SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3Policies for decentralization and development of health educationThe treatment of paracoccidioidomycosis at primary health level author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SILVEIRA, Paulo Flávio. Sobre a deontologia do intervencionismo estatal no setor saúde. Rev. Saúde Pública [online]. 1988, vol.22, n.3, pp. 221-232. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101988000300009.

Relata-se o processo que define a mercantilização, o corporativismo, as ações preventivas e educativas em saúde pública e as investigações científicas básicas e aplicadas na medicina de modo a caracterizar algumas causas e efeitos da aplicação da perspectiva de individualização que é decorrência dos princípios da doutrina utilitarista. Os problemas da assistência à saúde, os problemas educacionais e os fatores do desenvolvimento cultural, científico e econômico são discutidos através de uma análise inter-relacionada onde é detectada a tendência resistente à superação dessa perspectiva. Os princípios utilitaristas foram entendidos como produtores de efeitos contrários aos desejados pelo controle político, ou seja, a ineficiência do setor saúde, causada por este controle, passa a constituir, ela mesma, uma ameaça à ordem social que este arranjo político pretende manter. Assim, há exigências de concentração institucional das ações de saúde, de divisão técnica do trabalho e de desenvolvimento de tecnologias de processo que podem ser integradas à prática política atual a partir do entendimento apresentado.

Keywords : Ética; Sociologia médica; Política de saúde; Educação em saúde; Ciência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese