SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue5Evaluation of three antigenically different rabies virus strains in mice: I - Study of the clinical observation periodsStudies in search of a suitable experimental insect model for xenodiagnosis of hosts with Chagas' disease: 3 - On the interaction of vector species and parasite strain in the reaction of bugs to infection by Trypanosoma cruzi author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

PEDRAZZANI, Elisete Silva et al. Helmintoses intestinais: II - Prevalência e correlação com renda, tamanho da família, anemia e estado nutricional. Rev. Saúde Pública [online]. 1988, vol.22, n.5, pp. 384-389. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101988000500003.

Foi analisada a prevalência das helmintoses intestinais e suas associações com anemia, estado nutricional, renda e composição familiar em escolares de Santa Eudóxia, subdistrito de São Carlos, SP, Brasil. Foram examinadas 254 crianças: dos resultados coprológicos, 37,8% foram positivos. O parasita mais freqüente foi o Ascaris lumbricoides (12,1%), seguido de Trichuris trichiura (4,8%), ancilostomídeo (3,7%) e Hymenolepis nana (3,7%). Ocorreu maior concentração de resultados positivos na faixa de 8 a 12 anos (51,9%). Foram diagnosticadas como anêmicas 14,7% das crianças e 15% como desnutridas. Das correlações estudadas, apenas aquela entre helmintose e tamanho familiar mostrou resultado estatisticamente significante.

Keywords : Helmintíase [incidência]; Inquéritos epidemiológicos; Anemia [incidência]; Estado nutricional; Renda; Composição familiar; Fezes [análise].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese