SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue5Alcohol-related public policiesLime workers' perception of work-related health-disease process, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

ARAN, Márcia  and  PEIXOTO JUNIOR, Carlos Augusto. Vulnerabilidade e vida nua: bioética e biopolítica na atualidade. Rev. Saúde Pública [online]. 2007, vol.41, n.5, pp. 849-857.  Epub June 04, 2007. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006005000038.

O trabalho teve por objetivo analisar a noção de vulnerabilidade utilizada pela bioética para debater as pesquisas com seres humanos na atualidade, a partir de uma reflexão acerca da biopolítica na cultura contemporânea. Para isto, partiu-se da leitura de Giorgio Agamben dos modelos de poder foucaultianos - Soberania e Biopolítica - para, em seguida, analisar a noção de vida nua - "vida sem nenhum valor". Se os dispositivos de poder nas democracias modernas conjugam estratégias biopolíticas com a emergência da força do poder soberano que transforma a vida em vida nua, é fato que a bioética deve ser um instrumento de proteção das pessoas vulneradas. No entanto, além do território do estado do direito, a bioética também deve poder penetrar nas zonas de indiferenciação, onde soberania e técnica se misturam, profanando a fronteiras biopolíticas e problematizando a própria condição de vulnerabilidade.

Keywords : Bioética; Vulnerabilidade; Vulnerabilidade em saúde; Valor da vida; Política de pesquisa em saúde; Ética em pesquisa; Experimentação humana [ética].

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese