SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue3Representations of workplace psychological harassment in print news media author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SILVA, Luiz Sérgio  and  BARRETO, Sandhi Maria. Condições estressantes no trabalho e pior auto avaliação de saúde entre bancários. Rev. Saúde Pública [online]. 2012, vol.46, n.3, pp. 407-416.  Epub Mar 27, 2012. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000023.

OBJETIVO: Analisar a associação entre exposição a condições psicossociais adversas no trabalho e avaliação ruim de saúde entre bancários. MÉTODO: Foi realizado estudo transversal com 2.054 trabalhadores de um banco estatal brasileiro em 2008. Utilizou-se uma pergunta simples e direta: "Em geral, você diria que a sua saúde é" para aferir como eles avaliam seu estado de saúde atual. As condições psicossociais adversas no trabalho foram avaliadas pelos modelos desequilíbrio esforço-recompensa e demanda-controle. Informações sobre as demais variáveis independentes foram obtidas por meio de questionário semiestruturado, autoadministrado. A presença e a magnitude das associações independentes entre avaliação ruim do próprio estado de saúde e as condições psicossociais adversas no trabalho foram determinadas por meio de odds ratio obtidos por regressão logística. RESULTADOS: A prevalência geral de auto-avaliação ruim de saúde foi de 9%, sem diferença estatística entre os sexos. A exposição a ambientes de trabalho com alta demanda e baixo controle esteve associada à pior auto-avaliação da saúde. O mesmo foi verificado para trabalhadores com desequilíbrio esforço-recompensa e comprometimento excessivo, com gradiente dose-resposta. A presença de suporte social no trabalho apresentou associação inversa com pior auto avaliação de saúde, também com gradiente dose-resposta. CONCLUSÕES: A exposição a fatores psicossociais adversos no trabalho, avaliada pelos modelos desequilíbrio esforço-recompensa e demanda-controle, está associada de forma independente à pior auto-avaliação da saúde entre os trabalhadores estudados.

Keywords : Carga de Trabalho; Condições de Trabalho; Satisfação no Emprego; Saúde do Trabalhador; Estudos Transversais; Trabalho bancário.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · pdf in English