SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue5Methods of sample selection for estimates of vaccination coverageThe development of health education: an updating of concepts author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

GOMES, Almério de Castro. Mecanismos e significado epidemiológico da domiciliação. Rev. Saúde Pública [online]. 1986, vol.20, n.5, pp. 385-390. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101986000500008.

Com freqüência tem-se observado populações animais sobreviverem sob alterações artificiais do ambiente. A preocupação fundamental do fato reside na seleção de populações com base numa evolução para a domiciliação ou na formação de biocenoses artificiais tendo como conseqüência a urbanização de doenças contendo focos naturais. Sob este ponto de vista, discute-se os fundamentos dos mecanismos de sinantropia, baseados em informações biogeográficas, evolução das espécies e cauística humana. A ênfase é dada às doenças metaxênicas retratando-se eventos passados e presentes. Neste particular, questiona-se as relações interespecíficas entre o homem e os insetos, através das modalidades de caráter associativo das espécies vetoras. O significado epidemiológico desta concepção está nos tipos de exposição do homem às doenças e identificação de atributos envolvidos nesses processos infecciosos. Ressalta-se também a domiciliação como fenômeno biológico juntamente com fatores intrínsecos das populações e extrínsecos do ambiente, nos quais incluem-se as influências antrópicas.

Keywords : Ecologia; Insetos vetores; Relações hospedeiro-parasito; Ecologia de vetores; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese