SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue4Isolation of bacteria of genus Bordetella and serological studies in Brazilian children with symptoms of whoping-coughCutaneous leishmaniasis at the South Coastal region of the S. Paulo State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

MASCARENHAS, Rodolfo dos Santos. História da saúde pública no Estado de São Paulo. Rev. Saúde Pública [online]. 1973, vol.7, n.4, pp. 433-446. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101973000400012.

Estuda-se a história, através da evolução dos serviços estaduais de saúde pública em São Paulo, desde 1891 até o presente. Dois vultos se destacam: Emílio Ribas e Geraldo de Paula Souza. Emílio Ribas conseguiu debelar no fim do século passado surtos epidêmicos de febre amarela, febre tifóide, varíola e cólera e, na Capital, malária. Prova, em um grupo de voluntários, no qual foi o primeiro, a transmissão, por vector, de febre amarela, repetindo, um ano depois, a experiência norte-americana em Cuba. Funda o Instituto Butantã, entregando-o a outro cientista, Vital Brasil. Paula Souza reorganiza, em 1925, o Serviço Sanitário do Estado, introduzindo o centro de saúde, a educação sanitária, a visitação domiciliaria. Lidera, posteriormente, no SESI, a assistência médica, odontológica, alimentar e social do operário. Em junho de 1947 foi criada a Secretaria da Saúde Pública e da Assistência Social cujo primeiro titular foi o Dr. José Q. Guimarães. Deu-se ênfase à implantação de campanhas de erradicação ou controle de doenças transmissíveis (malária, chagas, poliomielite, variola, etc.) e à reforma total da Secretaria da Saúde iniciada em 1970.

Keywords : História da Saúde Pública; São Paulo, Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese