SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue3Evolutionary epidemiological thought on infectionsMale perspective on induced abortion author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787Print version ISSN 0034-8910

Abstract

VIEIRA, Elisabeth Meloni; BADIANI, Rita; DAL FABBRO, Amaury Lélis  and  RODRIGUES JUNIOR, Antonio Luiz. Características do uso de métodos anticoncepcionais no Estado de São Paulo. Rev. Saúde Pública [online]. 2002, vol.36, n.3, pp.263-270. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102002000300002.

OBJETIVO: Analisar dados coletados pela Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde, de 1996, sobre o uso de métodos anticoncepcionais no Estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Os dados obtidos foram analisados comparativamente com os do Brasil e com os de outra pesquisa similar realizada em 1986. Foi examinado o uso de métodos anticoncepcionais entre mulheres não-solteiras (casadas ou em coabitação), focalizando-se idade, número de filhos, escolaridade, idade na esterilização feminina e momento da esterilização. Para análise estatística, utilizaram-se o teste t-Student e o teste não-paramétrico de Kendall. RESULTADOS: Diferentemente do Brasil, houve estabilização dos índices de esterilização feminina no Estado de São Paulo no período estudado. Observou-se um mesmo padrão de uso de métodos no Brasil e em São Paulo: até os 30 anos, o método predominante foi a pílula; e, depois dos 30 anos, predominou a esterilização feminina, que aumenta com o número de filhos e diminui com a escolaridade. O uso de métodos masculinos aumentou nos últimos anos, sendo maior em São Paulo, que também apresenta maior diversidade no uso de métodos reversíveis. CONCLUSÕES: Apesar das diferenças, o uso predominante de apenas dois métodos anticoncepcionais, em São Paulo e no Brasil, reflete distorções na oferta do planejamento familiar e na saúde reprodutiva no contexto da nova regulamentação do planejamento familiar.

Keywords : Anticoncepção; Conhecimentos, atitudes e prática; Planejamento familiar; Saúde reprodutiva; Anticoncepcionais orais; Esterilização sexual; Fatores etários; Escolaridade; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )