and powerful on the point of view of the demand, the number of masters and PhDs being titled, the content adequacy and the teaching staff as well as the scientific production. Among the persistent problems are: the high concentration of programs in the southeast region, the difference in quality among them, the difficult to absorption of the number of titled and the erratic investment in international cooperation. The Collective Health Post-Graduation is increasingly more oriented to the improvement of SUS. <![CDATA[<b>Leaving the resistance and following to new competences</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo abre um debate sobre o desempenho da pós-graduação em Saúde Coletiva nos últimos doze anos. Ele tem por base vasta pesquisa avaliativa realizada por um grupo de pesquisadores da área, através de um projeto financiado pelo CNPQ, durante os anos 2008-2009. Tal proposta dá sequência a outro estudo do mesmo teor ocorrido entre 1994-1997 e o toma para comparação. A investigação de 2008-2009 analisou a construção do campo, a demanda, os egressos, o perfil do corpo docente, a produção científica e a internacionalização da área sob a perspectiva dos atores, da cultura e das várias formas de expressão acadêmica e das tendências. Houve trabalho de campo e utilização de fontes secundárias, sobretudo, dos Cadernos CAPES. O estudo mostrou um campo em crescente estruturação e pujante do ponto de vista da demanda, do número de mestres e doutores titulados, da adequação dos conteúdos e do quadro docente e da produção científica. Dentre os problemas persistem: concentração dos programas na região sudeste, desigualdade na qualidade, problemas de absorção dos titulados e errático investimento em cooperação internacional. Constatou-se que a pós-graduação em Saúde Coletiva está cada vez mais orientada para o aprimoramento do SUS.<hr/>This article debates the performance of the Collective Health Post-Graduation in the last 12 years. It is based on a wide evaluative research performed by a group of researches of the area, through a project financed by CNPq, during the years of 2008-2009. This proposal is a sequence of another study with the same importance that occurred among the years of 1994-1997 taking it in comparison. The investigation realized in 2008-2009 analyzed the field construction, the demand, and the alumnus, the teaching staff profile, the scientific production and the internationalization of the area. There was field work and the utilization of secondary sources, mainly from Cadernos CAPES. The study showed a field that is in growing organization and powerful on the point of view of the demand, the number of masters and PhDs being titled, the content adequacy and the teaching staff as well as the scientific production. Among the persistent problems are: the high concentration of programs in the southeast region, the difference in quality among them, the difficult to absorption of the number of titled and the erratic investment in international cooperation. The Collective Health Post-Graduation is increasingly more oriented to the improvement of SUS. <![CDATA[<b>The author replies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo abre um debate sobre o desempenho da pós-graduação em Saúde Coletiva nos últimos doze anos. Ele tem por base vasta pesquisa avaliativa realizada por um grupo de pesquisadores da área, através de um projeto financiado pelo CNPQ, durante os anos 2008-2009. Tal proposta dá sequência a outro estudo do mesmo teor ocorrido entre 1994-1997 e o toma para comparação. A investigação de 2008-2009 analisou a construção do campo, a demanda, os egressos, o perfil do corpo docente, a produção científica e a internacionalização da área sob a perspectiva dos atores, da cultura e das várias formas de expressão acadêmica e das tendências. Houve trabalho de campo e utilização de fontes secundárias, sobretudo, dos Cadernos CAPES. O estudo mostrou um campo em crescente estruturação e pujante do ponto de vista da demanda, do número de mestres e doutores titulados, da adequação dos conteúdos e do quadro docente e da produção científica. Dentre os problemas persistem: concentração dos programas na região sudeste, desigualdade na qualidade, problemas de absorção dos titulados e errático investimento em cooperação internacional. Constatou-se que a pós-graduação em Saúde Coletiva está cada vez mais orientada para o aprimoramento do SUS.<hr/>This article debates the performance of the Collective Health Post-Graduation in the last 12 years. It is based on a wide evaluative research performed by a group of researches of the area, through a project financed by CNPq, during the years of 2008-2009. This proposal is a sequence of another study with the same importance that occurred among the years of 1994-1997 taking it in comparison. The investigation realized in 2008-2009 analyzed the field construction, the demand, and the alumnus, the teaching staff profile, the scientific production and the internationalization of the area. There was field work and the utilization of secondary sources, mainly from Cadernos CAPES. The study showed a field that is in growing organization and powerful on the point of view of the demand, the number of masters and PhDs being titled, the content adequacy and the teaching staff as well as the scientific production. Among the persistent problems are: the high concentration of programs in the southeast region, the difference in quality among them, the difficult to absorption of the number of titled and the erratic investment in international cooperation. The Collective Health Post-Graduation is increasingly more oriented to the improvement of SUS. <![CDATA[<b>The field of Collective Health in the courses perspective</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo aborda o campo da Saúde Coletiva a partir das disciplinas que estruturam a grade curricular dos cursos de pós-graduação da área da Saúde Coletiva, no ano de 2006. A partir do banco de dados dos programas, que incluem mestrado, doutorado e mestrado profissionalizante foram classificadas 1.171 disciplinas, no que denominamos de campos disciplinares, associando esta nomenclatura à noção de campo procedente das abordagens de Bourdieu. São descritos 28 campos disciplinares em três grandes blocos. Conclui-se que o campo da Saúde Coletiva apresenta uma grande diversidade de campos disciplinares, destacando-se pela frequência: Epidemiologia (16%); Ciências Humanas e Sociais em Saúde (7,9%); Didática (7,9%); Sistemas e Serviços de Saúde (7,4%); Ambiente e Saúde (7,2%); Políticas de Saúde (6,3%).<hr/>This article discusses the field of Collective Health from the disciplines that structure the curriculum of the Collective Health area postgraduate courses in 2006. From the database of programs, including master's, doctoral and professional masters were classified 1,171 subjects, in what we call disciplinary fields, linking this to the P. Bourdieu's notion of champ (field). Twenty-eight disciplinary fields were described, in three large groups. It was concluded that the field of collective health has a wide range of disciplinary fields, especially the frequency: Epidemiology (16%), Humanities and Social Sciences in Health (7.9%); Curriculum (7.9%); Systems and Health Services (7.4%), Environment and Health (7.2%) Health Policies (6.3%). <![CDATA[<b>Public Health post-graduation in Brazil</b>: <b>trajectory</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste trabalho, revisamos o tema da pós-graduação em Saúde Coletiva no Brasil. A revisão tem como objetivos específicos situar os principais aspectos da constituição do campo da pós-graduação e sua institucionalização, precedida de um estudo sobre as principais características da pós-graduação brasileira. As principais fontes são os documentos que estabelecem a legislação sobre a pós-graduação e dados sobre o seu desenvolvimento no país. Todos os trabalhos consultados mostram incremento do número de programas e cursos que se iniciaram na década de setenta, diversificação das denominações e áreas de concentração e a continuidade do desequilíbrio regional, pois 66% dos programas estão na Região Sudeste.<hr/>In this paper we review the issue of post-graduate in Public Health in Brazil. The review aims to situate the main specific aspects of building the field of postgraduate studies and its institutionalization, preceded by a study of the main features of post-graduate courses. The main sources are documents setting out the legislation on the graduate and data on their development in the country. All studies reviewed show an increase in the number of programs and courses that began in the 1970s, diversification of the names and areas of concentration and continuity of regional imbalance, since 66% of the programs are in the Southeast region. <![CDATA[<b>The curricular issue for academic training plan in Public Health: theoretical aspects</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Neste trabalho, apresentamos uma revisão da literatura sobre a questão curricular e seus desdobramentos para o campo da Saúde Coletiva. Esta análise tem como objetivos específicos situar as linhagens teóricas da análise dos currículos, a fim de estabelecer um quadro de referência teórico-conceitual para o estudo dos currículos da Saúde Coletiva nos cursos de pós-graduação stricto sensu. A principal fonte de dados é bibliográfica, nacional e internacional. Concluímos que as formulações de um "currículo como fato" e de um "currículo como prática" são interessantes como ponto de partida para se analisar a estrutura e o processo de constituição dos planos dos cursos de pós-graduação em saúde. Outros pontos referem-se à necessidade de que, ao formalizar a grade curricular, devemos apoiá-la num quadro de referência e definir as características que particularizam os conteúdos e metodologias das áreas, classicamente denominadas de ciências sociais, epidemiologia e planejamento. Mas, também, estabelecer os referenciais que sustentam a inclusão de novas áreas e os parâmetros que dão sustentação ao currículo de graduação e de pós-graduação em Saúde Coletiva.<hr/>The article analyses the literature on curriculum and its impact on the field of public health. This analysis aims to locate the specific lines of theoretical developments of the curriculum in order to establish a theoretical framework and conceptual study to the curricula of public health in graduate courses. The main source of data is bibliographic, national and international. It was concluded that the formulation of a 'curriculum as fact' and a 'curriculum as practice' is interesting as starting point for analyzing the structure and process of formation of the curricula of graduate health courses. Other points concern the need to formalize that the curriculum should be based on a framework to define the characteristics that distinguish the contents and methodology of the areas, classically known as social science, epidemiology and planning. On the other hand, establishing a framework that supports inclusion of new areas and which parameters are established between the curriculum of undergraduate and postgraduate studies in public health. <![CDATA[<b>Qualitative dimensions of the scientific, technological and innovation production at Public Health</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo traz os resultados de uma avaliação qualitativa sobre a expansão da área da Saúde Coletiva a partir da produção dos anais dos congressos trienais de Saúde Coletiva, realizados entre 1997 e 2006 pela Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. O objetivo específico foi estimar o crescimento da importância da área no cenário científico e social brasileiro no último decênio, através da análise de aspectos e dimensões substantivas. A estratégia metodológica do estudo foi considerar a complexidade e a profusão de dados referentes às dimensões desse campo multidisciplinar (a cada dia mais interdisciplinar) de conhecimento e intervenção. A partir dessa perspectiva, realizaram-se análises e interpretações de fontes documentais, empregando-se referenciais teóricos, metodológicos e analíticos das ciências sociais e das técnicas estatísticas. Constatou-se que: (1) na última década, a área da Saúde Coletiva expandiu-se ao interior de suas três subáreas (Epidemiologia, Planejamento/Gestão e Serviços de Saúde e Ciências Humanas); (2) há uma tendência a maior interatividade entre os programas e com as comunidades e com as instituições; (3) existe um aumento da quantidade de autores que escrevem sobre o campo e de vários autores por artigo; (4) está em elaboração uma grande especialização interna ao interior das subáreas.<hr/>This article shows the results of a qualitative evaluation on the expansion of the Collective Health area according with the production of the triennial Collective Health Congresses Annals which happen between 1997 to 2006, promoted by Abrasco - Brazilian Association of Collective Health. The specific objective was to estimate the growth of importance of the area in the scientific as well as in the social Brazilian scenario in the last decennary through the analysis of aspects and substantive dimensions. The methodological strategy of the study was to consider the complexity and data profusion referred to the dimensions of this multidisciplinary field (more and more interdisciplinary) of knowledge and intervention. From this perspective, analysis and interpretations of document sources were done, applying theoretical, methodological and analytical referential of the social science and X statistics techniques. It could be observed that: (1) in the last decade, the Collective Health area expanded into its three subareas (Epidemiology, Planning/Management and Health Services and, Human Sciences); (2) there is a tendency of more interactivity among the programs and with their communities and the institutions; (3) there is a growth in the quantity of authors writing about the field and different authors by article; (4) it is being elaborated a big internal specialization into the subareas. <![CDATA[<b>Themes and approaches of academic production at Social and Human Sciences in Health from 1997 to 2007</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Analisa-se a produção intelectual das ciências sociais e humanas em Saúde a partir de 498 artigos e resenhas de livros selecionados em oito periódicos de Saúde Pública/Saúde Coletiva, registrados na base eletrônica de dados SciELO no período 1997 a 2007, através de palavras-chave. Os textos foram selecionados através de critérios de uma listagem de 1.926 artigos identificados. Os temas pesquisados e suas proporções no conjunto da literatura foram: política e instituições de saúde, 32,5%; saúde e doença, 18,5%; gênero e saúde, 16,5%; violência e saúde, 9%; velhice e envelhecimento, 4,0%%; recursos humanos, profissões e formação, 7,5%; produção social das ciências e das técnicas, 7,0% e educação e comunicação em saúde, 4,0%. Os resultados apontam a expansão da produção acadêmica; concentração de 50% dos textos nos dois primeiros assuntos; uso de teorias de médio alcance; das mediações e de teorias e metodologias combinadas; incipiente interdisciplinaridade entre ciências sociais e ciências da vida; abordagens disciplinares. Recomenda-se a discussão de uma agenda de investigação multicêntrica, capaz de diversificar e aprofundar temas sobre condições de saúde e mudanças sociais; a política e serviços de saúde; a formação profissional e conhecimento e tecnologias.<hr/>This article is a summary on the intellectual production of Social and Human Science in Health concerned to the Public Health area in Brazil. It includes 498 articles and books reviews, from eight Public Heath journals consulted in the electronic database SciELO. A theoretical and methodological analysis was performed on the main and secondary's themes, the changes in the previous decades, considering also the literature reviews (1997-2007). The themes and its perceptual distributions are: health policies and institutions 32.5% ; health and illness 18.5%; gender and health 16.5%; violence and health 9.0%; old age and aging 4.0%; human resources, health professions and education 7.5%; social studies on sciences production and techniques 7.0% as well as health education and communication 4.0%. The results show an academic production growth; the use of combined theories, approaches and methodologies; the residual interdisciplinary between live science and social science and the guarantee of the disciplinarian's approaches. A multi-institutional research agenda is recommended to refine the investigations on health conditions and social transformations; health policies and services; professional training; knowledge and technologies. <![CDATA[<b>Epidemiology and Public Health</b>: <b>tendencies of the Brazilian epidemiology production regarding volume, indexation and investigation areas - 2001 a 2006</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo examina e interpreta as tendências da produção epidemiológica no Brasil, no contexto da Saúde Coletiva. Utilizou-se, como banco de dados, os Cadernos de Indicadores da Capes, no período de 2001 a 2006. Foram analisados 26 programas, sendo que os dez maiores tiveram sua produção bibliográfica em periódicos indexados examinada. Observou-se que a produção total de artigos epidemiológicos representou 40% da produção em Saúde Coletiva e 55% da produção em revistas internacionais, destacando-se Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública e Ciência & Saúde Coletiva. Os temas mais prevalentes foram nutrição em saúde pública, saúde materno-infantil e doenças infectocontagiosas, particularmente a aids. Saúde-trabalho-ambiente, saúde oral, violência e saúde do idoso vêm se consolidando como objeto de estudo da disciplina, enquanto estudos de meta-análise e geoprocessamento aparecem como ferramenta útil para os serviços de saúde. Conclui-se que há tendência de aumento da produção epidemiológica em publicações indexadas, abrangendo temáticas diversas e abarcando amplo espectro de aspectos relevantes para a política de saúde no país.<hr/>This article examines and interprets the trends of epidemiological production in Brazil in the Public Health context. CAPES indicators from 2001 to 2006 were used as database. We analyzed 26 programs and select the 10 major ones to analyze their bibliographic production in indexed journals. It was observed that the total production of epidemiological articles accounted for 40% of production in Public Health and 55% of the production was published in international journals, especially Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública and Ciência & Saúde Coletiva. The most prevalent themes were public health nutrition, maternal and infant health and, infectious diseases, particularly AIDS. Environmental e worker's heath, oral health, violence and health of the elderly have been ratified as objects of study for the discipline, while meta-analysis and geoprocessing appear as a useful tool for health services. We conclude that the epidemiological production tends to increase in indexed publications, covering various topics and a wide spectrum of relevant issues to Brazilian health policy. <![CDATA[<b>Scientific production of Brazilian graduate courses in Public Health during 1998-2006</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en O grande crescimento da pós-graduação no Brasil, também observado na grande área de Saúde e na Saúde Coletiva, torna necessário equacionar como se processa a difusão científica. Análises qualitativas sobre as principais temáticas têm sido feitas a partir das revistas científicas e do diretório de grupos de pesquisa. O acordo feito entre a Abrasco e a CAPES abriu a possibilidade de exploração de um banco de dados construído e usado para a avaliação dos programas de pós-graduação, sob outras perspectivas. Nesse trabalho, foram analisados os artigos completos registrados na base nos três triênios do período 1998 - 2006. Para tanto, fez-se uma padronização dos títulos dos periódicos e dos títulos dos artigos completos publicados em periódicos, já que havia duplicações, em grande parte devidas à coautoria de docentes de diferentes programas. Com isso, foi possível construir um banco de dados no qual cada artigo é registrado uma única vez, a partir do qual foi possível analisar a evolução ao longo dos triênios dos periódicos mais frequentemente usados, número de autores, idioma, nacionalidade das revistas e cooperação interregional. Os dados aqui apresentados poderão subsidiar as discussões sobre a produção científica e difusão do conhecimento na área.<hr/>The massive growth of graduate programs in Brazil, observed in the areas of Health Sciences and Public Health, makes it necessary to consider the processes underlying the diffusion of science. Qualitative analyses on the main themes of the field have been conveyed using scientific journals and a directory of research groups. The agreement made between ABRASCO and CAPES opened the possibility of using a database that, although construed for the evaluation of graduate programs, may be useful for different purposes. In this study, the full papers registered in three triennials from 1998 to 2006 were analyzed. In order to accomplish this it was necessary to standardize the titles of the scientific journals and also the titles of full text articles published, in large part because the co-authorship of researchers from different programs resulted in duplications of entries. Only then was possible to build a database where every article is registered no more than once. From this point, the changes throughout the three periods were analyzed, as well as the most frequently consulted journals, number of authors, language, national and foreign journals, and regional and interregional cooperation. The data presented here may be useful for the discussions on the scientific production and dissemination of knowledge in the area of Public Health. <![CDATA[<b>A frame nearly without retouch of the Public Health post-graduation alumni, 1998-2007</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresentamos resultados do levantamento de informações que permitiram identificar onde estão e o que pensam sobre alguns atributos de sua formação pós-graduada, os egressos dos programas de pós-graduação em Saúde Coletiva, no período de 1998 a 2007. Realizado por meio de duas formas de coleta em fases distintas e concomitantes, este subprojeto foi desencadeado a partir da solicitação de informações junto aos programas, cujas respostas permitiram a construção de um censo dos alunos que defenderam tese ou trabalho equivalente, nas três modalidades consideradas: doutorado, mestrado acadêmico e mestrado profissional. Além do fornecimento de dados que nos permitiram construir e descrever um perfil acadêmico-profissional de egressos dos programas existentes na área de Saúde Coletiva, as informações provenientes dos programas possibilitaram contatos eletrônicos com a quase a totalidade dos ex-alunos localizados. Nesta segunda fase, enviamos-lhes um formulário para preenchimento online, contendo perguntas valorativas sobre o papel da pós-graduação no seu trajeto intelectual e profissional, com o objetivo de caracterizar sua formação pós-graduada. Encaminhamos algumas sugestões para levantamentos futuros, como a criação de ficha de inscrição padronizada, digitalizada e aberta à consulta.<hr/>We present the results of a data collection that allowed to identify where are and what the alumni of the Public Health post-graduation programs think about some attributes of their post-graduation, from 1998 to 2007. By means of two distinctive and concomitant phases, this subproject was initiated with information request along with the programs. The answers allowed the construction of a student census that defended thesis or equivalent, in three modalities: doctorate, academic and professional master. Besides the data provision that allowed us to construct and describe an academic-professional profile of the Public Health area alumni, the information allowed electronic contact with most of the alumni located. In the second phase, we sent the alumni a form to be answered online, with appreciative questions regarding the role of the post graduation on their intellectual and professional path, aiming to characterize their post-graduation degree. We forwarded some suggestions to future researches, as for example the creation of a standardized and digitalized enrollment form open to consultation. <![CDATA[<b>International cooperation at Public Health</b>: <b>proposals to a debate</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Na literatura disponível, não existe estudo especificamente consagrado à cooperação internacional na área da Saúde Coletiva. Este trabalho tem por objetivo suprir, em parte, esta lacuna, levantar e analisar o estado da arte nessa área e examinar de que forma ela interfere na avaliação dos programas de pós-graduação. O estudo utilizou dados secundários disponíveis nos "Cadernos de Indicadores" da CAPES, para os anos de 1998 a 2006 e, de forma complementar, de bolsas no exterior e programas especiais de cooperação daquele órgão, para os anos de 2005 a 2009, todos tratados por metodologia quantitativa descritiva. Constata-se que a cooperação internacional na área encontra-se relativamente desenvolvida em temas variados e parcerias diversificadas, que se refere principalmente ao financiamento de projetos de pesquisa e se concentra de forma acentuada nos Estados Unidos. Observa-se correlação positiva entre o número de cooperações internacionais e um alto conceito dos programas na avaliação da CAPES, no último triênio de avaliação. Há uma diversidade de instituições, temas e subáreas envolvidas na cooperação internacional que poderia ser um indicador positivo na avaliação, mas até onde foi possível inferir, nenhuma correlação significativa neste sentido foi encontrada.<hr/>In the available literature, there is no study devoted to international cooperation in public health. This paper aims to partly fill this gap, raising and examining the state of art in this area as well as how it interferes in the evaluation of post-graduate programs. The study used secondary data available at CAPES "Indicators Journals", during the years of 1998 to 2006. It also analyzes foreign scholarships and special programs of cooperation of CAPES from 2005 to 2009 through a quantitative descriptive methodology. It shows that international cooperation in the area is relatively developed in a variety of themes and diverse partnerships, focusing in the United States. It is observed a positive correlation between the number of international cooperation and a high-concept program into the evaluation of CAPES, the last triennium of evaluation. The sub-areas where there is more cooperation are, in order: epidemiology; planning, and others. There is a variety of institutions, themes and subareas involved in international cooperation that could be a positive indicator in the evaluation, but as far as was possible to infer, no significant correlation in this direction was found. <![CDATA[<b>Evaluation of egressing students of the specialization course on Family Care Health in Espírito Santo State, Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo tem por objetivo descrever o perfil dos egressos e avaliar a contribuição do curso de pós-graduação lato sensu em Saúde da Família (PG-PSF), no Estado do Espírito Santo, para a reorientação das práticas em saúde. É um estudo do tipo descritivo de corte transversal, sendo a amostra composta por quarenta e sete egressos do curso PG-PSF em 2007. Para a coleta de dados, aplicou-se um questionário semiestruturado, contendo questões abertas e fechadas. A análise das contribuições geradas revelou mudanças nas ações de trabalho após os conhecimentos adquiridos durante o curso. A maioria afirmou que tais conhecimentos têm aplicabilidade no cotidiano do trabalho e grande parte dos entrevistados conseguiu, após o curso, planejar suas ações com base no perfil epidemiológico da área na qual atua. Constatou-se a relevância do curso para a capacitação profissional dos alunos, com a constante adequação dos conteúdos do processo didático-pedagógico, através de uma consistente política de educação permanente que tenha impactos e incorporação nos processos de trabalho, além da necessidade de programas de educação continuada que dêem conta das necessidades específicas de cada prática profissional e da institucionalização dos processos de avaliação e autoavaliação como parte inseparável da organização do trabalho.<hr/>The purpose of this study was to evaluate the contribution of the specialization course on Family Health Care (PG-PSF), in Espírito Santo State, for the reorientation of the practices in health. It is a cross-sectional study with a population of 47 egressing students of the PG-PSF course in 2007. It was used a semi-structured questionnaire for data collection data. The analysis of the generated contributions showed some reports regarding the changes in the work actions after the acquired knowledge during the course. The majority of the students declared that the acquired knowledge have applicability in their daily work. They also declared that can plan their actions based in the epidemic profile of the area where worked. The relevance of this course was verified for the egressing students, with the perspective of a constant adaptation of the contents and improvement of the didactic-pedagogic process, through a system of continuous education or permanent education, as well as the attendance processes and supervision in service. <![CDATA[<b>Undergraduate on Public Health: limits and possibilities as a professional education strategy</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo problematiza a Saúde Coletiva como âmbito de profissionalização, sistematizando alguns fundamentos teóricos, sociais e ético-políticos de uma formação em nível de graduação. Para tanto, recupera a trajetória em que se vem dando a formulação desses cursos e, mais recentemente, sua emergência nas instituições de ensino superior brasileiras. No Brasil, tais projetos resultam do acúmulo no ensino da Saúde Coletiva em diferentes cursos de graduação na área da saúde, acrescido da tradição na pós- graduação lato e stricto sensu, tendo dentre os seus desdobramentos o reconhecimento da pertinência de fomentar novas estratégias de formação. Mais recentemente, políticas voltadas à inclusão social e à expansão do ensino superior vêm impulsionando o movimento, ao que se soma a constatação de que o Sistema Único de Saúde demanda novos atores, com capacidade de dar respostas diferenciadas e complementares àquelas possibilitadas pelas graduações tradicionais. No momento em que diversas instituições se encontram em fase de oferta dessa formação à sociedade, este artigo apresenta um conjunto de elementos derivados da reflexão nos planos epistemológico, sociológico e político-sanitário, visando a contribuir para um diálogo acerca da emergência desse projeto no contexto brasileiro.<hr/>This article aims to call into question Public Health as a field for professionalization by systematizing theoretical, social and ethical-political bases for undergraduate education. We also attempt to record the trajectory in formulating undergraduate courses in that field and, more recently, the emergence of these projects in Brazilian Universities. In Brazil, the current projects are a result of institutional experience gained in Public Health teaching in different undergraduate courses in the field of health. Additionally, there is also a teaching tradition in non-degree and master's and PhD graduate courses. International experiences from similar courses, as well as orientation from international agencies represent important information for such initiatives. Furthermore, policies targeting social inclusion and the expansion in the number of student places in higher education have been propelling the movement. There is also the realization that the Brazilian Public Health System demands new actors able to provide answers which are both different and complementary to those offered by traditional undergraduate courses. While several institutions are in the stage of offering this education to society, this article presents a set of elements which are derived from reflection in the epistemological, sociological and political-sanitary spheres. <![CDATA[<b>An analysis of the Ministry of Health of Brazil investments in research and development between 2000-2002: a base line towards future valuations beginning with the implementation of the National Health Research Priority Agenda</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400018&lng=en&nrm=iso&tlng=en O trabalho examinou os investimentos em pesquisa e desenvolvimento em saúde (P&D/S) do Ministério da Saúde (MS) durante 2000-2002, buscando confrontá-los com os itens da Agenda Nacional de Prioridades de Pesquisa em Saúde, de modo a estabelecer uma linha de base que possibilite posteriores avaliações de seu papel indutor. Utilizaram-se os dados procedentes de pesquisa realizada com a finalidade primária de mensurar os recursos investidos em P&D/S no país no período, sendo considerados apenas os investimentos oriundos do próprio MS. As pesquisas foram categorizadas, independentemente, por dois pesquisadores, segundo as 24 subagendas que compõem a agenda. O volume de recursos aplicados no período foi de R$ 199,3 milhões. A maior proporção de dispêndios esteve relacionada a pesquisas nas áreas de doenças transmissíveis (31,5%), sistemas e políticas de saúde (16,3%), e comunicação e informação em saúde (8,6%). Condições que representam significativa carga de doença (doenças não transmissíveis, saúde mental, violência, acidentes e traumas) receberam volumes relativamente pequenos de financiamento. O trabalho pretende estabelecer um marco zero, a partir do qual os gestores da política científico-tecnológica possam avaliar a progressiva capacidade indutora da agenda e a redução dos desequilíbrios identificados.<hr/>The aim of this paper is to examine the Ministry of Health of Brazil investments in research and development in health (R&D/H) between the years of 2000-2002, trying to contrast them with the items of the National Health Research Priority Agenda, in order to attempt a base line that makes capable future evaluations on the inductor role. The data was collected by a research carried out with the main goal of measure resources invested in R&D/H in the country on the period, considering only the Ministry of Health investments. The researches were independently categorized by 2 researchers based on 24 subdivisions which compose the Agenda. The amount of the resources invested by the Ministry of Health on the period was of R$ 199.3 millions. Most of the expense was related to researches in transmittable diseases (31.5%), followed by systems and policies in health (16.3%) and communication and information in health (8.6%). Conditions that represent a substantial disease burden (non transmittable diseases, mental health, violence, accidents and traumas, elderly person health) received relative small amount of resource. The work establishes a starting point from which managers of scientific and technological policy may assess the progressive influence of the Agenda and the reduction of the identified imbalances. <![CDATA[<b>Characteristics and limits of Professional Master in the Health area: study with alumni from Oswaldo Cruz Foundation</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400019&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo discute os resultados de um estudo com egressos de três cursos de mestrado profissional na área de gestão de ciência e tecnologia em saúde oferecidos pela Fundação Oswaldo Cruz a seus próprios quadros. O estudo analisou as características desses egressos; identificou evidências de possíveis modificações geradas nas unidades de origem do egresso e dimensionou as relações entre a proposta dos cursos, as necessidades institucionais e as expectativas dos egressos. O artigo discute limites e possibilidades do mestrado profissional, ressaltando a relevância da avaliação dos processos para o desenvolvimento institucional. Apesar da satisfação dos egressos com os cursos, o estudo identificou dificuldades da instituição em incorporar algumas inovações, inclusive as referidas à gestão institucional.<hr/>This paper discuss findings of a follow-up study with alumni of three graduate courses known as "professional master" oriented toward institutional innovation in management of science and technology, offered by Oswaldo Cruz Foundation to its employees. The study analyzed alumni profile and characteristics, identified evidence of changes in their original workplace and assessed the relationship between the courses proposals, institutional needs and alumni expectations. The paper presents limits and possibilities of this new format of graduate courses, emphasizing its evaluation as strategic for institutional development. Despite of respondents' satisfaction with the courses, this inquiry discloses institutional difficulties to incorporate some innovations, including those concerned to its institutional management. <![CDATA[<b>A framework for examining social stress and susceptibility to air pollution in respiratory health</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400020&lng=en&nrm=iso&tlng=en There is growing interest in disentangling the health effects of spatially clustered social and physical environmental exposures and in exploring potential synergies among them, with particular attention directed to the combined effects of psychosocial stress and air pollution. Both exposures may be elevated in lower-income urban communities, and it has been hypothesized that stress, which can influence immune function and susceptibility, may potentiate the effects of air pollution in respiratory disease onset and exacerbation. In this paper, we review the existing epidemiologic and toxicologic evidence on synergistic effects of stress and pollution, and describe the physiologic effects of stress and key issues related to measuring and evaluating stress as it relates to physical environmental exposures and susceptibility. Finally, we identify some of the major methodologic challenges ahead as we work toward disentangling the health effects of clustered social and physical exposures and accurately describing the interplay among these exposures. As this research proceeds, we recommend careful attention to the relative temporalities of stress and pollution exposures, to nonlinearities in their independent and combined effects, to physiologic pathways not elucidated by epidemiologic methods, and to the relative spatial distributions of social and physical exposures at multiple geographic scales.<hr/>Há um crescente interesse em esclarecer os efeitos na saúde de exposições físicas e sociais de agrupamentos espaciais e em explorar suas potenciais sinergias, com atenção especial aos efeitos do estresse psicossocial e poluição do ar. Ambas as exposições podem ser elevadas em comunidades urbanas de baixa renda; há hipótese de que o estresse, que pode influenciar a função imunológica e a suscetibilidade, possa potencializar os efeitos da poluição do ar no início e no agravamento de doenças respiratórias. Analisamos as evidências epidemiológicas e toxicológicas sobre os efeitos sinergéticos do estresse e poluição. Descrevemos os efeitos fisiológicos do estresse e questões-chave relacionadas à sua medição e avaliação em relação à suscetibilidade e exposição ambiental física. Identificamos alguns dos principais desafios metodológicos à medida que esclarecemos os efeitos à saúde de exposições de agrupamento físicos e sociais e descrevemos a interação entre essas exposições. Recomendamos especial atenção às relativas temporalidades das exposições ao estresse e poluição, à não-linearidade em seus efeitos independentes e combinados, aos caminhos fisiológicos não elucidados pelos métodos epidemiológicos e à distribuição espacial relativa de exposições sociais e físicas em múltiplas escalas geográficas. <![CDATA[<b>Traffic injuries among youth in Goiânia, Goiás State</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Acidentes de transporte constituem problema mundial de saúde pública, especialmente nos países em desenvolvimento. O objetivo foi descrever o perfil das vítimas e circunstâncias dos acidentes de transportes com residentes de Goiânia (GO), na faixa etária de 15 a 24 anos e atendidos no Hospital de Urgências. Estudo transversal prospectivo, realizado de agosto de 2005 a agosto de 2006, por amostragem sistemática de 301 vítimas de acidentes de transporte. Os dados primários foram tratados por meio de estatística descritiva. A maioria era do sexo masculino, com idade média de 19,88 ± 2,7 anos e condutor dos veículos. O meio de transporte mais utilizado foi motocicleta (67,33%), seguido da bicicleta (16,67%). Os acidentes ocorreram predominantemente em torno das 18 horas, sextas-feiras e domingos. As vítimas estavam principalmente no trajeto para atividades físicas, esportivas, escolares, lazer e entretenimento. A suspeita do uso de álcool foi relatada por 15,16% dos entrevistados. Comparados aos ciclistas, mais motociclistas julgaram que houve imprudência/negligência no acidente. Equipamentos de segurança não foram usados por 8,58% dos motociclistas e 95,45% dos ciclistas. São necessá­rias medidas de educação dirigida aos motociclistas e fiscalização que priorizem o período noturno e os finais de semana.<hr/>Traffic injuries are currently one of the world's main public health issues in both developed and developing countries. This study aimed to describe the circumstances involved in the traffic accidents and the profile of the victims attended at the Emergency Hospital of Goiânia, aged 15 to 24 years and residents in Goiânia, Goiás State, Brazil. It's a prospective cross-sectional study carried out from August 2005 to August 2006 by systematic sampling. Data were analyzed by descriptive statistics. Most of the 301 victims were male, mean age of 19.94 ± 2.73 years, and drivers. Motorcycles (67.33%) and bicycles (16.67%) were frequently mode of transport. Accidents usually occurred around 6pm, on Fridays and Sundays. The victims were generally traveling/walking to/from exercise, sports, school, recreational or entertainment activities. Suspicion of alcohol use was reported by 15.16% of the cases. More motorcyclists believed that there was imprudence/ negligence than the cyclists. Security equipment was not used by 8.58% of motorcyclists, 95.45% of cyclists. Educational measures for motorcyclists and law enforcement highlighting the nights and weekends are needed. <![CDATA[<b>The human right to adequate food</b>: <b>an urban vision</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400022&lng=en&nrm=iso&tlng=en O direito humano à alimentação adequada é compreendido em duas dimensões: estar livre da fome e da desnutrição e ter acesso a uma alimentação adequada1,2. No contexto urbano, com seu forte apelo ao consumo e em que a aquisição de alimentos se dá prioritariamente a partir de relações mercantis, debater este tema em bairros empobrecidos apresenta-se como grande desafio. Este artigo reúne reflexões realizadas a partir de um estudo qualitativo realizado em São João de Meriti, município localizado na Baixada Fluminense (RJ), reunindo líderes da Pastoral da Criança em sessões de grupo focal. O desemprego e subemprego e a dificuldade de acesso aos serviços públicos de saúde, assistência social e saneamento foram apresentados como principais obstáculos para a efetivação do direito humano à alimentação. Foi possível identificar que, dentre as estratégias de enfrentamento da pobreza e da fome, o estabelecimento de circuitos de ajuda mútua tem grande destaque. Apoio social, dádiva e religiosidade apresentaram-se como categorias relevantes nas reflexões dos líderes. Diante de uma realidade em que a pobreza e a fome ou são naturalizadas ou se revertem em moeda de troca durante as eleições, a questão do clientelismo aparece como grande preocupação e desafio para estes líderes.<hr/>The human right to adequate food is comprehended in two dimensions: being free of hunger and denutrition and having access to an adequate food. The urban context, in which the possession of food is done primarily through merchandising because of its strong consuming appealing, became a big challenge to debate this topic in poor districts today. Here we combine considerations of a qualitative study carried out in São João de Meriti, Rio de Janeiro State, joining leaders from Pastoral da Criança in focal group sessions. The unemployment, the sub-employment and the difficulty in reaching the public health system, the social assistance and basic sanitation were presented as the major obstacles to bring into effect the human right to food. It was possible to determine that, among the strategies to fight the poverty and hunger, a big highlight is the establishment of mutual help mechanisms. The social support, generosity and religiousness were presented as the most important categories among the thoughts of the leaders. Facing a reality in which poverty and hunger appear as something inherent or become a mechanism of change during elections, the issue of the clienteles appears as a huge concern and challenge for those leaders. <![CDATA[<b>The media and the body</b>: <b>what the young people have to say?</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400023&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo é verificar a percepção do jovem quanto à relação entre a mídia, especialmente o acesso à televisão e revistas e o corpo do adolescente. Trata-se de um estudo transversal, realizado com 121 adolescentes em uma instituição particular de ensino do ABC paulista. Aplicou-se uma entrevista individual semiestruturada gravada em fita magnética. Estas foram avaliadas utilizando-se a metodologia do discurso do sujeito coletivo, embasada no conceito das representações sociais. A tabulação dos dados ocorreu por meio da utilização de três figuras metodológicas: idéia central, expressões chave e o discurso do sujeito coletivo. Nos discursos dos jovens, foram registradas em 95% das idéias centrais relações entre a TV, revistas e o corpo, sendo as mais frequentes relacionadas ao estímulo a um ideal físico de magreza e à influência negativa com experiências de humilhação e desencadeamento de doenças. Em 5% das idéias centrais, não se registrou relação entre a TV, revistas e o corpo. Conclui-se que os jovens revelaram conhecimento acerca da intensa interferência da mídia em relação ao corpo do adolescente.<hr/>The aim of this article is to verify the perception of the young about the relation between the media, especially the TV and magazine access and the body of the adolescent. It is a cross-section study carried out with 121 adolescents of a private school in São Paulo. A semi-structured individual interview was applied and recorded in magnetic ribbon using the methodology of the discourse of the collective subject based in the concept of social representation. The data were tabulated using three methodological approaches: central idea; key expressions and discourse of the collective subjective. The discourses of adolescents were evaluated, indicating that 95% of central ideas expressed relations among TV, magazines and the body and the most common ideas were about the stimulation of the thinness ideal physicist and the negative influence with hazard experience and illnesses appear. In 5% of central ideas registered no relation among TV, magazines and the body. We could conclude that young people show the knowledge about the intense media's interference in the adolescent body. <![CDATA[<b>The influence of religiosity on health</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400024&lng=en&nrm=iso&tlng=en The relationship between religion and health has been a subject of interest in the past and in the latest years becoming increasingly visible in the social, behavioral, and health sciences. Among several approaches to be considered, the present work provides a briefly discuss concerning the bond between health and religiosity in the cure process and diseases treatment. Several investigations show that religious participation is related with better outcomes for persons who are recovering from physical and mental illness, also the psychology science have committed special issues to positive correlations between religious belief and practice, mental and physical health and longevity. On the other hand, religion may also be associated with negative outcomes and the inappropriate use of health services as fanaticism, asceticism, mortifications and oppressive traditionalism. The potential for both positive and negative effects of spirituality on health, combined with the high levels of engagement with spirituality suggests that this area is ripe for future sustained research. Independent of the possible mechanisms, if individuals receive health profits by the religion; those should be motivated, respecting the individual faith of each one.<hr/>Historicamente, as relações entre religião e saúde foram assuntos de interesse no passado e,atualmente, tornaram-se crescentemente visíveis nas reuniões sociais, de comportamento e ciências da saúde. Dentre as várias questões a serem consideradas, o presente trabalho apresenta uma breve discussão sobre as relações entre a saúde e a religiosidade no processo de cura e tratamento de doenças. Várias investigações mostram que a participação religiosa está relacionada a efeitos benéficos para pessoas que estão em recuperação de doenças físicas e mentais, inclusive a psicologia aborda questões especiais sobre as correlações positivas entre convicção e prática religiosa, saúde mental, física e longevidade. Por outro lado, a religião também pode ser associada a resultados negativos e usos impróprios de serviços de saúde, como fanatismo, asceticismo, mortificações e tradicionalismo opressivo. O potencial para efeitos positivos e negativos de espiritualismo em saúde, combinado com os altos níveis de compromisso com a espiritualidade, evidencia a necessidade de pesquisas futuras. Independente dos possíveis mecanismos, se os indivíduos lucram em termos de saúde por conta da religião, esses deveriam ser motivados, respeitando as convicções individuais de cada um. <![CDATA[<b>Social participation in mental health</b>: <b>space of construction of citizenship, policy formulation and decision making</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400025&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo aborda a compreensão dos profissionais que atuam na área de saúde mental sobre o movimento de construção da participação social no sistema de saúde de Fortaleza (CE). A metodologia adotada respalda-se na abordagem qualitativa, junto aos profissionais de saúde mental do referido município. Utilizamos a entrevista semiestruturada com dezessete participantes. O material empírico foi analisado através da técnica de análise de conteúdo categorial temática, na qual foram identificados três núcleos de análise: participação social como espaço de cidadania e formulação de políticas; orientada para a atenção às necessidades coletivas e de tomada de decisão. O estudo revela a participação social como uma possibilidade de ampliação da relação da sociedade civil com o Estado, o qual possibilita a intervenção social na proposição das políticas de saúde. Evidencia-se o direito à saúde articulado à consolidação da democracia na atenção às necessidades e edificação coletiva.<hr/>The article approaches the comprehension of professionals that act in the mental health area about the movement of construction of social participation in the health system of Fortaleza, Ceará State. The methodology adopted is based upon qualitative approach. The study was developed with semi-structured interviews with 17 mental health professionals of the city above mentioned. The empirical data was analyzed through the technique of thematic content analysis, where it was identified three cores of analysis: social participation as space of citizenship and policy formulation; oriented to attention of collective needs; and decision taking. The study reveals that social participation represents a possibility of amplifying X the relations between the Civil Society and the State, which makes possible the social intervention in proposals of the health policies. It is highlighted the right to health linked to the consolidation of democracy in the attention to the needs and collective edification. <![CDATA[<b>Participation and creativity as tools of analysis of public policies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400026&lng=en&nrm=iso&tlng=en No contexto da globalização atual, importantes modificações das relações internacionais e dos componentes ideológicos, técnicos e culturais na administração dos Estados se expressam na falta de legitimidade de princípios da ação pública com consequente emergência do problema da iniquidade social e o debilitamento do papel do Estado. Os planos e programas de desenvolvimento, independente de sua origem política ou orientação ideológica, apresentam uma uniformidade imperante e o desafio atual implica a mobilização de competências locais, tendo como objetivo a mudança na qualidade da ação pública, mediante novas estratégias de desenvolvimento que integrem as novas dimensões sociais e outros dispositivos de ação. Um destes, a ação intersetorial, demanda uma revisão estrutural da fronteira administrativa e cultural dos agentes sociais, públicos e privados, como ensaio de um novo conserto sociopolítico. Toma como marco metodológico a complexidade das políticas, projetos e programas e os referenciais teóricos e metodológicos: integralidade, redes sociais e a sociopráxis, construindo um processo participativo de conhecimento para uma análise de políticas na busca de uma mudança na abordagem dos processos sociopolíticos a partir das redes locais, através de uma investigação de segunda ordem.<hr/>In the context of current globalization, important modifications of the international relations and of the ideological, technical, and cultural components in the administration of the States are expressed by non-legitimate public action principles which account for social iniquity and the weakening of the role of the State. Regardless of its political origin or ideological orientation, the economic development plans and programs exhibit a prevailing uniformity. The challenge today implies mobilizing in local capacities with the objective of changing the quality of public action through the adoption of new development strategies able to integrate new social dimensions with other mechanisms of action. One of them, the intersectoral action, demands the structural revision of the administrative and cultural frontiers of the public and private social agents as a means of making a new tentative sociopolitical arrangement. The complexity of politics, projects and programs is taken as a methodological landmark based on the following theoretical presuppositions: integrality, social networks, and sociopraxis, constructing a participative process of knowledge to a political analysis in search of a change in the approach of the sociopolitical processes, starting from local social networks. <![CDATA[<b>Understanding the user's health behavior change through their participation in the Family Health Program</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo objetivou compreender como ocorrem os processos decisórios da participação dos usuários no Programa Saúde da Família (PSF), relacionados à saúde-doença, identificando neste movimento o nível de mudança do usuário a partir do modelo de estágio de mudança, de Prochaska e DiClemente. Estudo qualitativo, desenvolvido com usuários do PSF e profissionais das Equipes Saúde da Família, do município do Crato, Ceará, Brasil. Os dados foram coletados por meio da entrevista semiestruturada, grupo focal e observação, no período de maio a setembro de 2005, organizados mediante análise de conteúdo e analisados à luz do referencial teórico. As mudanças do usuário no PSF estão assim configuradas: na fase de pré-contemplação, a ênfase é na doença, no cuidado de si. Na de contemplação, o cuidado é na família, centrado na cura e tratamento da doença. Na fase de determinação, há avanço no sentido da prevenção na família, com registros de olhar no entorno. Na de ação, já se registra um comportamento do usuário para alcançar sua autonomia e emancipação. Estes resultados parecem indicar ascendência na aprendizagem de participação do usuário no PSF em direção à promoção da saúde.<hr/>This study aimed to understand how users from Family Health Program (FHP) make their decision about health-illness. It was used the Stages of Change Model from Prochaska and DiClemente to identify the level of change of FHP users. It was a qualitative research developed with users and FHP health professionals from Crato, Ceará State, Brazil. The data were collected by semi-structured interviews, focal group and observation from May to September in 2005. They were organized by means of content analysis and analyzed in the light of theoretical reference. The changes of the FHP users are depicted as following: in the pre-contemplation stage the emphasis is on disease and care itself. In the contemplation stage, the care is on the family. It is centred in the cure and treatment of diseases. In the determination stage, we have some improvement concerning prevention in the family, with registers of looking around. In the action stage, behaviour from the user to reach autonomy and emancipation is registered. These results seem to indicate ascendency in FHP users' learning and participation towards health promotion. <![CDATA[<b>Family Health Strategy: evaluating the access to SUS from the perception of the users of the health unit Resistência, in the region of São Pedro, Vitória, Espírito Santo State</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400028&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Saúde da Família é uma estratégia de reorientação do modelo assistencial. Uma de suas diretrizes é o estabelecimento de vínculo das equipes de saúde com os usuários do SUS. Este estudo visa avaliar o acesso dos usuários à Unidade Saúde da Família (USF) e os problemas locais enfrentados. É um estudo exploratório qualitativo, desenvolvido na USF Resistência em São Pedro, localizada no município de Vitória (ES), com dados coletados individualmente, por meio de um questionário semiestruturado. Constata que as principais necessidades da população estão inseridas nas atribuições da USF e que os usuários enfrentam diversas dificuldades de acesso-utilização dos serviços. As principais críticas estão relacionadas às dificuldades de acesso às especialidades. A maioria dos entrevistados mostrou-se satisfeita com o acesso ao atendimento e não se intimidou em apontar as dificuldades enfrentadas. O trabalho desenvolvido na US Resistência vem contribuindo para a melhoria da qualidade de atendimento aos usuários assistidos pela Estratégia Saúde da Família. O estudo revelou também problemas e dificuldades no acesso, o que mostra, por si só, o grande desafio que é reconstruir um modelo assistencial conforme proposto para a construção dessa política pública.<hr/>Family Health is a re-orientation strategy of the assistance model. One of its guiding principles is the establishment of a link between the health teams and the SUS users. The purpose of this research is to evaluate user access to the Family Health Unit (FHU) and the local problems faced. It is an exploratory, qualitative research, developed at the FHU Resistencia of São Pedro, located in the Greater Vitória, Espírito Santo State, with data collected individually through a semi-structured survey. It was found that the main needs of the population are incorporated in the services provided by the FHU, and the users face many difficulties with access. The main criticism is related to access to the specialized services. The majority of the participants of the survey showed satisfaction with the access to the services, and were not intimidated to express the difficulties faced. The work developed by the Family Heath Strategy (FHS) at FHU Resistência has been contributing to the improvement of the quality of the services offered by FHS to the users served, although many problems have been identified, which demonstrates the great challenge in redefining the assistance model, as proposed by this public policy. <![CDATA[<b>Interface between the work of the community health agent and physiotherapist in the basic health care</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400029&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo tem o objetivo de identificar as ações do fisioterapeuta e do agente comunitário de saúde na perspectiva da integração de suas atuações na atenção básica à saúde. Realizou-se uma revisão sistemática com o propósito de conhecer quais são essas atuações e, posteriormente, relacioná-las. O interesse surgiu durante o "Estágio Supervisionado em Atenção Primária à Saúde" e da observação de suas atuações. A partir da revisão de legislações e de trabalhos científicos atualizados acerca do assunto, verificou-se que tanto o agente comunitário de saúde quanto o fisioterapeuta são profissionais importantes na composição de uma equipe de saúde, pois contribuem à qualificação das ações de saúde junto à comunidade e à efetividade de um sistema de saúde universal, integral e equitativo. Ao final, constatou-se que há uma interação entre esses profissionais e uma integração entre suas atividades.<hr/>The study is intended to identify the actions of the physiotherapist and community health agent in the context of the integration of their performances in the basic health care. A systematic review was performed with the purpose of knowing what are these performances, and then list them. The interest came from the "Supervised Training in the Primary Health Care" and the observation of their acts. From a law review and updated scientific works related to this subject, we noted that both, community health agent and physiotherapist, are important professionals in the composition of a health team, once they contribute to the qualification of the health actions among the community and the effectiveness of an universal, integral and equitable health system. Lastly we found that there is an interaction between these professionals and integration among their activities. <![CDATA[<b>The impact on life quality due to oral conditions in people fifty years or above</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400030&lng=en&nrm=iso&tlng=en Avaliou-se a influência de variáveis sociodemográficas e as condições bucais na qualidade de vida de 224 indivíduos, com 50 anos ou mais de Bauru (SP). Os dados foram coletados de acordo com o Oral Health Surveys-Basic Methods: índices de cárie, periodontal comunitário, perda de inserção periodontal e uso/necessidade de próteses odontológicas. A percepção do indivíduo sobre suas condições bucais, foi medida pelo Oral Health Impact Profile, com sete domínios: limitação funcional, dor, desconforto psicológico, incapacidades física, psicológica e social e desvantagem. 60% dos indivíduos eram aposentados; 42% sem atividade social; 65,5% com renda mensal de um a três salários mínimos; 53% usavam prótese total superior e, destes, 33% ambas; 1,94 dentes cariados e 5,4 restaurados; OHIP-os impactos sociais foram menos intensos que os físicos/ psicológicos; a idade foi significante em todos os domí­nios; apenas a condição periodontal foi importante para a qualidade de vida. As variáveis sociodemográficas e as condições bucais tiveram pequena variação no OHIP; os impactos sociais foram menos intensos que os físicos/psicológicos na qualidade de vida; a maioria dos entrevistados acusou pelo menos um impacto da saúde bucal na qualidade de vida; os escores do OHIP diminuíram nos grupos de maior idade.<hr/>The objective of this work was to evaluate the influence of socio-demographic variables and oral health conditions in the quality of life of non-institutionalized people aged 50 or above, living in Bauru, São Paulo State. Clinical oral examinations were conducted on a sample of 224 people including dental caries, periodontal disease and usage or need of dental prosthesis according to WHO suggestions for community dental health surveys. They were also asked to answer a questionnaire comprised of 49 questions about the impact of their oral status on the activities of daily living (OHIP). Descriptive statistics and multiple regression analysis were computed with individual scores of each domain as dependent variables. The results were: 60% were retired people, 42% exercise no social activity and 65.5% earned less than three minimum wages. Dentate people had a mean of 15.3 missing teeth, 117 people (53% of the sample) had full dentures. It could be concluded that regression analysis showed no socio-demographic variable but age having a significant impact on quality of life; as people get older oral disorders seems to produce lower impact on quality of life. As it concerns to oral clinical data only periodontal disease showed impact on quality of life. <![CDATA[<b>Inequalities in distribution of dental caries in teenagers of Indaiatuba, São Paulo State, 2004</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400031&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os objetivos deste trabalho foram conhecer a prevalência da cárie dentária e a necessidade de tratamento odontológico, além da distribuição da cárie dentária na população que apresenta índices de cárie mais elevados em escolares de doze anos. Foram examinados 309 adolescentes, de escolas públicas de Indaiatuba (SP), em 2004, selecionados mediante processo amostral aleatório sistemático e os exames seguiram os critérios da Organização Mundial de Saúde. O percentual de escolares livres de cárie foi de 38,8%. Dentre os escolares examinados, 36,6% (n=113) apresentaram atividade de cárie. O CPOD foi de 2,50 (IC95%=2,07-2,93). O componente cariado foi o mais prevalente (61,0%). O coeficiente de Gini foi 0,602 e o valor do índice SiC foi de 5,97 (IC95%=5,32-6,62); neste grupo em especial, 74,7% (n=74) apresentaram atividade de cárie no momento do exame. Desta forma, pode-se concluir que os escolares deste município apresentaram baixa experiência de cárie; entretanto, não apresentaram suas necessidades atendidas, uma vez que a maior parte do CPOD era formada do componente cariado, aos doze anos de idade. No grupo SiC, verificou-se que este apresentou-se bastante elevado, sendo recomendadas ações direcionadas a este grupo específico de adolescentes.<hr/>The objectives of this work was to know the dental caries prevalence and treatment need, besides the distribution of the dental caries in a population of 12 year-old teenagers with high incidence of dental caries. 309 adolescents of public schools of Indaiatuba, São Paulo State, in 2004, were examined. They were selected by process systematic random and the exams followed the World Health Organization criteria. The percentile of school caries free was of 38.8%. Among the adolescents examined, 36.6% (n=113) presented dental caries. DMFT was of 2.50 (IC95%=2.07-2.93). The decayed component was the highest (61.0%). The coefficient of Gini was 0.602 and SiC value was of 5.97 (IC95%=5.32-6.62); in this group especially, 74.7% (n=74) presented dental caries activity in the moment of the exam. Thus, it can be concluded that the adolescents of this city presented low dental caries experience; however, their needs were not assisted, once most of DMFT was formed of the decayed component at 12 years old. In the group SiC, it was verified that this came quite high, being recommended actions addressed to this specific group of adolescents. <![CDATA[<b>Reproducibility of a scale for oral health among children and adolescents HIV<sub>+</sub>/AIDS</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400032&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste trabalho foi estimar a reprodutibilidade de uma escala odontológica para avaliação da saúde bucal de crianças e adolescentes HIV+. A amostra, com delineamento não probabilístico, constituiu-se de 27 crianças e adolescentes HIV+. A escala foi aplicada, em duas ocasiões, com intervalo de sete dias. Estimou-se a reprodutibilidade intraexaminador pela estatística Kappa. Nas questões relativas à mãe, houve concordância máxima nos itens referentes à importância da saúde bucal, hábito de escovação diária e utilização de escova dental. A procura de atendimento odontológico motivado por estética e para manutenção de hálito puro apresentou concordância boa. Nas questões relativas à criança, observou-se concordância regular nos itens referentes ao fio dental. Com relação à organização do sistema de saúde, chama atenção a dificuldade dos respondentes em relatar o local e o profissional que realizou orientações educativas preventivas. A reprodutibilidade dos domínios percepção, cuidado e promoção foi de 0,48, 0,21 e 0,64, respectivamente. Sugere-se a necessidade de reestruturação das questões componentes dos algoritmos propostos pela escala para as dimensões de percepção e cuidado, a par da necessidade da saúde bucal ser inserida em programas de atendimento a portadores HIV+.<hr/>The aim of this study was to investigate the intraobserver reproducibility of a Portuguese version scale used to evaluate aspects of oral health among children and adolescents HIV+. The scale was proposed by Balbo and a questionnaire was applied in two occasions, within a one week period, to 27 children and adolescents. The reproducibility was estimated by kappa statistics by point (k). With relation to the mother, it was reached a maximum of agreement for items related to the importance of maintaining the oral health, diary tooth brushing and the individual utilization of dental brush; breath and esthetics presented a good agreement. Regarding the children, a regular agreement was observed on the dental floss use. In contrast, the respondents had difficulties in reporting the name and address of the professionals that gave guidance in prevention activities to them. The k-values for perception, care and promotion were 0.48, 0.21 and 0.64 respectively, pointing to reproducibility levels classified as regular, fair and good. Given the different levels of reproducibility offered by the dental scale for HIV+ oral health, we suggest that it could be modified, especially in the domain of care. <![CDATA[<b>Analysis of oral health attention in the Family Health Strategy of the Sanitary District VI, Recife, Pernambuco State</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400033&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo teve como objetivo analisar o processo de trabalho desenvolvido pelas equipes de saúde bucal do Distrito Sanitário VI do município de Recife (PE), no ano de 2006. Trata-se de um estudo descritivo de abordagem qualitativa, em que foram utilizados dados secundários obtidos de uma pesquisa anterior realizada na cidade do Recife, onde o Distrito Sanitário VI está localizado. Para isso, foram utilizadas quatro entrevistas semiestruturadas com o coordenador de saúde bucal distrital, dois cirurgiões-dentistas e uma enfermeira, que atuavam na Estratégia de Saúde da Família. Os resultados mostraram que algumas práticas realizadas pelas equipes ainda são incipientes, como o levantamento epidemiológico, a referência e contrarreferência dos pacientes e o monitoramento e avaliação das ações. Entretanto, o avanço na visão preventiva e na prática de educação em saúde dos profissionais foi evidenciado através das entrevistas. Conclui-se que, apesar das dificuldades para o cumprimento das práticas estabelecidas pela Política Nacional de Saúde Bucal, percebe-se uma mudança do modelo de atenção em saúde bucal, sendo necessários ajustes e correções nas atividades das equipes, além de uma maior participação dos demais níveis de gestão para o exercício pleno da saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família.<hr/>The aim of this study was to analyze the work process developed by the oral health teams of the VI Sanitary District of Recife, Pernambuco State, in 2006. It is a descriptive study of qualitative approach in that secondary data were obtained of a previous research accomplished in Recife, where the Sanitary District VI is located. Four semi-structured interviews were accomplished with the oral health coordinator, two surgeon-dentists and a nurse that acted in the Family Health Strategy. The results showed that some practices accomplished by the teams are still incipient such as the epidemic survey, patient reference and counter reference, and the control and evaluation of the actions. However, the progress in the preventive vision and in education practice in the professional health became evidenced through the interviews. In conclusion, in spite of the difficulties for the execution of the practices established by the National Policies of Oral Health, it is noticed a change in the attention model in oral health, being necessary some adjustments and corrections in the activity of the teams, besides a larger participation of other administration levels for the full exercise of oral health in the Family Health Strategy. <![CDATA[<b>The integrality of the attention in diabetics with periodontal disease</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400034&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste estudo foi avaliar como está organizado o atendimento aos indivíduos com diabetes melito, usuários do SUS, a partir dos dados das condições periodontais apresentadas por este grupo, em Belo Horizonte (MG). Para tanto, uma amostra representativa de trezentos indivíduos foi selecionada para avaliação clínica e entrevista. Foram realizadas entrevistas também com os gerentes de unidades de saúde. Dos avaliados, 55% apresentaram gengivite, 35,3%, periodontite e 9,7% eram saudáveis. Em relação à integralidade da atenção ao diabético no SUS, pôde-se observar que, apesar da maioria estar sob acompanhamento médico, somente 27,3% estavam sob tratamento odontológico na rede básica, 3,6% recebiam atendimento especializado em odontologia e apenas 3,4% eram atendidos por outros profissionais da saúde. O atendimento interdisciplinar e a atenção em todos os níveis do sistema são fatores essenciais para a integralidade das ações em saúde.<hr/>The aim of this study was to evaluate the periodontal conditions of individuals with diabetes and to analyze how SUS has contributed to the health attention of these people in Belo Horizonte, Minas Gerais State. For that, a sample of 300 individuals was selected and interviews with diabetics and health unit managers were conducted. From those, 55% presented gingivitis, 35.3% periodontitis and 9.7% were healthy. As for the integral attention for diabetics in SUS, it was observed that despite the fact that most of them were under medical supervision, only 27.3% were under dental treatment in basic health care units, 3.6% had specialized dental care and only 3.4% were seen by other health workers. Interdisciplinary care and attention in all levels of the system are essential factors for the integrality of health actions. <![CDATA[<b>Oral health status of elderly women from the Brazilian Federal District</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400035&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os trabalhos realizados no Brasil a respeito das principais afecções bucais dos gerontes mostram situação preocupante. O objetivo deste estudo foi estimar a frequência de edentulismo, analisar o uso e a necessidade de prótese, calcular o índice CPOD e verificar a condição periodontal de idosas residentes no Distrito Federal. Cento e quarenta mulheres com idade igual ou superior a sessenta anos foram examinadas. A condição de cada prótese foi avaliada observando presença de prejuí­zo estético ou funcional. Em seguida, foi realizado exame clínico para detectar a presença de cárie, restaurações e dentes perdidos para cálculo do índice CPOD. O exame periodontal incluiu a verificação do índice de placa visível, índice de sangramento gengival, medidas de profundidade de sondagem clínica, perda de inserção clínica e mobilidade dental de todos os dentes presentes. Os resultados revelaram péssimas condições bucais dos pacientes examinados. A taxa de edentulismo mostrou-se elevada, o índice CPOD foi alto (29,8), com predomínio do componente extraído (87,1%) e a condição periodontal foi considerada grave. A partir destes dados, pode-se concluir que o perfil da condição bucal das idosas representadas neste estudo é precário, o que reflete a necessidade de se elaborar programas de promoção de saúde e de reabilitação para este segmento da população.<hr/>Data from Brazilian researches that evaluated oral health of elderly people show a worrisome situation. The purpose of this study was to estimate the frequency of edentulism, analyze both the use and need profiles of prosthesis, calculate the DMFT index and check the condition of periodontal elderly residents in the Federal District. One hundred and forty women aged 60 years or above were examined. The condition of each prosthesis was evaluated to detect the presence of functional or aesthetic damage. Then, clinical examination was carried out to detect the number of decayed, missing or filled teeth in order to calculate the DMFT index. The periodontal examination included the index of visible plaque, bleeding index, measurement of clinical probing depth, measurement of clinical attachment level and teeth mobility. The results showed poor oral conditions of the patients. The rate of edentulism was high, the DMFT index was elevated (29.8) with a predominance of the extracted component (87.1%) and periodontal condition was considered severe. From these data we can conclude that the oral condition of elderly represented in this study is precarious and reflects the need for health promotion and rehabilitation programs for this segment of the population. <![CDATA[<b>Health surveillance</b>: <b>foundations, interfaces and tendencies</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400036&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo resgata inicialmente as formas, conteúdo e projeção operacional da vigilância epidemiológica como instrumento indispensável para o campo do saber e práticas da saúde pública. Em seguida, verificamos que o modelo de vigilância da saúde estabelece uma ampliação desse conceito operacional de vigilância, ao integrar as práticas coletivas e individuais em diferentes dimensões das necessidades de saúde, que incluem além do controle de riscos e danos, os determinantes ecossociais. Na sequência, buscamos dimensionar os distintos níveis de atuação desta prática sanitária articulados às intervenções de promoção, proteção e recuperação, sob uma lógica regionalizada e integralizada do Sistema Único de Saúde brasileiro. Por fim, argumentamos que todo o arcabouço conceitual-operacional de vigilância da saúde se constitui como uma base política e sanitária para a consolidação do paradigma da promoção da saúde no campo da Saúde Coletiva.<hr/>The present article rescues initially the forms, content and operational projection of the epidemiological surveillance as indispensable tool for the knowledge field and public health practices. After that, we verify that the health surveillance model establishes an enlargement of this operational concept of surveillance by integrating the collectives and individuals practices in different health necessities dimensions, which includes beyond of the risks and damages control also the eco-socials determinants. In the sequence, we search to dimension the distinct levels of actuation of this sanitary practice articulated to the interventions of promotion, protection and recovery under a located and integrated logic of the unique system of Brazilian health. Finally, we argue that all the conceptual-operational model framework of public health surveillance itself constitutes as a politics and sanitary base for the consolidation of the health promotion paradigm in the collective health field. <![CDATA[<b>From garbage production to residue transformation</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400037&lng=en&nrm=iso&tlng=en A pesquisa tem como ponto de partida a articulação promissora entre o trabalho do catador de materiais recicláveis e do artista plástico. O ponto de interseção entre as duas categorias é a transformação dos restos da sociedade de consumo. Os catadores restituem a dignidade aos objetos desprezados. Já os artistas transformam o resto desprezado, o subjetivo, em algo nomeado socialmente como arte. O estudo busca se debruçar sobre o processo de descontinuidade que procuramos instituir com a produção de restos - o que eles dizem que somos? Qual o lugar que damos a eles em nosso laço social? Assim, acaba mostrando como os dejetos não são realidades técnicas, mas valores. Abordar a lógica do dejeto somente do ponto de vista técnico seria perder algo de essencial, que é ali enunciado.<hr/>This research has a starting point the promising articulation between recyclable waste materials pickers and visual artists. Their intersection point is the way they reshape the remnants of the consumption society: waste pickers give new uses to objects bringing dignity to cast out materials, while visual artists reshape these subjectively refused objects into art, giving them new social value. This study tries to locate the continuity gap we created in regard to waste materials processing - what may they tell about us? Where do they stand at our social scale of values? Thus it becomes clear how waste objects aren't just technical realities but renewed values. Approaching waste objects with a logic that merely envisages their technical side would leave behind something they had as an essential part. <![CDATA[<b>The protocols and the medical decision</b>: <b>evidences based in experience or existences?</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400038&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo geral do trabalho é compreender as concepções e interesses sobre transmutar a fundamentação da prática cotidiana do conhecimento produzido pela experiência para modelos probabilísticos da epidemiologia. O objeto é a argumentação e as práticas em torno de consenso sobre critérios de conhecimento válidos às decisões diagnósticas e terapêuticas. O ponto de partida é o estudo de Fleck, no qual os fatos não são objetivamente dados, mas coletiva e contingencialmente criados em adequação a um estilo de pensamento. Nossa estratégia de pesquisa foi a observação etnográfica do round e das reuniões clínicas numa unidade de terapia cardiointensiva cirúrgica, no Rio de Janeiro. A análise baseou-se nos trabalhos de Knorr-Cetina, (arena transepistêmica) e teoria da argumentação de Perelman. A pesquisa revelou a consolidação da tendência de incorporação de critérios explícitos de relação custo-benefício e interesses relativos a distintos agentes, como categoria médica, governos, complexo médico-industrial, na introdução dos protocolos. Demonstrou utilização ambivalente: protocolos/estudos científicos e experiência clínica. Chamou a atenção um certo ceticismo e inabilidade dos médicos na utilização das ferramentas de análise do estilo de pensamento epidemiológico.<hr/>The main purpose of this study is to understand the concepts and interests concerning the transformation of the practical quotidian knowledge produced by experience into probabilistic epistemological models. The object is the argumentation and practices surrounding consensus-forming which knowledge criteria are valid for diagnostic and therapeutic decisions. Our starting point is Ludwik Fleck's work, which states that facts are not objectively given but collectively and contingently created so as to adjust themselves to a style of thought. Our research strategy was an ethnographic observation of medical rounds and clinical meetings in a cardiology ICU in Rio de Janeiro. The analysis was based on the works of Knorr-Cetina (transepistemic arenas) and Perelman's argumentation theory. It revealed the consolidation of a tendency to incorporate explicit cost-benefit criteria and the interests of different agents such as doctors, government and the medical-industrial complex in the introduction of protocols. The observation demonstrated an ambivalent use: protocols/scientific studies and clinical experience as well. A certain skepticism of the clinicians and their relative inability in the usage of the analytic tools of the epidemiological thought style were particularly remarkable. <![CDATA[<b>Aids e juventude: gênero, classe e raça</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000400039&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo geral do trabalho é compreender as concepções e interesses sobre transmutar a fundamentação da prática cotidiana do conhecimento produzido pela experiência para modelos probabilísticos da epidemiologia. O objeto é a argumentação e as práticas em torno de consenso sobre critérios de conhecimento válidos às decisões diagnósticas e terapêuticas. O ponto de partida é o estudo de Fleck, no qual os fatos não são objetivamente dados, mas coletiva e contingencialmente criados em adequação a um estilo de pensamento. Nossa estratégia de pesquisa foi a observação etnográfica do round e das reuniões clínicas numa unidade de terapia cardiointensiva cirúrgica, no Rio de Janeiro. A análise baseou-se nos trabalhos de Knorr-Cetina, (arena transepistêmica) e teoria da argumentação de Perelman. A pesquisa revelou a consolidação da tendência de incorporação de critérios explícitos de relação custo-benefício e interesses relativos a distintos agentes, como categoria médica, governos, complexo médico-industrial, na introdução dos protocolos. Demonstrou utilização ambivalente: protocolos/estudos científicos e experiência clínica. Chamou a atenção um certo ceticismo e inabilidade dos médicos na utilização das ferramentas de análise do estilo de pensamento epidemiológico.<hr/>The main purpose of this study is to understand the concepts and interests concerning the transformation of the practical quotidian knowledge produced by experience into probabilistic epistemological models. The object is the argumentation and practices surrounding consensus-forming which knowledge criteria are valid for diagnostic and therapeutic decisions. Our starting point is Ludwik Fleck's work, which states that facts are not objectively given but collectively and contingently created so as to adjust themselves to a style of thought. Our research strategy was an ethnographic observation of medical rounds and clinical meetings in a cardiology ICU in Rio de Janeiro. The analysis was based on the works of Knorr-Cetina (transepistemic arenas) and Perelman's argumentation theory. It revealed the consolidation of a tendency to incorporate explicit cost-benefit criteria and the interests of different agents such as doctors, government and the medical-industrial complex in the introduction of protocols. The observation demonstrated an ambivalent use: protocols/scientific studies and clinical experience as well. A certain skepticism of the clinicians and their relative inability in the usage of the analytic tools of the epidemiological thought style were particularly remarkable.