SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue6Multiple causes of death in diabetic individuals in the Brazilian Northeastern RegionAnalysis of standards of living and health in the urban population of Botucatu, S. Paulo State (Brazil): IV - Referred morbidity in household interviews, 1983-1984 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

FEITOSA, Helvécio N.; MORON, Antônio F.; BORN, Daniel  and  ALMEIDA, Pedro Augusto Marcondes de. Mortalidade materna por cardiopatia. Rev. Saúde Pública [online]. 1991, vol.25, n.6, pp. 443-451. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101991000600005.

Realizou-se estudo retrospectivo da mortalidade materna por cardiopatia, no período de janeiro de 1979 a dezembro de 1989. Dentre um total de 16.423 internações, houve 694 gestantes com o diagnóstico de cardiopatia (4,2%). No mesmo período, ocorreram 51 óbitos maternos, correspondendo a um coeficiente de mortalidade materna de 428,2/100.000 nascidos vivos. Houve 12 óbitos maternos por cardiopatia. A análise estatística permitiu a identificação de alguns fatores associados a maior risco de morte nas pacientes cardiopatas: primeira gravidez, primiparidade, ausência de assistência pré-natal, realização de cirurgia cardíaca anterior à gravidez e/ou na gestação. O maior número de mortes ocorreu no puerpério. A classificação funcional (NYHA) não se constituiu em parâmetro seguro para avaliar o prognóstico materno, pois 91,7% dos casos de óbito foram incluídos no grupo considerado favorável (classes I e II) ao iniciar a gestação.

Keywords : Mortalidade materna; Complicações cardiovasculares na gravidez [mortalidade].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese