SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue5Voluntary HIV counseling and testing during prenatal care in BrazilContraceptive use among adolescents at public schools in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SIMOES, Vanda Maria Ferreira et al. Características da gravidez na adolescência em São Luís, Maranhão. Rev. Saúde Pública [online]. 2003, vol.37, n.5, pp. 559-565. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102003000500003.

OBJETIVO: Identificar as principais características socioeconômicas, demográficas, antropométricas e comportamentais, bem como os resultados perinatais da gravidez na adolescência. Conhecer os tipos de serviços de saúde utilizados pelas gestantes adolescentes. MÉTODOS: A amostra de 2.429 partos de mulheres residentes em São Luís, MA, abrangeu 94% dos nascimentos hospitalares. As mulheres foram separadas em seis grupos de idade para melhor avaliação do comportamento das variáveis entre os dois grupos de adolescentes (abaixo de 18 anos; 18 a 19 anos) e entre as adolescentes e as demais mulheres. O teste do qui-quadrado foi utilizado para a comparação de proporções e a razão de prevalências foi empregada como medida de efeito. RESULTADOS: Das 2.429 mulheres, 714 eram adolescentes (29,4%). Seu coeficiente específico de fecundidade, 72,2 por mil, foi mais elevado que em outras regiões do País. As adolescentes apresentaram piores condições socioeconômicas e reprodutivas que as demais mulheres, maior proporção de pré-natal inadequado (39,2%) e muitas não tinham companheiro (34,5%). Por outro lado, tiveram menor proporção de parto cesáreo (23,0%) e de fumantes (3.5%). CONCLUSÕES: Apesar da situação socioeconômica igualmente desfavorável, as adolescentes de 18 a 19 anos apresentaram resultados perinatais semelhantes às mulheres de 25 a 29 anos. Já as menores de 18 anos tiveram maiores proporções de filhos com baixo peso ao nascer, prematuros e com maior risco de mortalidade infantil. Isto sugere que a imaturidade biológica possa estar associada a maiores taxas de prematuridade, baixo peso ao nascer e mortalidade infantil.

Keywords : Gravidez na adolescência; Coeficiente de fecundidade; Recém-nascido de baixo peso; Prematuro; Cuidado pré-natal; Comportamento do adolescente; Serviços de saúde materna; Qualidade dos cuidados de saúde; Fatores socioeconômicos; Parto; Mortalidade infantil; Fatores de risco; Tabagismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese