SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 suppl.Monitoring and evaluating actions implemented to confront AIDS in Brazil: civil society's participationBrazilian leadership in the context of the UNGASS Declaration of Commitment in HIV/Aids author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

BARBOSA JUNIOR, Aristides et al. Indicadores propostos pela UNGASS e o monitoramento da epidemia de Aids no Brasil. Rev. Saúde Pública [online]. 2006, vol.40, suppl., pp. 94-100. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006000800013.

O objetivo do estudo foi analisar o processo de monitoramento de indicadores centrais propostos pela UNGASS, em nível nacional, vis-à-vis aos indicadores do Programa Nacional de DST e Aids. Foram avaliados os dois conjuntos de indicadores propostos, respectivamente, em 2002 e 2005, para o monitoramento de progresso da Declaração de Compromisso da UNGASS. Foram analisadas a disponibilidade de informações e as limitações para o cálculo dos indicadores propostos no Brasil, incluindo discussão sobre a adequação dos indicadores propostos para o monitoramento da epidemia brasileira. Dos 13 indicadores quantitativos inicialmente propostos pela UNGASS, cinco não estão incluídos no sistema de monitoramento do Programa Pacional. Um deles não foi incluído por ser um indicador qualitativo. Dois dos indicadores foram considerados de pouca utilidade e dois não foram contemplados pela falta de dados disponíveis para o seu cálculo. Como o Brasil é caracterizado por ter uma epidemia concentrada, no segundo conjunto de indicadores propostos pela UNGASS, prioriza-se o acompanhamento da epidemia entre as populações sob maior risco. Destacou-se que o Programa Nacional centra seus esforços no desenvolvimento, adaptação e transferência de metodologias de amostragem em populações de difícil acesso. Tais ações são voltadas para a estimação do tamanho dos grupos vulneráveis, bem como para obter mais informações sobre seu comportamento, atitudes e práticas. Concluiu-se que, pela possibilidade de comparações internacionais dos avanços conseguidos, a proposição de indicadores supranacionais estimula os países a discutir e viabilizar sua construção. De maneira complementar, os sistemas nacionais de monitoramento devem ser focados na melhoria do programa, cobrindo áreas que permitam avaliar as ações de controle e intervenções específicas.

Keywords : HIV; Síndrome de imunodeficiência adquirida; Brasil; Avaliação de programas; Programas nacionais de saúde; Avaliação de resultados (cuidados de saúde); Monitoramento do estado de saúde; Monitoramento de informação epidemiológica; Indicadores de serviços; Indicadores de saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in English | Portuguese