Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Epidemiologia]]> http://www.scielosp.org/rss.php?pid=1415-790X20060002&lang=en vol. 9 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielosp.org/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielosp.org <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Dengue fever and the urban environment</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<B>Influenza vaccination among the elderly according to place of residence</B>: <B>prevalence and associated factors</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en A vacinação contra influenza é a principal forma de prevenir e reduzir a morbidade e mortalidade associadas à doença entre os idosos e grupos de risco. O objetivo deste estudo é determinar fatores demográficos, socioeconômicos, comportamentais e de saúde associados à vacinação, entre idosos residentes em diferentes áreas do Estado de São Paulo, no período de 2001 a 2002. Trata-se de um delineamento transversal de base populacional que considerou os idosos residentes em duas áreas do Estado: uma composta pelo município de Campinas e distrito do Butantã, na cidade de São Paulo, e outra pelos municípios de Taboão da Serra, Embu e Itapecerica da Serra (região metropolitana do município de São Paulo). A amostra foi composta por 849 e 641 indivíduos com 60 anos ou mais, residentes em tais localidades, respectivamente. Na análise bruta foram utilizadas razões de prevalência e intervalos de confiança de 95% e a análise multivariada foi realizada pela regressão de Poisson. A prevalência de vacinação auto-referida foi de 66,9% entre os residentes em Campinas e no distrito do Butantã e 67,6% naqueles das demais localidades. Após análise ajustada, para os idosos de Campinas e Butantã, apenas menor escolaridade (RP = 1,25; IC 95%: 1,02-1,54) esteve associada à vacinação. Já na área composta pelos municípios menos populosos, idade mais avançada (RP = 1,15; IC 95%: 1,02-1,31), hipertensão arterial (RP = 1,21; IC 95%: 1,02-1,45), diabetes (RP = 1,16; IC 95%: 1,01-1,33) e doença crônica de pulmão (RP = 1,30; IC 95%: 1,03-1,64) referidas, estiveram também associadas. Apesar de a prevalência de vacinação contra influenza entre os idosos das diversas localidades ser praticamente a mesma, pôde-se observar diferenças no perfil do idoso quanto à referência desse procedimento preventivo.<hr/>Influenza vaccination is the main means of preventing and reducing morbidity and mortality associated with this disease among the elderly population. The aim of the present study is to determine demographic, socioeconomic, behavioral, and health-related factors associated with vaccination among the elderly living in different areas of the State of Sao Paulo, in the 2001-2002 period. It is a cross-sectional population-based study including elderly subjects living in two areas of the State: one comprises the municipality of Campinas and the Butantã district in the City of São Paulo, and another comprises the municipalities of Taboão da Serra, Embu, and Itapecerica da Serra (metropolitan area of the City of Sao Paulo). The samples included 849 and 641 subjects, aged 60 years or older living in the two areas, respectively. Crude analysis was carried out using prevalence ratios and 95% confidence intervals. Multiple analysis was performed by Poisson regression. The prevalence of self-reported vaccination was 66.9% among residents of Campinas and in the Butantã district, and 67.6% among residents of the remaining cities. After adjusted analysis, among the subjects living in Campinas and in the Butantã district, only lesser schooling (PR = 1.25; 95%CI: 1.02-1.54) was associated with vaccination. In the group comprising the less densely populated municipalities, older age (PR = 1.15; 95%CI: 1.02-1.31), and reported hypertension (PR = 1.21; 95%CI: 1.02-1.45), diabetes (PR = 1.16; 95%CI: 1.01-1.33), and chronic pulmonary disease (PR = 1.30; 95%CI: 1.03-1.64) were also associated with the outcome. Despite the prevalence of influenza vaccination among the elderly populations in the different areas being practically identical, we found differences in the profile of elderly individuals with respect to reported vaccination. <![CDATA[<B>Vaccine storage cold chain in public health units of the City of São Paulo</B>: <B>knowledge and practice</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Para assegurar a eficácia das vacinas utilizadas no Programa de Imunização é fundamental a manutenção da rede de frio. Este estudo tem o objetivo de avaliar o conhecimento e a prática adotados na conservação das vacinas nas unidades públicas do município de São Paulo. Foram enviados formulários a 390 salas com atividades de rotina e 80 foram selecionadas para uma entrevista com um profissional e observação do refrigerador. Um indicador foi construído para sintetizar os resultados, mediante a atribuição de pontos a itens comuns dos instrumentos utilizados, estabelecendo-se a classificação arbitrária de conhecimento/cumprimento SUFICIENTE, REGULAR e INSUFICIENTE. Sessenta por cento das unidades responderam o formulário, 80 salas foram visitadas e 90 refrigeradores foram observados. Resultados SUFICIENTES foram obtidos por 66% das observações, 55% das entrevistas e 53% dos formulários. O treinamento em sala de vacina influenciou positivamente a maior pontuação das observações. A concordância entre os instrumentos foi baixa, proporcionando a reflexão sobre a maneira como as informações da conservação de vacinas são transmitidas e a necessidade da supervisão sistemática para correção das falhas detectadas.<hr/>The cold chain is essential to assure the efficacy of the vaccines used in immunization programs. This study aimed to assess the knowledge and the practice adopted in vaccine storage in public units of the city of São Paulo. Forms were sent to 390 health units with custom activities, and 80 were selected for a visit and an interview with a health worker and for observation of the refrigerator. An indicator was built to summarize results, and scores were given to common items of the tools utilized, establishing an arbitrary classification of SUFFICIENT, REGULAR and INSUFFICIENT knowledge/accomplishment. Sixty percent of the units answered the form, all the selected units were visited, and 90 refrigerators were observed. SUFFICIENT results were achieved by 66% observations, 55% interviews, and 53% formularies. Training in vaccine units influenced positively higher scores in observations. Agreement among tools was low, leading to considerations on the way in which vaccines storage guidelines are conveyed, along with the need for systematic supervision to correct the faults detected. <![CDATA[<B>American Cutaneous Leishmaniasis (ACL) in a mining village - Pitinga, Amazonas, Brazil</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en A Vila de Pitinga, Presidente Figueiredo/AM, é uma área de exploração de minérios e endêmica para leishmaniose tegumentar americana (LTA). A vila é a sede administrativa e local de moradia de seus funcionários. O comportamento epidemiológico da endemia, avaliado para o período de 2000 a 2004, foi relacionado com as medidas de controle adotadas para reduzir a incidência da doença na área e comparado com o registrado para o município e o Estado do Amazonas. A maior proporção dos casos detectados no período ocorreu no gênero masculino, com atividades laborais de contato com a floresta. O declínio na incidência de casos de LTA na área do estudo, não foi observado como ocorrido no Município e Estado e foi considerado resultante das medidas de controle para a doença, aplicadas na área.<hr/>The village of Pitinga, Presidente Figueiredo, AM, is a mining area and endemic for American Cutaneous Leishmaniasis (ACL). The village is the administrative office of the mine and where mining workers live. This study presents the profile of ACL in the 2000-2004 period. The highest prevalence of ACL occurs in male individuals with forest-related activities. The reduction in the number of ACL cases in the study area was not observed in the municipality and the state, a fact probably related to the disease control measures put into practice in the area. <![CDATA[<B>Factors associated to risks of hospital admissions due to traffic accidents in the city of Maringa, PR</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Analisar os fatores associados ao risco de internação da coorte constituída pelas vítimas dos acidentes de trânsito ocorridos no Município de Maringá - PR, no ano 2000. MÉTODO: A coorte foi composta pelas vítimas que tiveram registro no Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (SIATE) ou em Boletim de Ocorrência Policial (BO). Foi feita vinculação dos bancos gerados com os dados do SIATE, do BO, da Autorização de Internação Hospitalar (AIH-SUS) e da Comunicação de Internação Hospitalar (CIH). Foram realizadas análises univariadas e de regressão múltipla de Cox para identificar, entre as variáveis relacionadas à vítima, ao acidente e ao condutor do veículo, os fatores de risco para internação. RESULTADOS: Foram identificadas 3.468 pessoas vitimadas em 2.725 acidentes. O risco médio de internação foi de 19,4/100 vítimas (673 internações). A análise de regressão múltipla identificou como categorias de maior risco de internação: vítimas pedestres, ciclistas e motociclistas; com idade acima de 50 anos; vitimadas em colisão com transporte pesado ou ônibus; em acidentes ocorridos de madrugada e de tarde, em algumas regiões da cidade; e sendo o condutor do veículo residente no próprio município. CONCLUSÃO: Conclui-se que os programas de redução dos acidentes de trânsito devem considerar os subgrupos mais vulneráveis a acidentes graves e que as múltiplas determinações do risco apontam para a necessidade de ações articuladas dos diversos setores de governo e segmentos da sociedade nesses programas.<hr/>OBJECTIVE: To analyze the factors associated to risks in hospital admissions of the population of traffic accident victims in the city of Maringa, PR, in 2000. METHOD: The cohort comprised the victims registered by the Integrated Trauma Care Emergency Services (SIATE) or in Police Records (BO). We linked the databases generated by SIATE, BO, Hospital Admission Authorizations (AIH-SUS), and Hospital Admission Communications (CIH). Several univariate analyses and Cox's multiple regression analyses were performed to identify risk factors for hospital admissions among the variables related to victims, accidents and vehicle drivers. RESULTS: 3,468 victims in 2,725 accidents were identified. The average hospital admission risk was 19.4/100 victims (673 hospital admissions). The major categories for hospital admissions identified by the multiple regression analysis were: pedestrians, bikers, and motorcyclists; victims over 50 years of age; individuals involved in accidents with heavy load trucks or buses; accidents taking place at dawn and in the afternoon, in some areas of the city; and the vehicle driver living in the city of Maringá. CONCLUSION: We concluded that traffic accident reduction programs should take into consideration the most vulnerable subgroups that are subject to serious accidents. We also concluded that multiple risk determination points toward the need for joint actions by the various government sectors and segments of society in these programs. <![CDATA[<B>Prevalence of osteoporosis</B>: <B>a critical review</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A queda da mortalidade, seguida da redução da fecundidade e aumento da expectativa de vida, resulta no envelhecimento da população e no aumento das taxas de doenças crônico-degenerativas, entre as quais a osteoporose. Pesquisas epidemiológicas vêm sendo desenvolvidas com a finalidade de estimar sua prevalência na população empregando diferentes técnicas. O propósito dessa investigação foi revisar os estudos de prevalência de osteoporose e discutir suas implicações do ponto de vista da Saúde Coletiva. Foi realizada revisão da literatura mediante a qual foram incluídas publicações contendo estimativas de prevalência da osteoporose calculadas a partir da densidade mineral óssea aferida pela absorção de raios X de dupla energia. Os dados foram classificados segundo o ano, a região ou o país, autor, características da população investigada, e sítio esquelético. Os resultados mostraram ampla dispersão entre as taxas, com os valores variando entre 0,4% e 40,0% de acordo com o sítio pesquisado, o grupo etário, o sexo e o tipo de estudo. Nos estudos de base populacional, os valores das estimativas por ponto variaram de 7,9% a 16,0% considerando DMO no sítio femoral de mulheres com 50 e mais anos de idade. Nas áreas brasileiras mais desenvolvidas é necessário implementar projetos para conhecer sua prevalência incluindo-a na agenda dos formuladores de políticas públicas.<hr/>Declining mortality, along with decreasing fecundity and increasing life expectancy, leads to an aging population and higher rates of non-transmissible chronic diseases, such as osteoporosis. There have been studies to estimate the prevalence of the event using different tools. The aim of this study was to revise osteoporosis prevalence rates and discuss the implications for Public Health. A literature review was carried out, and publications with prevalence estimates by dual energy X-ray absorptiometry were included. Data were organized according to year, country and region, author, kind of population studied, and skeletal site. The results showed a wide dispersion of rates. Values ranged between 0.4% and 40.0% depending on skeletal site, age group, gender and type of study. In population-based studies, point estimates varied from 7.9% to 16.0% considering bone mineral femoral neck densitometry in women aged &sup3; 50-years-old. It is necessary to implement projects in more developed Brazilian areas in order to describe the prevalence of osteoporosis, including it in the agenda of public policy decision makers. <![CDATA[<B>Mapping of hospitalizations due to respiratory problems and possible associations to human exposure to burnt sugar-cane straw products in the state of São Paulo</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: O uso de Sistemas de Informações Geográficas em pesquisas na área de saúde pública é cada vez maior, devido às possibilidades de comparação de dados dispostos em tabelas e mapas através de sua sobreposição. Tal sobreposição possibilita uma nova leitura dos dados associados à dimensão do espaço. Os programas SIG são ideais para pesquisas em geografia da saúde. Em estudos ecológicos de causa/efeito, envolvendo variáveis ambientais e os efeitos deletérios à saúde humana, o geoprocessamento constitui um interessante recurso para gerar hipóteses para estudos mais aprofundados sobre o tema. OBJETIVO: Este estudo objetivou a construção de um SIG para verificar a possível correlação entre os produtos das queimadas de cana-de-açúcar e a incidência de problemas respiratórios em regiões afetadas, através das técnicas de geoprocessamento. METODOLOGIA: Consistiu em organizar dados de queimadas e internações por afecções respiratórias do Estado de São Paulo, no período de 2000 a 2004, estruturando um SIG em duas escalas. Na primeira, foram criadas cartas temáticas de todo o Estado e identificadas áreas de interesse para estudos em escala local. A segunda consistiu na construção de SIG abrangendo a meso-região de Bauru, para observar a intersecção dos agravos à saúde em áreas de queimada. RESULTADOS: Nos mapas elaborados e numa análise de correlações espaciais observou-se maior incidência de doenças respiratórias em regiões onde há prática de queimadas. O material produzido constitui um conjunto de dados que permite ao pesquisador verificar hipóteses para subsidiar estudos no âmbito da saúde ambiental.<hr/>INTRODUCTION: Geographic Information Systems (GIS) are being increasingly used in public health studies, as they allow comparing data organized in tables and maps through overlapping. Overlapping provides a new way of reading data associated with the spatial dimension. GIS programs are ideal for studies in health geography. Geoprocessing is an interesting resource for generating assumptions for more in-depth studies on the theme in cause/effect ecological studies, comprising environmental variables and their deleterious effects to human health. OBJECTIVE: The present study aimed to construct a GIS to verify the possible correlation between products of sugar-cane fires and the incidence of respiratory conditions in the affected regions, by using geoprocessing techniques. METHODS: A two-scale GIS was structured from data on biomass fires and hospitalizations due to respiratory conditions in the State of São Paulo for the period from 2000 to 2004. For the first scale, theme maps were created for the entire State and interesting areas for local scale studies were identified. The second scale consisted of constructing a GIS encompassing the meso-region of Bauru, in order to verify the intersection of health hazards in biomass fire areas. RESULTS: The maps and spatial correlation analysis showed a higher incidence of respiratory conditions in regions where biomass fires are used. The resulting material produced a set of data that allowed the investigator to verify assumptions that may support environmental health studies. <![CDATA[<B>Drug prescription in a city of the north of Paraná</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: No setor saúde, os medicamentos representam um instrumento essencial para a capacidade resolutiva dos serviços prestados. Neste processo, dá-se grande importância à política de medicamentos, que regulamenta um dos maiores gastos nos serviços públicos de saúde, em especial os medicamentos essenciais, que são aqueles considerados indispensáveis para atender a maior parte da população assistida pelo Sistema Único de Saúde, e que são distribuídos gratuitamente. OBJETIVO: Identificar os indicadores de prescrição do município de Ibiporã, PR. METODOLOGIA: Para tal, foram recolhidas 3.119 prescrições médicas de Clínica Geral, Pediatria e Ginecologia do município. A partir destas receitas, foram calculados os indicadores de prescrição propostos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e os medicamentos prescritos foram classificados obedecendo à classificação da Anatomical Therapeutic Chemical, também da OMS. RESULTADOS: No município de Ibiporã, PR, são prescritos, em média, dois medicamentos por receita médica. Do total de medicamentos prescritos, 70,2% são prescritos por seus nomes genéricos. Em 22,0% das prescrições foi encontrada a indicação de antibióticos. Houve prescrição de injetáveis em 7,0% das receitas médicas. Em relação à lista municipal de medicamentos, 58,4% dos medicamentos fazem parte desta lista. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Tais resultados sugerem dificuldades na implantação de uma política de medicamentos essenciais. Neste contexto, estes indicadores podem contribuir para a formulação de políticas voltadas para a reorientação dos serviços farmacêuticos, promovendo a melhoria do acesso e o uso racional dos medicamentos.<hr/>INTRODUCTION: Drugs represent an essential tool in the decision-making process of services provided by the healthcare industry. In this process, we can attribute great importance to drug policies, which regulate one of the highest expenses in public health services, especially essential medicines. The latter are considered indispensable to attend most of the population assisted by the National Health System and are distributed free of charge. OBJECTIVE: To identify prescription indicators in the City of Ibipora, PR. METHODOLOGY: 3,119 medical prescriptions in General Practice, Pediatrics and Gynecology were analyzed. Prescription indicators proposed by the World Health Organization (WHO) were calculated based on these prescriptions, and the drugs prescribed were classified according to the WHO's Anatomical Therapeutical Chemical classification. RESULTS: On average, two drugs were prescribed per medical prescription in the city of Ibipora, PR. Of the total medicines prescribed, 70.2% were prescribed by their generic names. Antibiotics were prescribed in 22.0% of prescriptions. Injectable drugs were prescribed in 7.0% of medical prescriptions; 58.4% of medicines prescribed were listed in the municipal list of drugs. FINAL CONSIDERATIONS: These results suggest difficulties in introducing policies for essential drugs. In this context, the present indicators can contribute to the creation of policies to redirect pharmaceutical services, thus promoting improved access, and a more rational use of drugs. <![CDATA[<B>Proposal and critical analysis of a sanitary inspection protocol and the sanitary status of grocery stores in Ibiúna- SP</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho teve por objetivo propor e aplicar um procedimento para a sistematização das inspeções higiênico-sanitárias de supermercados no Município de Ibiúna/SP, e analisar criticamente os resultados com vistas a atingir os objetivos da vigilância sanitária. O trabalho foi desenvolvido durante cinco meses em quatro supermercados, sendo que na primeira inspeção realizou-se o diagnóstico da situação, com a identificação das irregularidades sanitárias. Após esta fase, a equipe da vigilância sanitária realizou os retornos programados aos supermercados, a fim de verificar a evolução das adequações sanitárias e as dificuldades encontradas. Os resultados mostraram que, após quatro inspeções em cada supermercado, foi satisfeita a maioria das adequações sanitárias solicitadas pela equipe da vigilância sanitária e as principais dificuldades por parte do empresário ou gerente do supermercado estiveram centradas na assimilação das informações, no tempo e no custo para sua execução.<hr/>This paper had the objective of proposing and applying a procedure to standardize sanitary inspections in grocery stores in Ibiúna/ SP and to critically analyze the results obtained so as to meet the objectives of food sanitary surveillance. The study was conducted during five months in four grocery stores. In the first inspection, the situation was diagnosed and sanitary irregularities were identified. After this phase, the sanitary surveillance team visited the grocery stores again on the dates scheduled, aimed at checking the progress of sanitary improvements and difficulties encountered. Results showed that after four inspections in each grocery store, businessmen or managers managed to meet most of the sanitary improvements requested by the surveillance team, and the main difficulties they found were related to understanding information and time and costs for execution. <![CDATA[<B>Influence of the epidemiological profile of the elderly in dental care</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o considerável aumento da população idosa, cresce a necessidade de profissionais capacitados a lidar com esta faixa etária, em especial de profissionais de saúde. O objetivo principal deste trabalho é comparar o perfil epidemiológico dos adultos e idosos atendidos no curso de Odontologia da Universidade de Fortaleza - UNIFOR. A partir de um corte transversal, foram elaborados indicadores com as informações contidas na ficha semiológica dos prontuários da Instituição, referentes ao período de 2000 a 2002. Pretende-se, desta forma, verificar o relacionamento da idade com as alterações sistêmicas e suas influências no tratamento odontológico. Examinaram-se 702 prontuários, dos quais 520 pertenciam ao grupo de pacientes entre 45 e 59 anos e 182 com os de idade superior a 60 anos. A média de idade dos pacientes foi de 55 anos para o primeiro grupo e de 66 para o segundo. Em ambos os grupos predominou o sexo feminino e prevaleceu o segundo grau incompleto como nível de escolaridade. Os resultados apontaram as doenças cardiovasculares, musculoesqueléticas, endocrinológicas e geniturinárias como as mais recorrentes. A freqüência e o acúmulo de doenças auto-referidas foi superior nos pacientes de mais de 60 anos, apresentando significância estatística quando comparados aos de 45 a 59 anos. Com o aumento da idade, desenvolvem-se inúmeras alterações fisiológicas e/ou patológicas, influenciando no tratamento odontológico, observando-se que, quanto maior a idade, maior o acúmulo de doenças e afecções múltiplas em um mesmo indivíduo, o que implica o uso de variados medicamentos. Foi constatada, no decorrer do estudo, a necessidade de uma relação direta entre o tratamento odontogeriátrico e as manifestações sistêmicas, requerendo, assim, maior atenção aos idosos durante o atendimento odontológico.<hr/>With the considerable increase in the elderly population, there is a growing need for professionals who are qualified to deal with this age group, especially healthcare professionals. The main objective in this study was to compare the epidemiological profile of the adults and the elderly seen at the dental clinic of the University of Fortaleza. Indicators with information from the semiology cards of institutional medical records relating to the period between 2000 and 2002 were built from a cross-sectional sample. In this way, the relationship between age and systemic changes, as well as the influence on dental care, could be verified. Seven hundred and two records were examined, of which 520 individuals were in the 45- to 59-year-old group, and 182 were 60 years old and above. The average patient age was 55 years for the first group, and 66 for the second one. The female gender was predominant in both groups; there was also a prevalence of people who did not graduate from high school. Results pointed out cardiovascular, skeletal muscle, endocrine, and genitourinary diseases as the most frequent. The frequency and the amount of self-referred diseases were higher in patients 60 years old or above and presented statistical significance when compared to the 45- to 59-year-old group. As people get older, they develop physiological, and/or pathological alterations that affect dental treatment. It should be pointed out that the older the patient, the greater the likelihood of multiple diseases in the same individual. This requires the use of different medicines. A direct relationship between geriatric dentistry and the systemic manifestations referred has been established, leading to the need for greater attention in the dental care of the elderly. <![CDATA[<B>La función de filtro del médico general y el papel de los especialistas en los sistemas de salud</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o considerável aumento da população idosa, cresce a necessidade de profissionais capacitados a lidar com esta faixa etária, em especial de profissionais de saúde. O objetivo principal deste trabalho é comparar o perfil epidemiológico dos adultos e idosos atendidos no curso de Odontologia da Universidade de Fortaleza - UNIFOR. A partir de um corte transversal, foram elaborados indicadores com as informações contidas na ficha semiológica dos prontuários da Instituição, referentes ao período de 2000 a 2002. Pretende-se, desta forma, verificar o relacionamento da idade com as alterações sistêmicas e suas influências no tratamento odontológico. Examinaram-se 702 prontuários, dos quais 520 pertenciam ao grupo de pacientes entre 45 e 59 anos e 182 com os de idade superior a 60 anos. A média de idade dos pacientes foi de 55 anos para o primeiro grupo e de 66 para o segundo. Em ambos os grupos predominou o sexo feminino e prevaleceu o segundo grau incompleto como nível de escolaridade. Os resultados apontaram as doenças cardiovasculares, musculoesqueléticas, endocrinológicas e geniturinárias como as mais recorrentes. A freqüência e o acúmulo de doenças auto-referidas foi superior nos pacientes de mais de 60 anos, apresentando significância estatística quando comparados aos de 45 a 59 anos. Com o aumento da idade, desenvolvem-se inúmeras alterações fisiológicas e/ou patológicas, influenciando no tratamento odontológico, observando-se que, quanto maior a idade, maior o acúmulo de doenças e afecções múltiplas em um mesmo indivíduo, o que implica o uso de variados medicamentos. Foi constatada, no decorrer do estudo, a necessidade de uma relação direta entre o tratamento odontogeriátrico e as manifestações sistêmicas, requerendo, assim, maior atenção aos idosos durante o atendimento odontológico.<hr/>With the considerable increase in the elderly population, there is a growing need for professionals who are qualified to deal with this age group, especially healthcare professionals. The main objective in this study was to compare the epidemiological profile of the adults and the elderly seen at the dental clinic of the University of Fortaleza. Indicators with information from the semiology cards of institutional medical records relating to the period between 2000 and 2002 were built from a cross-sectional sample. In this way, the relationship between age and systemic changes, as well as the influence on dental care, could be verified. Seven hundred and two records were examined, of which 520 individuals were in the 45- to 59-year-old group, and 182 were 60 years old and above. The average patient age was 55 years for the first group, and 66 for the second one. The female gender was predominant in both groups; there was also a prevalence of people who did not graduate from high school. Results pointed out cardiovascular, skeletal muscle, endocrine, and genitourinary diseases as the most frequent. The frequency and the amount of self-referred diseases were higher in patients 60 years old or above and presented statistical significance when compared to the 45- to 59-year-old group. As people get older, they develop physiological, and/or pathological alterations that affect dental treatment. It should be pointed out that the older the patient, the greater the likelihood of multiple diseases in the same individual. This requires the use of different medicines. A direct relationship between geriatric dentistry and the systemic manifestations referred has been established, leading to the need for greater attention in the dental care of the elderly. <![CDATA[<B>Problema de Saúde Pública</B>: <B>caracterizando e avaliando aplicações</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o considerável aumento da população idosa, cresce a necessidade de profissionais capacitados a lidar com esta faixa etária, em especial de profissionais de saúde. O objetivo principal deste trabalho é comparar o perfil epidemiológico dos adultos e idosos atendidos no curso de Odontologia da Universidade de Fortaleza - UNIFOR. A partir de um corte transversal, foram elaborados indicadores com as informações contidas na ficha semiológica dos prontuários da Instituição, referentes ao período de 2000 a 2002. Pretende-se, desta forma, verificar o relacionamento da idade com as alterações sistêmicas e suas influências no tratamento odontológico. Examinaram-se 702 prontuários, dos quais 520 pertenciam ao grupo de pacientes entre 45 e 59 anos e 182 com os de idade superior a 60 anos. A média de idade dos pacientes foi de 55 anos para o primeiro grupo e de 66 para o segundo. Em ambos os grupos predominou o sexo feminino e prevaleceu o segundo grau incompleto como nível de escolaridade. Os resultados apontaram as doenças cardiovasculares, musculoesqueléticas, endocrinológicas e geniturinárias como as mais recorrentes. A freqüência e o acúmulo de doenças auto-referidas foi superior nos pacientes de mais de 60 anos, apresentando significância estatística quando comparados aos de 45 a 59 anos. Com o aumento da idade, desenvolvem-se inúmeras alterações fisiológicas e/ou patológicas, influenciando no tratamento odontológico, observando-se que, quanto maior a idade, maior o acúmulo de doenças e afecções múltiplas em um mesmo indivíduo, o que implica o uso de variados medicamentos. Foi constatada, no decorrer do estudo, a necessidade de uma relação direta entre o tratamento odontogeriátrico e as manifestações sistêmicas, requerendo, assim, maior atenção aos idosos durante o atendimento odontológico.<hr/>With the considerable increase in the elderly population, there is a growing need for professionals who are qualified to deal with this age group, especially healthcare professionals. The main objective in this study was to compare the epidemiological profile of the adults and the elderly seen at the dental clinic of the University of Fortaleza. Indicators with information from the semiology cards of institutional medical records relating to the period between 2000 and 2002 were built from a cross-sectional sample. In this way, the relationship between age and systemic changes, as well as the influence on dental care, could be verified. Seven hundred and two records were examined, of which 520 individuals were in the 45- to 59-year-old group, and 182 were 60 years old and above. The average patient age was 55 years for the first group, and 66 for the second one. The female gender was predominant in both groups; there was also a prevalence of people who did not graduate from high school. Results pointed out cardiovascular, skeletal muscle, endocrine, and genitourinary diseases as the most frequent. The frequency and the amount of self-referred diseases were higher in patients 60 years old or above and presented statistical significance when compared to the 45- to 59-year-old group. As people get older, they develop physiological, and/or pathological alterations that affect dental treatment. It should be pointed out that the older the patient, the greater the likelihood of multiple diseases in the same individual. This requires the use of different medicines. A direct relationship between geriatric dentistry and the systemic manifestations referred has been established, leading to the need for greater attention in the dental care of the elderly. <![CDATA[<B>Avian influenza</B>: <B>the epidemiology of cases of human infection by H5N1 virus</B>]]> http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2006000200014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Com o considerável aumento da população idosa, cresce a necessidade de profissionais capacitados a lidar com esta faixa etária, em especial de profissionais de saúde. O objetivo principal deste trabalho é comparar o perfil epidemiológico dos adultos e idosos atendidos no curso de Odontologia da Universidade de Fortaleza - UNIFOR. A partir de um corte transversal, foram elaborados indicadores com as informações contidas na ficha semiológica dos prontuários da Instituição, referentes ao período de 2000 a 2002. Pretende-se, desta forma, verificar o relacionamento da idade com as alterações sistêmicas e suas influências no tratamento odontológico. Examinaram-se 702 prontuários, dos quais 520 pertenciam ao grupo de pacientes entre 45 e 59 anos e 182 com os de idade superior a 60 anos. A média de idade dos pacientes foi de 55 anos para o primeiro grupo e de 66 para o segundo. Em ambos os grupos predominou o sexo feminino e prevaleceu o segundo grau incompleto como nível de escolaridade. Os resultados apontaram as doenças cardiovasculares, musculoesqueléticas, endocrinológicas e geniturinárias como as mais recorrentes. A freqüência e o acúmulo de doenças auto-referidas foi superior nos pacientes de mais de 60 anos, apresentando significância estatística quando comparados aos de 45 a 59 anos. Com o aumento da idade, desenvolvem-se inúmeras alterações fisiológicas e/ou patológicas, influenciando no tratamento odontológico, observando-se que, quanto maior a idade, maior o acúmulo de doenças e afecções múltiplas em um mesmo indivíduo, o que implica o uso de variados medicamentos. Foi constatada, no decorrer do estudo, a necessidade de uma relação direta entre o tratamento odontogeriátrico e as manifestações sistêmicas, requerendo, assim, maior atenção aos idosos durante o atendimento odontológico.<hr/>With the considerable increase in the elderly population, there is a growing need for professionals who are qualified to deal with this age group, especially healthcare professionals. The main objective in this study was to compare the epidemiological profile of the adults and the elderly seen at the dental clinic of the University of Fortaleza. Indicators with information from the semiology cards of institutional medical records relating to the period between 2000 and 2002 were built from a cross-sectional sample. In this way, the relationship between age and systemic changes, as well as the influence on dental care, could be verified. Seven hundred and two records were examined, of which 520 individuals were in the 45- to 59-year-old group, and 182 were 60 years old and above. The average patient age was 55 years for the first group, and 66 for the second one. The female gender was predominant in both groups; there was also a prevalence of people who did not graduate from high school. Results pointed out cardiovascular, skeletal muscle, endocrine, and genitourinary diseases as the most frequent. The frequency and the amount of self-referred diseases were higher in patients 60 years old or above and presented statistical significance when compared to the 45- to 59-year-old group. As people get older, they develop physiological, and/or pathological alterations that affect dental treatment. It should be pointed out that the older the patient, the greater the likelihood of multiple diseases in the same individual. This requires the use of different medicines. A direct relationship between geriatric dentistry and the systemic manifestations referred has been established, leading to the need for greater attention in the dental care of the elderly.