SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4A mathematical model for estimating the effectiveness of BCG-vaccinationMeasles: a survey concerning preceding vaccination and the disease in 0 through 14 year old children seen at the City of S. Paulo State Public Health Centres, 1976 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

CANDEIAS, J. A. N.; BARUZZI, R. G.; PRIPAS, S.  and  LUNES, M.. Prevalência de anticorpos contra os papovavirus BK e JC em populações isoladas. Rev. Saúde Pública [online]. 1977, vol.11, n.4, pp. 510-514. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101977000400008.

Foram estudados 173 soros de índios brasileiros, sendo 39 da área Diauarum, 68 do Alto Xingú e 66 índios Kren-Akorore. A pesquisa de anticorpos inibidores da hemaglutinação para os papovavirus BK e JC mostrou uma percentagem global de positividade (> 40) para os virus BK de 5,2% e para o virus JC de 1,7%. A distribuição dos soros positivos segundo sua origem foi a seguinte: dos 39 índios Diauarum somente um apresentou titulo significante para o virus BK e nenhum deles foi positivo para o virus JC; dos 68 índios do Alto Xingú, 4 apresentaram título significante para o virus BK e 3 para o virus JC, sendo estes últimos diferentes dos indivíduos positivos para o virus BK; dos 66 índios Kren-Akorore, 4 mostraram possuir título significante para o virus BK, sem positividade para o virus JC. O número reduzido de soros não permitiu estabelecer o momento da ser o conservação, em termos de idade, como não permitiu relacionar as taxas de positividade com o maior ou menor "contato" com a população branca.

Keywords : Anticorpos; Papovavirus; Virus BK; Indios brasileiros.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English