SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue3Sugar content in liquid oral medicines for childrenProliferation of paradigmatic ruptures: the case of evidence-based medicine author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

WUNSCH FILHO, Victor  and  ZAGO, Marco A. Pesquisa epidemiológica contemporânea em câncer: polimorfismos genéticos e ambiente. Rev. Saúde Pública [online]. 2005, vol.39, n.3, pp. 490-497. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000300023.

A suscetibilidade individual ao câncer envolve fatores como mudanças na expressão dos oncogenes e genes supressores de tumores e, também, diferenças em genes específicos que regulam a ação de enzimas metabólicas e de reparo do DNA. Estudos epidemiológicos relacionando polimorfismos genéticos e câncer têm mostrado riscos relativos tênues. Pesquisas abordando simultaneamente a prevalência de polimorfismos genéticos e a exposição a fatores ambientais podem conduzir a resultados relevantes para a compreensão da etiologia do câncer e dos mecanismos da carcinogênese e, ainda, trazer novas contribuições sobre o prognóstico da doença. No presente artigo, discute-se a lógica da epidemiologia molecular na pesquisa em câncer, ressaltando-se o exame de polimorfismos genéticos nos estudos caso-controle e de coorte, bem como os fatores que podem introduzir vieses e confusão. Assim como na pesquisa epidemiológica clássica, na epidemiologia molecular é necessário avaliar aspectos relacionados à precisão e à acurácia na fase de planejamento do estudo.

Keywords : Neoplasias [epidemiologia]; Polimorfismo [genética]; Riscos ambientais; Epidemiologia molecular.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English