SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue6Influence of HIV positive status on sexual behavior among malesRegional and interspecific variations in the morphology of insects of the Lutzomyia intermedia complex (Diptera, Psychodidae, Phlebotominae) author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

KNYSAK, Irene; MARTINS, Rosana  and  BERTIM, Carlos R.. Aspectos epidemiológicos de acidentes de lacraias (Scolopendromorphae: Chilopoda) em região urbana de São Paulo, Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 1998, vol.32, n.6, pp. 514-518. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101998000600003.

INTRODUÇÃO: A falta de conhecimentos básicos e a benignidade clínica contribuem para que o acidentado por lacraia não seja encaminhado a um centro de referência para tratamento. Assim, realizou-se estudo para inventariar os acidentes por lacraias na Grande São Paulo, Brasil, e apresentar a terapêutica utilizada. MÉTODO: Entre 1980 e 1989 investigaram-se os prontuários médicos quanto ao local, mês e horário dos acidentes; sexo, idade e região do corpo atingida, sinais, sintomas e terapêutica. RESULTADOS: Dos 216 acidentes, 69% ocorreram na Grande São Paulo e, em 63%, o agente causal foi identificado. Os gêneros Cryptops, Otostigmus e Scolopendra foram os mais representativos, apresentando em 87% dos casos sintomatologia evidente. Os acidentes predominaram na estação chuvosa quente, período matutino, no sexo feminino entre 21 e 60 anos nas extremidades das mãos e pés. Somente os picados por Scolopendra e Otostigmus, receberam tratamento terapêutico. CONCLUSÃO: O período de reprodução na estação chuvosa-quente, associado ao sinantropismo, favorece o aumento dos acidentes em áreas urbanas. Os acidentados por Scolopendra e Otostigmus requerem tratamento terapêutico.

Keywords : Venenos de artrópodes; Mordeduras e picadas [terapia].

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English