SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue5Planorbidic survey of the 6th Administrative Region of the State of S.Paulo, BrazilAlimentary profile and land ownership in rural Pernambuco, Northeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

MAGALHAES, Luiz Augusto et al. Esquistossomose mansônica em camundongos experimentalmente subnutridos. Rev. Saúde Pública [online]. 1986, vol.20, n.5, pp. 362-368. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101986000500005.

Realizou-se estudo sobre o desenvolvimento da esquistossomose mansônica em camundongos submetidos à dieta hipoprotéica. Foram constituídos 4 grupos de Mus musculus "Swiss" da seguinte forma: 1) não infectados, normoprotéicos; 2) infectados, normoprotéicos; 3) não infectados, hipoprotéicos e 4) infectados, hipoprotéicos. Os animais foram sacrificados com 60 dias de infecção, aos 90 dias de idade. Verificou-se que os esquistossomos sofreram os efeitos da subnutrição do hospedeiro, principalmente os vermes machos, que além de terem seu desenvolvimento prejudicado, tiveram seu número reduzido aproximadamente pela metade. O número de granulomas foi menor nos roedores subnutridos e o tamanho da lesão foi reduzido. Houve acentuada leucopenia nos animais submetidos à dieta hipoprotéica, principalmente nos infectados subnutridos. A linfopenia e a eosinopenia acentuadas sugeriram que o sistema imunológico do hospedeiro foi afetado pela subnutrição. A taxa de mortalidade foi muito mais elevada nos animais infectados submetidos à dieta hipoprotéica. Concluiu-se que os camundongos subnutridos resistiram menos à infecção esquistossomótica apesar de terem apresentado menor número de lesões granulomatosas.

Keywords : Esquistossomose mansônica [complicações]; Deficiência de proteína; Camundongo [parasitologia]; Camundongo [infecção experimental]; Schistosoma mansoni.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese