SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue3Training of local health managers: process of identification of strategic actionsReproductive risk factors associated with breast cancer in Columbian women author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

ALBARRACIN-VEIZAGA, Hugo et al. Doença de Chagas numa área de ocupação recente em Cochabamba, Bolívia. Rev. Saúde Pública [online]. 1999, vol.33, n.3, pp. 230-236. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101999000300003.

INTRODUÇÃO: Estudo descritivo, entomológico e soroepidemiológico da infecção chagásica em área de ocupação recente da periferia de Cochabamba, Bolívia: Avaroa/Primer de Mayo, onde o nível socioeconômico da população é baixo e não foram instituídas medidas de controle. MÉTODOS: Por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI), de anticorpos IgG e IgM anti-Trypanosoma cruzi em sangue capilar absorvido em papel-filtro, foram pesquisadas 128 pessoas (73 femininas e 55 masculinas) selecionadas por amostragem sistemática dentre 3.000 habitantes. Registraram-se idade, sexo, naturalidade, ocupação, tempo de moradia e características de construção das casas. RESULTADOS: Verificou-se que 12,5% (16/128) foram sororreagentes: 15,1% (11/73) do sexo feminino e 9,1% (5/55) masculino. O tempo médio de moradia foi de 6,1 anos para toda a amostra da população e de 7,4 anos para os sororreagentes. Predominaram construções de adobe (76,7%), teto de zinco (86,7%) e piso de terra (53,4%). Observaram-se gretas nas paredes de 80,0% das casas (n=30). Capturaram-se 148 exemplares de triatomíneos: 147 de Triatoma infestans, 104 (70.7%) intradomiciliares, e 1 de T. sordida, peridomiciliar. Os índices de infestação e de densidade por casa visitada foram, respectivamente, 53,3 e 493,0. A identificação dos hospedeiros dos triatomíneos (reações de precipitina) foi: aves, 67,5%; humanos, 27,8%; roedores, 11,9%; cães, 8,7%; e gatos, 1,6%. Os adultos e ninfas de T. infestans infectados por tripanossomas foram: 21 (14,3%), dos quais 18 (85,7%) intradomiciliares. CONCLUSÕES: Na área periférica de Cochabamba estudada foram encontrados todos os elementos da cadeia de transmissão vetorial: pessoas e vetores infectados e cobaios criados no interior das casas. A proximidade de Cochabamba, onde as transfusões de sangue são freqüentes, representa um risco adicional de transmissão. É necessária a pronta instituição de medidas profiláticas e trabalho educativo sobre as vias de transmissão da doença de Chagas, inclusive transfusional e congênita.

Keywords : Doença de Chagas [epidemiologia]; Áreas de pobreza; Ecologia de vetores.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English