SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Risk factors for perinatal mortality in an urban area of Southern Brazil, 1993 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787

Abstract

SANTOS, Darci N.; BLIZARD, Robert  and  MANN, Anthony H.. Desenvolvimento de escala para medir conceitos de esquizofrenia: experiência entre psiquiatras brasileiros. Rev. Saúde Pública [online]. 1998, vol.32, n.3, pp. 201-208. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101998000300001.

INTRODUÇÃO: Foi desenvolvida uma escala para medir aderência ao conceito Bleuleriano e Schneideriano de esquizofrenia entre psiquiatras trabalhando em São Paulo, analisando relações entre variáveis sociodemográficas e de formação sobre o escore obtido. MÉTODOS: Questionário contendo escala visual analógica com dezessete enunciados sobre conceitos Schneideriano e Bleuleriano de esquizofrenia, foi distribuído para 150 psiquiatras. As sub-escalas Bleuleriana e Schneideriana foram avaliadas por metódos psicométricos de consistência interna, estrutura das subescalas e confiabilidade test- reteste. RESULTADOS: Completaram o questionário 117 psiquiatras. A subescala Schneideriana demonstrou melhor consistência interna e melhores coeficientes de correlação intraclasse. Não houve associação negativa entre os escores das subescalas. Discordância com o conceito Bleuleriano predominou entre profissionais treinados na USP. CONCLUSÕES: A baixa confiabilidade da sub-escala Bleuleriana limita a confiabilidade do instrumento como um todo, embora contribua para a discussão dos modelos em questão. Argumenta-se que o modelo Bleuleriano, por exigir maior inferência, torna-se propenso a baixa confiabilidade.

Keywords : Esquizofrenia [diagnóstico]; Formação de conceito; Psiquiatria [recursos humanos].

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )