SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue6Inquiry into the control of hemotherapy and transfusional Chagas' disease: 1988 and 1990Probability of dying in the first year of life in an urban area of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

YANKILEVICH, Elba Rosa Luna Maldonado de; DORRONSORO DE CATTONI, Susana Tereza; CORNEJO, Lila Susana  and  BATTELLINO, Luis José. Distribuição de cáries dental em pré-escolares em área urbana, Argentina, 1992. Rev. Saúde Pública [online]. 1993, vol.27, n.6, pp. 436-444. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101993000600006.

Descrevem-se os resultados de uma pesquisa feita sobre uma amostra de 1.115 pré-escolares (5 anos) de jardins de infância da cidade de Córdoba (Argentina) com o objetivo de estabelecer a prevalência e distribuição da cárie dental segundo o nível socioeconómico. O estudo revelou que em relação a 1973, a prevalência de cáries diminuiu 55,0%, enquanto a proporção de crianças com dentes sadios foi maior (26,7%). A freqüência e gravidade da cárie aumentou na medida em que a posição social da criança era mais baixa. No nível socioeconômico maior (NES I = burguesia empresarial e gerencial), os índices de cáries foram significativamente menores do que os do nível socioeconômico menor (NES III = proletariado típico, proletariado não típico e subproletariado): ceo-d de 0,8 e 2,7 e ceo-s de 0,9 e 4,9, respectivamente. No NES III, os principais componentes do ceo-d foram dentes cariados e com extração indicada: no NES I foram dentes obturados. A porcentagem de crianças sem experiência de cáries foi 63,1% no NES I e 11,5% no NES III. Pelo contrário, o índice de saúde bucal resultou maior no NES I (8,8) do que no NES III (5,1). O gasto requerido por crianças para o tratamento restaurativo é praticamente duas vezes e meia maior no NES III do que no NES I. Considerando toda a amostra, a despesa no NES III seria dez vezes mais do que no NES I. Pode-se inferir que a programação da assistência odontológica, dando prerrogativa às crianças do NES III, que têm maior risco de adoecer, pode contribuir para oferecer resistência aos desníveis na saúde bucal.

Keywords : Cárie dentária [epidemiologia]; Levantamentos de saúde bucal; Índice CPO.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )