SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue1Chagas' disease epidemiology in the province of General Paz, ArgentinaReported morbidity and use of health services by working women, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SANTANA, Vilma S et al. Emprego em serviços domésticos e acidentes de trabalho não fatais. Rev. Saúde Pública [online]. 2003, vol.37, n.1, pp. 65-74. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102003000100011.

OBJETIVO: Estimar a incidência anual de acidentes não fatais de acordo com variáveis sociodemográficas e ocupacionais entre empregadas em serviços domésticos. MÉTODOS: Inquérito de base comunitária conduzido com 1.650 mulheres de 10 a 65 anos de idade, que referiram ter atividade remunerada e que compunham uma amostra aleatória por conglomerados dos domicílios da cidade de Salvador, capital da Bahia. Os dados foram obtidos por meio de questionários individuais sobre condições de vida, trabalho e saúde. Foi utilizado o teste Exato de Fisher para diferenças de freqüências. RESULTADOS: Estimou-se a incidência anual de acidentes de trabalho não fatais em 5,0%, maior entre as empregadas em serviços domésticos (7,3%) do que entre as demais trabalhadoras (4,5%), diferença estatisticamente significante (p<0,05). Metade dos acidentes entre empregadas em atividades domésticas causou efeitos, freqüentemente não incapacitantes, mas que levaram 38,1% dessas mulheres a faltar ao trabalho. CONCLUSÕES: Mulheres com emprego em atividades domésticas representam um contingente expressivo da força de trabalho e a alta incidência de acidentes ocupacionais não fatais entre elas revela sua importância em saúde pública, o que requer ações apropriadas de prevenção.

Keywords : Acidentes de trabalho; Saúde ocupacional; Trabalho feminino; Trabalho; Saúde da mulher; Empregadas domésticas; Gênero.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese