SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue1Cervical cancer screening: knowledge of Pap smear benefits and utilization in MexicoChronic occupational metallic mercurialism author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787Print version ISSN 0034-8910

Abstract

PORTELA-LINDOSO, Ana Angélica Bulcão  and  SHIKANAI-YASUDA, Maria Aparecida. Doença de Chagas crônica: do xenodiagnóstico e hemocultura à reação em cadeia da polimerase. Rev. Saúde Pública [online]. 2003, vol.37, n.1, pp.107-115. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102003000100016.

Embora tenham ocorrido aprimoramentos no diagnóstico parasitológico da doença de Chagas crônica, a baixa sensibilidade dos exames indiretos é uma limitação para sua aplicação ao diagnóstico e controle pós-terapêutico. A reação em cadeia da polimerase (PCR) tem seu emprego restrito na rotina diagnóstica pela necessidade de infra-estrutura adequada, facilidade de contaminação e custo elevado. Paralelamente, a variabilidade de resultados pela PCR observados em diferentes regiões do Brasil suscita questões relativas à sua aplicação ao diagnóstico. Sua alta especificidade aponta para sua aplicação como método confirmatório no diagnóstico de pacientes com provas sorológicas duvidosas e como método auxiliar no controle pós-terapêutico da doença crônica em comparação às técnicas sorológicas e parasitológicas. O objetivo do trabalho foi discutir e comparar a aplicação dos métodos moleculares e parasitológicos indiretos no diagnóstico e controle pós-terapêutico da doença de Chagas crônica, com base na literatura publicada no período de 1954-2001.

Keywords : Doença de chagas [diagnóstico]; Trypanosoma cruzi; Xenodiagnóstico; Reação em cadeia por polimerase; Cultura de sangue.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )