SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Trends of under-reporting of cases during an outbreak of meningococcal meningitis in the State of S. Paulo (Brazil), from 1971 through 1975Ecological aspects of South American Trypanosomiasis: IX - Variation and mobility of Panstrongylus megistus in artificial ecotopes author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

RUFFINO-NETTO, Antonio. Modelos epidemiométricos em tuberculose: definição de "estados" e risco de infecção. Rev. Saúde Pública [online]. 1977, vol.11, n.2, pp. 188-198. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101977000200004.

São definidos "estados" ou delimitados "compartimentos" na história natural da tuberculose. Baseado nas alterações macroscópicas do sistema de compartimentos (copiando raciocínio da termodinâmica) é feita a tentativa de quantificar a dinâmica das mudanças dos "estados": "virgem de infecção", "infectados" e "doentes". Na evidenciação das leis que regem a variação do conteúdo dos compartimentos, é proposto um novo caminho para o cálculo do risco de infecção tuberculosa. São apresentados os esquemas do interrelacionamento entre os "estados", as equações que regem a dinâmica entre os mesmos e a fórmula que permite o cálculo do risco de infecção.

Keywords : Tuberculose [modelos matemáticos]; Tuberculose [risco de infecção]; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese