SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue3Mental health care in health centers: study of the efficacy of the care givenHuman diphyllobothriasis in Patagonia, Argentina author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787Print version ISSN 0034-8910

Abstract

CORREIA, Marlene  and  RONCADA, Maria José. Características microscópicas de queijos prato, mussarela e mineiro comercializados em feiras livres da Cidade de São Paulo. Rev. Saúde Pública [online]. 1997, vol.31, n.3, pp.296-301. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101997000300011.

INTRODUÇÃO: Os queijos devem ser produzidos com matéria-prima de boa qualidade, processados em condições de higiene e transportados, armazenados e comercializados de forma adequada, a fim de evitar, entre outros, a incorporação de matérias estranhas (sujidades) de origem biológica ou não, as quais não são permitidas pela legislação bromatológica em vigor. Foram avaliadas as condições higiênicas de queijos prato, mussarela e mineiro comercializados em feiras livres da Cidade de São Paulo, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foram colhidas 47 amostras de cada um dos três citados tipos de queijos, no período de março de 1993 a fevereiro de 1994, utilizando-se o Quadrado Latino como modelo estatístico para a amostragem e sorteio aleatório das feiras livres visitadas, na colheita dos queijos. As amostras foram analisadas quanto à presença de matérias estranhas externas, para o que se utilizou lavagem das amostras e posterior filtração sobre papel de filtro, e internas, por digestão enzimática do queijo com pancreatina, seguida de filtração. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os resultados apontaram 75,9% das amostras com, pelo menos, um tipo de matéria estranha. Para os queijos prato e mussarela, o elevado número de amostras contaminadas ocorreu pela presença de matérias estranhas na parte interna dos queijos (principalmente resíduo vegetal e pêlo de vaca), sugerindo a utilização de um leite de má qualidade higiênica e/ou a existência de condições inadequadas durante a industrialização. No tipo mineiro, além da contaminação interna, 100% das amostras apresentaram-se com sujeira externa.

Keywords : Contaminação de alimentos; Queijo [análise].

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )