SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue1Cervical cancer screening: knowledge of Pap smear benefits and utilization in MexicoChronic occupational metallic mercurialism author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

PORTELA-LINDOSO, Ana Angélica Bulcão  and  SHIKANAI-YASUDA, Maria Aparecida. Doença de Chagas crônica: do xenodiagnóstico e hemocultura à reação em cadeia da polimerase. Rev. Saúde Pública [online]. 2003, vol.37, n.1, pp. 107-115. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102003000100016.

Embora tenham ocorrido aprimoramentos no diagnóstico parasitológico da doença de Chagas crônica, a baixa sensibilidade dos exames indiretos é uma limitação para sua aplicação ao diagnóstico e controle pós-terapêutico. A reação em cadeia da polimerase (PCR) tem seu emprego restrito na rotina diagnóstica pela necessidade de infra-estrutura adequada, facilidade de contaminação e custo elevado. Paralelamente, a variabilidade de resultados pela PCR observados em diferentes regiões do Brasil suscita questões relativas à sua aplicação ao diagnóstico. Sua alta especificidade aponta para sua aplicação como método confirmatório no diagnóstico de pacientes com provas sorológicas duvidosas e como método auxiliar no controle pós-terapêutico da doença crônica em comparação às técnicas sorológicas e parasitológicas. O objetivo do trabalho foi discutir e comparar a aplicação dos métodos moleculares e parasitológicos indiretos no diagnóstico e controle pós-terapêutico da doença de Chagas crônica, com base na literatura publicada no período de 1954-2001.

Keywords : Doença de chagas [diagnóstico]; Trypanosoma cruzi; Xenodiagnóstico; Reação em cadeia por polimerase; Cultura de sangue.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese