SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue2Biology of Anopheles (Kerteszia) neivai H., D. & K., 1913 (Diptera: Culicidae) on the Pacific coast of Colombia: I. Fluctuation of larval population and characteristics of the breeding placesBiology of Anopheles (Kerteszia) neivai H., D. & K., 1913 (Diptera: Culicidae) on the Pacific Coast of Colombia: III. Light intensity measurements and biting behavior author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

ASTAIZA V., Rodrigo; MURILLO B., César  and  FAJARDO O., Paulina. Biologia do Anopheles (Kerteszia) neivai H., D. & K., 1913 (Diptera: Culicidae) na costa do Pacífico Colombiano: II. Flutuação da população adulta. Rev. Saúde Pública [online]. 1988, vol.22, n.2, pp. 101-108. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101988000200005.

Na localidade de Charambirá, situada no Municipio de Istmina (Chocó), na costa do Pacífico Colombiano, ocorre um tipo de malária endêmica associada com grandes populações de Anopheles do subgênero Kerteszia (A. neivai). Estes criam-se em coleções de água formadas por plantas epífitas pertencentes à família Bromeliaceae, as quais são muito abundantes em árvores de manguezais. Na localidade foram estudados: a flutuação populacional, alguns aspectos ecológicos e etológicos dos adultos dessa espécie, com o objetivo de determinar seu papel na transmissão da malária. Todos os mosquitos foram coletados utilizando-se iscas humanas. O máximo de atividade ocorre nas horas crepusculares de manhã e da tarde (5:30 às 6:30 e 18:00 às 19:00 h). No período noturno, a atividade intradomiciliar é muito baixa, sendo ausente no peridomicílio durante o dia. O estado de desenvolvimento ovariano de fêmeas, coletadas nas horas de atividade máxima, mostrou a existência de duas populações de mosquitos: uma, na sua maioria constituída de indivíduos jovens, que procuram seu alimento nas horas da tarde; e uma outra, composta por indivíduos mais velhos, que procuram seu alimento nas horas da manhã. O estudo da variação sazonal mostrou que as populações são menores nos meses de pouca precipitação; na medida em que vai aumentando o índice pluviométrico cresce o número de mosquitos. Discutiu-se a relação existente entre a presença das populações de mosquitos com a prevalência de maláia no homem, sugerindo-se que A. neivai seja a responsável pela transmissão da malária na zona estudada.

Keywords : Anopheles neivai; Ecologia de vetores; Malária [transmissão].

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · pdf in Spanish