SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue3AIDS in rural Minas Gerais state (Southeastern Brazil): a cultural approachData envelopment analysis for evaluating public hospitals in Brazilian state capitals author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

VIANNA, Vânia P T; SILVA, Eroy Aparecida da  and  SOUZA-FORMIGONI, Maria Lucia O. Versão em português da Family Environment Scale: aplicação e validação. Rev. Saúde Pública [online]. 2007, vol.41, n.3, pp. 419-426. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102007000300014.

OBJETIVO: Traduzir a Escala do Ambiente Familiar (Family Environment Scale) para a língua portuguesa e aplicar o instrumento para sua validação. MÉTODOS: A tradução foi aplicada a membros de famílias brasileiras, visando avaliação da consistência interna e a concordância entre membros da mesma família. Foram selecionados 154 voluntários não sujeitos a qualquer intervenção para lidar com problemas familiares, residentes na cidade de São Paulo, em 2003. As pontuações médias nas dez subescalas do instrumento foram comparadas entre homens e mulheres e entre membros da mesma família. Avaliou-se a consistência interna pelo alfa de Cronbach. RESULTADOS: A pontuação máxima possível era nove em cada subescala (bom funcionamento familiar), exceto em relação a conflito e controle. Na maioria das subescalas, a pontuação média da amostra estudada esteve entre 5,1 e 7,6 (homens) e entre 5,4 e 7,7 (mulheres). Nas subescalas conflito e controle as médias variaram entre 1,8 e 4,6 (homens) e entre 1,6 e 4,6 (mulheres), sendo semelhantes às relatadas em estudos internacionais, exceto maior pontuação nas subescalas coesão e organização, e menor na subescala conflito. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as pontuações atingidas por homens e mulheres. A confiabilidade da escala avaliada pelo alfa de Cronbach variou entre 0,61 e 0,78 para as dez subescalas. CONCLUSÕES: Fatores culturais podem ter influenciado os resultados obtidos em algumas subescalas. A versão em português da Escala do Ambiente Familiar apresentou razoável consistência interna que permite sua utilização para avaliar alterações no ambiente ou funcionamento familiar, e após intervenções terapêuticas.

Keywords : Família; Relações familiares; Fatores socioeconômicos; Escalas de Graduação Psiquiátrica; Tradução [Produto]; Questionários; Reprodutibilidade dos testes.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese