Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Saúde Coletiva]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=1413-812320110001&lang=en vol. 16 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[<b>The field of Feeding and Nutrition in Collective Health</b>: <b>identifying outlines and projecting paths</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Food and Nutrition in Public Health</b>: <b>constitution, contours and scientific status</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>(Inter)disciplinary spaces</b>: <b>Food/Nutrition/Health/Public Health</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>Let us not forget what is singular and contingent...</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>In defense of the epistemological pluralism</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>A fertile field for Food and Nutrition in Public Health</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>The authors reply</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo se propõe a examinar o percurso de constituição da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, no contexto brasileiro, a partir de seus campos de origem, identificando tensões e confluências, buscando demarcar seus contornos e caracterizar seu estatuto no interior do campo científico. Procuramos evidenciar a existência de um movimento marcado pelo encontro profícuo entre o campo da "Saúde Coletiva" e uma parcela do campo da "Alimentação e Nutrição", ou, mais precisamente, um dos seus núcleos, protagonizado por atores orientados por saberes diferenciados dos demais núcleos nesse campo. Tais fenômenos, que postulamos como desfechos do contato dos núcleos de saberes que identificam a Saúde Coletiva com o campo da "Alimentação e Nutrição", deram origem a um núcleo específico de saberes, bem como a práxis distintas, nesse âmbito correspondendo ao que denominamos "Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva". Trata-se de um processo marcado, desde o início, por tensões entre os paradigmas biológico e social, configurando-se, por um lado, como um importante desafio a ser enfrentado e, por outro, como um caminho promissor para a aproximação entre distintos campos da ciência, tanto os de cunho mais prático como os dirigidos à reflexão conceitual.<hr/>This paper aims to examine the route on which Food and Nutrition in Public Health was build in the Brazilian context, from its fields of origin, identifying tensions and convergences, seeking to demarcate its boundaries and to characterize its status within the scientific field. We seek to evince the existence of a movement marked by the fruitful encounter between the field of "Public Health" and a portion of the field of "Food and Nutrition", or more precisely, one of their cores, starring actors oriented by knowledge distinguished from other nuclei in this field. Such phenomena, that we postulate as outcomes of the contact nuclei of knowledge that identify the Public Health with the field of "Food and Nutrition", led to a specific core of distinct knowledge and praxis in this context corresponds to what we call "Food and Nutrition in Public Health". This is a process marked from the outset by tensions between the biological and social paradigms, becoming the one hand, as a major challenge to be faced, and secondly, as a promising way for the approach between different fields of science, both the more practical, such as those targeted to conceptual reflection. <![CDATA[<b>The field of Food and Nutrition from the perspective of comprehensive theories</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trata-se de uma breve reflexão sobre o campo da alimentação e nutrição, aproximando o das disciplinas das ciências humanas. Toma-se como referência o pensamento de alguns teóricos e a vivência dos próprios autores. O objetivo principal é motivar a discussão sobre este tema da alimentação e nutrição considerando a complexidade das relações que envolvem o comer e a dietética, além de tentar estimular a reflexão da prática do profissional nutricionista. Justifica-se a importância metodológica de incorporar o uso da hermenêutica para a compreensão dessa temática. Reflete-se a importância de agir em relação à orientação alimentar associando o saber técnico desse campo com as perspectivas das teorias compreensivas.<hr/>The present article is a brief reflection on the field of Food and Nutrition as it interconnects with the humanities. Relevant theorists' thinking as well as the experience of the authors were used as references. The main purpose is to stimulate the discussion on the food-and-nutrition issue, taking into account the complexities involved in the relations between food consumption and dietetics. Also it is expected to motivate nutritionists to reflect upon their professional practice. Incorporating the use of hermeneutics for the comprehension of the subject is justified in terms of its methodological significance. The importance of taking action in guiding food consumption through the association of the technical knowledge of the field with various perspectives of comprehensive theories is also discussed. <![CDATA[<b>An overview of studies on nutrition and neglected diseases in Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste artigo é revisar a literatura acerca da relação entre nutrição e doenças infecciosas negligenciadas em populações brasileiras, focalizando especificamente a doença de Chagas, a malária, a esquistossomose e a leishmaniose visceral. A revisão da literatura foi realizada em janeiro de 2010 a partir de um levantamento bibliográfico nas bases SciELO, LILACS e Medline. Foram captados 293 resumos; dentre estes, 66 foram selecionados para leitura de texto completo e 43 incluídos na revisão. A presente revisão salienta a relevância dos estudos nutricionais no campo da Saúde Coletiva para melhor compreensão dos aspectos envolvidos no risco e prognóstico de malária, esquistossomose, leishmaniose visceral e doença de Chagas. Evidencia-se também certo desbalanceamento na literatura sobre o tema, com muito mais estudos experimentais do que estudos em populações humanas. Ainda que os primeiros sejam essenciais para esclarecer os mecanismos fisiopatológicos subjacentes à relação entre déficits nutricionais e estas doenças, estudos bem delineados em populações humanas são fundamentais para que o conhecimento científico se traduza em ações efetivas para o controle de doenças negligenciadas.<hr/>The objective of this paper is to review the literature on the relationship between nutrition and neglected infectious disease in Brazilian populations, in particular Chagas' Disease, malaria, schistosomiasis and visceral leishmaniasis. The literature review was performed in January 2010 by searching the databases SciELO, LILACS and Medline. Two-hundred and ninety-three abstracts were retrieved, 66 of them were selected for full-text analysis and 43 were included in the review. This review reinforces the relevance of nutritional studies in public health for better understanding the aspects involved in the risk and prognosis of malaria, schistosomiasis, visceral leishmaniasis and Chagas' Disease. It was possible to detect an unbalance in the literature about the theme, with much more experimental studies than population-based studies. Although the first are essential for helping to understand the pathophysiological mechanisms underlying the association between nutritional deficits and those diseases, well designed population-based studies are fundamental for the translation of scientific research into effective actions for controlling neglected diseases. <![CDATA[<b>The role of civil society in building the field of Food and Nutrition in Brazil</b>: <b>elements for reflection</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A inserção dos temas da Alimentação e Nutrição (AN) na agenda pública ganhou progressiva relevância no Brasil, e a sociedade civil desempenhou um papel importante neste processo. Este artigo examina a influência das organizações sociais na construção do campo da AN, numa perspectiva histórica de sua atuação em espaços de interlocução com o governo federal. A análise foi norteada pelas seguintes questões: (1) os diferentes formatos políticos e institucionais desta participação; (2) os temas e demandas políticas pautados; (3) as possíveis repercussões deste processo na construção de institucionalidade pública. Os instrumentos de pesquisa conjugaram revisão bibliográfica e análise documental. Concluiu-se que a atuação das organizações sociais foi fundamental para a consolidação da Política Nacional de AN e de Segurança Alimentar e Nutricional. A engenharia institucional e o perfil das organizações sociais variaram desde movimentos sociais até redes de políticas. Os temas em pauta modificaram-se ao longo do período estudado, com o fortalecimento das temáticas étnicas, raciais e de gênero. Os ganhos deste processo dependem da capacidade do setor público de regular e apoiar o funcionamento desses espaços e envolver os segmentos governamentais que de fato têm poder decisório.<hr/>The inclusion of Food and Nutrition (FN) issues on the public agenda has gained progressive relevance in Brazil and the civil society (CS) has an important role in this process. This article examines how CS affects policies in this field based on a historical perspective of their influence in political arenas of the Federal Government. The analysis was based on the following questions: (1) the political and institutional participatory approaches; (2) the related issues and political demands; (3) the implications of this process in developing public policies. The research instruments have combined literature review and documentary analysis. It was concluded that the role of the civil society was crucial for the consolidation of the National Policy of FN and the National Policy of Food and Nutrition Security. The institutional engineering and the profile of social organizations were very different, ranging from social movements to policy networks. The topics on the agenda have changed over the period studied, with the strengthening of ethnic, racial and gender issues. The gains of this process depend on public sector capacity to regulate and support the functioning of these institutional arenas and to involve governmental segments that actually has decision making power. <![CDATA[<b>National policies and the field of Food and Nutrition in Collective Health</b>: <b>the current scenario</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en É apresentado um balanço da implementação das diretrizes da Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) contextualizando as ações no cenário do Sistema Único de Saúde (SUS). Aos dez anos de sua publicação, a PNAN se defronta com desafios tanto para expandir como para qualificar as ações de alimentação e nutrição na saúde, e também para se apresentar como interlocutora e representante legítima da área da saúde, no contexto político e institucional da segurança alimentar e nutricional. Questões relacionadas à articulação da PNAN e da futura Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional são analisadas para demonstrar a confluência de agendas entre as prioridades para a garantia da SAN. São apontadas as potencialidades desse campo de ação, a partir do atual cenário institucional, e a necessidade de soluções abrangentes que atendam à complexidade da alimentação e nutrição em Saúde Coletiva.<hr/>It is presented a review of the guidelines implementation of the National Food and Nutrition Policy (PNAN) contextualizing the actions in the Brazilian Unified Health System (SUS) scenario. At ten years of its publication, PNAN faces challenges both to expand and qualify the shares of food and nutrition on health. It is challenging to stand as interlocutor and legitimate representative of the area of health, political and institutional context of food security and nutrition. Issues related to the articulation of PNAN and future National Policy on Food and Nutrition Security will be analyzed to demonstrate the convergence of agendas among the priorities for the guarantee of the SAN. The authors identify the potential of this field of action, from the current institutional setting, and the need for comprehensive solutions that address the complexity of food and nutrition in health. <![CDATA[<b>History of the scientific field of Food and Nutrition in Public Health in Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do artigo é traçar a história do campo da Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva (ANSC) no Brasil, procurando descrever os contextos que possibilitaram sua construção, consolidação e ressignificação; identificar os cientistas brasileiros que contribuíram com este processo e abordar os paradigmas que nortearam a atuação destes cientistas. Como critérios metodológicos de análise foram estabelecidos três cortes transversais, correspondentes a contextos da história deste campo: o primeiro referente ao período 1930 a 1963; o segundo entre 1964 a 1984 e o terceiro considera o período 1985 a 2010. Depreende-se que o campo da ANSC assumiu a atual configuração a partir de meados de 1970, no interior do chamado movimento sanitário brasileiro, cujo ideário principal foi a realização da reforma sanitária e a construção do Sistema Único de Saúde. Reafirma-se a importância do caráter multidisciplinar bem como a premissa do relevante papel do campo da ANSC na garantia do direito humano à alimentação saudável, um componente do conjunto de condições necessárias à promoção da saúde, prevenção de doenças, vigilância e recuperação da saúde e melhoria da qualidade de vida de todos os brasileiros.<hr/>This paper aims to trace the history of the scientific field of Food and Nutrition in Public Health in Brazil (FNPH), trying to describe the contexts that allowed the construction, consolidation and redefinition of the field, to identify the Brazilian scientists who contributed to this process and address the scientific concepts or paradigms that guided the actions of these scientists. As methodological criteria of analysis three cross sections corresponding to contexts of history in this field were established: the first one covers the period from 1930 to 1963, the second one between 1964 and 1984 and the third one considers the period from 1985 to 2010. We conclude that the field of FNPH assumed the current configuration from the mid-1970's, within the so-called Brazilian health movement, whose main ideas were the achievement of health reform and the construction of the Unified Health System. We reaffirm the importance of multidisciplinary character and the premise of the important role of the field of FNPH in ensuring the human right to healthy food, a component of the set of conditions necessary for health promotion, disease prevention, surveillance and health recovery and improvement of quality of life for all Brazilians. <![CDATA[<b>Culinary as an object of study and intervention in the field of Food and Nutrition</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en A culinária é aqui abordada como objeto de estudos alimentares e nutricionais e de intervenções que visem a mudanças alimentares. Para explorar este potencial da culinária, dois estudos são apresentados: um qualitativo, voltado para a análise do consumo alimentar, com sujeitos de dois segmentos socioeconômicos, submetidos à restrição de sal; e outro que recorre à culinária como eixo estruturante de um método educativo para a promoção da alimentação saudável. Em ambos os estudos pôde-se constatar o potencial da culinária: no primeiro, como um meio que permite acessar informações sobre procedimentos com alimentos que podem melhorar a qualidade da informação sobre o consumo e as práticas alimentares; e no segundo, como um espaço eficaz para intervenções que visem a mudanças alimentares por abordar suas dimensões sensoriais, cognitivas, simbólicas e práticas.<hr/>Culinary is approached here as an object of food and nutritional studies and interventions aimed at dietary changes. In order to explore the culinary potential, two studies are presented: one qualitative, focusing on dietary intake, with subjects from two socioeconomic sectors submitted to salt restrictions; the other uses cooking as structural axis of an educational method for promoting healthy eating. In both studies one can observe the potential of culinary: in the first, as a medium which allows access to information about food procedures that can improve the quality of information about food intake and food practices and, in the second, as an effective space for interventions aimed at food habit changes by addressing their sensorial, cognitive, symbolic and procedural dimensions. <![CDATA[<b>Food in the contemporary context</b>: <b>consumption, political action and sustainability</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O campo interdisciplinar de reflexões sobre a alimentação como campo político passa por um processo de expansão e transbordamento para a esfera privada, cotidiana e rotineira do consumo alimentar. Tal processo parece ser reflexo de transformações nos mercados agroalimentares globais, da ampla percepção e publicização dos riscos alimentares e da politização do consumo. Uma vez que os indivíduos assumem responsabilidades sobre as consequências ambientais e sociais de suas escolhas cotidianas, a especificidade política da alimentação nas sociedades contemporâneas extrapola a esfera institucional (segurança alimentar e nutricional, desigualdades sociais no acesso à alimentação, políticas agrícolas e regulamentação da publicidade de alimentos) para atingir a esfera privada. O artigo aborda alguns dos recentes debates sobre o processo de politização do consumo e faz uma reflexão teórica sobre as dimensões ética, política e ideológica que relacionam hábitos de consumo alimentar, incluindo locais e formas de aquisição e preparo dos alimentos, valores de preservação ambiental, solidariedade com pequenos produtores locais e precaução reflexiva ante os riscos alimentares. Aponta ainda uma agenda de pesquisa capaz de captar processos de politização da comida e práticas de consumo político no campo da alimentação.<hr/>The interdisciplinary field of reflections on food as politics goes through a process of expansion and overflow to the private sphere, and routine daily food consumption. This process seems to be a reflection of transformations in the global agrifood markets, the wide publicity and awareness of food hazards and the politicization of consumption. To the extent that individuals are to assume responsibility for the environmental and social consequences of their everyday choices, the specificity of political power in contemporary societies goes beyond the institutional level (food security and nutrition, social inequalities in access to food, agricultural policies and regulations advertising of food) to meet the private sphere. This paper shows, initially, some of the recent debates about the process of politicization of consumption and then explores a theoretical reflection on the ethical, political and ideological habits that relate to food consumption, including the locations and ways of acquiring and food preparation, the values of environmental preservation, solidarity with local producers and reflexive caution against food risks. Finally, points to a research agenda capable of capturing the processes of politicization of food and consumer practices in the field of political power. <![CDATA[<b>Research on Food in Brazil</b>: <b>sustaining the autonomy of the Food and Nutrition field</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100015&lng=en&nrm=iso&tlng=en Partindo dos pensamentos de Bourdieu acerca dos campos científicos, visitamos o Diretório dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) buscando investir em abordagem crítica e reflexiva acerca da parcela da pesquisa brasileira que se dirige à "alimentação". Identificamos um conjunto estável e crescente de grupos de pesquisa, cuja visibilidade fica comprometida uma vez que sua denominação não consta das taxonomias institucionais no âmbito das agências de fomento à pesquisa e à formação de pesquisadores. Seus fundamentos epistemológicos, suas bases teórico-metodológicas, situam-se na esfera das humanidades e incluem uma ampla gama de disciplinas em interação, conformando significativa complexidade em torno de seu objeto central: a "comida". O estudo dos fenômenos alimentares reclama a interdisciplinaridade e apresenta como desafio o enfrentamento das tensões inerentes à vida democrática na qual vislumbramos um devir em que a convivência crescente e colaborativa entre diferentes referências epistêmicas deve ter lugar institucional.<hr/>Based on Bourdieu's thoughts about the scientific fields, we visited the Research Groups Directory of the National Council for Scientific and Technological Development (CNPq), seeking to invest in critical and reflective approach on the segment of Brazilian research work concerned with "food". We identified a stable and growing set of research groups whose visibility is compromised, once its name is not included in the institutional taxonomies within the agencies that support research and researchers' formation. Its epistemological foundations, its theoretical and methodological bases are located in the sphere of Humanities and include a wide range of interacting disciplines, forming a significant complexity around its central object: food. The study of feeding phenomena calls for interdisciplinarity and makes the challenge of facing the tensions inherent to democratic life in which we have a glimpse in which the growing and collaborative coexistence among different epistemic references must take institutional place. <![CDATA[<b>Risk behaviors for eating disorders among female adolescents from different social strata in the Brazilian Northeastern</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo procurou estimar a prevalência de transtornos do comportamento alimentar (TCA) e identificar fatores de risco entre adolescentes do sexo feminino em Fortaleza (Ceará, Brasil). Realizou-se um estudo seccional com 652 estudantes secundaristas (14-20 anos) usando-se o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE). Aplicou-se um modelo de regressão logística. Cerca de um quarto das participantes apresentou padrão alimentar de risco e práticas de controle de peso; em 1,2% encontraram-se indícios de TCA instalado. Medo de engordar foi relatado por 62%, independentemente de estudarem em colégios públicos ou particulares (p&gt;0,05), mas uso de práticas de risco foi superior naquelas procedentes de escolas particulares (p<0,05). Não ter religião (OR: 2.2; 95%CI: 1.1-4.2) e estudar em colégio particular (OR: 1.7; 95%CI: 1.2-2.5) associaram-se com maior risco de apresentar TCA. Os TCA emergem como problema de Saúde Coletiva mesmo em áreas pobres do Brasil, e o desejo pelo corpo magro não se diferenciou entre os diferentes estratos sociais, embora as práticas de risco sejam mais usadas entre as informantes de colégios particulares. Aspectos culturais e subjetivos se apresentam não apenas como fatores de risco, mas também como protetores.<hr/>This study sought to estimate the prevalence of eating disorders (ED) and identify risk factors among female adolescents in Fortaleza, Ceará, Brazil. It was conducted a sectional study with 652 high school students (14-20 years) using the Bulimic Investigatory Test of Edinburgh (BITE). A logistic regression model was applied. Approximately one quarter of participants showed risk eating pattern and control weight practices, among 1.2% signs of an installed ED were found. Fear of weight gain was reported by 62% of adolescents, independently if studying at public or private schools (p&gt;0.05), but the use of risk practices was higher among private schools students (p<0.05). Not having a religion (OR: 2.2, 95%CI: 1.1-4.2) and studying in private school (OR: 1.7, 95%CI: 1.2-2.5) were associated with an increased risk of ED. The ED emerge as a public health problem even in the poor areas of Brazil and the desire for a thin body was not differentiated between different social strata, although the risk practices are significantly higher among respondents from private schools. Subjective and cultural aspects are presented not only as risk factors, but also as protectors. <![CDATA[<b>Prevalence and determinants of obesity and overweight among reproductive age women living in the semi-arid region of Brazil</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100017&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo estimou a prevalência e identificou fatores determinantes do sobrepeso e obesidade em mulheres em idade fértil na região semiárida do Brasil. Na amostra por conglomerados de oito mil domicílios do estado do Ceará, foram pesquisadas 6.845 mulheres. Sobrepeso e obesidade foram medidos pelo Índice de Massa Corporal, utilizando-se a análise multivariada para a identificação dos fatores determinantes. As prevalências de sobrepeso e obesidade foram de 32,6% e 16,1%, respectivamente. Na análise ajustada, a obesidade esteve positivamente associada a: idade &gt;30 anos (RP=1,55), estado civil casada (RP=1,36), escolaridade fundamental (RP=1,40), idade na menarca <12 anos (RP=1,59), ter tido &gt;1 filho (RP=1,65), uso de contraceptivos (RP=1,31). Os fatores relacionados à saúde e à nutrição, referentes à obesidade mórbida, foram: hipertensão arterial (RP=3,11), diabetes (RP=2,08), insatisfação com a imagem corporal (RP=4,26) e procedimentos para perder peso (RP=2,73). Sobrepeso e obesidade são altamente prevalentes na região semiárida. A educação foi o único fator socioeconômico passível de ser modificado. Os fatores reprodutivos identificados apontam para a necessidade de mobilização dos serviços de pré-natal, pós-parto e planejamento familiar na prevenção e no controle da obesidade.<hr/>The study estimated the prevalence and determinants of overweight and obesity in women of reproductive age in the Semi-Arid Region of Brazil. In the cluster sampling of 8,000 households of the state of Ceará, 6,845 women were surveyed. Overweight and obesity were measured by the body mass index and risk factors identified by multivariate analysis. The prevalences of overweight and obesity were 32.6% and 16.1%, respectively. After adjusted analysis, obesity was positively associated with age &gt;30 years (PR = 1.55), marital status, married (PR = 1.36), elementary education (PR = 1.40), age at menarche <12 years (OR = 1.59), having &gt;1 child (PR = 1.65) and contraceptive use (PR = 1.31). Specific health and nutritional conditions were identified as highly associated to morbid obesity: hypertension (PR = 3.11), diabetes (PR = 2.08), dissatisfaction with body image (PR = 4.26) and procedures for weight loss (PR = 2.73). The study concluded that overweight and obesity are highly prevalent in the Semi-Arid Region of Brazil. Education was the only socioeconomic determinant considered as amenable to change. The reproductive risk factors identified enforce the need to mobilize the services of prenatal and postpartum care and family planning to prevent and control obesity. <![CDATA[<b>Symbolism on "natural" in food</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os sentidos incorporados representam um acervo de possibilidades para a vida futura capaz de construir identidades individuais e coletivas. Este trabalho aprofunda os habitus, nos termos de Bourdieu, associados aos estilos "natural" e fast-food, fazendo uma análise interpretativa das trocas simbólicas de elementos reproduzidos nas práticas de alimentação. Consideramos que o arranjo "bricolista" desses elementos possibilita permutas e hibridismos, marcado por uma tensão que reflete a insegurança das inovações tecnológicas. O "natural" é o representante do ideal de autossustentabilidade, da produção não poluidora, que aponta para um enfrentamento da crise sanitária e ecológica do planeta, resistindo à industrialização em larga escala e à urbanização acelerada, entendidos como fatores de depredação das condições básicas de vida. As trocas se dão em um jogo simbólico articulado com o econômico global, em que os atores sociais fazem apostas, illusio, de acordo com intenções particulares na ação concreta. Há chance para reformulação das regras do jogo "no jogo", pois ainda que com um equilíbrio precário de forças, com perdas para o lado mais fraco, um agente pode ter em seu acervo a possibilidade de não reproduzir as pressões da globalização alimentar, o que está distante do que possa aparecer como sobrenatural.<hr/>The incorporated senses represent a set of possibilities for future life able to build individual and collective identities. This work deepens the habitus, in Bourdieu's terms, associated with "natural" and fast-food styles, making an interpretative analysis of symbolic exchanges of elements reproduced in feeding practices. We believe that this bricolage arrangement of elements enables bartering and hybridism, marked by a tension that reflects the insecurity of technological innovations. The "natural" style represents an ideal of self-sustainability, non-polluting production, which faces the sanitary and ecologic crisis of the planet, against the large-scale industrialization and fast urbanization, defined as depredation factors of basic living conditions. The exchanges happen in a symbolic game connected with the global economic game, in which social actors make bets, illusio, according to particular intentions in concrete action. There is a chance to reformulate the rules of the game in the "game", although with a precarious balance of forces, in which the weaker side loses, an agent may have the possibility of not reproducing the pressures of globalized feeding, which is far from what might seem supernatural. <![CDATA[<b>Eating, nourishment and nutrition</b>: <b>instrumental analytic categories in the scientific research field</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Comer, alimentar ou nutrir circulam na nossa cultura, aproximadamente, como sinônimos e desse modo não dão conta das transformações que vêm ocorrendo na alimentação, que desejadas ou indesejadas contam com um hibridismo de padrões que representa uma mudança tanto de regras como de preferências alimentares. O objetivo do artigo é tornar essas concepções de senso comum categorias de análise e interpretação para pesquisas das Ciências Humanas e da Saúde, numa perspectiva teórica, através da conceituação. Neste espaço interdisciplinar da Nutrição e das Ciências Sociais, o alimento aparece associado a uma função natural (biológica), numa concepção em que natureza se contrapõe à cultura, e a comida assume sentidos e significados culturais (simbólicos). A alimentação expressa divisão do trabalho, da riqueza, é criação histórico-cultural através da qual se pode estudar uma sociedade. Atribui-se à Nutrição um sentido de ação racional, oriundo da constituição dessa ciência na modernidade, inserida num processo histórico de racionalização científica do comer e do alimentar-se. Consideramos que através da conceituação na prática interdisciplinar de pesquisa, que envolve um espaço compartilhado de saberes, podemos ser menos limitados por um modelo teórico uniformizado de saber e mais livres para pensar questões sobre a vida.<hr/>Eating, nourishment or nutrition circulate in our culture as synonyms and thus do not account for the changes that occur in nourishment, which intended or unintended, have a hybridization pattern that represents a change of rules and food preferences. This paper aims to take these common sense conceptions as analytic categories for analyzing and interpreting research for the Humanities and Health Sciences in a theoretical perspective, through conceptualization. The food is associated with a natural function (biological), a concept in which nature is opposed to culture, and nourishment takes cultural meanings (symbolic), expressing the division of labor, wealth, and a historical and cultural creation through which one can study a society. One attributes to Nutrition a sense of rational action, derived from the constitution of this science in modernity, inserted in a historical process of scientific rationalization of eating and nourishing. We believe that through the practice of conceptualization in interdisciplinary research, which involves a shared space of knowledge, we can be less constrained by a unified theoretical model of learning and be freer to think about life issues <![CDATA[<b>Nanotechnology and <i>in situ</i> remediation</b>: <b>a review of the benefits and potential risks</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100020&lng=en&nrm=iso&tlng=en In this review, we focus on environmental cleanup and provide a background and overview of current practice; research findings; societal issues; potential environment, health, and safety implications; and future directions for nanoremediation. We also discuss nanoscale zero-valent iron in detail. We searched the Web of Science for research studies and accessed recent publicly available reports from the U.S. Environmental Protection Agency and other agencies and organizations that addressed the applications and implications associated with nanoremediation techniques. We also conducted personal interviews with practitioners about specific site remediations. We aggregated information from 45 sites, a representative portion of the total projects under way, to show nanomaterials used, types of pollutants addressed, and organizations responsible for each site. Nanoremediation has the potential not only to reduce the overall costs of cleaning up large-scale contaminated sites but also to reduce cleanup time, eliminate the need for treatment and disposal of contaminated soil, and reduce some contaminant concentrations to near zero - all in situ.<hr/>Nesta revisão, nos concentramos na limpeza ambiental e fornecemos um histórico e uma visão geral da prática atual, conclusões de pesquisas, questões em potencial sociais, ambientais, de saúde e segurança, bem como o direcionamento futuro para a nanorremediação. Também discutimos em detalhes a tecnologia de remediação ferro zero valente em nanoescala. Consultamos estudos de pesquisa na Web of Science e acessamos os relatórios disponibilizados ao público recentemente pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA e por outras agências e organizações que abordam aplicações e implicações associadas às técnicas de nanorremediação. Também realizamos entrevistas pessoais com praticantes sobre remediações de locais específicos. Foram agregadas informações de 45 locais, parte representativa do total dos projetos em andamento, mostrando os nanomateriais utilizados, tipos de poluentes abordados e organizações responsáveis em cada local. A nanorremediação não apenas tem o potencial de reduzir os custos gerais da limpeza de locais contaminados em grande escala como também reduz o tempo de limpeza, elimina a necessidade de tratamento e descarte de solo contaminado e reduz algumas concentrações de contaminantes a níveis próximos a zero, tudo isso in situ. <![CDATA[<b>Consumption to feed of resident adult population in rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trata-se de um estudo transversal no qual foi aplicado um questionário de frequência alimentar (QFCA) em 150 adultos residentes em área rural da cidade de Ibatiba (ES). O QFCA classificou o consumo alimentar como: habitual (&gt; 4 vezes na semana), não habitual (<4 vezes na semana) e raramente (uma vez ao mês), com o fim de correlacionar o consumo alimentar encontrado com o fato de risco ou não para a ocorrência de doenças crônicas não transmissíveis diretamente relacionadas à alimentação que afetam a população brasileira hoje. Os resultados evidenciaram consumo habitual de arroz, pães, folhosos, feijão, leite de vaca, gordura animal, margarina, açúcar e café, e um consumo não habitual de bolo, batata, biscoitos, aipim, batata-doce, chuchu, cenoura, beterraba, abóbora, suco de frutas, banana, laranja, goiaba, manga e tangerina. Conclui-se que o hábito alimentar da população estudada pode vir a incrementar a médio ou longo prazo a prevalência e/ou ocorrência de doenças crônicas não transmissíveis, sobretudo as relacionadas à alimentação, como hipertensão, diabetes, obesidade e doenças coronárias. O consumo alimentar dessa população requer preocupação, pois se comparado aos padrões nacionais, observam-se algumas inadequações, e sabe-se que este quadro vem a cada dia ocasionando danos à saúde pública.<hr/>It is a transverse study where a questionnaire of alimentary frequency was applied (QAF) in 150 adults resident of the rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil). QAF classified the alimentary consumption as: habitual (&gt; 4 times in the week), not habitual (<4 times in the week) and rarely (1 time a month), with objective of correlating the alimentary consumption with the chronic-degenerative diseases. The results evidenced a habitual consumption of rice, breads, stalk, bean, cow milk, animal fat, margarine, sugar and coffee, and a non habitual consumption of cake, potato, cookies, manioc, sweet potato, chayote, carrot, beet, pumpkin, juice of fruits, banana, orange, guava, mango and tangerine. It can be concluded that the feeding habit presented by the studied population it can come to increase in a medium or long period the prevalence and occurrences of chronic-degenerative diseases as hypertension, diabetes, obesity and coronary diseases. The alimentary consumption of this population needs concern, because when compared with the national patterns, it is observed some inadequacies, and it is known that this picture comes to every day causing damages the public health. <![CDATA[<b>Conceptualizing and measuring food and nutrition security</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100022&lng=en&nrm=iso&tlng=en Apresenta-se um marco conceitual interdisciplinar de segurança alimentar e nutricional no qual identificam-se determinantes nos níveis macrossocioeconômico, regional-local e domiciliar. Insegurança alimentar e nutricional é vista como tendo consequências para a saúde e o bem-estar, que podem expressar-se ou não em consequências físico-biológicas, como por exemplo baixo peso e/ou carências nutricionais. As implicações de tal perspectiva para questões de mensuração são abordadas. É apresentado um resumo comparativo de indicadores frequentemente usados para mensuração de segurança alimentar, com enfoque especial na Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, que foi usada na Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio - 2004. A história do desenvolvimento da escala nos Estados Unidos e a sua validação no Brasil estão descritas. Caracterizada como uma medida direta de insegurança alimentar em nível domiciliar, esta escala psicométrica pode ser usada em conjunto com indicadores e instrumentos de mensuração de diversas áreas, para aprofundar a compreensão desse fenômeno complexo.<hr/>An interdisciplinary conceptual framework of food security is presented that identifies determinants at the macro-socioeconomic, regional-local, and household levels. Food insecurity is described as having consequences for health and well-being that may or may not be expressed in the form of physical-biological consequences such as underweight or nutritional deficiencies. The implications of this perspective for measurement of food security are addressed. A comparative review of indicators commonly used to assess food security is presented, with special focus on the Brazilian Food Insecurity Scale, which was included in the 2004 National Household Survey (PNAD). The history of the development of the scale in the U.S. and its validation in Brazil are described. Characterized as a direct measure of household food insecurity, this psychometric scale can be used together with indicators and measurement instruments from diverse fields to broaden understanding of this complex phenomenon. <![CDATA[<b>Undergraduate education and health practices of speech and language pathologists working in public health services</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en A integralidade no cuidado à saúde ainda é um desafio para todos os atores envolvidos com o processo de mudança da formação e das práticas em saúde. Entre os profissionais da saúde, os fonoaudiólogos também são convidados a refletir sobre o assunto. Visando identificar pontos importantes para essas reflexões, o objetivo deste trabalho foi caracterizar o perfil de formação e de práticas em saúde dos fonoaudiólogos graduados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro inseridos em serviços públicos de saúde. Foi realizado um estudo transversal descritivo, com dez sujeitos, entrevistados a partir de um roteiro semiestruturado. Os dados transcritos foram analisados segundo o conteúdo explícito e a frequência das respostas. Os resultados obtidos revelaram que a maioria dos profissionais entrevistados tinha experiência extracurricular na rede pública de saúde, considerou os estágios como uma das experiências mais importantes da graduação, frequentou cursos de especialização e possuía duplo vínculo público. Além disso, o atendimento clínico-terapêutico individual destacou-se como a principal atividade realizada nos serviços de saúde pelos profissionais. Apesar do caráter preliminar, o estudo identificou pontos importantes para a discussão da formação e das práticas desses profissionais da saúde.<hr/>Comprehensive health care is still a challenge for all who participate in the transformation of undergraduate education and health care practices. Among health professionals, speech and language pathologists are also invited to reflect on these questions. The aim of this study was to investigate some aspects of the undergraduate education and health care practices of speech and language pathologists (graduates of the Federal University of Rio de Janeiro) working in public health units. A descriptive cross study was carried out with ten subjects who responded to a questionnaire and were interviewed. The transcribed data were analyzed based on their content and the frequency of the answers. The results showed that most of the interviewed professionals considered the traineeships as one of the most important experiences of the undergraduate course, had extracurricular experience in public health services, attended specialization courses, and worked in more than one public health unit. Also, the study found that individual therapy was the main activity carried out in the public health services by the professionals. The study identified relevant points to be discussed about undergraduate education and public health care practices for these health professionals. <![CDATA[<b>Analysis of the progress of the oral health teams inserted in the Family Health Strategy in Pernambuco, Northeast Region, Brazil, 2002 until 2005</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Aborda-se neste estudo a evolução da saúde bucal, de dezembro de 2002 a dezembro de 2005, na Estratégia Saúde da Família em Pernambuco, Brasil. Observaram-se os aspectos quanto à expansão das equipes, ao percentual de cobertura e à elevação no quantitativo dos procedimentos odontológicos. Foi um estudo descritivo, exploratório e de abordagem quantitativa. O universo se constituiu dos 185 municípios do estado e a amostra comportou todos os municípios inseridos na Saúde da Família contemplados com saúde bucal. Os resultados mostraram que a evolução das equipes de saúde bucal foi de 204,22%, enquanto o percentual de evolução de procedimentos odontológicos foi de 19,19%. Observou-se que a expansão da modalidade tipo I (327,14%) se deu mais intensamente que a tipo II (125,92%). A estimativa da cobertura ficou em 29,56% para 3.450 habitantes (Portaria nº 673/03). Quanto ao financiamento das equipes, a evolução do incentivo repassado à saúde bucal foi de 389,50%. Por fim, verificou-se que, na prática, os serviços existentes de assistência odontológica para atenção básica foram transformados em equipes de saúde bucal.<hr/>The aim of this study was to analyze the implementation of oral health care in the Family Health Strategy in the State of Pernambuco, Brazil, 2002 until 2005. It was observed aspects regarding the expansion of the teams, the percentage of population covered and the rise in the quantitative of oral primary procedures. It was a descriptive and quantitative study, focusing on the 185 cities included in the Family Health Strategy and all cities that included an oral health care in the program. The results showed that the evaluation of the oral health teams was 204.22%, while the percentage of the evolution of oral health care procedures 19.19%. It was observed that the expansion of the type I (327,14%) was higher than type II (125,92%). The estimation of the population covered by oral health team was about 29.56% to 3.450 inhabitants (Decree n. 673/03). The financing of oral health care primary had an increase in the same period of 389.50%. At last, it was verified, in practice, the oral care existent service to oral primary care procedures were changed in oral health teams. <![CDATA[<b>Pain and functionality in primary health care</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100025&lng=en&nrm=iso&tlng=en A dor osteoarticular e a funcionalidade são elementos ligados à saúde dos indivíduos e, portanto, influenciam o modo de interação entre si e entre eles e o meio ambiente que os cerca. Contudo, não são muitos os estudos que levantam essas questões de saúde na população em geral, sobretudo quando aproximamos o olhar da atenção básica sobre elas. Este artigo tem o objetivo de fornecer dados iniciais sobre dor e funcionalidade nos indivíduos com queixa osteoarticular em uma população adscrita a uma unidade básica de saúde (UBS) e suscitar o debate sobre integralidade da atenção nesse serviço. O trabalho descritivo foi realizado na UBS (n1=64) e nos domicílios (n2=48), entre indivíduos a partir dos 20 anos de idade. Foi aplicado um instrumento de avaliação de funcionalidade e a Escala Visual Analógica de dor, e foram exploradas questões sociodemográficas. Com esses instrumentos, buscou-se avaliar o perfil dos indivíduos em relação ao seu grau de dor musculoesquelética, o grau de funcionalidade nas atividades da vida diária, idade e ocupação. Nos resultados, encontramos uma predominância do sexo feminino nos dois grupos, 84,37% e 81,25%, respectivamente. Quase metade das pessoas com dor musculoesquelética eram donas de casa, e a média de idade entre os grupos estava acima dos 55 anos.<hr/>Musculoskeletal pain and functionality are linked to the individual health and, thus, influence the mode of interaction between individuals and between them and the environment that surrounds them. However, there are not many studies that question such health issues concerning the population in general, especially when we look at these issues from the basic care point of view. The aim of this article is to present initial data on the subject of pain and functionality in individuals with musculoskeletal complaints enrolled in a primary care unit and prompt a discussion on how complete the services provided by these units are. This study was carried out in a primary care unit and various households, among subjects aging 20 years or older. A functionality assessment tool and a Visual Analogue Scale were applied, and social and demographic issues were also considered. By using these tools, it was made an attempt to evaluate the profile of individuals in association with their degree of musculoskeletal pain and the degree of functionality in the activities of their daily lives, ages and occupations. We found a predominance of women in both groups: 84.37% and 81.25%, respectively. Nearly half of all people with musculoskeletal pain were housewives, and the average age between groups was over 55. <![CDATA[<b>Disclosing the work processes of the community health agents on the Family Health Strategy in Vitória (ES, Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100026&lng=en&nrm=iso&tlng=en O agente comunitário de saúde (ACS) tem um papel singular como "elo" entre a comunidade e o serviço de saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar a produção dos processos de trabalho dos ACSs na Estratégia Saúde da Família no município de Vitória (ES). Trata-se de um estudo descritivo de caráter qualitativo, desenvolvido na região de saúde da Grande Maruípe. A amostra foi constituída por 14 ACS, sendo empregada, na coleta dos dados, a entrevista semiestruturada, com base em um roteiro-guia contendo 24 questões. O processo de trabalho em saúde foi conceituado pelos agentes em estudo como "prevenção e promoção à saúde", e as visitas domiciliares foram referidas como a atividade básica do cotidiano. Os agentes detêm interpretações diversas sobre o processo de trabalho e associam a equipe ao conceito de união. Verifica-se uma idealização das competências referentes ao trabalho do ACS, o que gera um sentimento de impotência e limitação em face dos desafios impostos. Conclui-se que o ACS necessita de ferramentas e habilidades que superem o conhecimento técnico, permitindo-lhe atuar no âmbito social de cada família, considerando o campo das necessidades de saúde de cada usuário.<hr/>The community health agent (CHA) has a singular role as a "link" between the community and the health service. The main purpose of this descriptive/qualitative study is to evaluate the production of the CHA work processes in the Family Health Strategy in the county of Vitória (ES, Brazil). The research was developed in the health region of Maruípe, a district in the county of Vitória. The researchers invited 14 CHAs to use a half structured interview based on a guide script containing 24 questions. The process of work in health was considered as "a prevention and promotion of health", and the domiciliary visits were considered as being an everyday basic activity. The CHAs withhold several interpretations concerning to the work process and associated to the concept of unit the team has. It is also possible to notice a kind of idealism of the competences concerning to the CHA work, thus, causing a feeling of impotence and limitation when facing the challenges imposed by it. It is possible to conclude that the CHA needs tools and abilities that overcome their technical knowledge in order to act in a social scope and also to deal with the health needs of each user. <![CDATA[<b>The dynamic binding of resources for health in Brazil</b>: <b>1995 to 2004</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo examina a participação federal no financiamento da saúde no Brasil, no período de 1995 a 2004, a partir das iniciativas institucionais de vinculação e indexação de recursos, levando em consideração o ajuste macroeconômico praticado no período e a influência do papel das instituições na proteção do fluxo financeiro. Examina-se a eficiência dos mecanismos institucionais adotados com o propósito de garantir a regularidade e a ampliação do fluxo de meios, analisando-se o desempenho da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF) e da Emenda Constitucional nº 29 (EC 29), iniciativas que vêm tendo seus efeitos questionados em termos de ampliação de valores. Demonstra-se o impacto alocativo de tais medidas a partir da análise estatística do emprego em saúde dos recursos da CPMF em relação a sua arrecadação e dos efeitos das medidas de indexação de recursos da União, via EC 29, por meio da comparação do aporte federal em saúde antes e após a sua aplicação.<hr/>The aim of this study is to discuss the Brazilian Federal participation in the financing health sector from 1995 to 2004, having the basis the resources of the institutional initiatives related to the indexation of expenses, considering the macroeconomic adjustment practiced in that period and the institutions role to protect the cash flow. Examining the performances of the institutional mechanism actually adopted with the purpose of guarantee the flow regularity and extension of the values, by the analisys of the Temporary Contribution on the Financial Movement (TCFM) and the Constitutional Amendment Number 29 (CA 29) whose initiatives has their efficiency questioned. It demonstrates the impact of the destination of such measures from the statistics analysis of the use of the resources of the TCFM regarding its levies and the indexation of Union resources effects measures from the CA 29 before and after the application of its determinations. <![CDATA[<b>Phenomenological extension of Heidegger's concepts of health and illness</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100028&lng=en&nrm=iso&tlng=en Heidegger deu uma extraordinária contribuição ao estudo fenomenológico da saúde e da enfermidade nos seminários de Zollikon, a única oportunidade, ao longo de sua vida, em que o filósofo pôde tratar com profundidade dessas questões. Aí a enfermidade foi ontologicamente determinada como sendo uma privação da saúde. Contudo, Heidegger não desenvolveu explicitamente o conceito de saúde. O autor busca extrair consequências fenomenológicas das teses expostas nesses seminários a partir de duas determinações aí esboçadas: a essência da saúde humana é a própria essência extática do Dasein em sua abertura ao ser; toda enfermidade é uma "limitação da possibilidade de viver".<hr/>In the Zollikon seminars Heidegger gave an extraordinary contribution to the phenomenological study of health and disease. Throughout his life, this was the only chance the philosopher had to deal in depth with these questions. Disease was then determined as an ontological privation of health. Heidegger, however, did not develop an explicit concept of health. The author intends to develop to their full consequences some theses expounded in these seminars taking as reference two determinations then sketched: the essence of human health is identical with Dasein's unfolding essence in its opening to being; any disease is a "limitation of the possibility of living". <![CDATA[<b>Evaluation of the cost of treating pressure ulcers in hospitalized patients using industrialized dressings</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100029&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho avaliou o uso de curativos industrializados: poliuretano, hidrogel, carvão ativo e também hidrogel com alginato, no tratamento de úlcera por pressão na Clínica Neurocirúrgica do Hospital da Restauração. O objetivo foi identificar o fator crítico que aumenta a demanda e custos com curativos industrializados. A avaliação, realizada na Clínica Neurocirúrgica, identificou os indivíduos que apresentaram risco de desenvolver úlcera por pressão. 62 pacientes foram avaliados e a prevalência foi de 22,6%, segundo escore obtido na escala de Braden. A avaliação comparativa entre indivíduos que receberam medidas preventivas e entre os que não receberam mostrou que o custo médio diário de hospitalização para o primeiro grupo foi 45% maior que para o segundo grupo. O teste de Wilcoxon-Mann-Withiney comparou a população de risco com a população de baixo risco, mostrando que a análise dos escores da Escala de Braden entre os grupos apresenta diferenças estatisticamente significativas quando estas duas populações são comparadas, intervalo de confiança de 95%. Úlcera por pressão é um indicador de qualidade dos serviços de saúde. Pode-se reduzir custo e oferecer serviços públicos de maior qualidade se forem implantados treinamentos com a equipe de enfermagem, usando um protocolo de medidas preventivas baseado em um teste de avaliação de risco como a escala de Braden.<hr/>This work evaluated wound dresses used in the Neurosurgery Department of Restauração Hospital: polyurethane, hydrogel and activated carbon wound dresses and hydrogel with alginate used for pressure ulcer care. This work aimed to identify a critical factor that increases demand and cost of wound dresses. The evaluation conducted at the Neurosurgery Department identified individuals at risk of pressure ulcer development. Sixty-two patients were evaluated and the prevalence of pressure ulcer was 22.6% according to the Braden scale. Comparative evaluation between patients that didn't receive preventive measures and others that received, showed that the average daily cost of hospitalization for the first group was 45% higher than the mean for the second group. The Wilcoxon-Mann-Withiney test compared the population at risk to develop pressure ulcer and population at low risk showing that the evaluation of Braden Scale scores between the groups presents statistically significant differences and confidence limits of 95%. Pressure ulcer is a key quality indicator in health services.It is possible to reduce costs and offer higher quality public health services by implementing a training program of nursing staff using a preventive measure protocol based on a test to evaluate risk as Braden Scale. <![CDATA[<b>Evaluation of the capacity for governance of a State Health Department in monitoring and evaluation of basic health care provision</b>: <b>lessons learned</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100030&lng=en&nrm=iso&tlng=en A descentralização do SUS exige que as secretarias estaduais de saúde assumam novas competências como o monitoramento e avaliação da Atenção Básica. Este artigo busca avaliar a "capacidade de governo" de uma secretaria estadual de saúde do Nordeste brasileiro para o monitoramento e avaliação da Atenção Básica. A partir da colaboração técnica realizada via componente III do Programa de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (Proesf), foram entrevistados gestores estratégicos, analisados documentos de gestão e realizada observação participativa das atividades do centro formador junto à secretaria, com "análise de conteúdo" do material disponível. Como resultados, destacam-se: ausência de "projeto de governo"; problemas de estrutura física, recursos humanos e materiais; profissionais com baixa qualificação no uso de sistemas de informação, monitoramento e avaliação, e planejamento estratégico, promovendo trabalhos burocráticos e frágil uso de dados epidemiológicos. Em 2006, a secretaria usou recursos federais para fortalecer o monitoramento e avaliação da Atenção Básica, ampliando sua estrutura física, adquirindo equipamentos e capacitando pessoal, sem investir recurso próprio. Conclui-se que esta secretaria tem dificuldades em se adequar à descentralização, com a institucionalização de novos processos de trabalho<hr/>The decentralization of the SUS requires state health departments to assume new powers as the monitoring and evaluation of Basic Care. This article aims to evaluate the "capacity for governance" of a State Health Northeastern Brazilian Department in monitoring and evaluation of Basic Care. From the technical cooperation held via component III of Proesf, key health care managers were interviewed, strategical documents were analyzed, and participatory observation of activities was carried out at a training centre, with a "contend analysis" procedure. Among the results, are: absence of "government project", problems of physical infrastructure, human resources and material, with low professional qualification in the use of information systems, monitoring and evaluation, and strategic planning, promoting and fragile bureaucratic work use of epidemiological data. In 2006, the Department used federal resources to strengthen the monitoring and evaluation of primary care by expanding its physical infrastructure, acquiring equipment and training for staff, without investing its own resource. To conclude, the Health Department has experienced difficulties in adjusting to decentralization, with the introduction of new working procedures into the institution <![CDATA[<b>The impasses of unconditional poverty</b>: <b>the experience of Collective Ombudsman in the Leopoldina region, Rio de Janeiro (RJ, Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100031&lng=en&nrm=iso&tlng=en A experiência de Ouvidoria Coletiva desenvolvida na região da Leopoldina, na cidade do Rio de Janeiro, amplia a visão tradicional de vigilância em saúde e objetiva organizar um sistema de vigilância capaz de identificar os problemas de saúde da população e os recursos utilizados na tentativa de superá-los. Profissionais de saúde, líderes comunitários e religiosos se reuniram em fóruns mensais para apresentar e discutir as condições de vida percebidas nas comunidades em que atuam. A partir do olhar das dimensões sociais envolvidas nos processos de saúde-doença, este trabalho visa discutir de que forma a pobreza compromete a saúde das classes populares, especialmente no que se refere à saúde mental e ao "sofrimento difuso". A metodologia permitiu organizar, de modo sistemático, a escuta e favoreceu o reconhecimento do saber local, construído a partir das experiências de vida das pessoas que lidam com o sofrimento, a doença e seus determinantes nas condições de vida da população. A situação de pobreza absoluta de uma parcela significativa da população foi percebida como geradora de impasses para a resolução de problemas de saúde. Os resultados confirmam a importância de se compreenderem as estratégias de enfrentamento da população e as propostas para possíveis ações no campo da saúde<hr/>The experience of Collective Ombudsman developed in the Leopoldina region, city of Rio de Janeiro, enlarges the traditional vision of health vigilance and consists in organizing a system of qualitative evaluation of the sanitary vigilance able to identify the health problems of the population and the methods utilized in the attempt to overcome these problems. Health professionals, religious and community leaders congregated in monthly forums to present and discuss living conditions perceived in the communities in which they carry on their activities. From the point of view of the social dimensions involved in the health-illness processes, this work aims to discuss the way that poverty compromises the popular classes' health, especially for the mental health and the "diffuse suffering". The methodology allowed us to organize, in a systematic way, the listening and favored the recognition of local knowledge, constructed from the life experiences of the people who deal with the suffering, the illness and their determinants on the life conditions of the poor population. The precarious living conditions for a significant part of the population were perceived as generating impasses in the resolution of their health problems. The results point towards the importance of understanding the health problems of the population, the resources utilized to face them and proposals for possible solutions in the field of health <![CDATA[<b>The construction of care by the health team and the caretaker within a home-care program for bedridden patients in Porto Alegre (RS, Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo é um estudo de caso cujo objetivo principal foi compreender a construção do cuidado no Programa de Atendimento Domiciliar ao Acamado (PADA) de uma unidade básica de saúde (UBS) em Porto Alegre, RS. Os dados foram obtidos em 13 grupos de cuidadores na UBS e em observação participante registrada em diário de campo nos domicílios. Foi realizada análise das práticas discursivas, inspirada nos conceitos de discurso de Foucault e nos estudos sobre ética e cuidado de si. No transcurso dos grupos, os cuidadores ocuparam um espaço que chamamos metaforicamente de Oráculo de Delfos, lócus de acolhimento, escuta e de suporte. Escutar os diálogos travados entre equipe e cuidadores defrontou-nos com a contradição presente no discurso institucional que ao mesmo tempo que estimula o cuidado de si impõe normas, deveres e fazeres. O cuidado como direito de cidadania em contraposição ao cuidado como submissão e assujeitamento tensionou o grupo em vários momentos. A noção foucaultiana de cuidado compreende uma síntese entre o exercício de uma pessoa sobre ela mesma, tornando-a melhor como ser humano e, ao mesmo tempo, capacitando-a a se tornar melhor como cidadão<hr/>The main objective of this case study was to understand the construction of care in the Homecare Program for Bedridden Patients (PADA) of a basic health unit (UBS) in Porto Alegre, RS. Data were obtained from 13 caretaker groups in the UBS, and participating observation recorded in field diary in the patient's homes. An analysis of the discourse practices was performed inspired in Foucault's discourse concepts speeches and in studies on ethics and self-care. In the groups, the caretaker occupied a space that we metaphorically called the Delphic Oracle, a place for acceptance, listening and support. Hearing the dialogues that took place between the team and the caretakers made us face the contradiction present in the institutional discourse, which both stimulates self-care, and imposes rules, duties, tasks. Care as a citizenship right opposite to care as submission and subjugation created tension inside the group several times. Foucault's notion of care comprises a synthesis of the exercise of a person over his- or herself, making him or her better as a human being and, at the same time, capacitating him or her to become a better citizen <![CDATA[<b>Representations and use intention of phytoterapy in primary health care</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100033&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente estudo observacional, de caráter exploratório, objetivou conhecer as representações e a utilização da fitoterapia na atenção básica à saúde e os fatores relacionados à intenção de uso dessa terapia. A população em estudo foi composta por 27 médicos do Programa de Saúde da Família no município de Canoas, Rio Grande do Sul, Brasil. A pesquisa de abordagem qualitativa foi realizada através de um roteiro de entrevista semiestruturada abrangendo: conceitualização, experiências com fitoterápicos e fitoterapia na atenção básica. Tais temas originaram subcategorias como atitudes, percepção de pares, controle sobre a prescrição e intenção de uso de fitoterápicos na atenção básica. Os resultados demonstraram que os médicos não possuem conhecimento institucionalizado sobre o assunto; maior intenção de uso vincula-se ao conhecimento dos profissionais sobre essa modalidade terapêutica, decorrente da crença em sua comprovação científica. Para a institucionalização da fitoterapia na atenção básica, faz-se necessária maior divulgação de estudos acerca da comprovação científica, além de investimentos na capacitação dos profissionais. Dessa forma, a população poderá se beneficiar da fitoterapia, como uma alternativa mais acessível aos cuidados da saúde<hr/>The current observational study of investigative characteristics aimed to identify the representations and the use of phytotherapy on the primary health care and the factors related to the intention of use of this therapy. The population for this study was composed by 27 physicians from the Family Health Program in the city of Canoas, Rio Grande do Sul State, Brazil. This quality approach research was developed through a semi structured interviewing process embracing: conceptualization, experiences with phytotherapics and phytotherapy on primary health care. Such topics have brought up subcategories like attitudes, peers perception, control over prescription and intention of use of phytotherapics on primary care. The results have shown that the physicians do not have an institutional knowledge about the subject; a greater intention of use is related to the knowledge of the professionals on this therapeutic modality, based on the belief of its scientific evidence. In order to institutionalize phytotherapy in primary health care a more spread promotion of the studies on scientific evidences is necessary, as well as investments in improvements of professional skills. Thus, the general population will be able to benefit from phytotherapy as a more accessible alternative to health care <![CDATA[<b>Health education practices and Family Health Strategy</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100034&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho tem por objetivo refletir sobre a educação em saúde, enfatizando a educação popular em saúde (EPS) como proposta metodológica e sua utilização na rede básica de saúde, em especial na Estratégia Saúde da Família. Para tanto, foi realizada revisão bibliográfica sobre educação em saúde, prática educativa nos serviços de saúde e educação popular em saúde. Observou-se que, ainda hoje, as práticas educativas nos serviços de saúde obedecem a metodologias tradicionais, não privilegiando a criação de vínculo entre trabalhadores e população. Para que a educação popular em saúde possa se consolidar como uma prática educativa, deve ser incorporada no cotidiano do trabalho em saúde. Nesse sentido, a formação profissional deve valorizar as ações coletivas promotoras da saúde e desencadear um processo de reflexão crítica nos sujeitos envolvidos nas relações de ensino-aprendizagem<hr/>This study evaluated health education, and particularly popular health education, as a methodological approach used in the Brazilian basic healthcare network and in the Family Health Strategy, a family health program of the Brazilian government. The literature on health education, educational practices in healthcare services, and popular health education was reviewed. We found that educational practices in healthcare services follow traditional methods and do not prioritize the establishment of links between healthcare workers and the population. To be consolidated as an educational practice, popular health education should be incorporated into the routine of health-care services. For this purpose, the preparation of healthcare workers should focus on actions to promote collective health and critical reflections on healthcare teaching and learning by all the individuals involved in these processes <![CDATA[<b>Risk assessment of genetically modified organisms</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100035&lng=en&nrm=iso&tlng=en Desde o começo de sua comercialização, em 1996, a área global de plantações transgênicas aumentou mais de cinquenta vezes. Nas duas últimas décadas, organizações governamentais e intergovernamentais têm planejado estratégias e protocolos para o estudo da segurança de alimentos derivados de cultivos geneticamente modificados. Os testes de segurança são realizados caso a caso e conduzidos de acordo com as características específicas das culturas modificadas e as mudanças introduzidas através da modificação genética, levando em conta o conceito de equivalência substancial. No presente trabalho, estão relatadas algumas abordagens de avaliação de risco de alimentos geneticamente modificados, assim como alguns problemas relacionados à construção genética ou mesmo à expressão do gene inserido<hr/>Since the commercial approve in 1996, the global area of transgenic crops has raised more than 50 times. In the last two decades, governments have been planning strategies and protocols for safety assessment of food and feed genetically modified (GM). Evaluation of food safety should be taken on a case-by-case analysis depending on the specific traits of the modified crops and the changes introduced by the genetic modification, using for this the concept of substantial equivalence. This work presents approaches for the risk assessment of GM food, as well as some problems related with the genetic construction or even with the expression of the inserted gene <![CDATA[<b>Popular participation in Ipatinga (MG, Brazil)</b>: <b>achievements and challenges of the health sector</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100036&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com a implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir dos anos 90, observase a passagem de um sistema político, administrativo e financeiramente centralizado para um cenário em que milhares de agentes passam a se constituir sujeitos fundamentais no campo da saúde. Entender como esses diferentes atores conseguiram absorver e garantir à comunidade o direito de participar na tomada de decisão em política pública de saúde foi o objetivo deste trabalho, que procura investigar o discurso democrático e a prática participativa implementada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no município de Ipatinga (MG). Utilizamos como referencial a Teoria da Ação Comunicativa, de Habermas, e a partir dela um modelo de democracia entendido como a institucionalização dos processos discursivos de formação da opinião e da vontade. A partir desse referencial teórico, integrado aos principais pressupostos da Reforma Sanitária Brasileira, foi feito o estudo das políticas municipais de saúde de Ipatinga, no que diz respeito às suas bases e relações democráticas. Os resultados obtidos indicam que há uma importante história democrática no município, com indícios, no entanto, de retrocessos na prática participativa do setor saúde, pois atualmente verifica-se uma reprodução de práticas tradicionais de governar<hr/>Since the SUS implementation in the 90's, it has been possible to observe the change from a political, administrative, and financially centered system to a scene where thousands of agents started to constitute fundamental citizens in the field of health. The objective of this work is to understand how these different actors have absorbed and guaranteed the community the right to participate in the decision of public health policies. This research also tries to investigate the democratic speech and the participative practice implemented by the Worker's Party (PT) in the city of Ipatinga (MG, Brazil). This work uses as theoretical referential the Communicative Action Theory of Habermas and, from this theory, a model of democracy which is understood as the institutionalization of the discursive processes of opinion and will formation. The results obtained indicate that there is an important democratic history in the city, but with indications, however, of retrocessions in the participative practices of the health sector, as the reproduction of traditional practices of government is verified <![CDATA[<b>A case study of the Community Health Agents Program in Uruburetama, Ceará (Brazil)</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100037&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Programa de Agentes Comunitários de Saúde, institucionalizado em 1991, foi a primeira estratégia para a atenção primária no Brasil, sendo a segunda o Programa Saúde da Família. No Ceará, o trabalho com agentes de saúde existe desde 1986. O estudo objetivou identificar as práticas das agentes em Uruburetama (CE). As técnicas utilizadas foram a observação e entrevistas. As principais informantes do estudo foram 15 agentes de saúde que acompanhavam 19 crianças de 0 a 12 meses de idade, no período de agosto de 2004 até agosto de 2005. A partir da categoria analítica agente educador, foram identificadas as categorias empíricas: agente de saúde com conhecimentos insuficientes; agente de saúde impotente diante dos determinantes socioeconômicos; agente porta de entrada do PSF; agente pau pra toda obra; e os temas: práticas de saúde descontextualizadas das condições sociais e uma relação de conflitos. Considera-se que as agentes de saúde precisam ser mais capacitadas para desenvolver suas atividades; não têm a compreensão mais ampla dos problemas vivenciados pela comunidade e lhes falta maior apoio no PSF. Aponta-se a necessidade de reforçar a capacitação da agente de saúde, mas prioritariamente fortalecer sua ação como educadora popular em saúde.<hr/>The program of community health agents institutionalized by the Department of Health in 1991 was the first strategy of its kind on national scale to bring attention to improving health in Brazil. In Ceará, this program exists since 1986. The aim of this study is to identify and discuss the practices of health agents within the community. Interactions between a specific group of 19 infants in their first year of life from August 2004 to August 2005 and community health agents were followed and examined through individual interviews, focus groups, and field observations to gain a greater understanding of the common practices and the obstacles faced by these health agents. The study took place in Uruburetama, Ceará. Fifteen agents were the main source of information of this study. By looking at the analytical category of the health agent as an educator, it was empirically identified that they have an insufficient knowledge of the root causes and consequences of the social-economic determinants; and that the health practices themes and information are taken out of context of reality. This study points out the need to reinforce the training of health agents and, more importantly, strengthen their action as health educators in the community. <![CDATA[<b>Saúde sexual e reprodutiva de mulheres imigrantes africanas e brasileiras</b>: <b>um estudo qualitativo</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100038&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Programa de Agentes Comunitários de Saúde, institucionalizado em 1991, foi a primeira estratégia para a atenção primária no Brasil, sendo a segunda o Programa Saúde da Família. No Ceará, o trabalho com agentes de saúde existe desde 1986. O estudo objetivou identificar as práticas das agentes em Uruburetama (CE). As técnicas utilizadas foram a observação e entrevistas. As principais informantes do estudo foram 15 agentes de saúde que acompanhavam 19 crianças de 0 a 12 meses de idade, no período de agosto de 2004 até agosto de 2005. A partir da categoria analítica agente educador, foram identificadas as categorias empíricas: agente de saúde com conhecimentos insuficientes; agente de saúde impotente diante dos determinantes socioeconômicos; agente porta de entrada do PSF; agente pau pra toda obra; e os temas: práticas de saúde descontextualizadas das condições sociais e uma relação de conflitos. Considera-se que as agentes de saúde precisam ser mais capacitadas para desenvolver suas atividades; não têm a compreensão mais ampla dos problemas vivenciados pela comunidade e lhes falta maior apoio no PSF. Aponta-se a necessidade de reforçar a capacitação da agente de saúde, mas prioritariamente fortalecer sua ação como educadora popular em saúde.<hr/>The program of community health agents institutionalized by the Department of Health in 1991 was the first strategy of its kind on national scale to bring attention to improving health in Brazil. In Ceará, this program exists since 1986. The aim of this study is to identify and discuss the practices of health agents within the community. Interactions between a specific group of 19 infants in their first year of life from August 2004 to August 2005 and community health agents were followed and examined through individual interviews, focus groups, and field observations to gain a greater understanding of the common practices and the obstacles faced by these health agents. The study took place in Uruburetama, Ceará. Fifteen agents were the main source of information of this study. By looking at the analytical category of the health agent as an educator, it was empirically identified that they have an insufficient knowledge of the root causes and consequences of the social-economic determinants; and that the health practices themes and information are taken out of context of reality. This study points out the need to reinforce the training of health agents and, more importantly, strengthen their action as health educators in the community. <![CDATA[<b>Errata</b>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232011000100039&lng=en&nrm=iso&tlng=en O Programa de Agentes Comunitários de Saúde, institucionalizado em 1991, foi a primeira estratégia para a atenção primária no Brasil, sendo a segunda o Programa Saúde da Família. No Ceará, o trabalho com agentes de saúde existe desde 1986. O estudo objetivou identificar as práticas das agentes em Uruburetama (CE). As técnicas utilizadas foram a observação e entrevistas. As principais informantes do estudo foram 15 agentes de saúde que acompanhavam 19 crianças de 0 a 12 meses de idade, no período de agosto de 2004 até agosto de 2005. A partir da categoria analítica agente educador, foram identificadas as categorias empíricas: agente de saúde com conhecimentos insuficientes; agente de saúde impotente diante dos determinantes socioeconômicos; agente porta de entrada do PSF; agente pau pra toda obra; e os temas: práticas de saúde descontextualizadas das condições sociais e uma relação de conflitos. Considera-se que as agentes de saúde precisam ser mais capacitadas para desenvolver suas atividades; não têm a compreensão mais ampla dos problemas vivenciados pela comunidade e lhes falta maior apoio no PSF. Aponta-se a necessidade de reforçar a capacitação da agente de saúde, mas prioritariamente fortalecer sua ação como educadora popular em saúde.<hr/>The program of community health agents institutionalized by the Department of Health in 1991 was the first strategy of its kind on national scale to bring attention to improving health in Brazil. In Ceará, this program exists since 1986. The aim of this study is to identify and discuss the practices of health agents within the community. Interactions between a specific group of 19 infants in their first year of life from August 2004 to August 2005 and community health agents were followed and examined through individual interviews, focus groups, and field observations to gain a greater understanding of the common practices and the obstacles faced by these health agents. The study took place in Uruburetama, Ceará. Fifteen agents were the main source of information of this study. By looking at the analytical category of the health agent as an educator, it was empirically identified that they have an insufficient knowledge of the root causes and consequences of the social-economic determinants; and that the health practices themes and information are taken out of context of reality. This study points out the need to reinforce the training of health agents and, more importantly, strengthen their action as health educators in the community.