SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue4Tolerance and resistance: abortion from the point of view of traditional midwives in a rural area of Mexico author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

COUTINHO, FAB; MASSAD, E; MENEZES, RX  and  BURATTINI, MN. Modelo teórico da evolucão da virulência do HIV/AIDS transmitido sexualmente. Rev. Saúde Pública [online]. 1999, vol.33, n.4, pp. 329-333. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101999000400002.

INTRODUÇÃO: A evolução da virulência na relação hospedeiro-parasita tem sido objeto de várias publicações. No caso do HIV, alguns autores sugerem que a evolução da virulência do HIV correlaciona-se com a taxa de aquisição de novos parceiros sexuais. Por outro lado, outros autores argumentam que o nível de virulência do HIV é independente da atividade sexual da população hospedeira. MÉTODOS: Propõe-se um modelo matemático para estudar a influência potencial que o comportamento sexual humano possa ter na evolução da virulência do HIV. RESULTADOS: Os resultados indicam que, quando a probabilidade de aquisição da infecção pelo HIV é uma função tanto da atividade sexual da população humana quanto da virulência das cepas de HIV, a evolução da virulência do HIV correlaciona-se positivamente com a taxa de aquisição de novos parceiros sexuais. CONCLUSÃO: Concluiu-se que no caso de uma população hospedeira com uma baixa (alta) taxa de troca de parceiros sexuais a evolução da virulência do HIV é tal que a cepa menos (mais) virulenta predomina.

Keywords : Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Virulência; Modelos estatísticos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English