SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue5Evaluation of three antigenically different rabies virus strains in mice: I - Study of the clinical observation periodsStudies in search of a suitable experimental insect model for xenodiagnosis of hosts with Chagas' disease: 3 - On the interaction of vector species and parasite strain in the reaction of bugs to infection by Trypanosoma cruzi author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787
Print version ISSN 0034-8910

Abstract

PEDRAZZANI, Elisete Silva et al. Helmintoses intestinais: II - Prevalência e correlação com renda, tamanho da família, anemia e estado nutricional. Rev. Saúde Pública [online]. 1988, vol.22, n.5, pp.384-389. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101988000500003.

Foi analisada a prevalência das helmintoses intestinais e suas associações com anemia, estado nutricional, renda e composição familiar em escolares de Santa Eudóxia, subdistrito de São Carlos, SP, Brasil. Foram examinadas 254 crianças: dos resultados coprológicos, 37,8% foram positivos. O parasita mais freqüente foi o Ascaris lumbricoides (12,1%), seguido de Trichuris trichiura (4,8%), ancilostomídeo (3,7%) e Hymenolepis nana (3,7%). Ocorreu maior concentração de resultados positivos na faixa de 8 a 12 anos (51,9%). Foram diagnosticadas como anêmicas 14,7% das crianças e 15% como desnutridas. Das correlações estudadas, apenas aquela entre helmintose e tamanho familiar mostrou resultado estatisticamente significante.

Keywords : Helmintíase [incidência]; Inquéritos epidemiológicos; Anemia [incidência]; Estado nutricional; Renda; Composição familiar; Fezes [análise].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )