SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 suppl.1Evaluation of the network of psychosocial care centers: between collective and mental healthUser satisfaction with psychosocial healthcare services, Southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

CAVALCANTI, Maria Tavares; DAHL, Catarina Magalhães; CARVALHO, Maria Cecilia Araujo de  and  VALENCIA, Elie. Critérios de admissão e continuidade de cuidados em centros de atenção psicossocial, Rio de Janeiro, RJ. Rev. Saúde Pública [online]. 2009, vol.43, suppl.1, pp. 23-28. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102009000800005.

OBJETIVO: Analisar os critérios de admissão, encaminhamento e continuidade de cuidado a pacientes utilizados pelas equipes dos centros de atenção psicossocial. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa com avaliação participativa realizada em três centros de atenção psicossocial do município do Rio de Janeiro (RJ) em 2006. Foram sorteados 15 casos admitidos e 15 casos encaminhados dentre os pacientes admitidos para tratamento nos seis meses anteriores ao início da pesquisa. Os critérios apontados pela equipe para a admissão do paciente para tratamento ou encaminhamento foram analisados a partir de um roteiro estruturado. A análise da continuidade de cuidados baseou-se em pesquisa em prontuário, informações da equipe e dos próprios pacientes e/ou familiares seis meses após a absorção ou encaminhamento do paciente. RESULTADOS: Os pacientes admitidos apresentavam diagnóstico de psicose (esquizofrenia), história de internações prévias, funcionamento social pobre e rede de apoio pequena e os pacientes encaminhados apresentavam transtornos ansiosos e depressivos, boa adesão a tratamento ambulatorial, bom funcionamento social e presença de rede social. Quanto à continuidade de cuidados, oito pacientes em 27 tiveram destino desconhecido. Quanto aos encaminhamentos, dos 13 pacientes encaminhados a ambulatórios da rede, sete permaneceram em tratamento, dois retornaram aos CAPS e quatro tiveram destino desconhecido. CONCLUSÕES: Os centros admitem pacientes que se encaixam na definição de um transtorno mental severo e persistente. A continuidade de cuidado foi apontada como problema, provavelmente devido à dificuldade de acompanhar os pacientes na comunidade.

Keywords : Transtornos Mentais [diagnóstico]; Admissão do Paciente; Continuidade da Assistência ao Paciente; Assistência à Saúde; Serviços de Saúde Mental; Pesquisa Qualitativa.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese