SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 suppl.1Knowledge and risk perception on HIV/AIDS by Brazilian population, 1998 and 2005Changes in HIV testing in Brazil between 1998 and 2005 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

On-line version ISSN 1518-8787Print version ISSN 0034-8910

Abstract

GARCIA, Sandra; KOYAMA, Mitti Ayako Hara  and  GRUPO DE ESTUDOS EM POPULACAO, SEXUALIDADE E AIDS. Estigma, discriminação e HIV/Aids no contexto brasileiro, 1998 e 2005. Rev. Saúde Pública [online]. 2008, vol.42, suppl.1, pp.72-83. ISSN 1518-8787.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102008000800010.

OBJETIVO: Identificar a prevalência de atitudes discriminatórias em dois momentos da epidemia brasileira de HIV/Aids e possíveis mudanças ocorridas. MÉTODOS: O Índice de Intenção de Discriminação foi obtido por pontuação, somando 1 para situações de discriminação ou 0, para o caso contrário. As faixas de intenção de discriminação foram estabelecidas por meio da técnica de cluster, compatibilizadas entre os estudos de 1998 e 2005. Para verificar associação entre o índice e as variáveis sociodemográficas, utilizou-se comparações de médias, teste qui-quadrado, e modelos ajustados de regressão logito ordenado. RESULTADOS: Houve redução estatisticamente significante na proporção de pessoas entre as pesquisas de 1998 e 2005 que responderam sim à obrigatoriedade do teste anti-HIV para: a admissão no emprego, antes do casamento, ingresso nas forças armadas, usuários de drogas, entrada de estrangeiros no país, profissionais do sexo e para todas as pessoas. Possuir menor escolaridade, ser do sexo feminino, ter acima de 45 anos e residir na região Norte/Nordeste são fatores associados ao maior nível de intenção de discriminação. CONCLUSÕES: O crescimento da intenção de discriminação mostra que as informações sobre formas de transmissão e não transmissão da Aids ainda necessitam de melhor elaboração e divulgação, principalmente entre as populações de menor escolaridade, residentes nos estados do Norte/Nordeste, do sexo feminino e pertencentes à faixa etária acima de 45 anos.

Keywords : Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Estigma; Preconceito; Conhecimentos [Atitudes e Prática em Saúde]; Estudos Populacionais em Saúde; Brasil; Estudos transversais; Brasil.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )