SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue3Equity and provision of public dental services in the State of Paraná, Southern BrazilEffectiveness of a community health worker program on oral health promotion author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

NASCIMENTO, Antonio Carlos; MOYSES, Simone Tetu; BISINELLI, Julio Cesar  and  MOYSES, Samuel Jorge. Saúde bucal na estratégia de saúde da família: mudança de práticas ou diversionismo semântico. Rev. Saúde Pública [online]. 2009, vol.43, n.3, pp. 455-462.  Epub Mar 20, 2009. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102009005000015.

OBJETIVO: Avaliar práticas de saúde bucal coletiva de dois modelos de atenção à saúde familiar. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado por meio de grupos focais constituídos por 58 cirurgiões-dentistas atuantes em programa de saúde da família há pelo menos três anos. Foram adotados os modelos de atenção Método Paidéia em Saúde da Família (Campinas, SP, 34 profissionais) e Estratégia de Saúde da Família (Curitiba, PR, 24 profissionais). O estudo foi realizado entre os meses de agosto e outubro de 2006. O referencial teórico utilizado para análise dos dados foi a hermenêutica-dialética. Foram empregados indicadores analíticos visando a indicar retrocesso, estagnação ou progresso nas práticas de saúde bucal que tiveram efeito a partir da implantação das estratégias em estudo. Os indicadores utilizados foram: processo de trabalho, interdisciplinaridade, territorialização, qualificação dos trabalhadores, promoção da saúde, resolutividade às demandas dos usuários. RESULTADOS: Houve progresso no acesso dos usuários aos serviços, na humanização do cuidado em saúde, no acolhimento das pessoas e no vínculo entre os profissionais e os pacientes. Os resultados relativos às práticas de promoção de saúde, territorialização, abordagem interdisciplinar e qualificação das equipes indicaram a necessidade de avanços técnicos e operacionais nas duas cidades. CONCLUSÕES: Os dois modelos apresentam importantes avanços na qualificação do acesso e na humanização do cuidado em saúde. Não obstante, o direito universal ao acesso à saúde bucal, em todos os níveis de complexidade, mostrou-se deficiente nas duas cidades. Os gestores locais dos serviços de saúde e os coordenadores municipais de saúde bucal, devem atuar com maior intensidade ao definir prioridades em políticas públicas de saúde local.

Keywords : Saúde Bucal; Saúde da Família; Assistência Odontológica Integral; Avaliação de Programas e Projetos de Saúde; Avaliação de Serviços de Saúde; Pesquisa Qualitativa.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · pdf in English