SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4A mathematical model for estimating the effectiveness of BCG-vaccinationMeasles: a survey concerning preceding vaccination and the disease in 0 through 14 year old children seen at the City of S. Paulo State Public Health Centres, 1976 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787
Print version ISSN 0034-8910

Abstract

CANDEIAS, J. A. N.; BARUZZI, R. G.; PRIPAS, S.  and  LUNES, M.. Prevalência de anticorpos contra os papovavirus BK e JC em populações isoladas. Rev. Saúde Pública [online]. 1977, vol.11, n.4, pp.510-514. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101977000400008.

Foram estudados 173 soros de índios brasileiros, sendo 39 da área Diauarum, 68 do Alto Xingú e 66 índios Kren-Akorore. A pesquisa de anticorpos inibidores da hemaglutinação para os papovavirus BK e JC mostrou uma percentagem global de positividade (> 40) para os virus BK de 5,2% e para o virus JC de 1,7%. A distribuição dos soros positivos segundo sua origem foi a seguinte: dos 39 índios Diauarum somente um apresentou titulo significante para o virus BK e nenhum deles foi positivo para o virus JC; dos 68 índios do Alto Xingú, 4 apresentaram título significante para o virus BK e 3 para o virus JC, sendo estes últimos diferentes dos indivíduos positivos para o virus BK; dos 66 índios Kren-Akorore, 4 mostraram possuir título significante para o virus BK, sem positividade para o virus JC. O número reduzido de soros não permitiu estabelecer o momento da ser o conservação, em termos de idade, como não permitiu relacionar as taxas de positividade com o maior ou menor "contato" com a população branca.

Keywords : Anticorpos; Papovavirus; Virus BK; Indios brasileiros.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )