SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue3Reactogenicity of yellow fever vaccines in a randomized, placebo-controlled trialReliability of reported data from adolescent and their mothers in a health survey author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

ACOSTA-RAMIREZ, Naydú; DURAN-ARENAS, Luis G; ESLAVA-RINCON, Julia I  and  CAMPUZANO-RINCON, Julio C. Determinantes da vacinação após reforma do sistema de saúde na Colômbia. Rev. Saúde Pública [online]. 2005, vol.39, n.3, pp. 421-429. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000300013.

OBJETIVO: Analisar o efeito das características do indivíduo carente, da família e do próprio sistema de atendimento com a utilização da vacinação infantil, após a reforma do sistema de saúde, na Colômbia. MÉTODOS: Os dados foram colhidos numa amostra aleatória de assegurados em agregados familiares de baixo rendimento, em Bogotá, em 1999. O padrão analítico e conceitual utilizado baseou-se no Modelo Comportamental de Utilização de Serviços de Saúde de Andersen. Este considera duas unidades de análise para avaliar a vacinação e seus determinantes: 1) a população carente assegurada, inclusive características das crianças e suas famílias; e 2) o sistema de saúde. As análises estatísticas incluíram o teste do qui-quadrado com intervalo de confiança de 95%, modelos de regressão multivariada e coeficiente alfa de Cronbach. RESULTADOS: A análise de regressão mostra que a vacinação esteve relacionada com o tamanho da família (OR=4,3), a área da residência (OR=1,7), a idade da criança (OR=0,7) e os anos de escolaridade do chefe de família (OR=0,5). Também esteve relacionada com as características do sistema de saúde, tais como a disponibilidade de posto de atendimento (OR=6,0), e a informação sobre os programas e horários dos serviços de saúde (OR=2,1). CONCLUSÕES: Os baixos níveis de vacinação e a importante relação que existe com o sistema de atendimento mostram barreiras que devem ser avaliadas e resolvidas. A inexistência de postos com atendimento regular e a deficiente informação à população são fatores que podem limitar a utilização dos serviços.

Keywords : Vacinação; Programas de imunização; Acesso aos serviços de saúde; Reforma do setor saúde; Colômbia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English