SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 suppl.1Economic evaluation of antipsychotic drugs for schizophrenia treatment within the Brazilian Healthcare SystemEdinburgh Postnatal Depression Scale for screening in the public health system author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

HABIGZANG, Luísa Fernanda et al. Grupoterapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual. Rev. Saúde Pública [online]. 2009, vol.43, suppl.1, pp. 70-78. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102009000800011.

OBJETIVO: Avaliar os efeitos do modelo de grupoterapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes do sexo feminino vítimas de abuso sexual. MÉTODOS: Foi utilizado delineamento não-randomizado intragrupos de séries temporais. Crianças e adolescentes do sexo feminino com idade entre nove e 16 anos (N=40) da região metropolitana de Porto Alegre (RS), foram clinicamente avaliadas em três encontros individuais, de 2006 a 2008. A grupoterapia consistiu de 16 sessões semi-estruturadas. Instrumentos psicológicos investigaram sintomas de ansiedade, depressão, transtorno do estresse pós-traumático, stress infantil e crenças e percepções da criança em relação à experiência abusiva antes, durante e após a intervenção. Os resultados foram analisados por meio de testes estatísticos para medidas repetidas. Foi realizada uma análise comparativa dos resultados do pré-teste entre os grupos que receberam atendimento psicológico em grupo imediato após a denúncia do abuso e aquelas que aguardaram por atendimento. RESULTADOS: A análise do impacto da intervenção revelou que a grupoterapia cognitivo-comportamental reduziu significativamente sintomas de depressão, ansiedade, stress infantil e transtorno do estresse pós-traumático. Além disso, a intervenção contribuiu para a reestruturação de crenças de culpa, baixa confiança e credibilidade, sendo efetivo para a redução de sintomas psicológicos e alteração de crenças e percepções distorcidas sobre o abuso. CONCLUSÕES: A grupoterapia cognitivo-comportamental mostrou ser efetiva para a redução de sintomas psicológicos de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual.

Keywords : Criança; Adolescente; Psicologia do Adolescente; Maus-Tratos Sexuais Infantis; Terapia Cognitiva; Psicoterapia de Grupo.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese