SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue1Staphylococcus aureus: food handler carriersMetodological issues in measuring the detection of emotional disorders by primary care physicians: a review of the literature author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SANTOS, Rosella de Oliveira et al. Uso de monossulfeto de tetraetiltiuram no tratamento de ectoparasitas em camundongos. Rev. Saúde Pública [online]. 1988, vol.22, n.1, pp. 41-45. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101988000100006.

Casais de camundongos isogênicos das raças CBA, BALB/c e machos e fêmeas de Swiss heterogenéticos criados no sistema convencional, que se encontravam infectados em diferentes graus por Myobia musculi e Myocoptes musculinus, foram submetidos a quatro esquemas de tratamento com Tetmosol. A incidência de ectoparasitas na raça C57BL/10 foi apenas 1,2%. Todos os animais da raça CBA e Swiss encontravam-se parasitados, enquanto que a infestação do BALB/c foi de 50 a 90%. Os melhores resultados dos 4 esquemas de tratamento testados foram observados utilizando-se Tetmosol na concentração 2,5% em banhos seriados com intervalos alternados de 3 e 4 dias, num período de 21 dias. A incidência de ectoparasitas adultos em CBA, BALB/c e Swiss após o tratamento foi de respectivamente 0%, 40% e 0%, enquanto que para ovos viáveis os respectivos resultados foram de 20%, 50% e 0%. Após a introdução de matrizes tratadas num sistema de criação sob barreiras, a colônia tem sido examinada sistematicamente há 24 meses e encontra-se isenta de ectoparasitas.

Keywords : Infestações por ácaros [prevenção e controle]; Monossulfeto de tetraetiltiuram; Camundongos; Parasitologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese