SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue3Morbidity leading to temporary work disabilityHygienic conditions of hot dogs sold on the streets, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

TEMPORINI, Edméa Rita; KARA JUNIOR, Newton; JOSE, Newton Kara  and  HOLZCHUH, Nilo. Concepções populares do tratamento da catarata senil. Rev. Saúde Pública [online]. 2002, vol.36, n.3, pp. 343-349. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102002000300014.

OBJETIVO: Identificar concepções populares em relação ao tratamento de catarata senil entre pacientes atendidos em projetos comunitários de reabilitação visual. MÉTODOS: Em cinco municípios do Estado de São Paulo, Brasil, foi realizado estudo transversal aplicando-se questionário, por entrevista, a uma amostra não-probabilística composta por 776 sujeitos. A amostra foi formada por indivíduos do sexo masculino (47,2%) e do sexo feminino (52,8%), com idade entre 50 e 96 anos, média de 71,6 anos. RESULTADOS: Do total dos sujeitos estudados, 41,9% nunca estudaram, e 78,5% não exerciam mais atividades profissionais. A maioria declarou confiar em resultados de cirurgia de catarata (85,1%); entre os que mostraram dúvida, 47,4% disseram achar que a cura da catarata dependia apenas da vontade de Deus. As mulheres acreditavam, mais do que os homens (p£0,0000), na relação entre menopausa, maternidade, menstruação e ocorrência da catarata. Admitiram usar chás de ervas e de rosas para seu tratamento. CONCLUSÕES: Foram identificadas concepções falsas, de provável origem sociocultural, a respeito de causas e tratamento da catarata senil que indicam a necessidade de intervenções educativas em saúde ocular.

Keywords : Catarata [reabilitação]; Saúde ocular; Cegueira [prevenção]; Educação em saúde; Extração da catarata; Conhecimentos, atitudes e prática; Oftalmologia comunitária; Concepções populares.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English