SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 suppl.Brazilian biomedical and epidemiological research vis-à-vis the UNGASS targetsEvaluation of the United Nations Declaration on HIV/AIDS resource targets author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

BASTOS, Francisco Inácio  and  HACKER, Mariana A. Pesquisas brasileiras psicossociais e operacionais face às metas da UNGASS. Rev. Saúde Pública [online]. 2006, vol.40, suppl., pp. 42-51. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006000800007.

São analisados itens do documento "Draft Declaration of Commitment for the UNGASS on HIV/AIDS, 2001". Discute-se a experiência brasileira em novos métodos de testagem e aconselhamento para populações vulneráveis, métodos preventivos controlados por mulheres, prevenção, suporte psicossocial a pessoas vivendo com HIV/Aids e transmissão materno-infantil. Os itens foram operacionalizados sob a forma de "palavras-chave" em buscas sistemáticas nos bancos de dados padrão em biomedicina, incluindo ainda o Web of Science, nas suas subdivisões referentes às ciências naturais e sociais. A experiência brasileira referente a estratégias de testagem e aconselhamento vem-se consolidando, no emprego de algoritmos visando à estimação da incidência e identificação de recém-infectados, testagem e aconselhamento de grávidas, e aplicação de testes rápidos. A introdução de métodos alternativos e de novas tecnologias para coleta de dados em populações vulneráveis vem permitindo ágil monitoramento da epidemia. A avaliação do suporte psicossocial a pessoas vivendo com HIV/Aids ganhou impulso no Brasil, provavelmente, em decorrência do aumento da sobrevida e da qualidade de vida dessas pessoas. Foram observados avanços substanciais no controle da transmissão materno-infantil, uma das mais importantes vitórias no campo de HIV/Aids no Brasil, mas deficiências no atendimento pré-natal ainda constituem um desafio. Em relação aos métodos de prevenção femininos, a resposta brasileira é ainda tímida. A ampla implementação de novas tecnologias para captura e manejo de dados depende de investimentos em infra-estrutura e capacitação profissional.

Keywords : Síndrome de imunodeficiência adquirida [prevenção e controle]; Transmissão vertical da doença; Sorodiagnóstico da Aids [psicologia]; Preservativos; Preservativos femininos; Educação em saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in English | Portuguese