SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue1Ocular health beliefs among teachers in the public educational system, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

CARVALHO, Alice T; COSTA, Maria JC; FERREIRA, Luiz OC  and  BATISTA FILHO, Malaquias. Cartografia do retardo estatural em escolares do Estado da Paraíba, Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 2000, vol.34, n.1, pp. 3-8. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102000000100002.

OBJETIVO: Parte de um projeto promovido pelas Nações Unidas (FAO) e pelo Ministério da Educação do Brasil (Fundação de Assistência ao Escolar) para estudar a condição nutricional de alunos de educandários públicos, visa a avaliar, com um enfoque cartográfico, a magnitude e a distribuição espacial do déficit estatural de alunos de escolas públicas do Estado da Paraíba. MÉTODOS: Fez-se levantamento de caráter censitário da estatura de 50.144 escolares com idade de 6 a 9 anos, matriculados na primeira série do primeiro grau de todos municípios do Estado da Paraíba, considerando-se como déficit estatural os valores classificados abaixo de -2 "scores" z do padrão do National Center of Health Statistics. RESULTADOS: Em todo o Estado, 14,5% dos escolares foram considerados casos de nanismo, com uma distribuição heterogênea para as quatro mesorregiões fisiográficas estudadas: 18,7% no Sertão, 13,8% no Agreste, 11,9% na Borborema e 10,9% na Zona da Mata. Nas escolas da área rural, 17,8% dos alunos apresentavam déficit estatural, enquanto no meio urbano a prevalência de nanismo foi de 11,8%. CONCLUSÕES: Os dados encontrados são indicativos de um processo de interiorização da desnutrição, contrastando substancialmente com as descrições históricas sobre a cartografia do problema na região.

Keywords : Estatura; Inquéritos nutricionais; Distribuição espacial; Transtornos nutricionais; Nanismo nutricional.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese