SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue4Didactic books and teaching for health: the case of psychotropic drugsDengue in the Southeast Region of Brazil: a preliminary note author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

PEREIRA, Isabel Maria Teixeira Bicudo; WESTPHAL, Márcia Faria  and  STEWIEN, Glacilda Telles Menezes. Percepções do médico-chefe a respeito de atividades educativas em Postos de Assistência Médica. Rev. Saúde Pública [online]. 1991, vol.25, n.4, pp. 306-314. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101991000400010.

Realizou-se pesquisa com médicos-chefe dos Postos de Assistência Médica (PAMs) da Prefeitura Municipal de São Paulo, Brasil, com o objetivo de investigar seus conhecimentos, expectativas e predisposições em participar e incentivar as programações educativas nos PAMs. Utilizou-se questionário, com questões abertas e fechadas que foi respondido por 88,6% dos médicos-chefe dos PAMs. Os resultados demonstraram que o conceito de saúde da maioria dos médicos-chefe dos PAMS (66,3%) coincide com o emitido pela Organização Mundial da Saúde. Apenas 2,9% consideram que saúde está relacionada a qualidade de vida. Educação em saúde foi considerada por 70,0% como transmissão de informação; somente 6,7% reconheceram sua responsabilidade no processo de transformação social e de saúde. Na visão de 68,2% as ações educativas são reconhecidas como úteis para conscientizar o usuário sobre a importância do tratamento de doenças. Essas ações, seu planejamento, execução e avaliação são reconhecidas como responsabilidade de todos que trabalham nos PAMs mas, especialmente, das enfermeiras, assistentes sociais e educadores de saúde pública. Dificuldades foram mencionadas na execução de atividades educativas, referentes à falta de material suficiente e local adequado para sua realização, falta do educador de saúde pública e, principalmente, falta de motivação de funcionários e da própria população. A maioria dos médicos-chefe reconhece a importância das ações educativas, reconhece que são desenvolvidas por pelo menos parte de sua equipe embora, muitas vezes, precariamente, com dificuldades técnicas e administrativas.

Keywords : Médicos; Conhecimentos [atitudes e prática]; Educação em saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese