SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Risk factors for perinatal mortality in an urban area of Southern Brazil, 1993 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SANTOS, Darci N.; BLIZARD, Robert  and  MANN, Anthony H.. Desenvolvimento de escala para medir conceitos de esquizofrenia: experiência entre psiquiatras brasileiros. Rev. Saúde Pública [online]. 1998, vol.32, n.3, pp. 201-208. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101998000300001.

INTRODUÇÃO: Foi desenvolvida uma escala para medir aderência ao conceito Bleuleriano e Schneideriano de esquizofrenia entre psiquiatras trabalhando em São Paulo, analisando relações entre variáveis sociodemográficas e de formação sobre o escore obtido. MÉTODOS: Questionário contendo escala visual analógica com dezessete enunciados sobre conceitos Schneideriano e Bleuleriano de esquizofrenia, foi distribuído para 150 psiquiatras. As sub-escalas Bleuleriana e Schneideriana foram avaliadas por metódos psicométricos de consistência interna, estrutura das subescalas e confiabilidade test- reteste. RESULTADOS: Completaram o questionário 117 psiquiatras. A subescala Schneideriana demonstrou melhor consistência interna e melhores coeficientes de correlação intraclasse. Não houve associação negativa entre os escores das subescalas. Discordância com o conceito Bleuleriano predominou entre profissionais treinados na USP. CONCLUSÕES: A baixa confiabilidade da sub-escala Bleuleriana limita a confiabilidade do instrumento como um todo, embora contribua para a discussão dos modelos em questão. Argumenta-se que o modelo Bleuleriano, por exigir maior inferência, torna-se propenso a baixa confiabilidade.

Keywords : Esquizofrenia [diagnóstico]; Formação de conceito; Psiquiatria [recursos humanos].

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English