SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue6Association between primary dental care and municipal socioeconomic indicatorsEpidemiology of sickle cell disease hospital admissions in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

KOIZUMI, Inês Kazue et al. Prevalência do tracoma em pré-escolares e escolares no Município de São Paulo. Rev. Saúde Pública [online]. 2005, vol.39, n.6, pp. 937-942. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000600011.

OBJETIVO: Conhecer a prevalência de tracoma em pré-escolares e escolares das escolas públicas para redirecionar as atividades de seu controle. MÉTODOS: Realizou-se inquérito epidemiológico no Município de São Paulo, em 1999. A seleção das crianças com idade entre quatro e 14 anos foi feita por meio de amostragem por conglomerados, sendo o turno de estudo a unidade amostral. Foi realizado exame ocular externo para detectar a presença de sinais clínicos de tracoma. RESULTADOS: Das 27.091 crianças examinadas foram diagnosticados 597 casos de tracoma (2,2%; IC 95%: 1,86-2,55). A prevalência variou de 0,4% a 4,2% entre as 10 regiões do Município de São Paulo. A taxa de detecção entre os comunicantes foi de 8,7%. Tracoma folicular foi encontrado em 99,0% dos casos e tracoma intenso em 1,0% dos casos. Verificou-se que 22,5% dos casos eram assintomáticos. CONCLUSÕES: Embora a prevalência tenha sido baixa, a presença de formas graves aponta para a possibilidade da existência de casos cicatriciais no futuro, se não houver tratamento e controle adequado. A grande diferença entre as taxas encontradas para cada uma das regiões da cidade, indica a necessidade de intensificação das ações de vigilância epidemiológica do tracoma.

Keywords : Tracoma [epidemiologia]; Pré-escolar; Vigilância epidemiológica; Saúde escolar; C. trachomatis.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese