SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue6Inquiry into the control of hemotherapy and transfusional Chagas' disease: 1988 and 1990Probability of dying in the first year of life in an urban area of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

YANKILEVICH, Elba Rosa Luna Maldonado de; DORRONSORO DE CATTONI, Susana Tereza; CORNEJO, Lila Susana  and  BATTELLINO, Luis José. Distribuição de cáries dental em pré-escolares em área urbana, Argentina, 1992. Rev. Saúde Pública [online]. 1993, vol.27, n.6, pp. 436-444. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101993000600006.

Descrevem-se os resultados de uma pesquisa feita sobre uma amostra de 1.115 pré-escolares (5 anos) de jardins de infância da cidade de Córdoba (Argentina) com o objetivo de estabelecer a prevalência e distribuição da cárie dental segundo o nível socioeconómico. O estudo revelou que em relação a 1973, a prevalência de cáries diminuiu 55,0%, enquanto a proporção de crianças com dentes sadios foi maior (26,7%). A freqüência e gravidade da cárie aumentou na medida em que a posição social da criança era mais baixa. No nível socioeconômico maior (NES I = burguesia empresarial e gerencial), os índices de cáries foram significativamente menores do que os do nível socioeconômico menor (NES III = proletariado típico, proletariado não típico e subproletariado): ceo-d de 0,8 e 2,7 e ceo-s de 0,9 e 4,9, respectivamente. No NES III, os principais componentes do ceo-d foram dentes cariados e com extração indicada: no NES I foram dentes obturados. A porcentagem de crianças sem experiência de cáries foi 63,1% no NES I e 11,5% no NES III. Pelo contrário, o índice de saúde bucal resultou maior no NES I (8,8) do que no NES III (5,1). O gasto requerido por crianças para o tratamento restaurativo é praticamente duas vezes e meia maior no NES III do que no NES I. Considerando toda a amostra, a despesa no NES III seria dez vezes mais do que no NES I. Pode-se inferir que a programação da assistência odontológica, dando prerrogativa às crianças do NES III, que têm maior risco de adoecer, pode contribuir para oferecer resistência aos desníveis na saúde bucal.

Keywords : Cárie dentária [epidemiologia]; Levantamentos de saúde bucal; Índice CPO.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · pdf in Spanish