SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue4Sources of information and their relationship to the degree of knowledge of AIDS, in adolescents of MexicoMosquito (Diptera: Culicidae) ecology of natural and artificial rural breeding places in horthern Parana, Brazil. V. Larvae captured in artificial reservoirs installed in ciliary forest author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

COSTA, Juvenal S. Dias da  and  FACCHINI, Luís Augusto. Utilização de serviços ambulatoriais em Pelotas: onde a população consulta e com que freqüência . Rev. Saúde Pública [online]. 1997, vol.31, n.4, pp. 360-369. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101997000400005.

OBJETIVO: Estabelecer a utilização de serviços médicos ambulatoriais na Cidade de Pelotas, RS, Brasil. METODOLOGIA: Foi feito estudo transversal amostral com base populacional. Foram entrevistados 1.657 adultos, durante os meses de março e junho de 1992. As perdas amostrais totalizaram 9,7%. Durante a análise utilizou-se duas variáveis dependentes: o tipo de serviço de saúde classificado quanto à natureza do lucro e a freqüência de consultas durante o último ano. RESULTADOS: Na análise verificou-se que o tipo de serviço estava associado com variáveis sociais tais como classe social, propriamente dita, escolaridade e local de residência. A variável freqüência de consultas relacionou-se com sexo feminino, fatores de risco e motivos de consultas. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a escolha do tipo de serviço de saúde dependia de fatores ligados à classe social antes do que variáveis associadas à gravidade dos problemas de saúde.

Keywords : Assistência ambulatorial [utilização]; Classe social; Necessidades e demanda de serviços de saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese