SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3Local reactions and antitoxin levels induced by the administration of tetanus toxoid: a comparative study between Ped-o-Jet and hypodermic syringe author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

VICTORA, Cesar Gomes et al. As mães lembram o peso ao nascer de seus filhos?. Rev. Saúde Pública [online]. 1985, vol.19, n.3, pp. 195-200. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101985000300001.

Uma coorte de cerca de 1.800 crianças urbanas nascidas em 1982 em Pelotas, RS, está sendo estudada prospectivamente. Através de visitas domiciliares, quando as crianças estavam com 9 a 15 meses de idade, perguntou-se às mães ou responsáveis qual havia sido o peso ao nascer destas crianças. Esta informação foi comparada com o dado verdadeiro, obtido por ocasião do nascimento. Cerca de 80% das respostas apresentaram um erro menor do que 100 g, e 90% um erro inferior a 250 g. Não se observou qualquer tendência importante no sentido de aumentar ou diminuir os pesos verdadeiros. As respostas foram menos precisas em famílias de baixa renda, mas as diferenças não foram marcantes. O mesmo não ocorreu em relação à escolaridade materna, onde as respostas de mães que nunca haviam comparecido à escola foram bem menos exatas. Sugere-se que a investigação retrospectiva do peso ao nascer de crianças menores de um ano em populações comparáveis à presente se justifica no caso de estudos epidemiológicos, mas deve ser usada cautelosamente no contexto clínico em que se deseje avaliar cada criança individualmente.

Keywords : Peso ao nascer; Estudo longitudinal; Mães.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese